MARAVILHAS DAS SIMPATIAS CIGANAS


AMULETOS & TALISMÃS
Se você conseguir passear sem ser incomodado por um acampamento de ciganos tradicionalistas, defensores dos velhos costumes e das antigas tradições, e tiver a oportunidade de observar uma pequena caixa de madeira, com enfeites de metal, solitária sobre uma mesa, ao lado de uma vela, certamente vai se sentir curioso a respeito daquilo.

     Se puder se aproximar e se a caixa não estiver trancada a chave, podendo você abri-la, vai se surpreender vendo, dentro dela, uma carta do baralho de Tarô, com um objeto de ouro, prata ou qualquer outro metal sobre ela. 

Com certeza ficará intrigado(a), sem entender o significado daquilo. Possivelmente nenhum cigano lhe falará a respeito do assunto, preferindo desconversar ou até expulsá-lo

(a) do acampamento por ter sido xereta. Na realidade, trata-se de uma prática antiga, vinda dos tempos do Egito, segundoalguns estudiosos do assunto. Para outros, ela é originária da terra natal, a Índia. São conhecimentos reservados e muito pouco comentados ou divulgados, mas uma forma de utilizar a forças e o mistério do baralho, aliados ao poder dos talismãs e dos metais.  Em resumo, é uma das mais poderosas formas de simpatia, cultivada secretamente por algumas tribos mais conservadoras e rígidas em suas tradições.  Os princípios são extremamente simples, pois certas cartas têm um significado comum,

a saber:

     O IMPERADOR: simboliza o chefe da família ou o chefe da tribo. 

     A IMPERATRIZ: simboliza a matriarca da família ou a esposa do chefe da tribo. 

     O MAGO: representa um filho ou um jovem.

A TEMPERANÇA: representa uma filha ou uma jovem.

O LOUCO: simboliza uma criança.

O PAPA: representa um parente ou amigo do sexo masculino. 

     A PAPISA: representa uma parente ou uma amiga.

     O ERMITÃO: simboliza uma pessoa idosa, independente do sexo. 

Os talismãs postos sobre a carta tem um significado simbólico, resultando disso uma mensagem aos planos superiores, num processo aparentemente complexo, mas que não oferece dificuldade alguma de compreensão ou de realização, bastando, para isso, contar com as cartas do baralho de Tarô e com os talismãs de metal, que podem ser substituídos por desenhos recortados em papel colorido ou pintados conforme a seguinte convenção:

     OURO -amarelo
     PRATA-prateado

COBRE- vermelho

     A maneira de montar essas Simpatias Ciganas é, portanto, muito simples. Basta que você tenha uma caixa de madeira, com ou sem chave, e um castiçal que pode ser de metal, madeira ou vidro. Para montar a sua mensagem talismânica, coloque no fundo da caixa a carta referente à pessoa a quem a simpatia é dedicada e sobre ela o talismã correspondente.

Diga em voz alta o nome da pessoa, com a caixa bem próxima de seus lábios. Feche-a depois, acenda uma vela na cor do talismã e deixe ali pelo período que durar a chama. Quando a vela terminar de queimar, você pode desmanchar a mensagem. 

     É importante ficar atento(a) a essa vela, pois se ela apagar antes do final, significa problemas ou obstáculos. Nesse caso, é bom adiar o assunto ou realizar uma simpatia para proteção.

Vejamos um exemplo prático desse tipo de simpatia. Vamos considerar o seguinte símbolo:

Âncora: estabilidade e proteção em viagens (ouro/amarelo), esperança e salvação (prata/prateado), negócios e ocupações ligados ao mar (cobre/vermelho), podendo ser usado em simpatias como as que se seguem:

     PARA PROTEÇÃO DO CHEFE DA FAMÍLIA NUMA VIAGEM

     Se o chefe da casa vai realizar uma viagem demorada, que envolva riscos ou até mesmo uma viagem de rotina, é importante que viaje com toda a proteção possível. 

Para tanto, basta preparar essa simpatia, antes de sua partida, colocando no fundo da caixa a carta do Imperador e sobre ela uma âncora de ouro ou amarela. Diga o nome dele em voz alta, junto à caixa, feche-a e acenda uma vela amarela. 

     Observação: se a simpatia fosse para salvá-lo de uma situação complicada, bastaria substituir a âncora dourada por uma prateada. Se a viagem fosse por mar, poderia ser usada a âncora de cobre ou vermelha. Se fosse uma simpatia para qualquer outro membro da família, bastaria usar a carta correspondente, conforme já foi especificado antes, não se esquecendo de dizer o nome dela para a caixa.

Como vê, é extremamente simples montar as suas simpatias, bastando saber qual carta utilizar e o significado dos talismãs. Veja o que você pode fazer com esse tipo de simpatia.

     PARA A FORÇA FÍSICA OU MORAL

     Uma flecha de ouro ou dourada. 

     Exemplo: para reforçar a força física de um filho, que vai participar de uma importante competição esportiva, colocar o talismã sobre a carta O Mago. 

     PARA A AUTORIDADE

     Uma flecha de prata ou prateada. 

     Exemplo: para a dona da casa conseguir se impor sobre os filhos, ultimamente muito teimosos e desobedientes, pôr o talismã sobre a carta A Imperatriz. 

     PARA A VIRILIDADE

 Uma flecha de cobre ou vermelha.

     Exemplo: para um filho que atinge a idade de começar a se interessar pelas mulheres, pôr o talismã sobre a carta O Mago. Para o chefe da casa que, por problema de idade, já não tem o vigor de antes, pôr o talismã sobre a carta O Imperador.

     CONTRA INIMIGOS

 Uma flecha de ouro.

Exemplo: para um parente do sexo masculino, que se encontra às voltas com problemas com seus inimigos, pôr o talismã sobre a carta O Papa. 

     CONTRA PESSOAS MAL INTENCIONADAS

 Uma flecha de ouro.

     Exemplo: para a criança da casa, que começa a estudar e vai para seu primeiro dia de aula, pôr a flecha sobre a carta O Louco. 

     PARA CONCORRENTES COMERCIAIS

 Uma flecha de ouro.

Exemplo: para o chefe da casa conseguir superar os seus rivais numa atividade comercial, pôr a flecha sobre a carta O Imperador, antes de iniciar uma campanha de vendas ou uma promoção.

     PARA OBTER AUXÍLIO DIVINO

     Um machado de ouro, emblema também muito comum em altares familiares, dedicados aos santos padroeiros e aos Anjos pessoais ou mensageiros. Exemplo: para a ancião, carente de apoio e de valorização, pôr o machado sobre a carta O Ermitão. 

     CONTRA O MAL

     Machado de cobre. 

Exemplo: para a jovem da casa, que atinge a idade para começar a freqüentar festas com as amigas ou a sair com o namorado, pôr o machado sobre a carta A Temperança, a cada vez que ela sair.

     PARA SUPERAR OBSTÁCULOS INESPERADOS

     Machado de prata. 

     Exemplo: para a dona da casa, que contava com a compra de novos móveis, mas um obstáculo inesperado parece ameaçar seu desejo, colocar o machado sobre a carta A Imperatriz.

     PARA CORRIGIR UM ERRO

     Machado de ouro.

     Exemplo: para um parente do sexo masculino, que cometeu um erro e precisa repará­lo, pôr o machado sobre a carta O Papa. 

     PARA APROFUNDAR CONHECIMENTOS

     Morcego de ouro. 

     Exemplo: para o jovem, que terminou seus estudos e agora precisa fazer uma especialização, pôr o morcego sobre a carta O Mago. Essa simpatia também pode ser usada nos últimos meses que antecedem o vestibular, para auxiliar vestibulandos em geral, independente da idade. Para isso, basta apenas selecionar a carta, conforme a pessoa que se deseja representar. Nesse caso, a simpatia deve ser repetida a cada sete dias.

PARA ATRAIR A SORTE

     Morcego de prata. 

     Exemplo: para atrair a sorte para uma criança que acaba de nascer, colocar o morcego de prata sobre a carta O Louco. 

     PARA UMA LONGA VIDA

Morcego de cobre.

     Exemplo: para um casal que acaba de se unir em matrimônio, colocar no fundo da caixa as cartas O Papa e a Papisa e sobre elas o talismã. 

     PARA A FELICIDADE

     Morcego de prata.

     Exemplo: no dia do aniversário de cada um dos membros da família, pôr, logo pela manhã, a carta correspondente a ele na caixa e sobre ela o morcego de prata. 

     PARA UMA BOA EDUCAÇÃO

     Morcego de ouro. 

     Exemplo: para a jovem que entra na puberdade aprimorar sua educação, coloque na caixa a carta A Temperança, se for filha ou A Papisa, se for amiga ou filha de amigos. Sobre ela, pôr o morcego.

     PARA ALGUÉM QUE ACABOU DE FALECER

     Uma abelha de ouro.

Exemplo: quando morre um parente ou amigo, escolha a carta respectiva e faça a simpatia, tão logo souber de seu passamento. A luz amarela, segundo os sábios egípcios, produz o contraste para a luz branca da eternidade que, por ser mais brilhante, atrai as almas, que se desprendem mais facilmente de suas amarras na Terra.

     PARA A PUREZA

     Uma abelha de prata. 

     Exemplo: jovens estão fazendo um voto de castidade atualmente, assumindo o compromisso de se manterem virgens até o casamento. Para esses, esta é a simpatia indicada, inclusive porque, em alguns grupos, a abelha de prata tem sido usada como símbolo por eles, pelo seu poder mágico e místico. 

     PARA A CRIATIVIDADE

 Abelha de cobre.

     Exemplo: para quem precisa realizar um trabalho onde a criatividade seja altamente exigida, preparar a simpatia e somente iniciá-lo, após a vela se queimar totalmente. 

     PARA O PROGRESSO PROFISSIONAL

 Abelha de ouro.

     Exemplo: para alguém que se inicia numa profissão, fazer a simpatia todo final de semana, por sete semanas consecutivas. 

     Observação: na realização dessas simpatias, jamais se esquecer da convenção representada pelas cartas. Se você faz a simpatia em seu próprio benefício, vai empregar as cartas correspondente ao seu papel na família: pai (Imperador), mãe (Imperatriz), filho (Mago), filha (Temperança) e criança (Louco).


 

CRIANÇAS

 Nós, ciganos temos uma preocupação muito grande com nossas crianças, principalmente no que se refere às tradições e ao caráter. Todas devem ser instruídas e educadas segundo os princípios da tribo, sem se descuidar, porém, da educação normal, essa feita conforme as leis dos gadjos.

     São crianças como todas as outras, que adoram brincar e estudar, bem como ouvir histórias das pessoas mais velhas. É nessas oportunidades que as tradições e os costumes da raça são transmitidos, muito embora, ultimamente, o estilo de vida sedentário esteja atraindo cada vez mais os jovens ciganos, levando-os às universidades, onde estão se especializando não apenas para atender os seus, mas as pessoas em geral. 

     O que se observa hoje é um lento, mas gradual distanciamento das antigas tradições. Os mais velhos ainda as cultuam, mas parece que os mais jovens estão se apegando muito mais aos valores da sociedade de consumo e do meio em que vivem. 

     Mesmo assim, defensores ardorosos da liberdade em todos os sentidos, nós não vemos motivos para impedir que nossos jovens arrisquem vôos mais altos. O que fazemos é criar meios de preservar nossa cultura, onde se incluem nossas simpatias e nossos conhecimentos ocultos.

     PARA SONO TRANQÜILO

     Quando uma criança passa a não dormir tranqüila durante à noite, afirmam os ciganos que é Beng, manifestando sua vontade e ameaçando-a. Normalmente ele procura uma criança, que é o ser mais inocente e desprotegido existente. 

Para combatê-lo, a simpatia mais comum é pegar um cálice ou uma taça de prata com água e colocá-la sob o berço ou a cama da criança, assim que ela for dormir. No dia seguinte, jogar essa água fora e lavar o cálice ou taça em água corrente, deixando secar ao sol. Repetir por sete dias.

     Observação: se além da intranqüilidade a criança acordar à noite gritando ou chorando, colocar a vasilha de prata sob a cama ou berço e em seguida pôr dentro uma brasa viva. Repetir durante os sete dias.  

     PARA SE SAIR BEM NA ESCOLA

A cada dia, mais e mais jovens ciganos estão se dedicando aos estudos e procurando ampliar seus horizontes profissionais. Muitos pais, com visão de futuro, estão estimulando esse tipo de atitude e até apoiando, com simpatias como esta, que visam dar a eles todas as chances necessárias para obterem sucesso. 

No primeiro dia letivo de seus filhos, a cada ano, as mães ciganas escrevem o nome do filho numa vela azul, depois a acendem, sobre uma Bíblia. 

     PARA MICÇÃO NOTURNA

     Até que as crianças aprendam a controlar totalmente as funções da bexiga, este pode ser um problema constante, principalmente se a criança desenvolve assaduras com facilidade ou já passou da idade de usar fraldas.

     Para isso, usam uma simpatia muito simples. É só estender sob o lenço da cama ou do berço da criança, uma calça comprida usada do pai dela. Se nas primeiras vezes a criança urinar, no dia seguinte a peça deve ser lavada, secada ao sol e posta de novo no lugar. Insistir até a criança passar sete dias completos sem urinar na cama. 

     PARA CIÚMES ENTRE IRMÃOS

     Embora possa não ser evidenciado, os filhos sentem ciúmes dos pais, principalmente se estes demonstram preferência por um deles, coisa que deve ser vigiada para que não aconteça.

Mesmo assim, o ciúme vai existir e deve ser combatido com uma simpatia muito simples até, mas de grande eficiência. 

Numa sexta-feira de Lua Cheia, escreva o nome deles numa só folha de papel, depois enrole e amarre no meio com uma fita branca. Esse canudinho deverá ser amarrado depois ao tronco de um galho fino e flexível, podendo ser taquara, bambu ou salgueiro. 

     Nada comentar com eles. 

     PARA COMBATER MANIAS INFANTIS

As crianças muitas vezes desenvolvem certas manias que são difíceis de serem eliminadas, à medida em que elas vão crescendo. Entre elas, está a de se apegar a um objeto em especial, levando-o para toda parte, como se fosse um bichinho de estimação. 

Normalmente isso passa logo, mas se persistir, deve ser desestimulado e, para isso, nada como usar uma simpatia, que fará isso sem traumas e sem maiores complicações.

Quando a criança dormir, amarre uma fita amarela no dedão do seu pé esquerdo. Se ela tirar durante o sono, insista. Repita até que ela tenha se esquecido de sua mania. 

     PARA AUMENTAR AS DEFESAS ESPIRITUAIS

Os ciganos que vieram da Europa, principalmente, trouxeram algumas lendas que até hoje existem entre nós. Uma delas fala das crianças não batizadas, ameaçadas pelos lobisomens, nas noites de lua cheia. Por isso, qualquer família cigana, tão logo nasça um novo membro, cuidam não apenas de realizar o batizado ritual, mas de reforçar suas defesas espirituais.

     Uma simpatia muito utilizada é a seguinte: na primeira noite de Lua Cheia após o nascimento da criança, três taças devem ser preparadas. A primeira, de ouro, deverá conter leite materno. A segunda, de prata, leite de uma jumenta. A terceira, de estanho,leite de uma cabra. Às nove horas em ponto, a criança deverá tomar pelo menos uma gota de cada um desses recipientes, na ordem em que foram apresentados acima. 

Após isso, com a mão esquerda na testa e a direita no peito da criança, a mãe deverá rezar em voz alta o Pai Nosso. 

     PARA DOR NA BARRIGA

     É praticamente impossível controlar a alimentação de uma criança, principalmente quando ela é criada em liberdade. Há muitas frutas que são comidas verdes e muita mistura de alimentos às vezes incompatíveis um com o outro, o que resulta em freqüentes dores na barriga.

Como não se deve aplicar medicamentos indiscriminadamente, sem um diagnóstico correto, que deverá ser feito por um médico, nos casos em que a criança reclamar de dor na barriga, preparar um

     chá de poejo, adoçar com mel e fazê-la beber uma xícara. Aplicar também compressas de água fervida com alho, usando, para isso, um lenço vermelho ou uma toalha dessa mesma cor.

     PARA A INSEGURANÇA

A criança deve ser estimulada a não ter medo de coisas tolas, como escuridão e barulhos inesperados. Reforçando-se a sua segurança, com certeza se terá um adulto equilibrado no futuro.

     Às primeiras manifestações de insegurança ou de medo, fazer uma simpatia para combater isso, que resolverá prontamente esse problema.

Plante, num vaso de barro ou cerâmica, uma muda de espada-de-são-jorge e uma de comigo-ninguém-pode. Durante o dia, deixe-a num local adequado para o desenvolvimentoda planta. À noite, porém, coloque-a ao lado da cabeceira da cama ou do berço da criança. Repita isso por trinta dias seguidos. 

Se eventualmente uma ou ambas as plantas secarem, refaça imediatamente a simpatia.

PARA A SAÚDE

A vida ao ar livre, movimentada e alegre sempre foi muito preciosa para nós ciganos, porque é um meio saudável de se criar filhos. Nas grandes cidades, isso não tem sido possível mais, pois sofremos os mesmos problemas de segurança e de violência que assolam a população como um todo. 

Aquela liberdade perdida se reflete na saúde das crianças. Por isso, a cada dia mais usamos a seguinte simpatia: 

Para cada uma das crianças que dormem num mesmo aposento, plantar um vaso grande, com pelo menos três tipos diferentes de plantas, sendo uma frutífera, uma flor e a outra, madeira de lei.

     Orientar cada criança para que cuide diariamente de seu vaso. 

     PARA CRIANÇAS MUITO ATIVAS

     Entre os ciganos também existem aquelas crianças muito ativas, que não ficam quietas um segundo e precisam estar em constante movimento, quase enlouquecendo os pais, que precisam vigiá-la atentamente e estar a todo momento correndo atrás delas. 

Alguns, porém, preferem usar uma simpatia antiga e natural para mantê-las mais calmas.

     Pela manhã, após o almoço e o jantar, dê à criança um refresco feito com chá de casca de mexerica ou bergamota. Adoce com mel ou com açúcar cristal.

     PARA CRIANÇA MANHOSA

     Toda mãe percebe logo quando a criança esta fazendo manha ou quando tem realmente algum problema. Só que, muitas vezes, a manhã é sinal de um problema que pode passar despercebido, se a mão não estiver atenta.  

Para que isso não aconteça, sempre que dar banho em seu filhinho ou filhinha, comece com o alto da cabeça, descendo para a nuca. Depois lave o rosto e o resto do corpo. Jamais começa o banho pelas pernas ou pelos pés. 

     PARA OLHOS DE ÁGUIA

     Os ciganos sempre se vangloriaram de seus olhos de água, capazes de reconhecer a raça de um animal ao longe ou as cores de uma roupa à distância. Parte é genético, parte é fruto de uma tradição antiga, cujos resultados ainda hoje são visíveis, já que muito poucos ciganos usam óculos.

     Para ter essa visão, os pais costumam fazer uma simpatia muito simples com a criança, nos primeiros sete dias de vida. Lavam seus olhos, pela manhã, com água mineral, posta numa taça de ouro, juntamente com pétalas de rosas brancas.

PARA SER DE OPINIÃO

     A honra e a palavra de um cigano são preciosas para ele. Em suas relações com os gadjos esses conceitos podem até ganhar um outro significado, mas entre os membros da raça, isso é defendido vigorosamente como um costume sempre preservado.

     Para incutir isso nas crianças, desde a mais tenra idade, uma simpatia é feita, num ritual simples, mas de grande valor simbólico. 

Quando a criança completa sete anos, sete buracos são abertos ao redor do acampamento e sete sementes de árvores são plantadas por ela e pelo pai. Na falta do pai, um tio ou uma pessoa mais velha faz esse papel.


 

VIAGENS

     Muito embora o cigano seja nômade por natureza, hoje em dia existem muitos grupos radicados definitivamente em todo o mundo, anunciando que, futuramente, essa característica que sempre foi a mística de nosso povo venha a ser extinta.

     Mesmo radicados, criando laços com as localidades onde vivem, os ciganos ainda fazem das viagens um grande acontecimento e estão constantemente encontrando motivos para realizá-las, seja para visitar parentes, seja para fazer negócios.

Se hoje utilizam modernos meios de transporte, algumas coisas das velhas tradições são impossíveis de serem mudadas, principalmente as simpatias para assegurar uma boa viagem ou uma estadia satisfatória no local para onde se deslocam. 

     De certa forma, nelas ainda encontram aquele toque e aquele sabor especial de tradição que as gerações passadas viveram com maior intensidade. Nessas viagens, quando normalmente cruzam com membros de outras tribos ciganas, as tradições e os costumes se misturam, o que é bastante salutar para a sua preservação. 

     Mesmo não sendo ciganas, as pessoas gostam de viajar. Nas simpatias de nosso povo poderão encontrar meios de tornar seus passeios mais agradáveis, experimentando um pouco do sabor peculiar que os ciganos encontram nessa atividade. 

     PARA FAZER UMA BOA VIAGEM

Uma boa viagem, para o cigano, é uma viagem cheia de movimento e de aventura, com muitas descobertas, novos conhecimentos, bons negócios, amizades, música, boa comida e boa bebida. Independente do que pretenda com a viagem, o cigano a aproveita para tudo isso, pois é o quando se sente realmente livre. 

Para que tudo isso lhe aconteça, costuma fazer um ritual, antes de qualquer viagem. Quando sai, primeiro se despede dos adultos, depois dos jovens e das crianças e, finalmente, dos animais de estimação. Desses últimos, ele leva alguma coisa para dar sorte, como um chumaço de pêlos de um cachorro ou uma pena de um pássaro.

     PARA TER UMA BOA RECEPÇÃO

     Ser bem recebido é uma questão de honra para os ciganos, pois recepcionar é uma de suas artes. Quando visita os gadjos ele pode até relevar alguns deslizes. Quando visita outros ciganos, qualquer falha na recepção é imperdoável e é considerado como uma ofensa.

Para garantir a boa recepção, porém, um cigano jamais se apresenta sem levar duas garrafas de vinho ao menos, um tinto seco, para o chefe da casa e um banco e doce, para a dona da casa.

     PARA SER BEM RECEBIDO

Em todas as épocas, os ciganos foram recebidos das maneiras mais diferentes possíveis, em suas viagens pelo mundo todo. Receberam recepções festivas, da mesma forma como foram rechaçados pela incompreensão dos homens. 

     Inúmeras simpatias surgiram, durante esse tempo, procurando garantir uma feliz permanência ou o sucesso de uma viagem. Uma das mais tradicionais e importantes era a de agradar inicialmente às crianças da localidade. 

     Para tanto, tão logo chegavam ao seu destino, os ciganos separavam sete moedas, que eram entregues às primeiras sete crianças que se aproximassem da caravana ou do acampamento.

     Observação: muitas lendas e mitos surgiram em virtude desse costume cigano. Pessoas mal informadas afirmavam que era um truque usado pelos ciganos para atrair as crianças, que eram raptadas e vendidas mais tarde. Mesmo assim, conhecedoras dos costumes, tão logo viam uma caravana surgir ao longe, as crianças corriam ao seu encontro, na esperança de ganhar uma dessas moedas. 

     PARA ASSEGURAR OS OBJETIVOS DE UMA VIAGEM

Quando um cigano faz uma viagem, é porque, além da aventura, espera algum resultado dela. O objetivo que a move muitas vezes é realizar um negócio que foi, na realidade, apenas o pretexto para a viagem. Ciganos antigos faziam viagens de centenas de quilômetros apenas para comprar um cavalo, muitas vezes. 

     O importante para eles era realizar a viagem e voltar dela com o objetivo alcançado. Para isso, tão logo chegavam ao seu destino, brindavam com cerveja a sua chegada. 

     Observação: quando as caravanas chegavam a um local e o acampamento era marcado, os ciganos promoviam uma festa regada a cerveja e vinho. Depois, homens e mulheres urinavam nos limites do acampamento, demarcando-o e mantendo dentro desses limites a boa-sorte e o sucesso. 

     PARA GARANTIR UMA BOA VIAGEM

Ainda hoje se pode observar, nas janelas das casas de ciganos estabelecidos, um solitário vaso de flor. Antigamente, nos carroções, ocorria a mesma coisa. Com os caminhões e trailers, dos grupos ainda nômades, também se vê isso. 

     Além de ser um enfeite singelo, esses vasos representam uma simpatia cuja origem se perde na história do povo cigano. Sempre que o chefe da família viaja, esse vaso é posto na janela e em sua superfície brilha uma moeda de ouro ou de prata, que ali ficará até a sua volta.

     Para alguns, essa simpatia é para atrair sorte. Para outros, é para lembrar aos demais membros da tribo que o chefe da casa está fora e que todos devem prestar qualquer auxílio que possa ser necessário durante a sua ausência.

     PARA AFASTAR A MÁ SORTE

     Qualquer cigano que tenha um mínimo de conhecimento das tradições recusará, quando em viagem, qualquer prato que lhe seja servido que contenha pés de galinha ou de qualquer outra ave.

     Essa tradição é antiquíssima e pode ser observada em muitas outras culturas. Para os ciganos, a maneira como as aves se alimenta, ciscando para trás, dá azar.

     PARA NÃO FICAR ALÉM DO NECESSÁRIO

     Para um cigano, tempo perdido é tempo irrecuperável. Ficar parado, quando o objetivo da viagem foi atingido, é contra seus princípios e seus hábitos. 

Como, por outro lado, são bons anfitriões, estão constantemente fazendo de tudo para que seus compatriotas permaneçam mais tempo do que o necessário. 

Estes, por sua vez, procuram escapar dessas tentações com uma simpatia. Quando estão em viagem, jamais caminham descalços, seja no interior de uma casa, seja num acampamento.

     Observação: é interessante observar que, nos quartos de hóspedes, as camas são posicionadas de forma que a cabeceira fique voltada para o poente. Trata-se de uma simpatia destinada a fazer com que o hóspede permaneça por mais tempo. 

     Espertamente, os ciganos que conhecem essa simpatia dormem com a cabeça voltada para os pés da cama, de forma que seu corpo fique posicionado na direção do movimento do sol. Essa é a simpatia para aqueles que não querem permanecer muito tempo num local. 

     PARA NÃO SER ENGANADO E PROLONGAR A ESTADIA

Para alguns, se o local da estadia é agradável, as pessoas são receptivas e tudo está maravilhoso, a tentação de permanecer é muito grande e pode mesmo se tornar irresistível. 

     Para um cigano, o que ele já conhece deixe de ser tão interessante como o que está pela frente, ainda por conhecer. Por isso ele foge de toda e qualquer armadilha que vise enganá-lo e fazê-lo permanecer mais do que deveria num local. 

Uma das primeiras coisas a fazer é não deixar nenhum vaso com planta no fundo do aposento. Se há algum, ele o coloca discretamente ao lado da porta. 

     Assim, para prender alguém numa viagem, basta colocar um vaso com uma planta qualquer no ponto mais distante da porta de saída do aposento onde ele dormirá.

     PARA OBTER LUCRO COM A VIAGEM

     Um cigano detesta perder tempo ou perder viagem. Se vai para uma visita, permanece muito pouco e faz o possível para realizar algum negócio, de forma a não voltar de mãos vazias ou sem um resultado positivo. 

Isso é assegurado por um talismã especial, que levam consigo em suas viagens, principalmente aqueles que vivem de negócios. Trata-se de um saquinho feito com pele de cobra, contendo, em s eu interior, três moedas de cobre. 

     Observação: há inúmeras simpatias aqui no Brasil que utilizam o mesmo princípio, num objeto chamado breve, que pode incluir uma oração ou não.

     PARA NÃO ESQUECER DE VOLTAR

As ciganas são muito ciumentas e conhecem os costumes de seus homens. Quando eles se demoram mais do que o esperado, elas ficam de orelhas em pé, apesar da infidelidade ser uma prática um tanto incomum em nosso meio. 

O ciúme, porém, é parte da natureza cigana e não há como lutar contra isso. Muitas usam uma simpatia muito interessante. Com fios de seus longos cabelos, tecem, no pulso esquerdo de seus namorados, noivos ou maridos, pulseiras que são obras-primas de artesanato e que não podem ser retiradas, a menos que sejam cortadas. 

     PARA FAZER VOLTAR

     Em algumas simpatias, fica bem evidente o caráter passional e possessivo da mulher cigana. Nesta, feita quando seu homem viaja, ela procura se cercar de garantias de que ele voltará logo.

     Para tanto, colocam na cama, no lado em que o marido dorme, uma rédea de cavalo, presa a um freio de metal, aquela peça que é introduzida na boca do animal, para mantê-lo sob controle.

     PARA REPETIR UMA VIAGEM

     Quando um cigano faz uma viagem para um determinado lugar e essa viagem é bem sucedida e cheia de boas lembranças, ele costuma fazer uma simpatia para repeti-la algum dia, no futuro. 

     Para isso, simplesmente escolhe uma árvore naquela localidade e dá a ela o seu nome. Antigamente costumavam gravar na casca o seu nome. Hoje em dia apenas dão o nome, assegurando que um dia voltarão.

     PARA NÃO TRAZER AZAR

     Quando retorna de uma viagem, um cigano tem uma preocupação enorme com a sua bagagem. Segundo uma lenda, Beng, o mal, ocultou-se na bagagem de um viajante. Assim que ele chegou em casa, a esposa, curiosa, correu desfazer a mala e libertou, com isso, o demônio, que levou o azar e a desgraça àquele lar. 

     Para evitar isso, um cigano desfaz pessoalmente a sua mala e jamais permite que a esposa, filha ou empregada façam isso.


 

FEMININAS

           As mulheres ciganas não se diferenciam das demais mulheres, sendo tão ou mais vaidosas, passionais, amantes dedicadas e criativas, alegres, excelentes mães, cozinheiras de mão cheia e hábeis iniciadas nas artes mágicas, na astrologia, na quiromancia e na cartomancia. Cuidam da beleza como todas as outras e usam as simpatias tradicionais não apenas para isso, mas para diversas situações de suas vidas.

     Possuem ume estilo próprio na maneira de se vestir ou enfeitar-se. Preferem as roupas coloridas, com corpetes justos e saias rodadas, realçando as formas do corpo. Na pele e nos cabelos exibem cuidados extremos e, com freqüência, o resultado de uma simpatia aprendida com sua mãe ou com sua avó. 

Apreciam as jóias e muitas têm jóias de família de grande valor, que não podem, hoje em dia, exibir como gostariam. Mesmo assim, conseguem como ninguém explorar o uso de bijuterias, conseguindo um excelente efeito visual, que valoriza sua beleza cheia de mistérios.

Muitas das simpatias aqui selecionadas já vêm sendo usadas há séculos, fixando essa imagem romântica e misteriosa da mulher cigana, que povoa as mentes de homens e mulheres de todo o mundo. Ao escolher uma delas, com certeza você poderá repetir gestos de uma princesa do Egito, de uma dama da Pérsia ou de uma serva da Índia. Esse é o fascínio que elas despertam. 

     PARA ASSEGURAR A FIDELIDADE

     As ciganas são passionais e ciumentas e não aceitam dividir seu homem. Isso fica muito bem caracterizado nas inúmeras simpatias existentes, que buscam justamente assegurar a elas a fidelidade, seja de um namorado, noivo ou marido.

     Uma das primeiras exigências de uma cigana, quando firma um compromisso, é pedir que o seu amado coloque em seu dedo um anel que tenha pertencido à mãe ou à avó dele.

Esse é não apenas um símbolo de sua fidelidade, como uma das mais poderosas simpatias no gênero.

     PARA NAMORADO NÃO SE INTERESSAR POR OUTRA

     Antigamente, os casamentos entre ciganos eram arranjados ainda na infância, não havendo como ser mudado esse destino. Hoje em dia, os jovens ciganos têm opção de escolha. Inclusive está se tornando comum o casamento multirracial. 

     No período dos casamentos arranjados e mesmo atualmente, uma forma da cigana estabelecer seu domínio sobre o amado e, ao mesmo tempo, garantir que nenhuma outra vai se interessar por ele, é trançar, diretamente em seu pulso, uma pulseira com fios de seus cabelos, só que, incluindo entre eles, alguns pêlos pubianos. 

     Além de reforçar a atração entre os dois, torna o amor mais ardente e passional. 

     PARA AUMENTAR O AMOR

Uma vez apaixonada, uma cigana fará de tudo para monopolizar ao máximo as atenções do seu amado. Seu caráter exigente e possessivo vai se manifestar em todo o seu esplendor e ela fará loucuras para mantê-lo dedicado a ela apenas.

     Entre outras práticas, há uma particularmente preferida, que consiste em pegar uma jóia do amado, um anel, uma pulseira ou um colar e pô-la entre os seios, durante a noite, quando for dormir.

Outras, mais ousadas, colocam essa jóia dentro da calcinha. No dia seguinte, a jóia é devolvida e posta no amado pessoalmente.

     PARA PRENDER O HOMEM EM CASA

     Passionais e possessivas, as ciganas dificilmente aceitam passar uma noite longe do seu amado. Quando ele precisa viajar, fazem mil e uma simpatias para que ele volte logo. 

     Se ele é do tipo que não pára em casa, no entanto, com certeza ela fará a seguinte simpatia: misturar fios de cabelos com pêlos da cauda de uma égua prenhe, trançando uma pulseira, que será presa ao pulso dele após uma noite de amor. 

     PARA O AMOR DURAR TODA A VIDA

     É realmente muito raro um casamento cigano não dar certo ou acontecer do casal se separar, após algum tempo de convivência. Para ter o seu homem até o fim de sua vida, as ciganas lançam mão de simpatias poderosas no resultado, mas simples na sua execução.

Uma delas consiste em amarrar o seu amado com um xale vermelho e comprido, que ela tenha usado durante a cerimônia de casamento de uma amiga.

     Observação: uma variação interessante dessa simpatia recomenda que, na noite de núpcias, a noiva deixe um laço, feito com corda nova, mas macia. Com ela deverá laçar o noivo e arrastá-lo para a cama. Em outros tempos, essa corda era trançada com tiras de linho ou de seda.

     PARA SE MANTER FIEL

     Existe um número muito grande de simpatias praticadas pelas ciganas, para garantir a própria fidelidade. O temor de serem tentadas ou seduzidas por um outro homem sempre foi muito grande, no tempo dos casamentos arranjados. 

     Quando isso acontecia, era sinônimo de sofrimento e dor, pois dificilmente o casal conseguiria concretizar seu amor. Os que se arriscavam e fugiam eram perseguidos e mortos sumariamente, por quebrarem a lei dos ciganos. 

Para evitar que isso acontecesse, recorriam a uma simpatia. Essa sempre foi uma das mais comuns. Uma cigana jamais olhava um outro homem nos olhos. Seu olhar jamais ultrapassava o pescoço dele, em sinal de respeito a seu amado e por temor de perceber, no olhar do homem, um convite irresistível e fatal.

     PARA A COMPATIBILIDADE SEXUAL

No sexo as ciganas são bem soltas e criativas, exigindo muito de seus homens. Uma cigana ardendo de paixão é uma fogueira viva que somente a habilidade, a paciência e a virilidade conseguem dominar. Para evitar algum descompasso entre o seu desejo e a resposta de seu amado, muitas lançavam e lançam mão ainda hoje de simpatias como essa.

     Quando o amado adormecer, colocar sob o travesseiro dele um colar, uma pulseira ou um dos anéis que você costuma usar durante o dia, se possível com um pouco de seu perfume ainda.

     PARA A INVEJA 

     Esse problema também preocupa muito as ciganas, que costumam lançar de simpatias não muito diferentes daquelas usadas normalmente pelas outras pessoas. Para elas, a inveja é causadora de malefícios terríveis, pois age como um farol aceso na escuridão, por onde Beng se guia para atingir os espíritos fragilizados. 

Por isso numa tenda, num carroção ou numa casa cigana, você verá sempre, através de uma janela, uma panela ou um outro utensílio de cozinha de cobre, brilhando como se tivesse sido polido naquele instante. 

     O objetivo é refletir toda a inveja para fora. Essa vasilha é posicionada com o fundo voltado para a parede e a abertura, para a janela. Toda inveja que for lançada, com certeza retornará a seu dono. 

     PARA A BELEZA DA PELE

A pele da cigana tradicional tem um bronzeado natural, fruto da mistura do indiano com

o egípcio e o persa, temperada com o clima de todas as partes do mundo. Sua beleza chama a atenção e provoca inveja das outras mulheres. 

Para mantê-la, vale-se de alguns truques, contidos em simpatias que já as acompanham há milênios. 

     Para banhar o rosto pela manhã, uma cigana usa uma bacia feita de cobre. Pelo menos uma vez por semana, ferve água com ervas aromáticas a seu gosto, usando uma panela desse mesmo metal. Após amornar, usam-na para enxaguar o corpo, após o banho. 

     PARA TER A BELEZA DE CLEÓPATRA

     Existe uma lenda antiga entre os ciganos, afirmando que Cleópatra seria descendente de ciganos, criada desde cedo por seus pais, após a morte da verdadeira princesa. O famoso banho de leite, usado pela rainha egípcia, não era um banho de verdade, mas um ritual até hoje conhecido e praticado por ciganas. 

     Consiste em banhar-se de corpo inteiro numa noite de Lua Cheia, depois ficar diante de um espelho, completamente nua, banhada pelos raios de luar. Após algum tempo, molhar um lenço de linho ou de seda em leite fresco e limpar o espelho com ele. 

     PARA BELEZA FRESCA E DURADOURA

Esta simpatia ainda hoje é praticada pelas jovens ciganas, que as aprendem de suas mães, que as aprenderam de suas avós. Logo após a sua primeira menstruação, quando são aceitas como mulheres pela família e pela tribo, elas passam a cumprir um ritual muito interessante, quando vão dormir.

Para amaciar a pele do corpo, dar perfume, beleza, juventude e frescor, elas forram o leito com pétalas de rosas brancas e vermelhas.

     PARA PROBLEMAS DE PELE

Dificilmente você verá uma cigana com problema de pele. De modo geral, elas dão um valor enorme aos métodos naturais de conservação da pele e às simpatias.

Estas, em sua maioria, são muito semelhantes às outras já conhecidas, pois uma ênfase muito grande é dada aos chás, pois acreditam que os maiores problemas da pele vêm justamente do mal funcionamento do intestino e dos órgãos internos.

O que diferencia das simpatias conhecidas das outras mulheres é o preparo, feito numa chaleira ou panela de cobre e adoçada com açúcar de beterraba. Entre as plantas mais usadas destacam-se os chás de alecrim, flores de dália, de amor-perfeito ou de espinheira santa.

     PARA A BELEZA DOS CABELOS

Os cabelos de uma cigana é um capítulo a parte em sua beleza, pois merece dela uma atenção toda especial, para que fiquem sempre viçosos, brilhantes e cheios de vida.

Um dos conhecimentos mais preciosos de que se valem é o de explorar as fases da lua para obter o efeito desejado em seus cabelos. Para aumentar o volume e fazer crescer depressa, por exemplo, cortam as pontas dos cabelos entre a Lua Nova e a Lua Crescente. Para ficarem macios, sedosos e brilhantes, são cortados na Lua Cheia. Para crescerem mais devagar, na Lua Minguante. Para deter a queda, são cortados na Lua Nova.


 

ORAÇÕES

Em todo o mundo e em todos os tempos, jamais uma cultura ou um povo existiu, sem ter se valido da oração. Os mais antigos registros existentes estão repletos de louvações e formas de pedidos, representando esse diálogo entre o homem e as divindades. 

A maneira respeitosa, o caráter suplicante, o tom de lamento e a submissão são padrões comuns nesse relacionamento, demonstrando que a maneira universal de contato direto entre Deus e o homem sempre foi a mesma: através da prece. 

Admite-se hoje, conforme as correntes e tendências, que o relacionamento entre o homem e o seu Deus sejam intermediados por santos e Anjos, embora isso não seja unânime. A Bíblia estabelece a comunicação direta no Velho Testamento, mas Cristo é bem claro ao afirmar que só se chega ao Pai através dele. Isso levou muita gente à interpretação de que, como Salvador, Cristo assumia também o papel de intermediador de toda comunicação com o Pai. 

     São assuntos polêmicos, que não se esgotam nem chegam a conclusão alguma. O mais importante é saber que desde a Índia, passando pelo Egito e pela Pérsia, conhecendo o Cristianismo e convivendo com as religiões do mundo todo, os ciganos, mais do que qualquer outro povo, acreditam no poder e na força das orações. 

     E as emanadas da Bíblia são sempre as mais fortes. 

     PARA APRESENTAR O FILHO A DEUS

Todos os povos antigos pareciam ter uma prática semelhante, que consistia em apresentar uma criança recém-nascida à divindade. Não apenas nas tribos ciganas antigas isso era freqüente, mas em outros continentes, por exemplo, como os índios norte-americanos, os esquimós, só para citar uns poucos. 

     Com a propagação do batismo católico, essa prática foi perdendo o sentido, apesar de ter persistido, com menor intensidade, em algumas tribos mais conservadoras. 

     Assim que uma criança nasce e depois dos cuidados iniciais, ela é embrulhada num cobertor e entregue ao pai, que a descobre e levanta acima da cabeça, com as duas mãos, enquanto profere a seguinte oração:

ORAÇÃO CIGANA DO BATISMO

     "Senhor Deus, teu humilde servo traz a tua presença amantíssima o fruto do seu amor, para ser purificado e abençoado. 

Digna-te, Senhor, a lançar suas graças para esta criança, para que ela cresça na Virtude e se escude na Fé, protegida pelo Perdão, amparada pela Sabedoria e guiada pela força dos teus ensinamentos.

     Dá-me, Senhor, a força para ser o Pai Amado que, imitando tuas virtudes, consiga levar a cabo sua missão de fazer deste um legítimo Filho de Deus. Amém"

     PARA UMA VIAGEM SEGURA E BEM SUCEDIDA

Para os ciganos, a Bíblia é uma fonte de orações, pois suas passagens interpretam a alma e as necessidades humanas com perfeição e inspiração. 

Dentre os livros, os ciganos tem uma predileção pelo dos Salmos e entre eles há um que tem um significado todo especial para nós, que é o de número 119, que se divide em letras do alfabeto hebraico, cada qual contendo um canto diferente. 

     Para que uma viagem seja cercada de sucesso e de sorte, um cigano costuma orar, na saída e na chegada, a seguinte passagem:

 

ORAÇÃO ALEFE

"Felizes os que trilham os caminhos retos e andam na lei do Senhor. Bem-

aventurados os que guardam os seus testemunhos e o buscam de todo o

coração. Não praticam iniquidades, mas andam em seus caminhos. 

     Oxalá os meus caminhos fossem dirigidos de maneira a poder eu observar

as tuas leis para não ser confundido e estar atento a todos os teus

mandamentos.

     Louvar-te-ei com retidão de coração, quando tiver aprendido os teus justos juízos e observarei os teus estatutos: não me desampares, Senhor!"

     PARA SER JUSTO E VERDADEIRO

     Todo cigano conservador, ao se casar, recebe de seu pai a recomendação para que

decore essa oração. Deve ser decorada antes que nasça o primeiro filho e sobre ela deve

meditar sempre que possível, pois ensina um pai a ser pai e chefe de família exemplar. 

ORAÇÃO BETE

     "De todo o meu coração eu te busquei, ó Senhor, para que não me deixes

desviar dos teus mandamentos, pois escondi a tua palavra no meu coração,

para não pecar contra ti. Bendito és tu, Senhor, que me ensina as tuas leis. 

Com os meus lábios declaro todos os teus juízos e me satisfaço com a riqueza de seus ensinamentos. Em teus preceitos eu medito e busco a correção dos teus caminhos. Não me esqueço de tua palavra e me completo na tua sabedoria."

     PARA SE FAZER JUSTIÇA

Hoje, como no passado, a justiça é uma conquista muito relativa e aos menos afortunados sempre foi mais prudente calar-se do que protestar. A sabedoria cigana ensina que a verdadeira justiça está no tempo e na lei de Deus, que ambos são inexoráveis e não falha. 

     Para dar forças para resistir e ao mesmo tempo convocar essa justiça, esta é a oração:

ORAÇÃO GUIMEL

     "Faze justiça ao teu servo, para que viva e observe a tua palavra, Senhor.

Desvenda os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei. Sou

peregrino na terra: apresenta-me os teus mandamentos.

A minha alma louva a tua providência. Repreendeste os soberbos e amaldiçoastes os orgulhosos que sobre mim lançavam opróbrios e desprezo. Enquanto se uniam e tramavam contra mim, eu meditava sobre teus mandamentos e clamava pelo teu auxílio. 

     Pois só de ti espero a justiça. Pois só de ti espero o auxílio definitivo."

     PARA ENFRENTAR A TRISTEZA

     Há momentos na vida em que somos atingidos pela tristeza, por motivos diversos. É um sentimento que vem e se instala no coração. Para um cigano, a tristeza gera a melancolia, que o torna apático e alheio a tudo aquilo que sempre lhe trouxe felicidade e alegria.

     Para a alma cigana, esse talvez seja um dos sentimentos mais terríveis, por isso é que buscam o consolo e o auxílio onde sabem que o encontrarão. Eles estão nessa oração:

ORAÇÃO DÁLETE

     "A minha alma está pegada ao pó; levanta-me e vivifica-me, Senhor! Ensina-me os teus mandamentos e faze-me entender o caminho de seus ensinamentos, para que de ti eu fale maravilhas. 

A minha alma ora se consome de tristeza. Fortaleça-me, Senhor, na graça da tua alegria. Não me deixe confundir teus mandamentos. Alegra-me o coração, Senhor, para que eu cante em teu louvor novamente."

     PARA EVITAR A VAIDADE E A COBIÇA

Sabem os ciganos, que conviveram com os povos mais poderosos de toda a História, o quanto esses sentimentos são negativos e perniciosos. Desde criança os pais ensinam seus filhos a evitá-los, tanto quanto ensinam buscar o equilíbrio e a ponderação na força de uma oração poderosa.

ORAÇÃO HÊ

     "Ensina-me, Senhor, o caminho da retidão e guardarei seus ensinamentos até o fim. Dá-me discernimento e guardarei as tuas leis, observando-as e disseminando-as. Faze-me caminhar na vereda dos teus mandamentos, pois nela encontro satisfação.

     Dirija meu coração para os teus testemunhos e não para a cobiça. Desvia os meus olhos da vaidade e mostra-me o caminho. Afasta de mim o opróbrio e apresenta-me a tua justiça. Porque em ti estão a minha vida e a minha alma."

     PARA SUPORTAR PERSEGUIÇÕES E AFRONTAS

Por ser um povo passional e aguerrido, os ciganos amargaram muitas perseguições e muitas afrontas. Com o tempo aprenderam a lição do arbusto que se verga para não quebrar e que se une para ser forte e resistente. 

     Para isso, uma importante lição sempre foi a seguinte oração:

ORAÇÃO VAU

"Venha a mim a tua misericórdia, Senhor, e a salvação segundo a tua palavra. Assim poderei resistir ao que me persegue e encarar o que me afronta, na confiança da tua palavra. E andarei em liberdade, porque busquei a justiça de teus preceitos.

Venha a mim a tua misericórdia, Senhor, e darei testemunho perante meus perseguidores e não me envergonharei, mas levantarei as minhas mãos e darei graças e renderei glória aos teus mandamentos."

     PARA RECONHECER UMA GRAÇA

Os gadjos podem afirmar o que desejarem dos ciganos, pois são culturas diferentes. Só não podem afirmar que nosso povo é ingrato, pois jamais deixamos de reconhecer uma ajuda ou uma graça.

Quando precisa de forças e de auxílio superior, um cigano não hesita em recorrer ao seu Criador, usando a oração adequada. Tão logo obtém a graça, no entanto, reconhece a atenção divina e a agradece em seguida. 

     Para isso, tem uma oração especial.

ORAÇÃO ZAINE

     "Lembraste-me da palavra dada aos teus servos e não me fizeste esperar. Isto foi o meu consolo na angústia e a resposta a minhas orações. Sua palavra me vivificou. Quando zombaram de mim, não me deixaste desviar da tua lei. Lembrei-me de teus ensinamentos, Senhor, e neles encontrei o auxílio e o consolo.

     Os teus mandamentos têm sido, desde então, os meus cânticos no lugar das minhas lamentações. Toda noite eu me lembro do teu nome, ó Senhor, e procuro observar a tua lei.

     Guardei teus mandamentos e fui recompensado. Rendo-te graças por isso, meu Deus."


 

CORPO E MENTE

           O mundo todo ensinou para os ciganos as mais diferentes práticas das medicinas natural, mágica e oculta, muitas delas ainda hoje utilizada em suas simpatias. De um modo geral, os ciganos que ainda vivem livres, sem residência fixa, mantêm uma saúde mais controlada e regular que a dos ciganos que se fixaram.

     O sedentarismo está cobrando um alto preço dessa gente habituada ao movimento e à ação. Muitos deles, para se adaptarem à nova vida, estão lançando mão da medicina convencional, com seus medicamentos fortes, que acabam afetando irremediavelmente organismos habituados à medicina natural, na qual os ciganos sempre foram pródigos. 

Em muitas partes do mundo, porém, continuam a ser usadas as antigas práticas, entre elas o uso das cores, dos metais, dos cristais e pedras preciosas, das plantas e de outras terapias que já não encontram similar em parte nenhuma do mundo, recebida de culturas hoje já extintas, como foi a sacerdotes do Nilo, no Egito Antigo.

     Seguramente, com o tempo muita coisa acabará se perdendo, à medida em que mais e mais ciganos forem se estabelecendo. Até lá, enquanto for possível, continuaremos nosso trabalho de divulgação dessas simpatias que representam um conhecimento que ainda hoje encontra seu espaço e sua utilidade no mundo. 

     PARA DOR-DE-CABEÇA

     A Cromoterapia é um dos ramos das medicinas alternativas cultivadas pelos ciganos tradicionais. No Oriente, principalmente, esse tipo de tratamento, cujo componente básico é a luz, tem sido usado há milênios, sem contra-indicações ou efeitos colaterais, desde que se obedeçam às instruções, simples de modo geral. 

Para a dor-de-cabeça, por exemplo, o tratamento é muito simples. Basta amarrar um lenço vermelho no alto da cabeça, cobrindo a testa, as laterais acima das orelhas e até a nuca. Ficar de costas para uma janela aberta por quinze minutos, depois se deitar num aposento escuro.

     PARA DOR DE OUVIDO

Este é um problema que aflige, normalmente, às crianças. Há muitas simpatias para isso mas, com certeza, uma simpatia cigana é a mais simples e fácil de ser feita. 

     Pegue fiapos de lã vermelha, umedeça em óleo morno, esprema, depois aplique no ouvido da criança, deixando por sete minutos, próximo da luz. 

     Esse óleo, para ser usado com melhores resultados, pode ser posto num copo ou um pires branco, coberto com um lenço ou um papel vermelho e deixado ao sol para aquecer.

     PARA A SINUSITE

     Esta é uma doença que ataca jovens e adultos, sempre incomodando terrivelmente, pois sua dor se ramifica para os olhos, para o alto da cabeça e para os ouvidos, muitas vezes provocando até problemas de labirintose.

     Para ser tratada, exige um pouco de paciência, mas não oferece maiores complicações. Basta amarrar um lenço vermelho na testa, dando a volta na cabeça, expondo-se ao sol pela manhã, por quinze minutos, e à tarde, por mais quinze. 

Como complemento, envolver em papel vermelho ou pôr numa embalagem vermelha medicamentos prescritos pelo seu médico, principalmente líquidos para serem aplicados diretamente nas narinas.

     PARA DOR DE GARGANTA

Muitas podem ser as causas de uma infeção na garganta, pois as amígdalas formam a primeira concentração das defesas do nosso organismo. Quando infeccionam, é sinal que estão nos defendendo de alguma agressão. 

Além dos remédios prescritos pelo seu médico, amarre um lenço vermelho em sua garganta, tomando banhos de luz ou de sol de quinze minutos pela manhã, mais quinze minutos à tarde.

Deixe ao sol, por três horas, um litro de água, numa embalagem transparente, envolta com papel vermelho. Use-a depois, com suco de limão, para fazer gargarejos de hora em hora.

     PARA REVIGORAR

O uso das cores no tratamento das mais diversas doenças sempre foi tradicional e quase instintivo entre os ciganos. Suas roupas coloridas, parte de suas tradições e de sua cultura, nada mais são que a manifestação de sua confiança nesse tipo de tratamento.

     Os ciganos não usam as roupas coloridas porque gostam apenas, mas porque as cores usadas têm uma função terapêutica. 

     Para quem se sente cansado, sem energia e cominado pela preguiça, nada como usar, por uma tarde inteira, uma camisa ou uma blusa vermelha. As radiações dessa cor seguramente agirão sobre seu corpo, revigorando-o. 

     PARA O ESTRESSE

Essa doença apresenta sintomas interessantes que têm sido confundidos com problemas de ordem espiritual, como visões, vozes, possessão. Na realidade, são manifestações físicas, quando a mente perde o controle sobre o corpo, por se encontrar sobrecarregada de preocupações e problemas de toda ordem. 

Para tratar isso, não é preciso exorcismo nem freqüentar uma dessas igrejas messiânicas e milagrosas. Basta usar, durante sete manhãs seguidas, uma camisa ou uma blusa cor-de-laranja.

     PARA PROBLEMAS NERVOSOS

     Muita gente sofre hoje em dia de problemas com os nervos, fruto desse mundo conturbado que enfrentamos. Tomam remédios fortes, que as mantêm atordoadas o tempo inteiro, quando, na realidade, o que ocorre é apenas um desequilíbrio em seus corpos. 

     Para os ciganos, esse é um problema tratado logo nos primeiros sintomas e de uma maneira surpreendente para as demais pessoas. Basta simplesmente usar uma fita verde larga, dando três voltas ao redor de cada pulso e amarrada sem apertar. 

     Usar até cair naturalmente. 

     PARA A MEMÓRIA

O uso de lenços coloridos na cabeça se tornou um modismo no mundo inteiro, principalmente entre os jovens, e foi copiado dos ciganos. Muitos os usam indiscriminadamente, sem atentar para os resultados que a radiação e a vibração de uma cor pode provocar nele.

     Cada cor tem suas indicações e isso não pode ser feito dessa forma. Para a memória, por exemplo, o indicado é o uso de um lenço azul, preso no alto da cabeça, diariamente. 

Pode-se colocar também o xampu usado para lavar a cabeça numa embalagem transparente, envolver com papel azul e deixar próximo à janela, para pegar luminosidade. Os resultados são mais lentos, mas constantes. 

     PARA ENFRENTAR A TENSÃO

     Sempre que precisar enfrentar alguma coisa que lhe provocará tensão, como um exame ou uma prova mais difícil ou onde precisa de uma nota maior, além de estudar, controle os seus nervos, sua ansiedade e sua tensão com uma simpatia muito simples. 

Pegue um lenço de seda na cor violeta e amarre-o, sem apertar, no seu braço direito, acima do cotovelo.

Aliás, o uso de lenços amarrados no corpo se tornou muito popular entre as gangues americanas, para identificação, criando um modismo. Tudo isso por causa dos hábitos de ciganos porto-riquenhos e jamaicanos, que o faziam com fins curativos, sendo mal interpretado e mal usado pelos jovens. 

     PARA O ENVELHECIMENTO PRECOCE

     Algumas pessoas, por características genéticas, podem apresentar um envelhecimento mais rápido do que as demais. Isso é notado nas rugas e nos cabelos brancos, que surgem logo nos primeiros anos da maturidade. 

Para essas pessoas, nada como utilizar permanentemente uma simpatia cigana, mantendo um estoque de água filtrada guardado em recipientes de vidro vermelho ou envolvidos com papel vermelho.

Diariamente, usar apenas dessa água para lavar o rosto, os cabelos e até para beber. Quando sair ao sol, usar um boné vermelho, com uma viseira da mesma cor, mas transparente.

PARA A DEPRESSÃO

     Uma pessoa que sofre de depressão terá que estar constantemente em tratamento, pois a cura é lenta e demorada. Além disso, os remédios usados são sempre muito fortes e acabam produzindo efeitos colaterais violentos. 

Melhor seria se as pessoas, antes mesmo dos primeiros sintomas ou manifestações dessa doença, tivessem, em seu guarda-roupa, pelo menos uma peça de cor alaranjada, usando-a pelo menos uma vez por semana. 

Ou então, uma vez por semestre ou mesmo por ano, amarrar no pulso direito, com três voltas sem apertar, uma fita alaranjada larga. 

     PARA PROBLEMAS DE FADIGA MENTAL

     Esse fenômeno é muito comum em estudantes, principalmente quando se aproxima o final do ano, com as últimas provas e os exames finais. O cansaço mental é muito evidente e pode causar problemas de concentração, prejudicando os resultados, se não for logo tratado, o que exigirá medicamentos controlados. 

Se durante o ano, no entanto, ele usar um boné amarelo para ir para a escola ou amarrar um lenço dessa cor na cabeça, com certeza chegará ao ano livre desse mal.

     PARA CICATRIZAÇÃO

     A cor branca sempre foi recomendada para o uso em medicina, por facilitar a limpeza e a desinfecção. Outras cores, porém, também poderiam ser usadas, no momento certo e para o tratamento adequado. 

     Num ferimento, o curativo com gaze ou esparadrapo branco é muito útil nos primeiros momentos. Uma vez iniciado o processo de cicatrização, o ideal é envolver esse ferimento com um tecido azul, sendo o linho o mais indicado para isso.

     PARA RELAXAR

     Após um dia de trabalho particularmente tenso e cansativo ou no final de semana, para relaxar das tensões do trabalho, as pessoas se valem de inúmeras práticas, desde o esporte até a massagem ou a pescaria. 

Um modo fácil de se relaxar é simplesmente usar uma lâmpada violeta no seu aposento, deixando-a acesa, enquanto se deita para relaxar, após um banho morno.


 

ALCOVA

Místicas e surpreendentes, aplicadas na intimidade da alcova, as simpatias ciganas para o prazer e o amor revelam a preocupação e a atenção que nosso povo dá ao relacionamento entre um homem e uma mulher, ao sexo e à felicidade de um casal. 

     Nelas se percebe muito bem a alma cigana, passional e ardente, sempre cercada de uma aura de mistério e fascínio que encanta e atrai as pessoas de todo o mundo.

Fáceis de serem realizadas, as simpatias ciganas para os assuntos de alcova podem e devem ser praticadas pelos casais que acreditam na paixão e no poder que o amor mobiliza, em termos de energias e forças, quando se manifesta em toda a sua totalidade e em toda a sua intimidade.

Esse variado repertório, como os demais do povo cigano, mistura conhecimentos de todas as culturas com as quais tiveram contato ao longo dos séculos, principalmente aqueles originários da mística e apaixonada Índia, onde a arma de amar deu origem a um dos livros mais famosos, o Kama Sutra. 

     Não se admirem, portanto, leitores, se numa das simpatias, de repente, perceberem elementos da magia indiana ou algum conhecimento das práticas realizadas na Idade Média, nas cortes famosas da Europa, ditados pelos magos e feiticeiros da época. 

     PARA O PRIMEIRO ENCONTRO

As relações sexuais antes do casamento são proibidas pelas tradições e pelas leis ciganas. Como em toda parte do mundo e com todas as demais pessoas, tudo que é proibido tem um sabor mais intenso e é mais desejado. 

     Uma mulher chegar virgem ao casamento é uma questão de honra para os ciganos tradicionalistas, mas isso nunca impediu que homens e mulheres se amassem, mesmo não sendo casados.

Tanto o homem quanto a mulher, seja na primeira noite de núpcias ou num encontro ansiosamente esperado por eles, fatalmente subirão ao leito vestindo exatamente cinco peças o homem e sete peças a mulher. 

     Ela usará lenço, blusa, saia, faixa na cintura, anágua, calcinha e sutiã. O homem usará lenço, camisa, calça, faixa na cintura e sunga.

     PARA SUCESSO NO SEXO

Tanto os homens quanto as mulheres ciganos, quando vão para um relacionamento sexual, sabem que podem tirar desses momentos prazer e felicidade, dando e recebendo carinhos e atenção.

A cultura do egoísmo no amor não é própria desse povo, que vê na satisfação a dois uma troca de energias em que os dois saem ganhando. Assim, quanto mais prazer proporcionam, mais cada um deles recebe.

     São inúmeras as simpatias que têm esse objetivo de tornar tudo perfeito na alcova. Há uma delas, muito simples e muito significativa, que tem sido, com certeza, uma das mais usadas.

     Quando vão para o encontro, o homem tira um anel que esteja usando e a mulher solta um lenço de seda que usa nos cabelos. Esse lenço é passado por dentro do anel, até a metade. Esse talismã é posto sob os travesseiros do leito de amor e só é desmanchado quando vão embora.

     PARA TENTAR UM HOMEM

As mulheres ciganas são especialistas na arte de sedução. Muitas delas têm segredos que somente são revelados a suas filhas e destas para as netas, sem que nenhuma outra pessoa tome conhecimento deles.

     Isso as torna absolutamente surpreendentes, principalmente para um homem que tem a sorte de conquistar mais de uma cigana, pois cada uma delas será imprevisível no leito. 

     Um dos segredos mais comuns consiste em misturar o perfume predileto com canela, cravo-da-índia, alecrim ou outras plantas aromáticas, criando um perfume único. 

     Quando vão para um encontro íntimo, elas se banham totalmente, com um sabonete neutro. Depois passam o perfume apenas na região das virilhas. Dali o perfume parece se espalhar por todo o corpo delas, inclusive no hálito, o que torna um desafio e um prazer adicional descobrir onde está a fonte do seu perfume. 

     PARA UMA BRINCADEIRA DE ALCOVA

     Na intimidade de uma alcova tudo é permitido, desde que de comum acordo. Entre os ciganos não é diferente. Talvez a sua criatividade, no entanto, seja mais intensa e ardente.

     Uma dessas brincadeiras de alcova muito usada entre os ciganos é a noiva apanhar um anel ou uma jóia do homem e escondê-la em seu corpo, de alguma forma e como ela desejar.

     A ele caberá a deliciosa e excitante tarefa de encontrar o que foi escondido. Para o homem, isso é mais que um exercício de paciência, pois a ele é determinado por ela a maneira como a busca deve ser feita: apenas com os lábios, com os dedos, com os pés ou seja lá o que for que a imaginação dela estipular. 

PARA FAZER UM FEITIÇO DE AMOR

     As poções mágicas, que tanto sucesso fazem nas histórias românticas de cavalaria da época das Cruzadas, que muita gente pensa tratar-se de lenda ou de ficção, aparecem também em outras culturas e em outras lendas. 

     Para os ciganos, que tiveram contato com a maioria dos povos da antigüidade, os feitiços de amor e outros são muito conhecidos e até hoje praticados. 

Metais como o ouro e pedras como o diamante, o rubi e a esmeralda, por exemplo sempre foram considerados poderosos afrodisíacos, utilizados como ingredientes de algumas poções realmente fantásticas para provocar o amor e a paixão em uma pessoa.

     Uma receita simples, mas de grande poder, pode ser feita por quem quiser se iniciar nessa arte cheia de magia e de prazer. 

     Numa noite sexta-feira, às 22:00 horas, à luz de sete velas vermelhas, dispostas em círculo, pegue uma pérola, uma esmeralda, um rubi e um diamante e coloque dentro de uma taça de ouro. Ponha vinho branco até a metade da taça, depois cubra com um lenço vermelho e deixe no centro das velas acesas. 

Quando as velas chegarem à metade, junte à bebida uma lágrima de cada olho, completando com vinho tinto. Espere até que todas as velas se apaguem, retire as jóias do interior da taça e vá oferecê-la ao homem ou à mulher que deseja conquistar e levar para a cama.

     PARA UM HOMEM SER MAIS CARINHOSO

     Dificilmente um cigano não é carinhoso com a mulher que ama, pois ser gentil e atencioso no leito faz parte de sua natureza. Pode acontecer de, por um problema ou outro, ele se encontrar tenso ou nervoso. Ao perceber isso, a cigana imediatamente tratará de fazer a seguinte simpatia.

     Pegar um copo de cerveja gelada ou um cálice de aguardente, colocar dentro um crucifixo de ouro que se use normalmente e rezar um Pai Nosso. Retirar o crucifixo e levar a bebida para ele.

     PARA MANTER O FOGO ACESO 

     Uma das regras dos ciganos, nas questões de alcova, é jamais deixar um problema acontecer, para solucioná-lo em seguida. Como em todas as situações, a prevenção sempre foi considerada a melhor estratégia.

Para isso, há algumas simpatias que são feitas quase que naturalmente, em determinados períodos do mês. Na Lua Crescente, por exemplo, é costume o casal beber junto, no mesmo copo, cerveja, vinho ou aguardente, colocando dentro um anel de cada um.

     Na Lua Nova, costumam usar lençóis ou fronhas vermelhos em suas camas. 

Na Lua Crescente, esses lençóis são alaranjado. Na Lua Cheia, costumam ouvir música e dançar, antes de irem para a cama. 

PARA TRAIÇÕES

As ciganas são naturalmente ciumentas, mesmo que seus maridos jamais tenham dado qualquer sinal de que possam ter um caso fora do casamento. Também aqui, a prevenção, segundo elas, sempre foi muito melhor do que ter de remediar ou amargar aquela coisa desagradável na testa.

     Há inúmeras dessas simpatias preventivas, para evitar a traição do homem. Entre elas, uma das mais comuns é tecer, direto no pulso do seu homem, uma pulseira feita com fios de seus próprios cabelos, misturados com fitas vermelhas bem finas. 

     PARA DAR PRAZER A UMA MULHER

Os ciganos têm uma interessante estratégia de conquista. Quando conseguem levar uma mulher para a cama, simplesmente empregam toda a sua criatividade e toda a sua experiência para dar a ela o máximo de prazer, sem se preocupar muito com o próprio prazer. Isso, segundo eles, é o golpe final na conquista, pois, a partir daí, a mulher estará totalmente submissa ao seu poder. 

     Essa primeira vez, portanto, é da máxima importância para eles que procuram se cercar de todas as garantias, inclusive lançando mão de uma simpatia bem masculina. 

Antes de ir para a cama com a mulher conquistada, ele pega sua melhor faca ou seu melhor punhal, lambuza a lâmina com azeite e mel, depois a espeta numa fruta madura. 

     PARA SATISFAZER UM HOMEM

     As ciganas, com o tempo, acabaram descobrindo a simpatia dos homens, para lhes dar prazer na primeira vez e copiaram a idéia. Isto porque, muitas vezes, o relacionamento entre um casal começa por iniciativa da mulher. 

Assim, nada mais útil para elas que lançar mão da mesma estratégia que, para os homens, sempre havia funcionado. 

     A cigana, no primeiro encontro, também se preocupará em realizar todos os sonhos e fantasias de seu amante. Para proporcionar isso, ela o fará beber vinho direto no bico de seus seios.

     PARA USAR O CIÚME COMO TEMPERO

Os ciganos sabem que o ciúme pode ser um tempero muito especial no seu relacionamento íntimo, desde que devidamente dosado. Para isso, tanto o homem como a mulher acabam lançando mão de uma simpatia muito antiga entre esse povo, muito eficiente desde que a outra pessoa não descubra que isso está sendo feito 

Quando o sol estiver se escondendo, murmurar o nome da pessoa amada por três vezes, com os olhos voltados para o poente.

     Observação: uma variação dessa simpatia também é usada freqüentemente e consiste em servir um cálice de aguardente, no momento em que o sol se esconde, beber metade, depois dizer em voz alta o nome da pessoa amada e atirar o resto da bebida no fogo.


 

ASTROLÓGICAS

           Os ciganos não apenas tiveram contato com a astrologia logo nos seus primórdios, como também puderam absorver os conhecimentos desenvolvidos por todos os povos e culturas com quem tiveram contato, em sua história. 

     Nada mais natural que seu conhecimento fosse não apenas mais abrangente, mas mais completo também. De natureza iminentemente prática, os ciganos buscaram nesses estudos tudo que pudesse ser aplicado no seu dia a dia, de maneira objetiva. 

Perceberam logo como esses conhecimentos, que tanta utilidade continham no entendimento da alma e da natureza humanas, podiam ser combinados com aqueles sobre os metais, as plantas, os cristais e outros, desenvolvendo um riquíssimo repertório de simpatias e terapias alternativas, voltadas para os mais diversos aspectos do ser humano.

     Com isso, desenvolveram como nenhum outro povo as artes mágicas e divinatórias, bem como realizaram aprofundados estudos astrológicos que aplicavam ao seu cotidiano. As artes mágicas e divinatórias se transformariam numa importante fonte de renda, à qual se dedicaram principalmente as mulheres, com ênfase maior na cartomancia e na quiromancia. As simpatias ficaram, como uma importante contribuição para ajuda e entendimento do gênero humano, 

     PARA ARIANO TER SORTE NO AMOR

Os nativos de Áries são aguerridos por natureza e têm uma personalidade brilhante e uma grande resistência física, o que faz deles pessoas que apreciam a dança, a música e os prazeres. 

Sua sorte no amor precisa ser polarizada por um talismã de brilho intenso, que canalize todas as poderosas energias do planeta Marte para seus nativos. 

     Isso poderá ser conseguido com um pingente vermelho como o planeta regente, de preferência um rubi, usado num colar, à altura do coração. São igualmente poderosos os anéis usados no dedo mínimo da mão esquerda.

Para ter sorte no amor, as pessoas nascidas sob este signo devem ter como jóia principal um brilhante, num pingente, preso em uma corrente de ouro à altura do coração.

     PARA O SUCESSO DOS NASCIDOS EM TOURO

As pessoas nascidas sob esse signo têm uma tendência natural a atingir o sucesso, mercê de sua capacidade de trabalho, de sua dedicação aos seus objetivos, aos quais perseguem com obstinação quase teimosa. 

     Podem, às vezes, enfrentar crises e obstáculos, que abalam sua autoconfiança e, ao mesmo tempo, os predispõem a receber cargas negativas de todos os tipos, enfraquecendo-os.

Para combater isso, precisam contar com a ajuda de um talismã precioso, que não apenas reforçará sua autoconfiança, como também dará novo alento e novas energias a suas defesas espirituais.

     Seguramente encontrarão isso usando permanentemente um anel de ouro, com uma esmeralda, no dedo anular direito. 

     PARA A DESINIBIÇÃO DOS NATIVOS DE GÊMEOS

     Os geminianos tem um grande poder de realização, pois conseguem, como poucos, atender diversas tarefas ao mesmo tempo e mesmo que julguem que eles não conseguirão dar conta de tudo, acabam sempre surpreendendo.

Sua principal dificuldade pode surgir na comunicação, que se manifesta através de uma inibição muito grande, apesar de terem muita eloqüência na oratória.

Para vencer essa inibição e manifestar todo o brilhantismo próprio do signo, devem usar um anel de ouro com uma ágata. Toda noite, ao se deitar, o anel deverá ser deixado num copo de água. No dia seguinte, beber metade da água em jejum e usar o restante dessa água para fazer gargarejos.

     PARA A SEGURANÇA DOS CANCERIANOS

Os nativos desse signo são pessoas sempre muito sensíveis, que apreciam ser tratadas com atenção, respeito e gentileza. A brutalidade e a ignorância ferem sua alma e sua natureza.

     Quando enfrentam um ambiente ou situações adversas, com freqüência se fecham, movidos por uma insegurança muito grande. Nesses momentos, isolam-se e sofrem calados e sozinhos.

     Precisam, a todo custo, se sentir seguros e, para isso, devem fazer a seguinte simpatia:

Numa sexta-feira de Lua Cheia, deixar ao relento, embrulhada num pano branco, uma tesoura aberta. No dia seguinte, antes do sol nascer, recolher e colocá-la sob o colchão da cama, com as pontas voltadas para os pés. Não retirar nem permitir que retirem.

     PARA O LEONINO LIDAR COM A SUA AUTORIDADE

As pessoas nascidas sob o signo de Leão são, por natureza, líderes natos, capazes de comandar pessoas, empresas e até países, tamanha sua capacidade para aglutinar pessoas.

Pode ter, no entanto, sérios problemas, quando confundem autoridade com temor, intimidando as pessoas e conseguindo em troca mais problemas do que cooperação. 

Para retomar o equilíbrio perdido e exercerem sua autoridade de forma quase que espontânea, devem fazer a seguinte simpatia:

Ao se despir, verificar se não deixou nenhuma peça de roupa do avesso, desde a camisa, até as meias. Manter sapatos e chinelos arrumados, lado a lado, e em sapateiras que não fiquem mais altas que suas cabeças.

     PARA A AUTOCONFIANÇA DOS VIRGINIANOS

     As pessoas desse signo precisam ser constantemente guiadas ou direcionadas para realizar suas tarefas ou incentivadas para atingir suas metas. 

     Trazem, por força da influência de seu signo, uma insegurança muito grande, precisando realizar um esforço muito grande para assumirem seu papel na vida. 

Para eles, nada melhor que uma simpatia usada e testada pelos ciganos ao longo dos séculos.

É simples e fácil de ser feita. Basta trançar três fitas estreitas, uma vermelha, uma azul e uma cor-de-laranja, fazendo uma pulseira que deverá ser presa no seu pulso direito. Usar até cair. Deixar passar três meses e repetir.

     Peça a uma pessoa do sexo oposto para amarrá-la. 

     PARA O FORTALECIMENTO ESPIRITUAL DOS LIBRIANOS

     Os nativos de Libra são sempre cheios de dúvidas e hesitam entre uma decisão e outra. Isso os torna muito frágeis espiritualmente e com freqüência são assediados por males cuja natureza desconhecem e que dificilmente são diagnosticados por um médico. 

Para elas, nada como contar com o auxílio de uma pedra que mantém uma relação muito forte com eles, a opala. Devem usar essa jóia constantemente, observando-a sempre com muita atenção. Quando perdem o fulgor, é sinal que algum desequilíbrio ocorre com eles. Para solucionar, enterrar a pedra por um dia inteiro, do nascer ao pôr do sol, depois lavar com salmoura e água corrente. 

Muita atenção, se sua pedra simplesmente se fragmentar, de uma hora para outra. Trate de conseguir logo uma maior e não deixá-la nem por um instante. 

     PARA O SAGITARIANO ENCONTRAR A ALMA-GÊMEA

Os nativos desse signo são passionais e muito carinhosos, sendo pessoas que facilmente cativam o sexo oposto. Apesar disso, encontram certa dificuldade para se relacionar e encontrar um amor duradouro ou definitivo. 

Entre os ciganos, é fácil ver como esses nativos resolvem o seu problema. Todos, indistintamente, podem ser reconhecidos pelo anel com turquesa, que usam no dedo indicador da mão esquerda. Quando são presenteados com uma jóia feita com turquesa, terão grandes chances de terem encontrado a pessoa definitiva em suas vidas. 

     Observação: se a jóia com turquesa for pedida ou sugerida, para que a outra pessoa faça o presente, com certeza o relacionamento não dará certo e será marcado pela falsidade e pela mentira.

     PARA O ESCORPIANO DOMAR O CIÚME

Você facilmente reconhece um nativo desse signo, numa reunião, pois é aquele que se mantém possessivamente junto da pessoa amada, vigiando-a, mantendo-a sob seu controle e facilmente levantando a voz para intimidá-la. 

     Seu relacionamento com alguns outros signos pode ser problemático, pois o escorpiano é dominador, por isso deve procurar pessoas de natureza submissa. 

     Independente disso, deve procurar suavizar seu ciúme e isso pode ser feito com uma simpatia muito simples.

     Se você é de Escorpião: se quer controlar seu ciúme, sempre que for beber alguma coisa, dê o primeiro gole para a pessoa amada. 

Se a pessoa amada é de Escorpião: jamais a deixe beber qualquer coisa, sem você ter dado o primeiro gole daquela bebida. 

     PARA A MELANCOLIA DO CAPRICORNIANO

     Se por um lado esse signo tem a grande virtude de ser persistente e trabalhador, por outro tem de negativo a melancolia, que é uma constante em sua vida e que o torna um tanto fechado e pessimista, afastando as outras pessoas de sua companhia. 

     É uma natureza difícil de ser atendida, pois é muito exigente e prefere a solidão. Tem, porém, seus pontos fracos. Nos seus ataques de melancolia, você pode ajudá-lo com uma simpatia muito simples.

Faça-o ouvir músicas onde se alternem sons graves e agudos. O melhor exemplo disso são as gaitas de fole escocesas, que são normalmente acompanhadas pelo toque de tambores. Ou de violinos, com surdos. Essa alternância toca-o profundamente. 

     PARA AS DEFESAS DO AQUARIANO

Este é um signo de pessoas ativas, amantes das artes e da comunicação, estando sempre rodeadas de pessoas e procuradas por seus conselhos sempre ponderados.

     Por sua personalidade, estão sempre sob ameaça dos invejosos. Para sua proteção, devem usar sempre uma jóia com ametista, mas devem retirá-las, quando estiverem com a pessoa amada, pois esse cristal tem o poder de controlar seu impulso sexual. 

     Se você é desse signo, cuidado ao receber de presente uma jóia com água-marinha. Pode ser um presente com segundas intenções.

     PARA SER FELIZ NO CASAMENTO COM NATIVO DE PEIXES

     Os nativos de Peixes podem ser muito felizes no casamento, se compartilharem com a pessoa amada seu amor pelas coisas místicas e pela religiosidade que, nelas, assume grande importância.

Uma boa maneira de se assegurar dessa felicidade, para você que vai se casar com alguém nativo desse signo, é lhe dar uma jóia com uma água-marinha, que possa ser usada em contato com a pele, como um pingente, por exemplo.

CARTOMANCIA

Os ciganos sempre foram hábeis na interpretação das cartas do baralho e da quiromancia, ou leitura das linhas das mãos. Esses conhecimentos, trazidos da Índia, no início das duas grandes migrações feitas por esse povo, encontraram no Egito e na Pérsia

o solo fértil para serem aprofundados e enriquecidos. 

     Os séculos de estudo, trocando informações com as mentes mais privilegiadas da Antigüidade, proporcionaram a eles o domínio dessa arte, onde até hoje surpreendem pela fidelidade e credibilidade de suas observações.

     Atualmente, a leitura é praticada nos diversos tipos de baralho, iniciando pelo Tarô, onde se notabilizaram, com seus Arcanos Maiores e Arcanos Menores, até os baralhos de trinta e duas cartas.

Um dos mais usados é o Baralho Cigano, ou Baralho dos Arcanos Menores, composto de quatro figuras, ao invés de três, tendo como naipes o Bastão, a Taça, o Gládio e a Moeda, eqüivalendo a Paus, Copas, Espadas e Ouros.

Com esse baralho os ciganos não apenas praticam sua arte divinatória, como também

o usam para simpatias de grande poder místico, que tanto respeito amealhou em todo o mundo, por sua abrangência e simplicidade ao mesmo tempo, pouco exigindo para sua realização, conforme se verá a seguir. 

     PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL

Se você trabalha com projetos ou construção de casas e edifícios, precisa estar sempre seguro de seus cálculos, pois eles são decisivos em sua profissão.

Para garantir o seu sucesso, tanto na fase de construção quanto na de comercialização, use como emblema, junto ao nome do projeto, uma carta do Senhor da Taça, que corresponde ao Rei de Copas do baralho comum. 

     PARA CONQUISTAR UMA MULHER

     Conquistar uma mulher é uma tarefa que exige dedicação total e muita atenção aos detalhes de sua personalidade, procurando seu ponto fraco para atingí-lo e enfraquecer suas defesas.

     Uma das maneiras utilizadas pelos ciganos é usar de uma simpatia. Entre elas, essa é uma das mais simples e fáceis de serem feitas, apesar de muito poderosa quanto aos resultados.

     Escreva o nome dela no verso de uma carta da Senhora da Moeda, equivalente à Dama de Ouros, embrulhe com papel de presente e enterre num jardim, junto a uma roseira sem espinhos.

     PARA ATINGIR UM OBJETIVO

     Uma das melhores maneiras de conduzir a vida é estabelecer objetivos ou metas e trabalhar para realizá-los. Tão logo atinge um, pense num outro, mais ambicioso, e se empenhe novamente para concretizá-lo. 

Ao fazer isso, assegure-se de que o objetivo é atingível e faça uma simpatia cigana para garantir o seu sucesso.

     Para tanto, pegue uma carta do Soldado da Moeda e amarre-a, com uma fita alaranjada, frente a frente, com uma fotografia sua, de corpo inteiro. Coloque-as atrás de um espelho onde você se olhe diariamente. 

     Quando atingir o objetivo proposto, desfaça a simpatia. Ao traçar um novo objetivo, refaça, mas usando uma nova foto, uma nova carta e uma nova fita. Queime as anteriores.

     Observação: esta carta, assim como a do Escravo, não existem no baralho comum, substituídas pelo Valete.

     PARA UM AMOR RETORNAR

No amor, todo mundo sempre acaba agindo com certa irracionalidade, deixando-se levar pela paixão e pela emoção, agindo sem refletir e sem medir as conseqüências.

Quando isso acontece, as separações são inevitáveis, mas raramente são definitivas. Ao acontecer isso, se você quer que a pessoa amada retorne logo, use esta simpatia muito simples.

     Pegue o Escravo da Taça, escreva no verso o nome da pessoa amada, depois enterre essa carta, com a face para cima, junto às raízes de uma árvore bem alta. Conte os seus galhos. Representam os dias que a simpatia levará para produzir resultados. 

     PARA EVITAR PERSEGUIÇÕES

     É deprimente como pessoas que detêm o poder não sabem lidar com isso, apelando para o medo e a intimidação para dominar as outras e, sempre que possível, humilhá-las. 

Esses incompetentes parecem ter um prazer especial nisso, mas mal sabem que sua força nada pode contra forças superiores e poderosas que podem ser mobilizadas facilmente contra eles.

Se você passa por uma situação assim, não tenha piedade dessa pessoa e mande contra ela o poder das cartas milenares. Para tanto, pegue uma carta do Senhor do Bastão, escreva com seu próprio sangue, no verso o nome dessa pessoa, depois queime aos poucos na chama de uma vela. 

     Passe a encarar de frente esse perseguidor e verá o medo nos olhos dele.

     PARA ENRIQUECER

Existem mil e uma maneiras de enriquecer. A maior parte delas exige trabalho duro, dedicação e muita resignação no início. Vai exigir também muita combatividade, ânimo e energia para não desanimar diante dos obstáculos. 

Para quem deseja realmente isso, nada é impossível, principalmente se puder contar com uma ajuda poderosa, como a proporcionada por esta simpatia. 

     Pegue uma carta da Senhora da Moeda, escreva seu próprio nome no verso dela, usando uma mistura de tinta e saliva, depois enterre-a no quintal da casa de uma mulher grávida.

Se isso não for possível dê a uma mulher grávida um vaso de flores, com a carta plantada junto às raízes da planta ali existente. 

     PARA FAZER UMA SOCIEDADE

     Uma sociedade é sempre um assunto muito delicado, porque ninguém sabe o que esperar da outra, ao longo de um relacionamento, onde o dinheiro está envolvido. 

Os ciganos evitam sociedades entre parentes e entre amigos, pois se algo der errado fica difícil agir com o rigor necessário, pois ninguém está livre de enfrentar prejuízos por causa disso.

     Quando a sociedade é inevitável, previnem-se fazendo o seguinte. Pegam uma carta do Escravo da Moeda e outra do Escravo da Taça. Juntam as duas, pondo no meio o nome da sociedade e o nome dos sócios. 

Isso tudo é amarrado com uma fita branca e enterrado num local pedregoso, juntamente com as duas partes de uma faca partida ao meio. 

     PARA DOMINAR UMA MULHER

     A mulher geniosa pode acabar dominando o marido, se ele não for firme e seguro em suas ações e decisões. Se não fizer isso, com certeza acabará dominado e submisso. 

Os ciganos têm receio de que isso possa acontecer com eles, por isso, assim que iniciam um relacionamento com uma mulher, tratam de fazer logo uma simpatia preventiva.

     Para isso, basta escrever o nome da fera no verso de uma carta da Senhora do Bastão, untá-la com mel e embrulhar num lenço de seda branco, enterrando depois junto às raízes de uma roseira branca sem espinhos. 

     PARA ENFRENTAR SEUS INIMIGOS

     Os ciganos têm muita facilidade para fazer amizades, tanto quanto inimizades. Estas normalmente surgem principalmente entre os gadjos e são resultado de algum negócio mal resolvido.

     Isso em nada os incomoda e, de certa forma, até os diverte, pois se sentem muito seguros, protegidos por uma simpatia de grande poder. 

     Quando têm conhecimento de que fizeram mais um inimigo, descobrem o seu nome, escrevem-no na frente de uma carta do Escravo do Bastão, depois lançam num rio ou no mar, para que a água dissolva a inimizade. 

     PARA ATRAIR A FELICIDADE

     Os ciganos, nesse ponto, não são diferentes dos gadjos, pois buscam igualmente a felicidade que, para cada um de nós, tem um significado diferente.

     Para alguns, está na riqueza e no poder. Para outros, está na harmonia, na paz e no convívio familiar. Pode estar na liberdade, na alegria e no amor, para outros.

     Todos, porém, indistintamente, a procuram e, para atraí-la, nada como uma simpatia muito simples. Numa sexta-feira de Lua Cheia, pegar uma carta do Senhor da Taça, colocá-la sobre um espelho e deixá-la ao luar por toda noite.

No dia seguinte, colar a carta atrás do espelho e pendurá-lo num local onde diariamente, ao se levantar, você possa se olhar e pensar na felicidade que sente. 

     PARA SER PROMOVIDO

À medida em que foram se estabelecendo, os ciganos foram adaptando suas simpatias para as novas situações. Hoje em dia já é possível encontrar simpatias para a solução de problemas que, aparentemente, nada têm a ver com a cultura cigana. 

     Este é um desses casos, por exemplo, pois seu objetivo é tornar mais favorável a quem trabalha a chance de chegar a uma promoção ou ser valorizado de forma mais efetiva.

Para quem tem essa necessidade, pegar uma carta do Senhor da Moeda, enrolá-la num canudo e passá-la dentro de um anel de ouro com rubi, até a sua metade.

Deixá-la numa caixa ou gaveta de madeira, até o objetivo ser atingido. Após isso, enterrar a carta junto a uma árvore alta e sólida.

     PARA DECISÕES DE PESO

Uma decisão impõe segurança e reflexão. Mesmo assim, sempre se fica inseguro após ter tomado uma decisão, principalmente se ela for importante para nossas vidas ou nossos destinos.

Os ciganos não costumam se preocupar muito com uma decisão, porque antes de tomá-la consultam pessoas mais velhas e, para se garantir, fazem uma simpatia muito simples, mas de grande eficiência. 

     Pegam um baralho novo e retiram o sete do Bastão, queimando-lhe as pontas, depois atirando-a em água corrente.


 

FLORES

É com tristeza que observamos que certos hábitos antigos, de grande beleza e simbolismo, hoje em dia estão em extinção. A Linguagem das Flores, por exemplo, é uma delas. As pessoas hoje em dia parecem conhecer apenas o simbolismo das rosas e dos cravos, esquecendo-se de todo o resto. 

A educação moderna não se preocupa mais com esse tipo de coisa, considerada ultrapassada por muitos. Quando há necessidade de um toque de romantismo ou de elegância, porém, as pessoas se ressentem de não ter mais esse tipo de cultura. 

     Muitas coisas das Linguagem das Flores não foram impostas nem descobertas, mas surgiram, normalmente envoltas em lendas e mitos de rara beleza, que, hoje em dia, estão totalmente relegados ao esquecimento. 

     Constituindo um ramo delicado e belo das Simpatias Ciganas, as Simpatias com as Flores, que se utiliza dessa Linguagem, prestam-se não apenas a reviver essa tradição como também a disseminar conhecimentos que precisam ser preservados. 

Nas coisas no amor, principalmente, e do relacionamento mais sincero entre as pessoas, com toda certeza essas simpatias terão grande emprego. No conhecimento da linguagem e das lendas, seguramente estaremos levando um pouco dessa cultura em extinção.

     PARA PROVAR O AMOR

Quem ama está constantemente necessitando e exigindo da pessoa amada a confirmação do seu amor também. Parte é por insegurança, parte é por necessidade de receber atenção e carinho.

Entre os ciganos, quando alguém quer manifestar isso, pedindo que a pessoa amada jamais deixe de pensar nela, costuma mandar um buquê com sete miosótis azuis. 

     Na Linguagem das Flores, isso significa um pedido nunca ser esquecido(a).

     Observação: o uso dessa flor com esse significado surgiu com uma lenda muito antiga, entre os ciganos alemães. Conta essa lenda que um casal de apaixonados passeava à beira do rio Danúbio.

     A moça percebeu, então, uma flor azul, da cor do céu, que boiava na superfície, achando-a muito bonita. O cigano imediatamente se dispôs a apanhá-la para a amada, mas caiu e foi arrastado pelas águas, sem que ela pudesse audá-lo. 

Desesperado, ele ainda alcançou a flor e jogou-a para a margem, onde estava a sua amada. Pediu a ela que não o esquecesse e desapareceu para sempre nas águas. 

     PARA AGRADECER PELA FELICIDADE

     Poucas flores possuem tantos significados como a do alecrim, com seu azul repousante e místico, que vale por uma oração, tamanha a sua beleza singela e significativa. 

     Ao invés de mandar rosas vermelhas declarando um amor ardente, os jovens ciganos apaixonados mandavam buquês de flores de alecrim. Na Linguagem das Flores, isso significa um agradecimento pela felicidade que o amor que lhe é dedicado proporciona. 

     Observação: segundo uma lenda cigana, essa planta tão significativa teve uma origem milagrosa, surgindo na estrebaria, onde Jesus nasceu. Diariamente, após banhar o sagrado corpo de Jesus Cristo, Nossa Senhora atirava a água sempre no mesmo lugar e ali brotou uma planta nova, com um perfume intenso e agradável. 

     Após a morte de Cristo, quando ele foi levado ao sepulcro, seu corpo foi perfumado com a mais fina essência de alecrim e uma coroa de suas flores foi posta em sua cabeça, tecida por Maria Madalena.

     PARA PROTEÇÃO

     Quando a pessoa amada viaja, a cigana deseja a ele toda a sorte e todo o sucesso na sua viagem, bem como seu breve regresso. Para isso, costuma pôr na janela uma simpatia, usando, para isso, um vaso de flores que cultiva especialmente para isso, conforme descrito numa das Simpatias para Viagem, nos capítulos iniciais. 

Uma das flores mais usadas para isso é a malva, tanto a de flores brancas quanto a de flores violetas, que faz com que a viagem seja protegida e tenha bom termo. 

     Observação: conta uma lenda cigana que uma caravana chegou a uma terra desconhecida e se estabeleceu ali provisoriamente. 

     Um cigano se encontrava em viagem, como se podia ver pelo vaso de malvas posto numa das janelas de seu carroção. Alguns gadjos apareceram a sua procuram, dando a certeza de que queriam encontrá-lo para matá-lo, porque se julgavam ludibriados em um negócio. Para avisá-lo do perigo que corria, sua esposa não hesitou em espalhar pelo caminho flores e folhas de malva.

     Retornando da viagem, o cigano imediatamente percebeu que algo estava errado, porque aquela planta somente era cultivada por sua esposa e naquele país não havia malvas. Tomando as devidas cautelas, escapou da emboscada. 

     PARA CONQUISTAR UMA MULHER

Uma das reações mais comuns das mulheres, diante dos primeiros avanços de um conquistador, sempre foi o de demonstrar certo desprezo e certo orgulho. 

     Para um cigano, conhecedor da Linguagem das Mulheres e da natureza feminina, essa era uma reação esperada, que não o desestimulava, mas significava um incentivo para insistir em sua missão. 

     As primeiras resistências eram quebradas quando ele mandava buquês de camélias brancas e rosas. Se não eram devolvidas, era sinal que o orgulho e o desprezo eram parte do charme da mulher. 

     Se eram devolvidas, ele não desistia da mesma forma e buscava novas formas de chegar ao coração daquela mulher. 

     Observação: as camélias já eram conhecidas dos ciganos, desde sua passagem pelos países da Ásia. Algumas mudas eram cultivadas por mulheres ciganas e usadas para simpatias, quando seus maridos ou amados viajavam. 

Por volta da metade do século XVIII, uma muda foi plantada na Itália, no Jardim de Caserta e se transformou na mais famosa cameleira de todos os tempos. Viveu 153 anos e chegou até à altura de 8 metros.

     PARA DECLARAR O AMOR

     Já dissemos antes que, atualmente, as pessoas reconhecem apenas as rosas vermelhas, como símbolos para uma declaração de amor. Para os ciganos, no entanto, muitas outras flores têm o mesmo significado e uma delas é a tulipa, que não é facilmente cultivada nem encontrada no Brasil. 

     Mesmo assim, já podem ser encontradas mudas aclimatadas que, com certeza, logo estarão popularizadas, desde que as pessoas saibam que elas representam uma das mais belas e significativas declarações de amor. 

Para isso, devem ser remetidas em buquês de cores variadas ou naquela preferida pela pessoa amada.

     Observação: a tulipa está intimamente associada à Holanda, onde é considerada a flor nacional. O que muita gente não sabe, no entanto, é que essa flor de rara beleza é originária da Turquia e foi levada para a Europa por volta do século XVI. 

Foi na Holanda, no entanto, onde se aclimatou total e perfeitamente. Para se ter uma idéia da beleza dessa flor, basta lembrar que já foram catalogadas aproximadamente

2.000 variedades, nas mais variadas e inesperadas cores. 

     PARA PREPARAR O TERRENO

     Obviamente os tempos eram outros e a conquista tinha um significado todo especial, pois os encontros eram muito difíceis e para um homem ficar a sós com uma mulher era preciso muita arte e muita conversa para convencê-la e, ao mesmo tempo, livrar-se dos vigias.

     Uma das maneiras mais galantes de um homem sinalizar a uma mulher que estava interessado nela, que seus sentimentos eram sinceros e que ele iria iniciar o jogo da conquista era mandar para ela um solitário lírio branco. 

     Observação: conta uma lenda cigana que uma princesa era muito desejada por todos os jovens da sua tribo e das tribos vizinhas. Todos eles mandavam enormes buquês de rosas, tulipas, malvas, hortênsias e outras flores, na esperança de conquistar seu coração.

     A princesa, no entanto, vivia suspirando por um tipo diferente de amado, que parecia existir apenas em sua cabeça e em seu coração. Um dia, porém, ela recebeu um solitário lírio branco. Curiosa, desejou saber quem era o jovem que era tão diferente dos outros. 

     Assim ela o conheceu e se apaixonou, pois ele havia conseguido despertar a sua atenção pela originalidade. 

     PARA ELOGIAR UMA MULHER

     Hoje em dia é muito fácil qualquer homem se aproximar de uma mulher e lhe fazer umelogio. É até uma maneira galante de iniciar uma conversa e até um romance, pois as relações são mais livres.

     Antigamente, isso não era possível. As donzelas eram extremamente vigiadas e qualquer tentativa de aproximação podia resultar em severas represálias. 

     Os enamorados viviam, então, procurando uma forma de se comunicar e a Linguagem das Flores se desenvolveu em cima disso. Para dizer a uma mulher que ela era encantadora, adorável, bela, desejada e amada, bastava mandar para ela um buquê de margaridas rainhas azuis ou amarelas. 

     Se ela em troca mandasse uma solitária margarida rainha rosa ou violeta, significava sua aprovação para a continuação da corte. 

     Observação: conta uma lenda que um casal de ciganos havia se apaixonado, mas apenas podiam se comunicar em rápidos olhares, já que ambos estavam prometidos para outras pessoas, em casamentos já arranjados por seus pais. 

     Não tendo como conversar pessoalmente, ele mandou para ela uma margarida azul, que significava o quanto ele a achava bonita. Ela devolveu uma margarida cor-de-rosa, que significava que ela acreditava na sinceridade dele. 

     Ele mandou uma violeta amarela, significando o quanto ele a amava. Ela devolveu uma margarida violeta, dizendo que estava disposta a seguí-lo para onde ele quisesse levá-la. 

Naquela mesma noite os dois fugiram. Os pais de ambos procuraram em toda parte, mas o casal de jovens simplesmente sumiu, transformando-se em lenda. 

     PARA MANTER O AMOR EM SEGREDO

     Aqui no Brasil as pessoas têm uma predileção toda especial pelas pequenas violetas, usadas para enfeitar ambientes, desde residências até austeros escritórios. Em toda parte elas ficam bem pela elegância e pele beleza de suas flores. 

     Na tradição cigana, a violeta era usada para manter o amor em segredo. Se um cigano se declarava a uma cigana e lhe entregava uma violeta, era sinal de que ele não podia assumir de imediato o relacionamento, mas que o faria em breve. 

     Se ela aceitava a flor, dava seu sim. Se a devolvia, significava que recusava aquele amor.

     Observação: quando uma cigana ganhava uma violeta e ficava com ela, trata de escondê-la como o mais precioso de seus segredos, pois tê-la consigo era uma declaração de seu envolvimento com um homem comprometido ou impedido de assumi-la por algum motivo.

VEJA MAIS SIMPATIAS