ASTROLOGIA
E
BAIXO ASTRAL

ACABE JÁ COM SEU BAIXO-ASTRAL

De repente, baixa aquela sensação indescritível de que o mundo todo pesa em suas costas. Tudo está errado e todas as portas parecem fechadas. A auto-estima cai, a solidão parece ser um remédio, a vontade de chorar chega e, se fosse possível abrir um buraco e entrar dentro, com certeza você faria isso.

E agora? Como conviver com essa infelicidade geral que vem de não se sabe onde, invade, domina e anula totalmente a sua vontade? Parece difícil, pois as emoções afloram e, nesse caso, fica difícil raciocinar e procurar saídas.

Como se desencadeia esse processo? Basta um fora com uma amiga, uma briguinha com o namorado, uma discussão com o professor, uma bronca da mãe ou uma desavença com o irmão. Quando você menos espera, perdeu a vontade de tudo e o baixo-astral assume o comando de sua vida.

Se você parar um pouquinho agora mesmo e voltar ao parágrafo anterior, verá que os fatos que desencadeiam do baixo-astral são puramente emocionais. Como uma vasilha que vai se enchendo pouco a pouco, acontece o mesmo com sua emoção, até o momento em que um pingo a mais faz entornar a água acumulada. Se você agora, concordar com isso, tomou sua primeira medida para livrar-se desse problema terrível e incômodo.

Sabe por quê? Porque você deixou o plano emocional e começou a racionalizar o que acontece com você. E já que deu o primeiro passo, quer saber o que significa baixo-astral? É uma situação ou circunstância adversa, atribuída a suposta má influência dos astros, conforme explica nosso querido dicionário, reforçando o aspecto emocional, que é o monstro a ser combatido.

Já que entramos nesse campo, vá um pouco além agora, procurando entender-se um pouco mais. Para isso, consulte seu horóscopo e veja como seu signo reage às influências negativas, sendo a principal delas o período de seu Inferno Astral, que abrange o mês imediatamente anterior ao seu aniversário, quando você se encontra particularmente suscetível e fragilizada, mas não indefesa a ponto de aceitar passivamente essa situação. Seja essa ou qualquer outra causa, a primeira coisa a fazer é entender que esse é um processo passageiro e quando mais depressa sair dele, melhor. Para isso, existem alguns truques simples, que você pode usar a partir de agora.

Descarregue sua raiva

Pegue seu travesseiro agora mesmo e soque-o com força. Faça de contas que ela é o bicho que representa seu baixo-astral. Belisque-o, esbofeteie-o, soque-o, chute-o até se cansar.

Faça uma coisa gostosa

Sem perda de tempo, agora mesmo, vá fazer alguma coisa fisicamente gostosa ao seu alcance. Pode tomar um copo de suco gelado, um pedaço de pudim, escovar os cabelos, pedir que alguém lhe faça uma massagem no pescoço ou qualquer outra coisa que estimule seus sentidos, inclusive ver de novo seu álbum de fotografias.

Relaxe-se

Tranque-se no banheiro e tome um banho morno e demorado. Acenda velas perfumadas, ligue sua música preferida e procure não pensar em nada. Massageie-se, esfregue-se, como se estivesse limpando de sua pele todas as influências negativas. Após isso, enxugue-se, perfume-se e vista roupas com as cores de seu signo.

Presenteie-se

Descole alguns trocados e vá a uma loja de quinquilharias ou a uma loja de roupas e presenteie-se. Aproveite para paquerar e trocar telefones com os gatos que encontrar pela

frente. À noite ligue para eles ou para sua melhor amiga, colocando as fofocas em dia.

Dicas e fórmulas para acabar com o baixo-astral

Ele surge repentinamente, sem que você perceba, instalando-se e espalhando seusmalefícios. É um estado de espírito? Uma situação ou circunstância desfavorável ou adversa, atribuída a suposta má influência dos astros? Ou vai mais longe e vem quando você se deixa abater por um acontecimento que mina suas defesas e deixa você sem ação, como se o mundo tivesse caído em sua cabeça?

Definir o baixo astral é papo para muita conversa e acho que nem é preciso se estender muito nisso, pois você sabe exatamente como é isso. O importante é saber se existe saídas para esse fundo-de-poço que pode atingir qualquer um.

O ideal é não entrar nessa, mas se você embarcou numa de baixo-astral, aqui vão algumas dicas e fórmulas para sair dele.

Recicle suas Atividades

Com freqüência a gente se deixa envolver pela situação, tentando fazer muito mais coisas do que podemos suportar. Quando percebemos que não vamos dar conta de tudo, vem aquela frustração e com ela o baixo-astral.

Nesses casos, pare tudo que estiver fazendo e corajosamente recicle todo o seu trabalho, deixando de lado o que não é importante e concentrando-se naquilo que realmente interessa. Organize uma lista de seus problemas mais sérios e comece a resolvê-los com força de vontade, concentrando-se em um por vez, sem pressa e sem desespero.

Encare a Realidade de Frente

Se você se achar num baixo-astral aparentemente sem saída, faça-se a seguinte pergunta: Qual é a pior coisa que pode me acontecer agora?" Se você tem nas mãos um problema que não pode solucionar, aceite isso e não tente lutar contra o inevitável. Conviva com isso até encontrar a melhor maneira de solucioná-lo. O importante é manter a calma e a lucidez e canalizar disposição e energia na procura de um saída.

Aprenda a dizer NÃO

A incapacidade para dizer "não" pode nos levar a situações que poderiam ser evitadas. Quando aceitamos mais responsabilidade do que somos capaz de assumir, sobrecarregamo-nos desnecessariamente e improdutivamente, pois raramente, com sobrecarga de trabalho, conseguiremos realizar algo de qualidade. Isso angustia e deprime e algo que poderia ser evitado com uma simples palavra acaba se tornando um problema.

Na vida particular, no seio da família ou com os amigos, o "não" pode evitar muitos dissabores futuros, principalmente quando nós nos deixamos levar pelos outros, por suas opiniões, por seus problemas, assumindo as dores e os problemas alheios como se fôssemos os salvadores da pátria.

Estas são situações geram um baixo-astral incontrolável, porque nos envolvem com problemas alheios. Sofremos pelos outros e nada podemos fazer por eles. Por isso, fuja desse tipo de situação. Basta dizer "não".

Mantenha o Humor

A melhor maneira de enfrentar a vida é com um sorriso nos lábios. Experimente procurar motivos para sorrir, quando se estiver vivendo um momento de baixo-astral. Simplesmente relaxe e dê uma boa gargalhada. Vá a uma à locadora e alugue uma comédia daquelas de fazer chorar de tanto rir. Leve-a para casa, pegue sua bebida e sua comida favoritas e divirta-se. Verá como o mundo parece diferente, depois de umas boas gargalhadas.

Abra-se

A solidão e o isolamento podem ser um péssimo negócio nos momentos de baixo-astral, porque você ficará se remoendo interiormente, muitas vezes sem saber definir exatamente

o que incomoda. Isso atrapalha sua percepção e impede a visão de soluções e alternativas para sair dessa.

Nesse momento, nada como pegar o telefone e desabafar com uma amiga. Quem sabe levar aquele papo pela Internet, navegando ao sabor do momento e buscando respostas em todos os cantos do mundo. Verá como o mundo é vasto e como seus problemas são tão diminutos, diante da imensa variedade de soluções que lhe serão acenadas por amigos que você nem conhece ainda, mas que estarão dispostos a lhe dar a mão nesse momento.

Valorize as Pequenas Coisas

Se você está impaciente, andando de um lado para outro como uma fera enjaulada ou então jogou o corpo na cama e não tem vontade de fazer nada, saiba que nem uma nem outra alternativa vai acabar com seu baixo astral.

Se esta a fim de sair dessa, há alternativas melhores. Encerrar-se numa concha é a pior de todas. Ao invés disso, faça alguma coisa simples mas prazerosa, como ler, fazer um passeio a pé, realizar algum trabalho manual, ir ao cinema ou simplesmente observar a natureza ao seu, rica em detalhes e belezas que captarão sua atenção e aliviarão as tensões do seu corpo e da sua alma.

Ou então faça uma tarefa manual e repetitiva, como costurar botões, alinhavar barras, depois leia alguma coisa e em seguida tire uma soneca. Quer mais? Deixe tudo de lado e crie coragem para ir passear e ver vitrines. Ponha no toca-discos aqueles velhos sucessos que você gostava de cantar ou dançar. Escreva um poema, copie uma receita, inicie uma pintura ou procure qualquer outra coisa que lhe dê prazer. Elas ajudarão a combater o seu baixo-astral.

Faça Coisas Agradáveis

Há com certeza uma porção de coisas agradáveis que poderão auxiliar no combater ao seu baixo-astral, dando ao seu corpo uma atividade ao mesmo tempo cheia de prazer e movimentando seus músculos e sua emoção. Um banho de piscina, além de ser relaxante, é uma das atividades físicas mais completas existentes. Um banho relaxante de banheira, com direito a velas perfumadas, música suave e sais aromáticos também é uma alternativa das melhores.

Você pode incluir nessa um passeio de mãos dadas com a pessoa amada, dançarem juntos, trocando carícias e buscando consolo nos braços dela. O importante é que você se movimente e não se isole, fazendo alguma coisa que lhe dê alegria e lhe traga felicidade.

Pratique Exercícios Físicos

O baixo-astral detesta movimento, por isso faça exercícios físicos sistematicamente, de quarenta minutos a uma hora, três vezes por semana. Com isso, além de estar fortalecendo seu coração e queimando gorduras, você vai aliviar as tensões e manter-se em forma e saudável. Além desses benefícios, os exercícios físicos acabam com aquele desejo de chorar e chutar tudo pela frente, relaxa a musculatura facial, acabando com a "cara amarrada", e proporcionam um repouso agradável, eliminando a insônia. Não há baixo-astral que resista a isso.

Aprenda a Alimentar-se

Um dos sintomas mais comuns do baixo-astral envolve o apetite. Ou a pessoa o perde ou passa a comer demais. E errado, pois busca nas comidas gordurosas ou nos doces uma compensação pela sua insatisfação, sem perceber que está, com isso, mais e mais agredindo seu organismo. A acidez se intensifica durante os períodos de baixo-astral e, juntamente com a alimentação inadequada, é o canal ideal para o desenvolvimento das úlceras que, no futuro, irão se transformar num novo motivo de baixo-astral, pelos problemas e incômodos que acarretam.

É importante ter sempre em mente alguns lembretes importantes sobre alimentação, principalmente para quem convive com o baixo-astral ou para quem deseja estar preparado para quando isso acontecer. São pequenas regras básicas:

a) Fazer três refeições ao dia, sempre no mesmo horário.

b) Mastigar entre vinte e trinta vezes cada bocado, antes de engolir.

c) Começar as refeições comendo verduras e legumes crus e evitar comer frutas na mesma refeição.

d) Preferir ovos e carnes de animais criados livremente, sem a ingestão de hormônios ou produtos químicos em suas rações.

e) Não beber durante as refeições.

f) Deixar de comer frituras e comidas gordurosas.

g) Não utilizar o açúcar branco, refinado e o trigo branco em massas, pães, doces, bolos, bem como o arroz branco.

h) Preferir alimentos integrais, como o trigo, o arroz, o pão e o açúcar mascavo.

i) Procurar fazer da refeição um momento de relaxamento, evitando discussões e barulhos.

j) Usar o mínimo de sal e de temperos excitantes, como a pimenta.

l) Evitar alimentos muito gelados ou muito quentes.

m) Preferir o queijo fresco.

n) Para comer mel ou geleias, usar torradas, ao invés de pão.

o) Não misturar comidas diferentes numa mesma refeição.

p) Variar o arroz e feijão de todo dia.

q) Fazer do desjejum a refeição mais completa do dia, comendo menos no almoço e alimentando-se levemente no jantar, com comida de fácil digestão.

r) Não misture bebidas alcoólicas com comida.

Descanse

Se o seu baixo-astral gera insônia, imagine o círculo-vicioso provocado com isso, pois não dormindo nem se refazendo, mais e mais você exige do seu corpo, levando-o à exaustão e à falência dos órgãos. É um dos mecanismo de agressão mais ferozes do baixo-astral. Assim, descansar é importante para se livrar da tensão e da irritabilidade. Práticas simples podem ajudar nisso, como caminhar antes de dormir, tomar um copo de leite quente, ler um livro agradável, fazer amor com a pessoa amada, procurar relaxar ao máximo, ouvir música, assistir a um bom filme ou experimentar um chá natural adequado são coisas que podem ser feitas.

Jamais se automedique ou use medicamentos recomendados por amigos, ainda que para eles tenha funcionado. Cada organismo é único e reage de forma diferente a doses e formulações. O que é bom para você pode ser péssimo para seu amigo. Além disso, a automedicação, nos casos de baixo-astral, pode levar ao uso de remédios que causam dependência ou pode se transformar num hábito tão ou mais prejudicial que o próprio baixo-astral.

Chore

Esta é uma das receitas mais simples para enfrentar o baixo-astral. Simplesmente chore. Chorar é uma das maneiras de aliviar a tensão, evitando outros problemas provocados pelo baixo-astral no seu estado emocional. Se estiver com vontade de chorar, chore mesmo. Chore tudo que tiver que chorar e mais um pouco ainda. Chore até sentir que seus ombros estão leves, que as lágrimas limparam seus olhos e suas narinas e que, de repente, você percebeu que não havia motivo para chorar tanto.

Relaxe

De todas as armas utilizadas contra o baixo-astral, a melhor ainda é o relaxamento. Combatê-lo com o relaxamento é simplesmente anulá-lo, não permitindo que ele cause danos. Assim dito parece que todos os problemas do baixo-astral estão resolvidos, pois basta relaxar e não se sentir mais estressado. Não é tão simples e fácil assim. As pessoas tendem a fazer as coisas sempre no mesmo ritmo a que estão habituadas. Muitas acham que o relaxamento é um botãozinho milagroso que elas giram, respiram fundo e podem dizer: "pronto, estou relaxado!" Não sabem que para se chegar ao relaxamento provocado espontaneamente é necessário muita disciplina e prática. Essa disciplina e essa prática constante têm feito muita gente desistir no meio do caminho ou se tornado, elas também, fontes de baixo-astral. Tudo porque tentaram impor a isso o ritmo próprio a que estão habituadas. Relaxar é voltar a se ligar com o próprio corpo. É como recuperar aquele sorriso de criança perdido na fase adulta, resgatando uma nova maneira de ver o mundo e enfrentar os problemas.

Em todos os jornais há anúncios de cursos de relaxamento e meditação, indicados para combater ou prevenir o baixo-astral. Muitos livros foram escritos a respeito. Há músicas apropriadas para isso. Há incensos, há toda uma preparação para que o ambiente seja o mais agradável possível e tudo isso está dentro da filosofia de combater o baixo-astral praticando coisas agradáveis e que dão prazer. Descobrir isso no relaxamento é um desafio que deve ser buscado por todos que estão hoje à mercê desse mal.

Redescubra a Natureza

A criança tem um contato sempre mais íntimo com a natureza, convivendo harmoniosamente com ela e nela encontrando diversão e alegria, tiradas de coisas simples, mas significativas. Uma criança pode ficar um longo e relaxante tempo olhando as nuvens e imaginando as figuras que elas forma, exercitando a criatividade e exorcizando todo e qualquer tipo de baixo-astral. Pode ficar à margem de um rio olhando a água passar, ou vendo os pássaros no céu, ou se divertindo com o trabalho das formigas, ou olhando as abelhas construir sua colmeia. Nesses momentos mágicos, abstraem-se de tudo e ali ficam, distraídas e desligadas do mundo, apenas vivendo e integrando-se. Uma criança adora brincar sob a chuva, enlamear-se, jogar terra nos outros, sujando-os também.

Adora pisar poças d'água, correr atrás de animais ou espantar os pássaros. Colecionam borboletas e divertem-se com um besouro diferente ou multicor. Soltas na natureza, são parte integrante dela e trocam com ela uma energia revigorante. No final do dia, após o jantar, essa criança se deita e mal tem tempo de dizer boa-noite. Seu corpo cansado, mas sem baixo-astral repousa e no sono ele se refaz para, no dia seguinte, reiniciar sua prazerosa atividade.

Tudo isso está a sua disposição e você pode e deve fazer quando estiver de baixo-astral. É simples, fácil, barato e não tem contra-indicações.

COMO É O HUMOR DE CADA SIGNO

Conhecer uma pessoa a partir de seu signo é um trabalho minucioso, mas nada complicado e vale a pena saber, para conhecer melhor aquele gato ou saber um pouco mais a respeito de seu grande amor. Para isso, é preciso ter em mente que a Astrologia é a consolidação de um vasto conhecimento, que remonta a milênios antes de Cristo. Assim, as informações nela contidas são frutos de milhares de anos de observação, análise e compilação, levados a efeito por sábios e estudiosos de todo o mundo e em todas as épocas.

Para conhecer o humor de cada signo, algumas informações de caráter geral são necessárias. Inicialmente, o Planeta Regente é determinante no comportamento e na personalidade das pessoas.

Vejamos como eles agem.

JÚPITER: Este é o planeta das pessoas bem-humoradas, dotadas de sorte e agraciados com a fortuna, o sucesso, o poder e a fecundidade, que lhes garante uma vida plena e feliz. Com todas essas vantagens, quem não seria bem-humorado, não? Só que, caso contrariadas ou quando são levadas pelo orgulho excessivo, as pessoas regidas por Júpiter tornam-se vingativas, impondo-se pelo temor e pelo poder tirano. Ela vai sorrir para você, enquanto planeja sua destruição. Como vê, é delicado melindrar uma pessoa regida por esse astro, que são aquelas do signo de Sagitário.

LUA: As pessoas regidas por esse astro são instáveis e inconstantes em seu humor e você precisa conhecê-las bem, para saber como agir a cada momento. Isso é facilmente explicado pelas características mutáveis da Lua, que a cada mês ostenta quatro faces diferentes, indo da secura da Minguante até o esplendor da Cheia. Quando em sua melhor fase, as pessoas de Lua são agradáveis, alegres, amigas, otimistas, francas e abertas. Isso você verá facilmente numa pessoa de Câncer ou numa de Peixes.

MARTE: São pessoas realmente complicadas, de espírito guerreiro, intrépido e pioneiro, sempre inquietas e à procura de algum movimento ou agitação para mostrar seu brilhantismo, sua alegria e para atrair as atenções. Quando contrariadas ou se lhes falta a necessária motivação, podem se tornar belicosas, envolvendo-se em todo tipo de disputas e desavenças, mostrando todo o seu temperamento colérico, descontrolado e violento. É alguém para ser levado com calma, com muita calma e prudência. Rege os signos de Áries e Escorpião.

MERCÚRIO: Os nascidos sobre a regência desse planeta são inteligentes, dotados de habilidade e de facilidade de comunicação, o que os torna oradores ou comunicadores excepcionais. Dificilmente você observará neles alguma explosão emocional ou demonstrações de mau humor. A eles você poderá recorrer a todo momento, sem receio de não ser atendido ou de encontrar alguém de mal com o mundo. Essa são características de Gêmeos e Virgem.

SATURNO: Quando você se depara com alguém regido por Saturno, com certeza vai julgá-lo, à primeira vista, uma pessoa mal-humorada. Ao fazer isso, pode errar redondamente, pois Saturno empresta a seu regidos um caráter reservado, prudente e sóbrio, que facilmente é confundido com o mau-humor. Vítima crônica da melancolia, parece envolto num permanente estado de tristeza e a solidão. Tudo isso se dissipa, no entanto, se você conquistar sua amizade fazê-lo sair de sua caverna. Você verá isso em alguém do signo de Capricórnio.

SOL: Na maior parte do tempo, os regidos pelo astro-rei são radiantes, transbordando alegria, pois são pessoas que facilmente atingem seus objetivos, assumem posições elevadas da glória, da fama e das honrarias. Têm uma personalidade extremamente magnética e parecem estar sempre de bem com a vida, a menos que alguma nuvem cubra sua luz ou que alguma contrariedade o afeta. Quando isso ocorre, seu mutismo é o melhor sintoma de que alguma coisa está errada e que precisa ser corrigida imediatamente. Ficar de mal de alguém assim não é um bom conselho. Basta pensar em seus amigos de Leão e terá o melhor exemplo disso.

VÊNUS: Encontre alguém regido por esse planeta de mau humor e encontrará alguém doente. São pessoas especiais, guiadas pelo sentimento e pela emoção, sendo excelentes filhos, esposos, pais e amantes, sempre muito ternos e carinhosos. A sensibilidade é extrema neles e dificilmente você conseguirá tirá-las do sério. Mas se o fizer... prepare-se para o pior! Têm o gênio explosivo, quando contrariados, mostrando todo o seu lado possessivo e ciumento, perdendo totalmente o controle de suas paixões. Se você conhece alguém do signo de Touro e de Balança, sabe do que estamos falando.

URANO: Alguém regido por esse planeta destaca-se por sua intelectualidade e dificilmente deixará transparecer seu mau-humor. É um ser imparcial, capaz de guardar seus sentimentos com tranqüilidade e não os deixar transparecer. Normalmente tem muitos amigos e é muito requisitado por eles, alegrando e descontraindo todo e qualquer ambiente, principalmente por sua visão de futuro altamente avançada, suas posições de vanguarda e sua criatividade além de seu tempo. O máximo que demonstrará será sua indiferença ousua frieza, mas jamais seu mau-humor. É como são as pessoas do signo de Aquário.

OS ELEMENTOS

Os mais antigos tratados de Astrologia já relacionavam os quatro elementos — Fogo, Água, Ar e Terra — ao ser humano e aos signos, definindo características específicas de cada grupo. O Fogo rege o espírito humano e os novos empreendimentos, a Água influencia a Alma e a religiosidade, o Ar privilegia as coisas da mente e a filosofia e a Terra rege as coisas do corpo e a vida material. Temos, então, as seguintes características, conforme o elemento:

Fogo: São coléricos, cheios de ardor e entusiasmo.

Água: São fleumáticos, dotados de sensibilidade e emotividade.

Ar: São sangüíneos, produtos da intelectualidade e da reflexão.

Terra: São melancólicos, presos à materialidade e ao trabalho.

Essas características, estudadas ao longo do tempo, permitem as seguintes observações sobre como esse conhecimento pode ser útil no conhecimento do humor das pessoas, através dos astros.

Elemento Fogo - Carneiro, Leão e Sagitário.

Faz de seus nativos criaturas cheias de entusiasmo e vibração, transbordando energia e vitalidade, empreendedores capazes de revolucionar, reformando ou reformulando conceitos, impondo-os pelo seu natural espírito de liderança e seu carisma. Por outro lado,

o excesso de energia e de vitalidade pode levar à impaciência e, nesse caso, será difícil controlar o baixo-astral, sem antes refrear a ansiedade e contar com a própria habilidade em realizar tudo a que se propõem, sem necessidade de atropelar ou de usar meios escusos.

Elemento Terra - Touro, Virgem e Capricórnio.

São pessoas dotadas de uma praticidade que beira o materialismo, ao mesmo tempo em que imprimem em tudo que fazem a marca das obras sólidas e duradouras, pois são extremamente cuidadosos em tudo que fazem, ainda que lentos. Pecam por centrarem sua atenção nos aspectos materiais da vida, deixando a desejar no que se refere à emoção e aos sentimentos. São presas fáceis do baixo-astral, quando não conseguem atingir uma tranqüilidade material. Seu grande desafio será equilibrar emoção com razão, aprendendo a sorrir e a viver a vida com descontração e sem preocupações financeiras e materiais.

Elemento Ar -Gêmeos, Libra e Aquário.

Esses signos todos têm em comum a capacidade e a necessidade de comunicação e de desafios, permitindo que suas mentes, via de regra brilhantes, sejam estimuladas a demonstrar todo o seu potencial. Estimule-os e desafie-os para vê-los de bom humor sempre. Supere-os ou ignore-os e terá inimingos terríveis, pois não têm muita habilidade para lidar com as emoções.

Elemento Água - Câncer, Escorpião e Peixes.

A religiosidade e o misticismo exercem uma atração muito grande sobre os nativos desses signos, tornando-os muitas vezes taciturnos e difíceis de serem entendidos, uma vez que a emoção e os sentimentos impulsivos são maiores que a razão. Esse é o grande problema deles, poios o mau-humor instala-se de repente, pois são instintivos e impetuosos, não exercendo controle sobre suas emoções, o que pode torná-los extremados, abrindo-se ou fechando-se.

Resumindo as informações

Essas informações básicas, juntamente com as características própria de cada signo permitem agora interpretar-lhes o comportamento, conhecendo-se um pouco sobre o humor de cada um.

ÁRIES

21 de março a 20 de abril.

Natureza marcada pela energia, pela fogosidade, pela inquietação e pela aridez. A regência de Marte representa a energia, a agressividade, característica do guerreiro ou da pessoa sempre em movimento, avessa a tudo que for rotineiro ou não representar um desafio, mais físico do que intelectual. O elemento Fogo destaca o gosto pela evidência e pelo brilho, necessitando estar sempre no centro das atenções e brilhar mais do que todos,

o que o torna individualista, mas cheio de entusiasmo.

TOURO

21 de abril a 20 de maio.

É um signo que se caracteriza pela robustez, força, capacidade de trabalho e fertilidade, além do impulso sexual, extremamente amistoso, carinhoso e gentil, tendo os pés sempre muito presos à Terra e à realidade, fazendo com que sejam sempre pessoas confiáveis. A calma, que faz dele um signo afável sempre bem humorado, esconde a agressividade capaz de explodir e se manifestar inesperadamente, quando provocado ou quando tirado do sério.

GÊMEOS

21 de maio a 20 de junho.

Geminianos são de natureza fraternal e amistosa, com grande adaptabilidade e muita inteligência. Sua grande característica é sua dualidade, representada por desejos sempre extremados e apressados que, se não alcançados logo, tornam-nos impacientes e difíceis de serem suportados. Seu grande trunfo, porém, é o poder de comunicação, capaz de cativar e envolver todos aqueles que se aproximam deles.

CÂNCER

21 de junho de 20 de julho.

Signo das pessoas frias e fechadas em sua natureza, com um gosto muito forte pelas coisas do passado, das pessoas tímidas e inseguras, mas com um elevado instinto maternal, que pode anulá-las em função dos filhos ou da pessoa amada, defendendo-os aguerrida e mortalmente, se necessário. Precisam de proteção e segurança para mostrar sua alegria contagiante. Seu humor estampa-se em seu rosto, da mesma forma como as fases da Lua são visíveis no céu.

LEÃO

21 de julho a 22 de agosto.

Este é o signo de pessoas fogosas e exuberantes, dotadas de um alto senso de justiça, generosidade, sabedoria e criatividade, estando sempre em evidência em todos os momentos e ambientes. Sendo vaidosas, precisam ser sempre o centro das atenções, ainda que guiados por seus aspectos negativos, que são a arrogância e o ar de superioridade. Tire-lhes isso e conhecerá o que é mau humor.

VIRGEM

23 de agosto a 22 de setembro.

Signo da melancólico, mas dotado de uma natureza adaptável e prática, com grande valorização do trabalho, em prejuízo dos aspectos emocionais, amorosos e sexuais, que faz de seus nativos excelentes profissionais e trabalhadores eficientes e responsáveis, que se comprazem na satisfação do trabalho feito corretamente. Apesar de modestos e tímidos, sua atitude crítica diante da vida e dos outros pode torná-los contundentes demais, coisa que absolutamente não deve ser interpretada como mau humor. É só seu jeito de ser mesmo.

BALANÇA

23 de setembro a 22 de outubro.

O signo de empreendedores e intelectuais e carentes de um complemento para manter o equilíbrio. São alegres por natureza e espalham essa alegria com extrema facilidade, sendo anfitriões sempre muito atenciosos e agradáveis, fazendo tudo com arte e tranqüilidade, muitas vezes dando até a impressão de uma certa indolência ou languidez. Por ter uma natureza muito aberta, facilmente se percebe seu humor, pois não consegue escondê-lo.

ESCORPIÃO

23 de outubro a 21 de novembro.

O símbolo desse signo é o escorpião, que esconde todo o seu interior numa casca e

qualquer tentativa de penetrar nesse segredo poderá custar muito caro. Dotado de sentimentos e emoções fortes, os nativos do signo são protetores com os seus, mas de humor instável, podendo ir de um extremo ao outro com incrível facilidade. A vantagem é que, após conviver com elas um pouco, pode-se reconhecer seu humor num simples olhar.

SAGITÁRIO

22 de novembro a 21 de dezembro.

Os sagitarianos são, em geral, de natureza adaptável, onde o entusiasmo é a sua melhor característica e a agitação é a marca registrada. Estão sempre olhando para frente, sonhando com o futuro e trabalhando com honestidade e seriedade no presente. Como são otimistas e entusiasmados, fica fácil perceber quando estão de bom ou de mau humor, pois isso se reflete em seu rosto e em seus atos.

CAPRICÓRNIO

22 de dezembro a 20 de janeiro.

Algumas das características dos capricornianos são a determinação, a disposição para enfrentar obstáculos e atingir seu objetivo, com pragmatismo e prudência, sem prejudicar sua iniciativa e sua capacidade empreendedora. Para eles, o tempo não é um inimigo, mas um aliado, já que a paciência é uma de suas virtudes mais fortes. Fechados, melancólicos, confundem quem não os conhece a fundo, pois seu mutismo não deve ser interpretado como mau humor.

AQUÁRIO

21 de janeiro a 19 de fevereiro.

Signo das pessoas de inteligência privilegiada e uma inventividade que os coloca sempre além do seu tempo, reformulando a humanidade com suas idéias progressistas. Essa intelectualidade excessiva freqüentemente afasta as pessoas, que interpretam isso como um falso sinal de frieza e mau humor, o que não é verdade.

PEIXES

20 de fevereiro a 20 de março.

Piscianos são essencialmente místicos e sentimentais, tendo como característica principal a inconstância, o que os torna personalidades aparentemente difíceis de conviver. Como são dotados de um alto senso artístico e são também muito emotivos, descubra seus gostos e terá um amigo sempre de bom humor a sua disposição.

COMO APARECE O BAIXO-ASTRAL

Cada signo tem as suas características e exerce sobre seus nativos influências específicas. Isso diferencia um do outro, não apenas na maneira de ser, mas no jeito de reagir às mais diversas situações. Enquanto alguns signos reagem racionalmente, outros são explosivos ou emocionais. Essas diferenças se acentuam também quando chega o baixo-astral, que tanto pode ser um período negativo, sob a influência dos astros, como uma circunstância de caráter passageiro. Cada signo reage de forma diferente, mas todos sofrem a ação do baixo-astral. Veja como isso acontece e o que pode ser feito para se evitar isso.

ÁRIES

A personalidade do ariano é direta e descomplicada e ele é bastante competitivo. Existe nele um desejo de vencer e ser bem-sucedido muito forte, que muitas vezes é confundido com o egoísmo. Sua energia interior precisa ser canalizada de forma produtiva e para grandes desafios. Quando tem tudo isso, o ariano está feliz e realizado e não se incomoda com nada.

Envolvido em uma tarefa, ele tende, no entanto, a ser descuidado, podendo ser vítima constante de pequenos acidentes, que o aborrecem, pois retardam seu trabalho e acentuam um sentimento de culpa muito grande por desviar-se de seus objetivos. Como está sempre brigando pelo primeiro lugar, qualquer problema no meio do caminho deixam-no num baixo-astral profundo, tanto quanto trabalhar num emprego muito repetitivo e enfadonho, sem chance de promoção ou possibilidade de progresso ou em ambientes silenciosos e tensos.

TOURO

O taurino necessita de segurança, de rotina e da certeza de que tudo está sob controle e as coisas vão acontecer dentro de uma seqüência previsível, entendível e controlável. Essa segurança é essencial, que possa ter um referencial sólido ao seu estilo individual de vida. Tire-lhe essa segurança e verá alguém totalmente perdido e incapaz de dirigir a própria vida, vítima do mais terrível baixo-astral.

O taurino é um trabalhador lento e paciente, com ritmo próprio e muita impaciência. Além disso, precisam sentir ao seu redor também uma certa segurança emocional, para lhes dar estabilidade. Embora seja um parceiro excelente, tende a ser possessivo, o que o sujeita a crises de ciúme que o deixam derrubado, pois enciumá-lo uma das maneiras mais terríveis de fazê-lo sofrer.

GÊMEOS

O maior problema do geminiano é um medo muito grande do tédio e ele, consciente ou inconscientemente, faz de tudo para mantê-lo à distância. Como uma de suas mais fortes características, o signo tem a dualidade, tornando natural e necessário fazer mais de uma coisa ao mesmo temo.

Para se sentir feliz e de alto-astral, o geminiano tem que ter muitos projetos em andamento, podendo passar de um a outro conforme seu estado de espírito, de forma a se manterem longe do tédio e do baixo-astral. Terminar ou mão terminar esses projetos é outra história, que em nada o afeta. O que ele precisa é de opções.

Outra necessidade muito grande do geminiano, que precisa ser exercitada, é a de comunicar-se. Para isso, é fundamental para ele se manter atualizado e ter um assunto na ponta da língua para comentar ou para puxar conversa, centralizando as atenções e brilhando com sua argumentação. Encontros aborrecidos e pessoas tediosas são insuportáveis para ele, deprimindo-o e angustiando-o.

CÂNCER

O canceriano costuma ser um excelente amigo, bastante exigente em sua escolha, mas capaz de uma amizade firme e profunda. Como tem um instinto protetor muito forte e um apego muito grande à família, têm uma tendência natural e irresistível a se tornar igualmente protetor com os amigos, tomando conta instintivamente de cada um deles e sofrendo com eles suas dores.

Dessa forma, o baixo-astral dos outros acaba contaminando-o e muitas vezes se vê sofrendo sem motivo próprio. Esse instinto protetor, principalmente em relação às pessoas mais jovens, faz também com que esteja constantemente procurando aparar as arestas entre seus amigo mútuos, quando algo vai mal entre eles.

Se dois deles se desentendem, por exemplo, o canceriano sofre com isso e procura, de todas as formas, promover a reconciliação. Se não conseguir isso, vai se sentir realmente muito mal. Além disso, é sentimental e muito nostálgico, dotado de excelente memória e deuma imaginação fantástica. É o bastante para criar seu próprio baixo-astral, quando no está envolvido com o baixo-astral alheio.

LEÃO

O Sol rege o leonino, que tem uma necessidades extrema de brilhar e de ser o centro das atenções. Tire-lhe essa chance e o estará jogando em um inferno, prisioneiro do mais profundo e devorador baixo-astral. Isso ocorre porque é organizado, gosta de liderar e até é capaz de admirar e respeitar pessoas que julga superiores a ele. Na realidade, porém, tem mania de se mostrar e de dar ordens, exercendo seu autoritarismo e organizando a vida dos outros. Se não pode fazer isso, sente-se mal e deprimido.

É inegável que o leonino tem muita criatividade e precisa de uma expressão positiva para isso. Submeter-se a um patrão ou chefe ignorante é insuportável para ele. Ser submisso a pessoas incompetentes é inadmissível. Compartilhar da presença de ignorantes é demais. Ser alvo de uma crítica negativa, vindo de alguém que considere inferior, é morte certa.

VIRGEM

O virginiano é um ser atarefado, organizado e costuma fazer mais do que é preciso para obter o resultado desejado. Faz o possível para agradar os amigos e a família, não raro tornando-se escravo das pessoas que ama. Seu lema é servir e essa é uma de suas motivações psicológicas básicas. Tirar-lhe essa oportunidade é mergulhá-lo no mais profundo e irreversível baixo-astral.

Sua modéstia é seu mal, pois sob ela esconde seus incontáveis talentos, demonstrando autêntica timidez. Insistir para que demonstre todo o seu potencial é constrangê-lo. Junte a isso sua tendência crítica muito extremada e por pouca coisa ele vai se irritar e se fechar, num baixo-astral sem remédio. Por ser muito crítico inclusive consigo mesmo, ele cria um círculo-vicioso em seu baixo-astral, criticando-se por ter entrado nele e preocupando por estar nele.

LIBRA

O libriano é romântico e tem necessidade de um relacionamento. A maioria deles, antes mesmo de atingir a maturidade psicológica e emocional, já está envolvido em um relacionamento quem nem sempre dá certo, gerando momentos de tristeza e de baixo-astral. É como se tivesse a necessidade de alternar períodos de euforia com períodos de depressão.

O libriano trabalha com muito afinco, mas sabe relaxar de verdade. Para ele é preciso separar bem as coisas, pois o excesso de trabalho ou de atividades, sem a devida compensação, facilmente pode levá-lo a uma terrível mudança de humor que, para quem o conhece, não é nada recomendável.

Enfim, o libriano precisa de um relacionamento especial com uma pessoa que ama, até por ser muito indeciso e precisar de alguém o ajude a tomar decisões importantes. Esse alguém precisa ser vibrante e romântico e ajudá-lo a relaxar e a desafogar a tensão, mantendo-o longe do baixo-astral.

ESCORPIÃO

Todo nativo de Escorpião tem uma forte e intensa fonte de energia que precisa ser canalizada positivamente, seja no trabalho, seja no lazer. Imobilizar um escorpiano ou tirar-lhe as oportunidades de utilizar essa energia é mergulhá-lo num inferno de impaciência e de baixo-astral pouco agradável para ele e para quem está perto dele.

Além disso, tem uma ligação muito forte com seus amigos, esforça-se muito por eles e procura fazer com que, juntos tenha o máximo prazer e diversão. Organizar atividades, tais como passeios e jantares e tem uma enorme capacidade de gozar a vida e aproveitá-la ao máximo.

Só que isso esconde sentimentos fortes e com freqüência fica com ciúmes se um de seus amigos o deixa de lado. Isso, além de provocar uma explosão de raiva, mergulha-o num baixo-astral terrível e sem perspectivas, pois a ingratidão fere-o profundamente, ainda que só exista em sua cabeça.

SAGITÁRIO

O sagitariano é franco e tem um jeito aberto, enxergando longe e apreendendo fácil e imediatamente os aspectos de uma situação ou de um problema, mas não sabem lidar com detalhes monótonos, implicâncias ou mesquinharias.

Fazer isso é aborrecê-los profundamente e dependendo da gravidade da provocação, se não tiver oportunidade de reagir, o sagitariano vai se ver num baixo-astral terrível, onde planejará as mais terríveis vinganças. É dessa forma que lida com essa situação e tenta combater as adversidades.

É inquieto por natureza e prisioneiro de uma necessidade psicológica de desafios, que precisam surgir para que ele os possa enfrentar e vencer, com um entusiasmo incontido. Tolher sua liberdade é lança-los no inferno do baixo-astral, onde podem se sentir o mais miserável dos seres e de onde, para sair, precisarão de ajuda e compreensão.

Precisa ainda de liberdade de expressão e de ter perto de si alguém compreensivo e tolerante, já que não atura de forma alguma a possesividade e o ciúme controlador.

CAPRICÓRNIO

O capricorniano parece estar constantemente alternando sua vida entre o baixo-astral e

o alto-astral. Num momento parece estar no auge da popularidade, cercado de atenções e de reconhecimento. No outro, é um ser amarrado, solitário, resmungão e triste. Como é ambicioso e responsável, lutando arduamente pelo que quer, acaba mesmo se transformando numa pessoa solitária, melancólica por natureza, como se o baixo-astral fosse seu estado de espírito natural.

Em seu íntimo, o capricorniano lida muito bem com essa situação, separando-se das outras pessoas através de uma máscara de severidade e convencionalismo.

Apesar de isolar-se, o capricorniano pensa que engana os outros com essa couraça, porque demonstra abertamente o seu estado de espírito, quando se encontra com um amigo. Sua expressão, sua aparência e seu tom de sua voz são por demais denunciadores. Se estiver se miserável, vai acabar contando, a quem se dispor a ouví-lo, tudo o que se passa com ele.

Por outro lado, se estiver feliz ou de alto-astral, vai se denunciar da mesma maneira.

AQUÁRIO

O aquariano é individualista, têm opiniões rígidas e por isso precisam de um pouco de estímulo para acompanhar a evolução dos tempos. É, com freqüência, emocionalmente frio, mas capaz de ações maravilhosas e de uma amizade sincera, sempre disposto a se interessar pelas dificuldades dos outros e a adotar medidas práticas para ajudá-los.

Adora sentir-se livres, apesar de ser incrivelmente romântico, mas um tanto distantes. Se não pode ajudar alguém ou se algo o faz sentir-se impotente diante de uma situação, sua reação é mergulhar num profundo e negro baixo-astral, de onde sairá assim que encontrar uma forma de ajudar ou encontrar alguém a quem possa ajudar de verdade.

Sua poderosa característica humanitária o faz se realizar no trabalho comunitário e nas causas filantrópicas. Em função disso, não raro é atraído pela política onde se realiza, se obtiver o reconhecimento popular, ou onde se afunda emocionalmente, num baixo-astral sem solução, se é traído ou se não tem a justa recompensa pelo seu trabalho sempre desinteressado.

PEIXES

O piscianos não têm uma aparência triste, mas dá a impressão de que pode chorar a qualquer momento de pura emoção. É modesto e se subestima, pois é capaz de grandes obras, mas não as revela, quando as realiza. Tem um potencial acima da média, mas precisa de estímulo e de apoio render o máximo de si.

Se um amigo necessita de sua ajuda, está sempre disposto a prestar auxílio. Apaixona-se fácil e profundamente, mas aprendem a ser amantes maravilhosos do jeito difícil, que é errando. Se o baixo-astral atacá-lo, sabe que vai sair dele cedo ou tarde, graças justamente ao apoio e à ajuda dos amigos, a quem procura sem receio e com quem compartilha seus problemas abertamente.

Não é de ficar muito tempo curtindo um baixo-astral, pois logo alguma coisa vai despertar sua atenção ou um amigo vai surgir com um problema mais sério. Seguramente vai se esquecer de seus males e tratar de curar os outros.

Com isso, pode se magoar às vezes por ser muito crédulo e não tomar cuidado para que não se aproveitem dele. Se ocorrer, porém, não vai se abater por isso. A facilidade com que faz amigos o leva rapidamente a esquecer a desfeita e levantar a cabeça