ADVERTÊNCIA

Muitos encaram o Tarô como um método de adivinhar a sorte e assim tem sido entendido e praticado por muitos, que desconhecem sua profundidade e seu simbolismo, arriscando meros palpites ao invés de penetrar em seus mistérios e buscar a sabedoria e a significação ocultas em suas cartas.

É obvio que este alerta, perfeitamente aplicável a toda espécie de incursão nos assuntos do ocultismo, busca, acima de tudo, despertar a merecida atenção e cuidados, pela importância de que esta matéria se reveste, preparando o leitor para o conhecimento inicial, direcionando à correta aplicação dos princípios básicos do Tarô e à interpretação de acordo com conhecimentos secularmente aceitos.

O Tarô é um alfabeto que, através de suas infinitas combinações, cria uma linguagem que possibilita alcançar a elucidação de fatos ocultos, desde que corretamente manuseado. Como qualquer alfabeto, é imprescindível que o iniciante se familiarize com cada caracter, ou emblema, aprendendo suas múltiplas significações para, caso a caso, obter a revelação do assunto ou acontecimento sob consulta. Torna-se necessária uma boa dose de discernimento e prática, comparando, quando possível, os resultados alcançados, para, com o tempo, ganhar a segurança necessária, bem como a seriedade exigida, tornando-se, dessa forma, imune aos desvios naturais ante as inúmeras possibilidades presentes no Tarô.

Não são os emblemas do Tarô simples figuras criadas ao acaso, mas símbolos universais constituídos e solidificados ao longo de sua historia, chegando até os dias de hoje com algumas variações quanto aos seus elementos constitutivos, mas guardando, acima da visão do artista, relação com os temas originais.

A HISTÓRIA

A origem exata do Tarô ainda não foi perfeitamente estabelecida, mas a maioria dos estudiosos é unânime em afirmar que ele proveio do Oriente, sendo citados a Índia, o Egito, a China e povos de outros países, como os hebreus, por exemplo. Alguns afirmam ainda que foi criado na Idade Média, na Europa, como um jogo simplesmente. Sua introdução ou surgimento na Europa, porém, ainda não foi estabelecida, havendo especulações de que foi trazido por ciganos ou cruzados, no século XIV, não havendo, no entanto, provas exatas dessas afirmações. Sabe-se, todavia, que a primeira referência ao Tarô surgiu em 1377, de um monge alemão, que o comparou ao xadrez por sua familiaridade entre os símbolos: rei, rainha, nobres, povo, etc. Outra referência ao Tarô, como um jogo, foi anotada em Viterbo, na Itália, em 1379.

Difundido na Espanha, França e Itália, o Tarô em breve ganhou toda a Europa e, posteriormente, o resto do mundo. Diversas foram as composições do baralho, seja na quantidade de cartas (52, 62 ou 78), seja nos símbolos utilizados (planetas, conceitos, esotéricos, astronomia, virtudes, conhecimentos, deuses, etc.).

Artistas elaboraram, ao longo do tempo, as lâminas do baralho, dando sua interpretação aos símbolos de acordo com sua concepção do mundo e de seu tempo. Foi em Marselha, na França, em fins do Século XV, que se deu formas definitivas ao baralho do Tarô, popularizando-o com vinte e dois Arcanos Maiores e cinqüenta e seis Arcanos Menores, num total de setenta e oito cartas.

ORIGENS DO TARÔ

O baralho moderno do Tarô está baseada nas investigações de um erudito Francês do século XVIII, chamado Gebelin. Seu livro, "O Mundo Primitivo" contém ilustrações das cartas. Desse, que passou a se chamar "baralho de Marselha" ou "Tarô de Marselha", é que se derivam quase todas os outros baralho do Tarô usados no ocidente.

Cada baralho de cartas do Tarô vem com instruções e interpretações. Estas instruções contém explicação do significado das cartas. Alguns sugerem que se memorize todos os significados, mas é bom que se consulte as anotações sempre que surgir alguma dúvida. Nesse aspecto, conta muito a intuição de quem faz a leitura. A interpretação dos detalhes dos desenhos das cartas são importantes e as mensagens por eles transmitidas podem ser captadas de forma diferente de uma para outra pessoa.

OS MISTERIOSOS NAIPES DO TARÔ

A maioria das pessoas tratam o Tarô com um toque de temor reverente. Seus antigos desenhos e símbolos estão profundamente enraizados em mitos que permanecem misteriosamente além das fronteiras do conhecimento humano.

É fácil crer no que estas cartas dizem e, involuntariamente, manuseá-las com um sentimento de solenidade, uma sensação de estar tomando parte em um ritual muito antigo, que abre as portas para o desconhecido, trazendo soluções e respostas. É por isso que pessoas curiosas e algumas angustiadas têm consultado ao Tarô no transcurso de muitos séculos.

O TARÔ EGÍPCIO

A mais antiga referência ao Tarô localiza-o no Egito, onde suas cartas foram encontradas num antigo conjunto de hieróglifos, num total de setenta e oito lâminas, entalhadas por membros de uma religião misteriosa. Esse conjunto de cartas fazia parte do Livro de Thot, que continha a chave de toda a sabedoria daquele povo. A palavra Tarô, derivada do vocabulário egípcio, pode ser interpretada como "caminho real", formado pelas palavras "tar" (caminho, rota) e "rho" (rei, real). Dispostas em sua seqüência lógica, o Tarô significa um caminho que deve ser percorrido, ou etapas de aperfeiçoamento pessoal que devem ser superadas, para se atingir o destino de cada um. Numa leitura, as cartas interpretam a etapa em que se encontra o consulente, informando qual o caminho a ser percorrido até sua total realização como ser humano.

Os significados esotéricos contidos nos símbolos egípcios hoje se encontram perdidos. Isso porque o conhecimento deles era transmitidos de mestre para aprendiz, entre os sacerdotes do Antigo Egito. Com o gradual desaparecimento dessa casta de sacerdotes, os portadores desses ensinamentos foram se reduzindo cada vez mais, até que se extinguiram totalmente, restando apenas os registros encontrados nas lâminas antigas.

Ao longo do tempo, porém, gradativamente, sensitivos e estudiosos vêm resgatando pouco a pouco o significado completo desses símbolos. Assim, numa leitura, não é raro que a pessoa que manuseia o baralho sinta vibrações intensas e uma visão intuitiva do significado de uma carta, mesmo que ele seja diferente daquilo que ela tenha estudado até

o momento. Isso é importante e deve ser registrado, pois é do conjunto dessas descobertas que se chegará ao conhecimento total e final desse precioso oráculo.

Divide-se o Tarô Egípcio em setenta e oito cartas, vinte e dois Arcanos Maiores e cinqüenta e seis Arcanos Menores. É importante conhecer o significado básico de cada uma das cartas, lembrando sempre que, quanto mais se aplica no estudo desses símbolos, mais se descobre a respeito deles.

OS ARCANOS

O objetivo deste manual é apresentar formas simplificadas e acessíveis de consulta do Tarô, utilizando os setenta e oito Arcanos, cujos significados resumidos serão apresentados a seguir. É importante destacar novamente que as figuras contém uma simbologia toda própria, da qual serão extraídos seus detalhes principais, bem como linhas mestras de interpretação de cada uma. Familiarizar-se com cada uma dessas lâminas, conforme já foi alertado no início, é imprescindível para uma leitura correta e sua interpretação segundo patrões ocultistas há muito divulgados.

Para aqueles leitores que desejam aprofundar-se nos mistérios do Tarô, há, nas livrarias, toda sorte de manuais sobre o assunto, bem como orientações para utilização de outros baralhos, baseados no Tarô Egípcio ou no Tarô de Marselha. Esses métodos de leitura vão dos mais simples aos mais complexos, segundo a natureza ou a profundidade do tema a ser pesquisado.

CARTAS E SEUS SIGNIFICADOS

Não se pode interpretar a carta com um só sentido. Uma carta pode dizer muitas coisas, porque são ambíguas. A carta da Persuasão pode dizer que se deve controlar nossa fera interior, para evitar que os outros se afastem, ao mesmo tempo que pode dizer que se deve despertar a fera adormecida que habita o interior para ser mais enérgico e perseverante em seus objetivos.

As cartas podem falar de varias maneiras, conforme aquilo que identificam dentro de cada um, no momento da consulta. Por isso é importante analisar e identificar com cuidado onde se enquadram as mensagens do Tarô na atitude de cada um. Só assim se poderá saber o que estão tentando dizer.

Para isso, é imprescindível conhecer o significado de cada carta, porque irão interpretar problemas que moram no inconsciente, de onde elas saíram. Além disso, a interação de uma carta com as demais cartas, principalmente as cartas complementares, os Arcanos Menores, é importante para que se tenha faça boa leitura e uma perfeita interpretação.

Arcano é uma palavra derivada do latim, arcanu, significando segredo ou mistério. Assim, cada carta representa um segredo ou um mistério da vida do consulente que deve ser interpretado para um perfeito conhecimento dos caminhos trilhados e do que terá que percorrer ainda. Cada segredo desvendado é um passo a mais no caminho real que todos percorrem ao longo de sua vida. Conhecer esses segredos pode ser a diferença entre caminhar confiante e decidido ou entre se deixar ficar à margem da estrada, vendo os outros passarem.

De grande valia é, nas lâminas do Tarô Egípcio, a inclusão do nome do Arcano, permitindo sua rápida identificação e percepção de seu significado, facilitando a leitura ou a interpretação de uma configuração de lâminas surgidas.

O SIGNIFICADO DOS ARCANOS

ARCANOS MAIORES

I — O MAGO

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta representa o guia ou o anjo interior, que aponta a solução ou indica a direção que se deve tomar ou a escolha a ser feita. Sugere que essas soluções se apresentam de forma mágica e inesperada, como em um sonho, na chegada inesperada de um amigo ou num encontro casual com um desconhecido.

Quando surge numa leitura, recomenda-se a abertura imediata de um Livro Sagrado, como a Bíblia, aleatoriamente, para se buscar uma resposta.

O Mago representa os sinais da divindade, exigindo que o consulente se mantenha atento a eles, pois confirma a ação de um poder que pode proteger, mesmo quando não percebe sua presença, pois se apresenta de maneira inesperada e em momentos difíceis. Quem não tem consciência da existência desse poder e não seguir seus sinais, fica sem rumo e cai nas garras de outras pessoas, perdendo o controle de seu próprio destino e deixando de exercitar seu livre arbítrio.

Significado numa consulta:

Numa consulta recomenda ficar atento aos dons e ao potencial criativo ainda não manifestado. Representa o princípio de tudo, podendo ser interpretado como o conjunto de forças atuando na busca dos ideais e do conhecimento.

Seu dinamismo, ao refletir o consulente, indica a ausência de preguiça, mas aponta a intranqüilidade de espirito e o desgaste em todos os planos. É a força de vontade e a perseverança trabalhando juntas para atingir um objetivo, a despeito do cansaço que possa advir.

II — A SACERDOTISA

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta indica o poder do inconsciente de cada um, onde ocultam-se segredos e respostas aos quais poucos conseguem ter acesso. A Sacerdotisa surge para lembrar que

o poder do inconsciente se através de sonhos e das aparentemente estranhas coincidências que acontecem em nossa vida, que dão a entender que existe algo poderoso e inexplorado dentro de cada um. Recomenda atenção para os pensamentos que surgem de repente, para sensações, para manifestações da intuição ou do sexto sentido.

Significado numa consulta:

A diz que a pessoa está com sua força de intuição num nível alto e prediz que ela entrará em contato com seu mundo interior. Muitas vezes, esse processo é automático, ocorrendo sem que a pessoa perceba ou consiga explicar. Normalmente, manifesta-se pelo interesse pelas coisas ocultas, esoterismo ou por motivada por sonhos inquietantes.

É sempre uma viagem as profundezas ocultas da mente e representa a força feminina da mulher perfeita e companheira. É sempre uma mensagem de realização e confiança no futuro. Resume qualidades e recomenda cautela na manifestação de desejos ou fraquezas. Representa o lado oculto.

III — A IMPERATRIZ

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta está ligada à experiência do nascimento, da criação e do tempo, enfatizando que todo ser humano é parte da natureza e está ligados à vida natural. Lembra a necessidade de se apreciar e valorizar os momento mais simples da vida e os prazeres do dia-a-dia. É assim que se desenvolve em cada um o poder de criar, gerar e dar frutos na profissão, nos sentimentos, nos relacionamentos e nas finanças.

A Imperatriz simboliza a segurança e a proteção do filho pela mãe, que, com suas sábias lições, ensina o momento de agir. As lições mais importantes desta carta são que a sabedoria e o conhecimento vêm de um ciclo natural e que tudo floresce, frutifica e amadurece no momento certo.

Significado numa consulta:

Simboliza a constante evolução da natureza. Indica progresso e aplicação do poder decisório em causas vencedoras. Pode significar, também, que alguma coisa está para nascer ou que deve se estar atento para as coisas novas e criativas que surgirão em breve e que novas idéias devem ser aproveitadas.

IIII — O IMPERADOR

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta representa o aspecto paterno, indicando um desequilíbrio pela falta ou pelo excesso de ideais espirituais, códigos de ética e autoconfiança. A orientação de uma figura representada pelo Imperador, normalmente uma pessoa mais velha, ascendente ou não, é necessária para que a vida não seja guiada por instintos cegos, avançando sem rumo e sem normas. Somente assim se pode evitar o sentimento de culpa por erros e fracassos, fatalmente transferidos para as costas das outras pessoas ou imputadas à sociedade, de forma muito cômoda.

Como é uma carta que prega o equilíbrio, é importante lembrar que ninguém deve se deixar levar, em suas ações, por pessoas dominadoras, que assumem o controle de tudo, sufocando intenções e sentimentos saudáveis.

Significado numa consulta:

Quando esta carta aparece, recomenda que se resgate uma idéia deixada de lado ou que se deve iniciar a construção de alguma coisa há muito tempo protelada. Chegou a hora de criar laços, tanto no plano afetivo como no plano material, o que inclui noivado, casamento ou uma nova sociedade comercial.

A carta do Imperador é sinal de que se deve reavaliar o código de ética e conduta ou estabelecer novos princípio. Lembra que existe algo superior em que se pode acreditar e cuja a autoridade emana dele mesmo. Representa a vida e sua continuidade, com realização e progresso material. Apoia e protege os esforços e a dedicação do consulente, dando-lhe energia e poder permanentes, desde que alcance o equilíbrio em todos os aspectos de sua vida.

V — O PATRIARCA

Simbolismo da Lâmina:

A carta representa a motivação interior que leva ao conhecimento das coisas do espírito como forma de se entender e conhecer aquilo que o destino reserva a cada um. É tudo aquilo que pode ser explicado e interpretado pela mente. O Patriarca é a ponte, na figura do padre, do pastor ou do guia espiritual. Enquanto o Imperador simboliza o pai controlando a conduta moral, as regras e a ética no cotidiano, o Patriarca representa a fé, o amor e as condutas espirituais com relação à divindade.

Sua sabedoria e seus ensinamentos não se enquadram em religião, dogmas ou qualquer tipo de filosofia, mas espelham-se nas regras e leis da natureza e na lei individual que rege cada um. Os benefícios desse conhecimento só podem ser auferidos quando se encontra essa ponte individual, que dá a cada um o seu modo de interpretar e chegar à divindade e criar uma relação com aquilo que ela significa para cada um.

Significado numa consulta:

Quando surge na consulta, significa que a pessoa está buscando respostas de ordem filosófica ou despertando para a religiosidade. Pode indicar também a presença de um padre ou terapeuta, que ajudará nessa busca interior.

A carta está sempre presente para informar que o poder espiritual deve se sobrepor ao material. Indica também que uma autoridade agirá de forma a beneficiar o consulente. Apela para a libertação das prisões da vida material e uma volta aos aspectos espirituais. Simboliza, também, o apego ao passado e às tradições, caracterizando comportamentos ortodoxos e posições rígidas que devem ser revistos.

VI — A INDECISÃO

Simbolismo da Lâmina:

A carta significa o grande desafio da vida na escolha do amor ou qualquer outra escolha que tem que ser feita. Alerta para os cuidados que precisam ser tomados com as escolhas, uma vez que estão em jogo valores cujos resultados traduzirão o tipo de pessoa que se quer tornar. Afirma sabiamente que toda escolha requer análise e sensatez e que o impulso do coração, adolescentes e imaturo, pode levar a uma escolha que não resultará satisfatória.

A carta Indecisão sugere que, diante das dúvidas, se analise e reflita nas opções para se ter a segurança necessária para tomar a decisão. O fato de desejar, quer seja no campo do amor, trabalho ou espiritual, leva o ser humano a desenvolver os próprios valores e um potencial único na busca do autoconhecimento, superando os conflitos que naturalmente surgem quando da necessidade de se fazer uma escolha.

Significado numa consulta:

Mostra a possibilidade de surgir a necessidade de uma escolha geralmente no campo amoroso, mas também na vida profissional. Pede que se faça uma análise dos prós e dos contras das escolhas e não se deixar levar por impulsos.

Pode representar também o início de um amor. Seu sentido para o consulente se tornará claro com a interligação desta carta às demais, surgidas na consulta.

VII — O TRIUNFO

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta mostra o quanto os instintos agressivos podem guiar decisões que nem sempre são as mais sábias. Lembra que se terá que conviver com as conseqüências da escolha com maturidade. O simbolismo da carta lembra duas vontades tendendo a seguir caminhos opostos, representando a ansiedade de se conquistar o sucesso a todo custo. Só que, para isso, é preciso aprender a trabalhar as energias contraditórias para se sobreviver na selva da vida. Cada pessoa é um guerreiros que precisa combater suas lutas de forma justa e sadia, para que essa não seja uma guerra cega e sem objetivos.

Significado numa consulta:

Quando surge na consulta, indica conflito e luta. Toda a luta traz crescimentos e fortalecimento da personalidade. O ponto a enxergar não é a luta em si, mas a forma como se luta. Não se deve enfiar de cabeça numa batalha sem antes reconhecer o terreno em que se pisa e as armas do inimigo que se enfrentará. As lutas e conflitos que aparecem na vida não podem ser evitadas mas devem ser enfrentadas com forca e sabedoria.

É considerada uma das cartas mais ricas em seu simbolismo, representando a caminhada do homem rumo ao seu destino. É uma carta altamente positiva, indicando que, apesar de todos os obstáculos, o sucessor ou a vitória virão pela autoconfiança e pela retidão de caráter do consulente.

VIII — A JUSTIÇA

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta representa a primeira das quatro leis morais que cada um deve ter para aprender os valores e usufruir as recompensas da vida. Ensina que é preciso saber julgar com reflexão e racionalização e saber o momento certo de deixar de se levar por impulso e sentimentalismo e encarar os obstáculos com objetividade.

A carta recomenda aprender a pensar com clareza e manter a mente equilibrada, pesando os fatos antes de tomar decisões. O compromisso e o respeito com a verdade é a atitude de quem quer ser justo e imparcial em seus julgamentos e escolhas, absolutamente transparentes, sem adotar posturas falsas só para ser diplomático e aceito pela sociedade.

Significado numa consulta:

Prediz o surgimento de uma situação que terá que ser analisada com equilíbrio e racionalidade e de uma decisão imparcial que terá que ser tomada. A Justiça carrega uma balança e uma espada. A balança significa que tudo deve ser pesado antes de decidido, para que não se privilegie nem um lado nem o outro. A espada tem dois gumes, um pode cortar o mal e a mentira, o outro pode cortar o coração com verdades que podem ferir profundamente.

Simboliza a disciplina necessária para superar obstáculos, pois acena com a lei de causa e efeito, onde toda ação produz uma reação contrária, preparando, assim, o consulente para oposições onde a imparcialidade e a integridade serão necessárias. Pode simbolizar um caso amoroso cuja concretização estará subordinada às outras cartas da consulta.

VIIII — O EREMITA

Simbolismo da Lâmina:

O Eremita representa o tempo. Tudo na vida tem o seu tempo e a vida apresenta limitações que não podem ser ignoradas nem evitadas. Nada poderá ir além do limite da própria vida e nada nela permanece alterado. As características encarnadas pelo Eremita são a introversão, a solidão e a reflexão. Ensina que se deve cultivar a paciência e a prudência e saber esperar e suportar as desavença até o momento certo e oportuno de agir. O tempo é o grande trunfo, através do qual se aprende, conquistando a sabedoria e a maturidade.

É preciso reconhecer o momento de sair de cena numa situação desfavorável. Quando aparece em uma consulta, indica um período de isolamento, um retiro voluntário das coisas mundanas, da agitação da vida. Assim, deve-se aproveitar esse retiro para obter paciência e sabedoria, pois esses momentos representam a grande oportunidade de erguer e fortalecer a personalidade. É o momento de traçar planos e criar estratégias para enfrentar os problemas na volta à rotina do cotidiano.

Significado numa consulta:

Simboliza o conhecimento buscando solitária e continuamente. Indica algo que estava perdido, mas que pode ser reencontrado, sem oferecer, porém, certeza de realização. Aconselha prudência e estudo.

X — A RETRIBUIÇÃO

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta mostra as crises, perdas e mudanças súbitas que ocorrem na vida. Lembra que, quando se estabelece padrões de vida e de pensamento e de uma hora para outra isso muda ou acaba, a pessoa fica frágil e sem estabilidade. Para que isso não acontecer, é preciso que se tenha o conhecimento de que tudo na vida muda e está em constante movimento. Quando a roda gira, é preciso que cada um esteja preparado para enfrentar qualquer coisa que possa acontecer.

Significado numa consulta:

Prediz uma mudança brusca na vida, tanto boa quanto ruim. O girar da roda, porém, trará de qualquer forma crescimento e abrirá uma nova fase da vida. O final e o resultado dessa mudança dependerão da maneira como se lida com a situação. Ter o conhecimento desse fato faz com que se esteja preparado para enfrentar e saber aceitar a súbitas mudanças da roda.

Trata-se de uma carta otimista, que indica o desencadeamento dos fatos, tanto no plano profissional como no social ou sentimental. Em resumo, uma dinâmica mudança ocorrerá na vida do consulente. Esta mudança poderá ser explicada nas demais cartas da consulta.

XI — A PERSUASÃO

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta simboliza a inteligência, alertando para o fato de se querer enfrentar os problemas e obstáculos com a agressividade, a força e a impetuosidade da fera, esquecendo razão, equilíbrio e inteligência. Com isso, energia e esforço se desfazem em fumaça. A lição desta carta é deixar a sabedoria agir com cuidado, evitando as reações de puro instinto animal, para se chegar à vitória sem desperdiçar energias importantes em batalhas inúteis. Há estratégias e alternativas mais eficazes.

O grande simbolismo desta carta é o da eterna luta com a fera que habita o interior de cada um. Controlar os impulsos para não deixar a fera à solta e cometer desatinos é tão importante quanto alimentar os instintos animais, vitais e criativos para não se sufocar o ser humano por trás da fera.

Há ocasiões em que se recomenda controlar o leão interior, usando sua força para vencer. Há outras, no entanto, em que é necessário cuidar para que essa besta não atrapalhe nem bloqueie as tentativas de alcançar os objetivos. Assim, a luta com a fera não representa uma luta sangrenta, mas uma transformação, onde a força e a determinação da fera se manifestam pelo lado humano não animal, prevalecendo, assim, a inteligência.

Significado numa consulta:

Quando aparece na consulta indica que um confronto com essa força é inevitável e que a atitude recomendada é usar todas as virtudes à disposição para fazer valer seus esforços. Simboliza a vitória da inteligência sobre a ignorância. Indica que o consulente trilha o caminho correto e anuncia um encontro marcado pela sexualidade. Deixa claro, também, que apenas com maturidade o consulente solucionará contratempos ou alcançará a compreensão.

XII — O APOSTOLADO

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta simboliza o início de uma viagem em busca da verdade e do amor, deixando

o conhecido para encarar uma nova vida, totalmente misteriosa. Para muitos, isso é sinônimo de loucura, mas, simbolicamente, represente um sacrifício voluntário em benefício de uma causa nobre. É o que representa esta carta, o sacrifício consciente e a aceitação dos resultados positivos ou negativos.

Nas mudanças de sorte, impostas pela carta da Retribuição, pode-se reagir de várias maneiras. Ou agarra-se ao passado por não conseguir se adaptar às mudanças, ou torna-se amargo e desiludidos, desistindo da batalha, culpando a divindade e todo mundo pelos fracassos. O que se aprende com esta carta é que se devemos estar atento aos sinais para poder prever uma súbita mudança e entender que tais mudanças são necessárias para o desenvolvimento de algum desígnio superior que ainda não se manifestou.

Significado numa consulta:

Indica, materialmente, que o consulente tomou uma decisão ou uma direção errada, por hesitação, falta de reflexão ou de vontade. Simboliza, também, traição e abandono. Por indicar uma mudança súbita, sugere ao consulente a reavaliação de suas posições e decisões, enfrentando com coragem e abnegação a nova realidade.

Quando surge na consulta, indica apego a algum propósito muito apreciado, mas que está retardando o crescimento ou a boa finalização de alguma situação pendente. A recomendação é avaliar uma possível escolha entre uma nova postura e a antiga.

XIII — A IMORTALIDADE

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta traz um tipo de sentimento vivenciado muitas vezes na vida de cada um: a morte definitiva de um estilo de vida ou pensamento que não mais retornará, dando lugar a uma nova fase. Representa o que é experimentado sempre que se finaliza alguma coisa muito importante e necessária para se começar um novo ciclo vital. Vivencia-se essa experiência da morte quando um casamento chega ao fim, ao nascer um filho ou quando se casa. Os religiosos vivem intensamente este sentimento ao deixar a vida mundana para seguir a carreira monástica e conventual. Mostra, portanto, que tudo que é deixado para trás está morto e não mais retornará.

A conclusão é que se pode morrer em várias situações da vida, a cada momento que se deixa um princípio antigo e se adota um novo.

Significado numa consulta:

Quando aparece numa consulta, prediz que algo deve terminar, seja em qualquer área da vida. Esta conclusão final pode trazer a oportunidade de uma vida nova, desde que se esteja preparado para abrir mão da antiga. Como a cada morte segue-se um novo início, o princípio da Imortalidade está presente e preservado em todos os momentos da vida. Uma mudança certa e inadiável, enfim, é o que preconiza esta carta.

Embora tétrica, esta carta traz mensagens muito positivas, indicando o fim de um ciclo e

o início de outro. O consulente deve repensar e libertar-se de antigos valores e pensamentos, aceitando com lucidez mudanças materiais ou amorosas. A mensagem será completada na análise das demais cartas surgidas na consulta.

XIV — A TEMPERANÇA

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta mostra outra virtude que deve ser aprendida: o coração equilibrado. A personagem derrama o liquido incessantemente para que as energias e os sentimentos estejam sempre em movimento e, sempre renovados, fluam com naturalidade, de acordo com a necessidade de cada momento. Ensina a conduzir com delicadeza o julgamento dos sentimentos, coisa que exige um coração equilibrado para os momentos em que a atitude racional e a objetividade não são capazes de superar um determinado obstáculo.

Esta é uma carta que mostra que o objetivo e a questão a serem alcançadas são de natureza sentimental ou emocional, o que envolve coisas que não podem ser resolvidas com a dureza da palavra ou com o golpe da espada. São coisas do coração, envolvendo afeto, amor e sentimentos fugazes.

Significado numa consulta:

Quando surge na consulta, indica que uma situação que envolve sentimento está presente ou próxima e exigirá da pessoa uma reavaliação no fluxo de sentimentos e dos relacionamentos. Aconselha, assim, o uso de atitudes harmoniosas e cooperação, principalmente com relação às coisas do coração e da vida a dois.

É uma carta diferente da carta da Justiça, que é pura razão, enquanto que a Temperança é puro sentimento. É preciso aprender a conviver com as duas, pois as situações se apresentam de formas variadas e saber equilibrar sentimentos e razão é evitar problemas com futuros obstáculos. Representa temperança e harmonia, com a integração de forças masculinas e femininas. Simboliza progresso para o consulente, desde que use suas habilidades e virtudes. Novas e felizes ligações se anunciam, tranqüilas e estáveis.

XV — A PAIXÃO

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta mostra os momentos em que o sentimento ou a emoção estão ou serão levados a um alto grau de intensidade, sobrepondo-se à lucidez e à razão. Indica também uma disposição contrária ou favorável a alguma coisa, e que ultrapassa os limites da lógica, uma parcialidade marcante, o fanatismo ou a cegueira.

A Paixão representa que se vive uma situação aparentemente contrária à vontade. Só saindo desse domínio ilusório é que se estará livre para viver a verdadeira face. Mostra que muitas vezes se pode gastar energia somente para mostrar aos outros do que se é capaz. Perde-se, com isso, a chance de viver algo real e saudável.

Significado numa consulta:

Quando surge em uma consulta, prediz que se deve elevar a auto-estima e livrar-se do medo, enfrentando os problemas com coragem e fé, afim de que surja o melhor lado de sua personalidade. Isso dará força e confiança para viver. Simboliza o mistério agindo para frustrar ilusões e projetos. Alerta para a existência de muita atividade voltada para o egoísmo, paixões e instintos negativos.

Algo cega o consulente , fazendo-o perder o respeito pelo próximo e agir egoistamente, entregando-se a paixões puramente sexuais. em virtude disso, decepções dolorosas poderão advir. É importante reavaliar atitudes e decisões, buscando motivações mais espirituais.

XVI — A FRAQUEZA

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta revela que, para se convencer e convencer os outros, constrói-se uma fachada que nem sempre condiz com o verdadeiro eu. A torre partida ou parcialmente destruída representa a destruição de antigos padrões, aqueles que foram construídos para que proteção e que serve de cofre para esconder do mundo os defeitos e deficiências da personalidade.

A carta alerta, porém, que sempre chega um momento da vidas em que cada um se cansa de mostrar o que não é, sufocando-se por saber que o que apresenta aos outros é o que simplesmente construiu para poder ser aceito. Quando se revela isso, certamente haverá decepções. Quanto antes isso for feito, no entanto, mais tempo restará para superar um estado ilusório e viver seu lado verdadeiro e transparente.

Significado numa consulta:

É uma carta negativa que indica dificuldades em todos os aspectos da vida. O consulente deve refletir profundamente sobre os acontecimentos de sua vida, utilizando a experiência para superar os problemas negativos existentes. A Fraqueza aponta para a quebra ou rompimento de falsos ou de antigos princípios ou mudança de um modo de vida. Por outro lado, a carta pode recomendar uma mudança de estratégia no caso de alguma demanda ou problema enfrentado pelo consulente. Dar a impressão de fraqueza e recuar pode ser uma forma de abrir uma brecha nas defesas inimigas, dando-lhe a falsa impressão de uma vitória antecipada. Medite a respeito disso, pois esta carta sempre aparece em momentos decisivos, de decisões cruciais.

XVII — A ESPERANÇA

Simbolismo da Lâmina:

A Esperança representa á fé, a luz no fim do túnel e ressalta os sentimentos que superam qualquer sofrimento, desespero ou depressão, para mostrar que nem tudo está perdido. É o reflexo da intuição que avisa que a solução está próxima e que não se deve desanimar. Isso pode fazer a diferença entre a vida e a morte e muitos precisam passar pela experiência da dor para descobrir a esperança e a fé. Somente saindo-se vencedor numa situação desesperadora é que se fortalece interiormente e se valoriza a vida.

A Esperança surge misteriosamente misturada a todos os problemas, somente a consciência e a fé de que nela existe farão com que se possa perceber seu brilho suave e confortador. A partir daí, a forma de encarar os problemas será totalmente transformada.

Significado numa consulta:

Quando surge, carta traz a mensagem de que há possibilidade de uma luz numa situação aparentemente insolúvel. Por outro lado, alerta também para o cuidado que deve ser tomado em relação à fé cega, ao fanatismo e às falsas promessas.

Todo o negativismo deve ser deixado de lado e o consulente deve se deixar invadir pela energia benéfica que o levará ao sucesso. Simboliza também renovação, fim de um amor e início de outro mais satisfatório. Em situações de grande desespero, a carta recomenda a fé como tábua de salvação e recurso último dos desesperançados.

XVIII — O CREPÚSCULO

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta representa a dúvida. Revela que os sentimentos interiores surgem todos de uma vez, trazendo opções mas gerando muita confusão. É a carta da inconstância. O Crepúsculo indica um momento de transição, quando serão apresentados muitos mistérios na noite que se aproxima. Aponta também que ataques poderão vir de vários pontos e se surpresa. É um alerta para o fato de que a se pode estar vendo as coisas de forma confusa e duvidosa. Isso exige uma revisão de valores e princípios para clarear a mente.

Há, também, a possibilidade de se estar sendo enganado ou de que se deva tomar cuidado, pois está prestes a cometer algum engano por falta de conhecimento e visão. Recomenda-se um aprofundamento nas propostas.

Significado numa consulta:

Revela que fantasias e sonhos povoam a vida do consulente, cegando-o e prendendo-o às aparências. Simboliza decepção e falta de espiritualidade, alertando que forças ocultas estão sendo movidas no sentido de derrotar o consulente. Pode indicar atração pelo álcool ou pelas drogas, surgindo da desilusão e do marasmo.

Quando surge em uma consulta, mostra o início de um período de confusão e de incertezas. O melhor a fazer é esperar e reavaliar as estratégias para o momento de clareza que virá, quando esse tempo de escuridão passar.

A recomendação final desta carta é a de se aproveitar essa fase para respirar e recompor as energias, preparando suas defesas para o momento do ataque que virá.

XVIIII — A INSPIRAÇÃO

Simbolismo da Lâmina:

Esta é a carta do sol, o astro rei que vem para mostrar que existe uma força dentro de cada um, capaz de dissipar a escuridão. Representa a vontade do conhecimento e da inquietação intelectual, que são sentimentos que impelem ao entendimento do que acontece na vida de cada um. Muitas vezes, uma pessoa pode se sentir presa da dúvida, da desesperança e do desespero.

A carta lembra que há um poder incrível, uma força descomunal e vencedora que pode ser desencadeada em busca de soluções ou saídas. Mostrar-se em toda a plenitude pode inibir aqueles que tentam se aproximar para ajudar ou serem ajudados. É preciso brilhar com moderação nesses casos.

Significado numa consulta:

Traduz uma nova oportunidade e uma promessa de sucesso pessoal. Prazer e felicidade, num período altamente positivo [para o espirito, mostram que a habilidade e o discernimento do consulente transformarão tudo em vitória. No amor pode indicar a retomada de um antigo relacionamento.

Quando aparece em uma consulta, indica clareza, otimismo e confiança renovados. Algumas vezes, alguém se esquece da luz interior e deixa que outras pessoas ou situações a ofusquem. A carta lembra que há uma luz interior capaz de iluminar os caminhos daqueles que estão nas trevas. Alerta, porém, para o fato de que o excesso de luz também pode ofuscar.

Como recomendação final, a carta recomenda reflexão e atenção aos sinais que estão por surgir. As respostas ou soluções poderão vir inesperadamente, através de idéias, sugestões ou conselhos.

XX — A RESSURREIÇÃO

Simbolismo da Lâmina:

Esta carta aponta o momento de se fazer um balanço das coisas e da vida, medindo e ponderando sobre as conseqüências das experiências já vividas. É tempo de avaliar se tudo que foi vivido valeu a pena. A carta alerta para que se tome cuidado com as decisões tomadas, posturas e forma de viver.

Quem faz uma caminhada justa, aproveitando cada momento para seu crescimento interior, prestando atenção nos sinais, mostrando vontade, interesse e fé, certamente chegará ao fim de um tempo ou de uma existência com a sensação do dever cumprindo, principalmente consigo mesmo. Quem fizer uma caminhada falsa, correndo atrás daquilo que é ilusório, trapaceando, escondendo e enganado, chegará ao fim com a sensação de ter desperdiçado sua vida e a insatisfação e a frustração serão companheiras eternas.

A Ressurreição indica que tudo é cíclico e que é possível aprender com os erros e, também, que tudo se repete, oferecendo a chance de corrigir erros passados ou de continuar errando eternamente. Acena, portanto, com a possibilidade que se tem de separar

o joio do trigo e traçar o próprio destino.

Significado numa consulta:

Quando aparece, prediz que é chegado o momento da recompensa por todos os esforços gastos na empreitada, e que se estará frente a frente com os atos praticados para chegar onde chegou. A mensagem final é a de que se colhe o que se planta.

Força e energia estão presentes nesta carta, benéfica às demais que compõem a consulta, indicando julgamento de algo passado e novos caminhos, caso o consulente seja merecedor. Uma missão importante exigirá justiça e fidelidade. Segredos serão revelados. Momentos favoráveis se aproximam, seja no campo financeiro ou no amoroso.

XXI — A TRANSMUTAÇÃO

Simbolismo da Lâmina:

Esta é a carta mais completa e mais sublime do Tarô Egípcio, por representa o ser humano integral. É o encontro e a harmonia de todas as energias: o positivo e o negativo, o bom e o ruim, a luz e as trevas. Indica o momento de integração total dos opostos que existem dentro de cada um, o momento em que se consegue alcançar a integridade humana, tomando as rédeas dos sentimentos e sabendo trabalhá-los em todos os aspectos da vidas.

O grande significado esotérico, no entanto, é que, aos se realizar a transmutação, torna-se um novo ser, acrescido de suas experiências e temperado com a maturidade e a sabedoria.

Significado numa consulta:

Quando surge na consulta, significa um período de plenas realizações e de totalização. Significa que chegou a hora do sucesso, da conclusão satisfatória de um projeto, processo ou dúvida. É o grande momento da Transmutação positiva, o prêmio por empregar tanta energia em busca daquilo em que se acreditava.

Como lição final, marca o momento em que se atinge um objetivo, fim de uma jornada, para se iniciar uma outra, em busca de novos e mais ambiciosos objetivos. É a carta propícia do Tarô, indicando a realização de algo muito importante. Lucidez e conhecimento mostram o caminho a ser seguido e que levará à harmonia e à felicidade. Simboliza, também, o fim de um ciclo e o inicio de um outro, mais espiritual, livre das fraquezas humanas e materiais.

XXII — RETORNO

Simbolismo da Lâmina:

Esta é a carta do eterno viajante, do homem sempre em movimento, sempre indo ao encontro de novos projetos, ideais e idéias, sem saber o que irá encontrar pela frente. Representa o impulso misterioso que lança o homem para uma viagem ao desconhecido, estarrecendo o seu lado racional diante da loucura de se aventurar em algo que não conhece. Essa aparente loucura nada mais é, porém, do que a necessidade interior de mudança, essa inquietação que move todo ser humano. O Retorno representa o impulso impensado que provoca mudanças na vida, abertura de novos caminhos e a descoberta de novas informações, ampliando os horizontes.

Significado numa consulta:

Quando aparece numa consulta, indica que se está prestes a iniciar uma jornada, que existe a necessidade de se atirar rumo ao desconhecido, que é preciso mudar alguma coisa que não esta indo bem. Em resumo, sinaliza a presença de um alto poder de energia que impele rumo a um novo projeto. Não dar ouvidos ou não conhecer a razão desse impulso é condenar-se a uma vida medíocre e monótona, sem emoções, que fatalmente terminará numa patética indagação: por que viver foi tão insignificante e tão sem graça?

Pode simbolizar tanto o inicio como o fim de uma jornada, marcada pela inocência, pelo isolamento ou pela loucura. Indica um tempo absolutamente imprevisível e instável, onde atitudes incoerentes e desconexas resultarão em graves conseqüências.

Por outro lado, a carta pode revelar incríveis poderes criativos do consulente que devem ser acionados com moderação, sem nenhuma precipitação, no sentido de alterar a realidade que o cerca, desde que se livre do supérfluo e da extravagância que o cega.

ARCANOS MENORES

Os Arcanos Menores são representados por cinqüenta e seis lâminas, cada um com um significado complementar, normalmente direcionado a um Arcano Maior, durante uma consulta. Seu uso numa leitura torna a mensagem mais clara, mas exige, em contrapartida, uma sensibilidade maior do leitor. A presença aparentemente estranha ou sem sentido de uma carta pode encerrar um alerta ou um recado da mais alta importância. Isso deve ser levado em conta, analisado e interpretado para um perfeito aconselhamento.

XXIII — O Lavrador

O magnetismo pessoal está em alta, aumentando o nível da atração pessoal. Possibilidade de novos relacionamentos ou de aprofundamento dos já existente. Ganhos inesperados são prometidos, trazendo o equilíbrio financeiro. Perseverança e honestidade serão recompensadas com o merecido reconhecimento de superiores ou de pessoas mais velhas.

É agora, também, o momento de cultivar novas relações ou de preparar o terreno para futuras conquistas e realizações. Lembre-se de que se colhe o que se planta.

XXIV — A Tecelã

O sucesso será certo e garantido, se investiu em si e em sua boa vontade com sacrifícios. As grandes obras são realizadas aos poucos, ponto por ponto e a paciência é uma virtude desejada e necessária. Expor sentimentos e dizer o que sente serão requisitos para a realização de seus objetivos. Receios e temores maiores devem ser postos de lado e a intuição deve prevalecer.

Demonstrar interesse é importante para que os outros se sintam à vontade para se aproximarem. Associações devem ser iniciadas ou acentuadas.

XXV — O Argonauta

Vínculos podem estar sendo quebrados ou ameaçados de serem quebrados. Perdas devem ser assimiladas e não lamentadas. As experiências vividas é que importam. A distância pode ser uma importante aliada, no fim das contas. Há uma promessa de viagem no ar, possivelmente de longa duração.

Cuidados devem ser tomados no ambiente de trabalho. Guarde para si, por enquanto, as boas idéias e fuja da companhia de pessoas invejosas. Confiar nas pessoas é muito bom, mas precaução nunca fez mal algum a quem quer que seja.

XXVI — O Prodígio

Seus projetos e realizações, em todos os sentidos, podem enfrentar sérios problemas se insistir em dar ouvidos a pessoas mal intencionadas. Guarde seus segredos e projetos para si mesmo. O melhor a fazer e manter seu ritmo de vida e sua rotina sem grandes alterações, lutando contra a insatisfação. Tudo pode ser apenas fruto de sua imaginação e a confusão interior em breve se dissipará.

Cuidado com suas atitudes para evitar riscos de perdas inesperadas. Reflita antes de uma decisão e só faça o que lhe for ordenado. Apenas siga ordens recebidas, sem se desviar do caminho.

XXVII — O Inesperado

Seja mais condescendente consigo mesmo e não exija mais do que pode dar. Poupe suas energias em todos os sentidos, pois elas poderão ser exigidas em breve e, enfraquecido, só perderá boas chances. Mantenha sob controle sua paciência, moderando seu ritmo de vida. Nenhuma decisão importante deve ser tomada neste momento. Problemas em seus relacionamentos podem surgir.

De forma geral, surpresas estão à espreita, Mantenha-se calmo e paciente, preservando suas energias ao máximo para enfrentá-las.

XXVIII — A Incerteza

As respostas para suas dúvidas atuais podem estar no passado. Reveja antigas experiências e veja o que aprendeu com elas. Use esse conhecimento com maturidade. Talvez seja o momento, também, de procurar pessoas mais experiências em busca de aconselhamento e orientações. Isso em nada o depreciará. A humildade para buscar o aprendizado é, por si só, um sinal de sabedoria.

Olhe ao seu redor e examine com atenção as pessoas. Evite intimidade com visitantes ou pessoas vindas de fora.

XXVIX — A Domesticidade

É possível que sua acomodação incomode as pessoas que o cercam, gerando atritos. O tempo se encarregará de aplainar essas divergências. Tende separar bem as coisas para que suas atitudes não confundam amigos e parentes. Procure ser fiel a seus princípios e próximo daqueles a quem tem afeto e de quem recebe afetos.

Uma preocupação maior com a família pode ser o caminho que abrirá as portas para novos relacionamentos. A resposta para o que busca está em seu próprio lar.

XXX — O Intercâmbio

Novos desafios poderão intimidar, mas tenha em mente que quanto maior a luta, maior é a vitória. Mudanças poderão ocorrer nos ambientes que freqüenta. Aprenda com as constantes lições que a vida lhe oferecer. Se tem problemas, antes de mais nada procure identificá-los e descobrir a origem deles. Só assim poderá solucioná-los. Ao fazer isso, viverá momentos de paixão e prazer.

Troque experiências e energias com pessoas sinceras próximas de você, como forma de manter seu equilíbrio e sua harmonia.

XXXI — O Impedimento

"Há uma pedra no meio do caminho", esta é a mensagem desta carta. Aquilo que tanto deseja pode não se realizar. O momento é de ter paciência e saber esperar. Reavalie sentimentos e prioridades. Dificuldades financeiras poderão surgir e somente serão solucionadas com criatividade e intuição. Um projeto lucrativo pode surgir ou dar resultados em breve, mas nada com que possa contar agora.

Reflita e busque alternativas com pessoas mais experientes e criativas. Saiba ser humilde agora para lucrar mais tarde. Aproveite e valorize o que os mais velhos têm a lhe oferecer.

XXXII — A Magnificência

A vaidade é um defeito grave neste momento e poderá prejudicar sua vida em seus aspectos mais importantes, como amor e relacionamentos em geral. Guarde suas virtudes e sua superioridade para si mesmo, cultivando sua humildade. Nobreza, romantismo e sinceridade são coisas que precisa mostrar para aproximar as pessoas. O trabalho em grupo será a forma de demonstrar seu potencial, sem se impor. Seu talento será reconhecido e haverá fartura material, se dominar seus impulsos egoístas.

XXXIII — A Aliança

Use sua capacidade em benefício de seu crescimento profissional. O reconhecimento e

o resultado de seu trabalho renderão bons lucros. Talvez seja o momento certo de contar com um sócio para negociar com terceiros. Novas amizades irão surgir, bem como a chance de iniciar um novo relacionamento amoroso.

Aproveite seu magnetismo, pois as pessoas estarão naturalmente atraídas por você. Acordos e associações serão privilegiadas, mas não se deixe levar pela conversa vazia nem pelas promessas de lucros fáceis.

XXXIV — A Inovação

Novidades irão surgir no campo amoroso. Livre-se da saudade, deixe o passado e prepare-se para viver novas emoções. Não se surpreenda, pois o amor poderá surgir onde menos espera. No campo financeiro, há prenúncios de atingir a independência almejada, através de investimentos sólidos e negócios lucrativos.

Talento e criatividade serão a chave para esse sucesso e não tenha medo de inovar. Insista em seus projetos. O sucesso poderá vir de novas idéias ou novas associações.

XXXV — O Desconsolo

Interferências familiares em seu relacionamento amoroso poderão gerar conflitos. Sempre que possível, afaste-se de pessoas com opiniões contrárias às suas ou tente uma conversa franca e honesta sobre o assunto, pondo fim a toda e qualquer dúvida a respeito de seus sentimentos.

Não se arrisque nos negócios, pois os resultados poderão não surgir ou não serem compensadores. Cuide da saúde e evite aborrecer-se com os problemas financeiros. O momento é de cautela e de reservas. Evite gastos desnecessários.

XXXVI — A Iniciação

É hora de iniciar novos projetos, em todos os campos de sua vida, desde o amoroso até

o financeiro. O grande amor poderá surgir ou se consolidar, com o nascimento de um filho. De qualquer forma, o momento será marcante em seu futuro.

Use sua capacidade de comunicação para envolver pessoas influentes em seus negócios. Projetos ousados poderão ser iniciados, com chances enormes de sucesso. Se teve alguma perda recente, prepare-se para receber em dobro o que perdeu.

XXXVII — A Arte e a Ciência

Cultive suas amizades com um carinho especial. Uma paixão pode surgir de um desses relacionamentos. Use seus dotes artísticos para demonstrar sua sensibilidade e seu interior. Oportunidades irão surgir nos negócios. Saiba reconhecê-las.

Amplie seus conhecimentos, lendo mais ou participando de um curso. Especialize-se ou atualize-se. Investir em você, neste momento, poderá ser uma forma importante de abrir novas portas em todos os sentidos. Não desperdice as oportunidades que surgirem.

XXXVIII — A Duplicidade

As portas do sucesso irão se abrir e você terá que fazer escolhas. Suas finanças tendem a se estabilizar, fruto do aproveitamento correto das oportunidades que surgirão. Não hesite em gastar algum dinheiro em você mesmo, investindo em sua carreira ou em sua aparência pessoal.

Surpresas estão a caminho no campo amoroso e uma descoberta inesperada vai surpreendê-lo. Atos de infidelidade resultarão em cenas de ciúme, escândalos ou perigo imediato. A indecisão poderá pôr tudo a perder, caso não se decida e tome as decisões que forem necessárias.

XXXIX — O Testemunho

Dê atenção às pessoas jovens, mas evite ações impensadas, pois há perigo de rompimentos provocados por alguém mais jovem. Haja com sinceridade e honestidade, fugindo das tentações. Mostre sua idoneidade e seu caráter, do contrário correrá sérios riscos de enfrentar perdas irreparáveis.

No campo afetivo, se é compromissado, evite todo e qualquer ato de infidelidade, que surgirão carregados de energias negativas, trazendo problemas de difícil solução.

XL — O Pressentimento

Possível decepções podem interferir no seu rendimento e no seu moral. Saiba encarar tudo com humildade e garra, para não se deixar abater. Aproveite seus erros como lições, tirando deles preciosos ensinamentos para sua vida futura. Siga sua intuição e só arrisque quando se sentir seguro.

Assuntos do coração devem ser encarados e solucionados o mais depressa possível. O passado não pode mais continuar presente em sua vida. Recupere a alegria de viver e fique longe de pessoas invejosas.

XLI — O Desassossego

O tempo é o melhor remédio para todos os problemas. A melhor maneira de superar os obstáculos é transpondo um de cada vez. Para isso, controle sua impaciência e saiba aproveitar as chances que surgirem em sua vida.

A dúvida e a indecisão estarão presentes em sua vida, mas tenha em mente que é chegada a hora de tomar uma decisão. Não seja inconstante nem brinque com os sentimentos alheios. Atos impensados poderão ser motivo de arrependimento futuro.

XLII — A Preeminência

Aproveite o bom período de sua vida, com realizações no campo financeiro e nos negócios. Assuntos pendentes serão resolvidos satisfatoriamente, com ganhos inesperados, trazendo paz e estabilidade. Saiba investir seus ganhos com cautela para ter retornos rápidos e garantidos.

A felicidade estará presente nos assuntos do coração, trazendo momentos de paz e entrosamento com as pessoas mais próximas e os entes queridos. Siga sua intuição e aproxime-se o máximo possível da pessoa amada.

XLIII — A Alucinação

Tente manter o pé no chão e evitar sonhos distantes demais. O momento é de trabalhar a realidade, com os pés firmes no chão e a mente concentrada nos seus objetivos. Coloque seus planos em ação se deseja reconhecimento e sucesso.

Possível perda no campo sentimental ou afetivo poderá levá-lo ao isolamento. O aconselhável é buscar apoio de pessoas mais experientes e realistas. A humildade e a sinceridade, mais do que nunca, serão as virtudes a serem exercitadas para se manter preso à realidade.

XLIV — O Pensamento

Pensamento positivo e autoconfiança precisam ser desenvolvidas neste momento. O pessimismo e pensamentos negativos a nada conduzirão, a não ser à perda de um tempo precioso em seu desenvolvimento e no desenvolvimento de seus projetos. Nada dura para sempre. Trate de ser mais seguro e determinado em suas decisões para conseguir obter ganhos financeiros e profissionais. Concentre-se no que realmente deseja e coloque em prática tudo que planejou para atingir os objetivos. Não faça nada impensadamente.

XLV — A Regeneração

Prepare-se para colher o que plantou, pois o período de benefícios materiais está chegando. Sucesso em novos contratos. Invista em você e em seus projetos e recupere a estabilidade financeira eventualmente perdida nos últimos tempos. A época das secas chegou ao fim.

Paz e harmonia reinarão no ambiente familiar e nos relacionamentos. Um reatamento poderá acontecer, por isso pratique a reconciliação e mantenha seu coração aberto a todos ao seu redor. Espalhe um pouco do seu alto astral e de sua sorte aos outros.

XLVI — O Patrimônio

Novidades agradáveis devem surgir no campo profissional. Aproveite a oportunidade para se reconciliar com um superior, colega de trabalho ou colaborador. Exercite sua capacidade de perdoar, deixando de lado o orgulho próprio. É hora de crescimento pessoal e não de cultivar virtudes e sentimentos negativos. Negócios com imóveis serão privilegiados.

Possíveis problemas familiares devem ser encarados com ânimo e amor. O desânimo e a amargura podem trazer sofrimento, se não forem combatidos. Não se apegue em demasia ao material. Cultive o espírito e os bons sentimentos.

XLVII — A Conjectura

Seja positivo e confiante em suas argumentações junto a superiores e chefes. Pratique para adquirir desinibição e firmeza em suas apresentações. Tenha em mente que o futuro depende do que fizer no presente, por isso planeje e execute seus objetivos com firmeza e decisão.

Evite se prender a aspectos negativos da vida presente, afastando as pessoas que desejam se aproximar e que têm muito a lhe oferecer. Não se prenda a hipóteses e só fale e aja quando tiver absoluta certeza. Evite dar palpites sem conhecer o assunto.

XLVIII — A Consumação

Empenho, capacidade e dedicação terão sua recompensa agora. Uma fase ruim chega ao fim e novos projetos devem ser iniciados e levados adiante com fé e determinação. Os relacionamentos afetivos estão beneficiados e a pessoa amada, um amigo ou um familiar precisa de um pouco mais de atenção. Momentos de ternura e de realização serão inesquecíveis. Acordos serão firmados com sucesso e um relacionamento importante terá início.

XLIX — A Versatilidade

É bom saber separar os assuntos emocionais dos assuntos profissionais. Mal-entendidos poderão surgir no campo comercial , exigindo argumentação e preparo de sua parte. Saiba aceitar as críticas com critério, separando a verdade do exagero e tirando isso importantes lições para o futuro.

O amor está mais perto do que imagina. Prepare-se para surpresas. Deixe de lado as reservas e aceite viver um relacionamento pelo que ele tem de bom a oferecer. O tempo

será o juiz. Apenas constrangedoras. evite ser inconstante e superficial, fugindo de situações
L — Afinidade

Coloque seu talento e criatividade em prática num negócio paralelo com grandes chances de sucesso. Amplie sua capacidade de comunicação para tornar essa atividade compensadora e gratificante. Suas emoções estão à flor da pele, prometendo momentos de recolhimento e idílio com a pessoa amada. Para isso, expresse seus sentimentos sem temor ou timidez.

Uma declaração de amor pode mudar seu destino e preencher seu coração. Se já tem compromisso, fortaleça seu relacionamento com afeto e paixão.

LI — O Assessoramento

Se tem alguma demanda judicial para dar início ou andamento, procure um profissional competente e honesto para isso. Não corra riscos nem confie em amizade ou recomendações sem base. Não hesite em buscar conselhos com pessoas mais velhas e experientes. Uma dívida pendente poderá ser solucionada. Cinismo e infidelidade serão obstáculos à realização amorosa. Talvez seja o momento de romper com o que não satisfaz ou causa problemas.

LII — A Premeditação

Mude sua atitude em relação às pessoas envolvidas em seu meio profissional. A agressividade pode resultar num clima insuportável e prejudicial. Dificuldades surgem e devem ser encaradas com naturalidade e maturidade para serem superadas. Discussões inúteis representam perda de tempo e de dinheiro.

A amargura não é um sentimento que deve evitar, porque se espalha ao seu redor e afasta as pessoas que desejam o seu bem. Pense antes de tomar atitudes, evitando decepções. A chance de um amor pode surgir. Não deixe que decepções anteriores afetem sua felicidade.

LIII — O Ressentimento

Seus erros anteriores podem ajudá-lo a enfrentar o momento, se souber deixar de lado mágoas e lembranças desagradáveis. Se a fase for ruim, ela passará em breve. Para isso, espere a ajuda de alguém inteligente e de bom coração. Cultive pensamentos positivos como forma de afastar as energias negativas.

O perdão é uma virtude santificada e deve ser exercitada sempre que se fizer necessário. Mantenha seu amor sempre renovado e fuja da rotina.

LIV — O Exame

Problemas de saúde à vista, se não controlar a ansiedade e a inquietação. Busque renovar energias junto à natureza. Umas férias ou um período de descanso pode ser uma boa decisão. Os obstáculos podem ser superados através de uma ação planejada, envolvendo um bom diagnóstico e um plano de ação que possa ser posto em prática. Não reprima suas emoções. Pratique alguma forma de meditação ou reserve momentos de seu dia para a reflexão, buscando o equilíbrio interior.

LV — A Contrição

Insegurança, insatisfação e tristeza podem ser sentimentos que o assolam no campo profissional. Essas percepções podem confundir suas ações, dando ensejo a ações precipitadas. Assuma o controle de suas emoções e afaste os sentimentos negativos para reverter essa situação. O mau humor e a irritação poderão afastar as pessoas de você, atrapalhando seus relacionamentos.

O diálogo é a melhor arma para solucionar tudo isso. Não hesite em abrir seu coração e trocar experiências abertamente. Precisará de sabedoria e clareza para superar os obstáculos.

LVI — A Peregrinação

A insegurança pode atrapalhar seu desempenho. Tudo pode ser fruto de sua imaginação. Dias melhores virão, com certeza, mas é preciso que você creia em seu potencial e seja objetivo em suas ações. Evite decisões impensadas e use sua experiência para encontrar o rumo certo.

Sua força interior será importante para superar os percalços. A luz voltará se souber conduzir-se com objetividade e humildade. Afaste-se de pessoas negativas ou de projetos fadados ao fracasso.

LVII — A Rivalidade

Adversidade e injustiças podem ser apenas frutos de sua imaginação. Coragem e determinação são virtudes que precisa exercitar com maior freqüência, principalmente agora. Seus erros passados podem lhe indicar o melhor caminho a seguir agora.

Pessoas invejosas podem tentar semear a discórdia ao seu redor, jogando com seus medos e frustrações. Valorize suas virtudes e use as armas ao seu alcance para superar as vicissitudes.

LVIII — A Recapacitação

Evite aborrecer-se com problemas menores que surgem no seu dia-a-dia. Fofocas e calúnias devem ser encaradas com maturidade. Não permita que pessoas que lhe são importantes se afastem de você por causa disso. O momento é de aprender, reciclando conhecimentos e isso pode ser feito através de cursos ou de troca de experiências com pessoas mais velhas.

Se eventualmente sofrer alguma perda agora, não se desespere, pois será recuperada em breve. Proteção nos negócios e na vida profissional.

LVIX — A Revelação

Pense bem antes de trocar o certo pelo duvidoso. Para isso, trace seus projetos com determinação e acredite em seu potencial. Eventuais obstáculos não devem ser encarados como barreiras insuperáveis ou intransponíveis. Tenha coragem e fé para recomeçar, sempre que for preciso.

Poderá receber propostas em diferentes campos de sua vida, algumas delas conflitantes com suas atividades ou relacionamentos atuais. Analise cautelosamente e decida no que vale a pena investir seu tempo e seu futuro.

LX — A Evolução

Toda e qualquer mudança neste momento implica em risco desnecessário, por mais tentadora que seja a proposta recebida. Faça o que tem que fazer com empenho e dedicação, esforçando-se para dar o melhor de si. Seu mérito será reconhecido no tempo certo, por isso controle sua impaciência e saiba esperar.

Situações inesperadas provocarão mudanças. Use-as como forma de aprendizado e de evolução. Ignore tudo que implicar em mudança de planos ou de objetivos. O momento de evoluir chegará inesperadamente. Prepare-se para ele.

LXI — A Solidão

O momento é de poupar e economizar para enfrentar um período de vacas magras. Faça seu orçamento criteriosamente e tente segui-lo à risca, sob pena de passar por sérias dificuldades financeiras. Guarde suas opiniões para si mesmo e evite palpites e suposições sobre assuntos que não sejam do seu conhecimento. Pise apenas em terreno seguro.

A tendência é buscar isolamento, mas, para estar em paz consigo mesmo, é preciso que esteja em paz com o mundo que o cerca. Dialogue mais e busque ampliar seu leque de relacionamentos.

LXII — A Proscrição

Desentendimentos com pessoas do seu círculo profissional podem ocorrer,

comprometendo sua estabilidade financeira. Não tente soluções mirabolantes nem projetos ousados. As idéias mais simples, de resultados mais rápidos, podem ser a sua solução. Não se isole nem se exile.

Paixões passageiras podem ser uma tentação a ser evitada, pois fatalmente trarão consigo fofocas e falatórios que apenas trarão decepções. Não fuja dos planos nem aborte projetos já definidos para o seu futuro.

LXIII — A Comunhão

Inimizades no campo profissional e nos relacionamentos poderão resultar em estagnação e prejuízos desnecessários. A sinceridade poderá abrir caminhos para o entendimento. Juras e promessas podem ser quebradas. Coração e razão podem se unir para fortalecer um relacionamento.

Converse com as pessoas ao seu redor o mais abertamente possível. Cuidado com quem promete fidelidade a você. A traição pode vir daí.

LXIV — A Veemência

O tempo está contra você. Coloque seus planos e projetos em prática o mais depressa possível. As oportunidade surgirão com muita facilidade, por isso não se perca. Concentre-se no que estiver mais próximo e ao seu alcance e persiga seus objetivos. Essas oportunidades não durarão para sempre.

Aproveite para viver momentos de ternura e encantamento com a pessoa amada. Se for descompromissado, está na hora de mostrar-se um pouco mais e deixar que o sexo oposto veja suas qualidades.

LXV — A Aprendizagem

Busque novos conhecimentos como forma de desenvolver seu potencial. Busque novas técnicas, novas teorias e novas tendências para aplicá-las no setor profissional, pois seu mérito será reconhecido e as oportunidades surgirão naturalmente. Uma pessoa mais velha poderá abalar suas estruturas. Tente conhecê-la melhor e fugir dos conselhos vazios das pessoas invejosas, que nada acrescentarão a sua vida.

Desenvolva seu potencial emocional e dê carinho, atenção e amor às pessoas que o amam. Tudo que for aprendido será útil, se souber conduzir seu aprendizado.

LXVI — A Perplexidade

As mudanças poderão correr com uma velocidade inesperada, deixando-o sem ação. Prepare-se para elas. No campo profissional, conte com o apoio de pessoas influentes, em posições mais elevadas. Cargos de chefia e liderança podem se tornar realidade. A pessoa amada será fundamental no processo de mudanças que o levará ao sucesso. Invista no seu relacionamento, pois dele virá o equilíbrio e a determinação para progredir.

LXVII — A Amizade

Seja profissional em seu ambiente de trabalho e deixe a insatisfação e a indisciplina para serem discutidas com seu chefe. Manifestações negativas podem ser interpretadas como desinteresse e assim tratadas pelos seus superiores. Os relacionamentos profissionais serão importantes em futura promoção ou elevação de cargo.

Dê carinho às pessoas mais próximas e os problemas desaparecerão. A pessoa amada precisa de sua atenção e de que seja amigo e não somente amante.

LXVIII — A Especulação

Negócios arriscados e investimentos sem garantia devem ser evitados. Os lucros virão do trabalho sério e dedicado. Especular pode ser um ato perigoso. Alguém próximo de você vai demonstrar seu caráter irresponsável. Analise friamente essa atitude e veja se há vantagens ou interesse de sua parte em continuar com esse relacionamento. A cautela deve ser a praxe neste momento.

Se estiver sozinho, saia da casca e invista em sua imagem, buscando pessoas que se adaptem ao seu estilo de vida e ao seu modo de ser.

LXIX — O Azar

Sua vida se divide em dois aspectos antagônicos neste momento. De um lado, o aspecto emocional, seriamente comprometido, necessitando de novas energias, que podem ser obtidas no contato com a natureza e na reflexão. Do outro lado, o aspecto profissional, amplamente satisfatório, prometendo ganhos extraordinários e possibilidade de elevação de cargo ou de promoção. Pense de que nada adiantará dinheiro no bolso sem saúde para gozá-lo. Busque seu equilíbrio o mais depressa possível.

LXX — A Cooperação

Divida conhecimentos e habilidades com seus colegas de trabalho e ajude os necessitados através de sua atuação profissional. Ganhe admiração e respeito com seu espírito altruísta e sua bondade. Doe um pouco do que a vida lhe concedeu até agora.

Brigas inconseqüentes apenas revelam sua insegurança a respeito da sinceridade da pessoa amada. O amor é um sentimento que exige muito em termos de compreensão e dispensa tudo que possa gerar conflitos e tristeza. Aproxime-se mais da pessoa amada e tende conhecê-la melhor e afastar dúvidas a respeito dela.

LXXI — A Avareza

Problemas com seus colegas de trabalho ou no ambiente profissional poderão ser evitados se deixar de lado o individualismo e o egoísmo e pensar em termos de grupo ou equipe. A insatisfação daqueles que o cercam não é só aparente. Essas atitudes no campo afetivo quebrarão a harmonia existente em seus relacionamentos.

A mesquinhez e o materialismo poderão magoar profundamente aqueles que apenas desejam carinho e atenção de você. Não se feche como uma concha. Exponha-se. Abra seu coração aos outros sem temor e verá quanto conforto isso pode lhe trazer.

LXXII — A Purificação

Não espere retorno imediato em seus investimentos nem se desespere se os resultados demorarem a acontecer. Acompanhe com interesse as mudanças ao seu redor, no aspecto profissional. Elas irão beneficiá-lo e favorecer seu desempenho e reconhecimento. Aceite que as pessoas possuem virtudes e defeitos e que é um sinal de maturidade aprender a conviver com eles.

Demonstre seu caráter sensível com romantismo e atenção, armas preciosas para cativar e conquistar definitivamente.

LXXIII — O Amor e o Desejo

Exercite sua caridade, pois na mesma medida que der, receberá. Olhe ao seu redor e estenda a mão a quem precisa. Se estiver necessitado, a ajuda virá de uma pessoa amiga que muito o considera. Não insista em cultivar um relacionamento que só lhe tem dado aborrecimentos. Pode ser difícil romper o vínculo, mas o tempo é o melhor conselheiro e se encarregará de lhe devolver a paz.

Mantenha-se em sintonia com as pessoas que o cercam para dar e receber amor e desejo na mesma medida.

LXXIV — A Oferenda

Problemas financeiros passageiros poderão incomodar, mas nada que não possa ser administrado. Seu bom humor e seu autocontrole serão necessários agora. Planos para o futuro devem ser momentaneamente adiados. O momento é de aprender e tirar lições valiosas para o que virá pela frente.

Seja sincero em seus sentimentos e ofereça essa sinceridade às pessoas que o cercam. Desgostos e desilusões poderão ocorrer, mas isso também será passageiro e lhe deixará importantes lições.

LXXV — A Generosidade

É chegado o momento de mostrar reconhecimento e ajudar quem um dia o ajudou. Não leve isso ao extremo, no entanto. Lembre-se da preciosa lição de não apenas dar o peixe, mas ensinar a pescar. Valorize as pessoas profissionalmente e dê aquele empurrãozinho quando for preciso. Ser generoso não significa aceitar alguém só por pena, relevando seusdefeitos. Às vezes as pessoas precisam ouvir algumas verdades para mudar para melhor.

Fale francamente e não se deixe envolver por jogos e chantagens emocionais. Invista num relacionamento sólido se estiver absolutamente certo de seus sentimentos.

LXXVI — O Dispensador

O trabalho, por mais humilde que seja, enobrece. Há momentos em que o pouco com

Deus é muito e é preciso valorizar isso. Poderia ser pior. Avalie com calma sua situação e, se é possível melhorar, estude a melhor maneira de fazer isso. Depois aja.

As emoções vão aflorar com a possibilidade ou o aprofundamento de um relacionamento capaz de mudar sua vida. Cultive a harmonia e habitue-se a se ver pelos olhos da pessoa amada. Perceberá que há mais virtudes que defeitos em você.

LXXVII — A Desorientação

Você conquistou sua credibilidade com muito esforço e dedicação. Não a perca agora em discussões inúteis e vazias. O momento pode trazer a possibilidade de sua vida tomar novos rumos, mas mantenha-se fiel ao que sempre foi e não terá aborrecimentos. Respeite os sentimentos alheios e não lembre-se: quem com ferro fere, com ferro será ferido.

Solte sua imaginação e suas emoções no campo afetivo e viva uma paixão com intensidade. Dê um novo rumo a sua vida amorosa. Converse mais com a pessoa amada.

LXXVIII — O Renascimento

Tudo aquilo por que lutou nos últimos tempos será posto em suas mãos, por seu merecimento. Novos desafios vão explorar seu potencial, de forma compensadora. A estabilidade financeira sonhada está prestes a se concretizar.

Para alcançar aquilo que se almeja, é preciso, às vezes, romper com o passado e renascer para o presente. Isso se aplica no amor. Amor, desejo, sexo, paixão, tudo isso poderá se tornar realidade se acreditar na felicidade e enxergá-la. Pode estar muito mais próximo de você do que pode imaginar.

O SIGNIFICADO DAS CARTAS INVERTIDAS

Diversos estudiosos atribuem às cartas, quando estas surgem invertidas do baralho, uma outra significação diferente da original, muitas vezes contrária à esta. Outros, no entanto, não vêem alteração no significado da carta, quer surja em posição correta, quer apareça invertida. Prefere-se esta última visão, pois entende-se que a revelação a ser transmitida surgirá pela combinação das cartas escolhidas. Se a mensagem fosse diferente, não se teria a inversão das cartas, mas nova configuração delas, dentre as infinitas possibilidades do baralho.

A SINTONIA

O Tarô é muito mais do que um simples jogo ou de uma brincadeira. Manuseá-lo e praticar a sua leitura é um ato consciente de liberação da mente para sintonizá-la com um plano diferente do plano conhecido. Assim, recomenda-se a todos que se interessem pelo assunto que se dediquem a ele com a seriedade necessária, pois as revelações feitas pelas lâminas nem sempre são aquilo que o consulente esperava. Dourar a pílula pode ser uma crueldade, negando-se a verdade a alguém. A verdade, por outro lado, pode ser dolorosa demais para ser revelada.

A maturidade deve ser uma das virtudes necessárias para quem quiser se dedicar à arte de descortinar este oráculo. E não se fala aqui de idade, mas de maturidade. Reconhecer a seriedade do Tarô é o primeiro passo para essa maturidade.

MÉTODOS DE CONSULTA

AUTOCONSULTA

Para realizar uma autoconsulta, utilizando apenas os Arcanos Maiores, embaralhe as cartas, mantendo os olhos fechados, concentrando-se na questão que deseja avaliar. Abra as cartas com as figuras para baixo formando um leque o mais uniforme possível, sobre uma mesa, depois retire três cartas do leque, partindo da direita para a esquerda.

Sem virá-las, coloque uma sobre a outra, formando um monte, de forma que a última carta escolhida fique em cima da pilha. Pegue esse pequeno monte e coloque as cartas, começando pela de baixo, uma ao lado da outra em cima da mesa, da esquerda para a direita, virando-as com a face para cima. Cada uma dessas posições tem um significado específico:

1Passado, as influências que levaram à questão formulada.

2Presente, o que ocorre no momento da consulta.

3Futuro, o que acontecerá com a questão.

Finalmente, apanhe novamente o monte restante de cartas, embaralhe-o novamente, sempre pensando na questão formulada, abra-o em leque e retire uma última carta. Coloque-a deitada, logo abaixo três outras cartas sobre a mesa. Esta carta representa:

4 Solução, o caminho a seguir diante da questão.

EXEMPLO DE UMA AUTOCONSULTA

O exemplo é meramente ilustrativo, mas fornecerá elementos para o leitor ir se familiarizando com a leitura. Logicamente, o resultado pode ser enriquecido pela visão e intuição de cada leitor, o que faz do Tarô um precioso instrumento para interpretar o destino.

Questão: O leitor encontra-se em dúvida, pois recebeu uma proposta de trabalho que irá dar a estabilidade financeira que há muito vem buscando. Ocorre que essa proposta implicará numa mudança de cidade, o que o afastará de alguém a quem ele muito ama. Como o Tarô responderá a essa questão?

Cumprida as etapas, eis a seqüência de cartas resultantes, na seqüência da esquerda para a direita: A Indecisão, O Patriarca, A Sacerdotisa e A Ressurreição. Vamos, então, interpretar essas cartas, conforme o aspecto que simboliza na vida do leitor.

1Passado -A Indecisão: a carta significa o desafio em si, indicando que essa escolha é importante, uma vez que está em jogo o que o leitor sempre desejou para si. Sugere que, diante da dúvida, seja feita uma análise e uma reflexão, para se ter a segurança necessária para tomar a decisão.

2Presente - O Patriarca: A carta tem um claro apelo espiritual e representa o aprofundamento da própria dúvida do consulente, oscilando entre o material e o afetivo. Uma pessoa mais velha e mais experiente é parte dessa dúvida, podendo estar nela a solução ou não do problema.

3Futuro - A Sacerdotisa: Esta carta sugere que o consulente confie em sua intuição, de onde virá a resposta para a questão formulada.

4 — Solução -A Ressurreição: Em resumo, o caminho a seguir por este consulente está em sua própria experiência e, certamente, avaliando criteriosamente a questão, encontrara nele mesmo a resposta desejada. De certa forma, ele está recebendo a chance de traçar seu próprio destino, pois vai colher agora o que plantou. Como é uma carta positiva, augurando inclusive uma situação favorável tanto no amor quanto no campo financeiro, o que significa que de forma alguma ele perderá a amada, aceitando esse trabalho.

CONSULTA SIMPLIFICADA DOS ARCANOS MAIORES

O método a seguir é usado para uma leitura com a presente de um consulente, que apresenta ao leitor do Tarô a sua questão. Trata-se de um método simplificado, adequado para quem está se iniciando na ciência do Tarô. Exige o conhecimento da simbologia básica de cada carta, além de concentração ao que pretende fazer.

Inicialmente, deverá embaralhar muito bem as cartas, seja dispondo-as sobre a mesa e misturando-as, ou embaralhando-as manualmente, como se faz com um baralho comum. Em seguida, o baralho deverá ser entregue ao consulente que porá sobre ele sua mão direita e dirá a questão para a qual solicita resposta ou orientação. Em seguida, deve cortar

o baralho, sempre com a mão direita, colocando a parte cortada sob a que ficou na mesa. O leitor do baralho deverá, então, espalhar o baralho numa linha reta, horizontal, a sua frente, da esquerda para a direita. Depois, com a mão direita estendida, a palma voltada parta baixo, deverá percorrer a fila de cartas até que sua intuição indique qual a carta a ser retirada. Esta primeira carta indicará os prós a favor do consulente ou de sua questão.

É importante que o consulente mantenha-se concentrado na pergunta feita e na mão do leitor do baralho, enquanto esta percorre a fileira de cartas à escolha da correta. O leitor, por seu turno, deverá se concentrar na questão recebida, enquanto seleciona as cartas.

Uma vez retirada a primeira carta, esta deverá ser colocada aberta, à esquerda da fileira de cartas, logo abaixo dela. Em seguida, a operação será repetida para a escolha da segunda carta, que será colocada igualmente aberta, logo abaixo do centro da fileira original, à direita da primeira carta. Finalmente, repete-se o processo para a escolha da terceira carta, colocando-a logo abaixo do fim da fileira original. a segunda carta representará os contras em relação à consulta e a terceira apresentará a solução ou o melhor caminho a seguir. No ilustração abaixo temos a disposição das cartas após a escolha das três cartas.

Vejamos, agora, alguns exemplos práticos de interpretação das três cartas:

Exemplo 1: Uma consulente quer saber se conseguirá manter o amor de um homem por quem está apaixonada, afastando uma possível rival existente. Feita a operação de retirada das três cartas, obteve-se a seguinte configuração:

Interpretação: A favor de sua intuição, a consulente tem a carta da A TEMPERANÇA, que simboliza a união entre masculino e feminino, traduzindo a afinidade que existe entre ela e o homem em questão. Contrária a suas pretensões, A IMPERATRIZ simboliza uma mulher real, a rival ou a própria consulente. Como solução, A RETRIBUIÇÃO indica o desencadeamento de fatos sentimentais, como resultados otimistas, revelando que o momento é oportuno para a consulente agir. Utilizando suas virtudes e habilidades seguramente manterá o seu amado.

Exemplo 2: Um consulente desempregado quer saber se deve ou não aceitar uma oferta recebida. Obteve a seguinte configuração do baralho:

Interpretação: O APOSTOLADO recomenda coragem e abnegação para enfrentar a realidade, no caso do consulente, o seu desemprego. A IMORTALIDADE indica falta de lucidez para aceitar mudanças. Inegavelmente, as duas primeiras cartas reforçam o aspecto indeciso do consulente. A FRAQUEZA indica aspectos negativos e a necessidade de refletir profundamente sobre os acontecimentos de sua vida. Possivelmente o que lhe foi oferecido não é o que gosta ou sabe fazer. A possibilidade de mudança rápida trazida por O APOSTOLADO deve ser encarada como uma prova de que a oferta deva ser aceita e o consulente se submeter a situação com coragem e abnegação.

Exemplo 3: A consulente está em dúvidas se deve ou não mudar de residência ou cidade. Surgem as seguintes cartas:

Interpretação: A consulente tem o poder espiritual apoiando-a de forma a beneficiá-la, desde que não se apegue ao passado, no caso aqui, à moradia atual. A IMPERATRIZ simboliza ela mesma ou alguém da família (do sexo feminino) forcando uma mudança ou evolução. A INSPIRAÇÃO surge na conclusão, trazendo promessa de período positivo e feliz. A consulente parece apegada ao local onde mora e sendo pressionada por si mesma ou por alguém da família, deseja intimamente a mudança. Caso consiga se libertar das amarras que a prendem à atual moradia, terá sucesso e felicidade com a mudança.

AS CARTAS COMPLEMENTARES

Nos dois métodos de leitura acima apresentados, as informações fornecidas pelos Arcanos Maiores podem ser complementadas, utilizando-se as lâminas dos Arcanos Menores. Como trazem informações mais específicas, servem para tornar mais clara a mensagem apresentada pelo Tarô.

AUTOCONSULTA COMPLEMENTAR

Vamos retornar ao primeiro exemplo, da autoconsulta, onde se obteve a carta A RESSURREIÇÃO como caminho final a ser seguido. O leitor do Tarô pode, nesse momento, apanhar o maço de cartas com os Arcanos Menores, embaralhá-lo, sempre pensando na questão inicial, depois abrir as cartas em leque e escolher uma delas para esclarecer a mensagem.

Suponhamos que, neste caso, a carta retirada foi A AMIZADE. Suas principais recomendações são de que deve agir profissionalmente, discutindo, inclusive, suas insatisfações com seu chefe. Não resta dúvida de que essa mudança será importante em sua carreira. Tão importante que não deve recusá-la. A pessoa amada merecerá toda a atenção do leitor e, como estará acessível a receber atenção, uma conversa amigável entre os dois irá aparar toda e qualquer aresta que por ventura possa resultar, caso ele aceite a transferência. O futuro do casal depende da estabilidade financeira buscada pelo leitor e a amada saberá compreender isso.

CONSULTAS SIMPLIFICADAS COMPLEMENTARES

Vejamos, agora, como se aplica isso nos casos de consultas feitas para terceiros.

Exemplo 1: Após a interpretação feita pelo leitor do Tarô, a consulente quer saber mais sobre a pessoa representada pela figura A IMPERATRIZ. O leitor do Tarô embaralha o maço com as cartas dos Arcanos Menores, abre-o em leque e estende-o à consulente, que deverá retirar uma carta. Suponhamos que, no caso, a carta retirada foi A CONJECTURA. Pelas suas características, a carta alerta a consulente para tomar cuidado com qualquer decisão precipitada, pois seu futuro e sua felicidade dependem disso. Aspectos negativos do presente devem ser analisados e compreendidos e, ao que parece, suas dúvidas a respeito do amado surgiram de fofocas ou informações sem comprovação. Na verdade, a carta A IMPERATRIZ simboliza a própria consulente, cheia de dúvidas por ciúme excessivo ou por dar ouvidos a terceiros maledicentes.

Exemplo 2: Neste caso, o consulente quer ir além e saber o que acontecerá se aceitar aquele trabalho. O leitor embaralha as cartas dos Arcanos Menores e oferece para que o consulente retire uma. Neste caso, a carta retirada foi A VEEMÊNCIA. Isso quer dizer ele deve se concentrar na proposta oferecida, que é a mais próxima e ao seu alcance. Através dela, deverá perseguir seus objetivos. Outras oportunidade surgirão com mais facilidade.

Exemplo 3: Após a leitura inicial, a consulente deseja uma orientação de como lidar com esse apego ao passado, que faz com que ela deseje ficar na atual residência. A carta retirada foi A MAGNIFICÊNCIA. Ao que parece, a casa para onde a consulente vai se mudar não oferece o mesmo conforto ou padrão que a casa onde mora atualmente. A recomendação é de que seja humilde e deixe a vaidade de lado, porque a família será beneficiada com a mudança e, no fim das contas, haverá fartura material, se ela dominar seus impulsos egoístas.

MÉTODO COMPLEMENTAR

Em qualquer um dos métodos apresentados, o uso dos Arcanos Menores pode complementar o entendimento de qualquer uma das cartas, bastando que, após a retirada das cartas dos Arcanos Maiores, proceda-se a retirada dos Arcanos Menores. Nesses casos, a cada interpretação de um Arcano Maior, segue-se o seu detalhamento com a interpretação do Arcano Menor correspondente.

Numa leitura feita com a presença de um consulente, teremos, então, as seguintes etapas. Primeiramente, a retirada dos Arcanos Maiores, que serão postos sobre a mesa, com a configuração abaixo. Logo após, deverão ser separados um a um os Arcanos Menores e posicionados logo após cada Arcano Maior e a partir da metade da carta, de forma que se tenha a seguinte configuração para a leitura e interpretação:

Sendo: cartas 1, 2 e 3, lâminas dos Arcanos Maiores. Cartas 4, 5 e 6, lâminas dos Arcanos Menores. Na leitura, as cartas complementares podem ser lidas logo após as cartas principais ou após a leitura destas, caso o consulente deseje mais detalhes.

MÉTODO SIMPLIFICADO COM OS ARCANOS MENORES

Um método simples, de consultas e respostas rápidas, pode ser praticado, usando-se as lâminas dos Arcanos Menores. O processo é simples. Toma-se o maço de cartas, embaralha-se, enquanto o consulente se concentra na questão a ser formulada. O leitor estende o maço aberto em leque e o consulente escolhe apenas uma carta, diz qual é a questão, depois vira a carta sobre a mesa. O leitor fará a sua interpretação, conforme a questão apresentada.

Exemplo: Uma consulente deseja saber se ficará grávida brevemente. Terminado o processo, a carta escolhida foi A RIVALIDADE. A mensagem trazida pela carta questiona os motivos pelos quais a questão foi apresentada. A consulente deseja engravidar porque este é o seu desejo ou porque está sendo cobrada por isso? A recomendação é olhar ao redor e analisar o comportamento das pessoas e tentar descobrir qual é o objetivo delas.

CONCLUSÃO

As cartas contêm verdade universais e sua interpretação correta deve ser buscada como forma de se fugir ao charlatanismo, mistificações ou enganos que tanto mal podem provocar nos consulentes de boa-fé, levando-os a decisões enganosas e falsas conclusões. Por isso, é importante para o leitor que deseja se aprofundar no estudo do Tarô que pratique os métodos simplificados apresentados, buscando com isso familiarizar-se com as cartas e com seus significados básicos. Quando se sentir preparado, deve continuar seus estudos, adquirindo outros manuais, com métodos de leitura mais complexos e completos, capazes de traçar todo o painel de uma vida inteira, passado, presente e futuro.

É importante no processo a empatia entre leitor e consulente e a concentração de ambos no momento de seleção das cartas. O consulente, pensando no que deseja conhecer; o leitor, concentrando-se na questão. Dessa interação e do conhecimento dos símbolos do Tarô virão preciosas indicações para o correto posicionamento a ser adotado pelo consulente. Ao leitor iniciante, no método de leitura com a presença de um consulente, sugere-se perseverança e muita dedicação, pois o ato de sentir a carta correta a ser escolhida virá de sua experiência. Alguns a sentem intuitivamente; alguns sentem a mão aquecer e formigar, sendo levada à carta natural e espontaneamente. É importante buscar sensibilidade e desenvolvê-la.

As cartas não são fatalistas. Elas apontam o que pode ocorrer, caso o consulente não acate as sugestões dos símbolos. O livre arbítrio do homem é preservado e o Tarô tornar-se um importante aliado na constante luta pela vida, onde encruzilhadas e mais encruzilhadas surgem a todo momento, confundindo os caminhantes. O Tarô apenas indica qual o melhor caminho a seguir e como segui-lo.