SORTE E DESTINO

Em muitas culturas, sorte e destino são sinônimos. Quanto mais materialista e mais apegado às ciências for um povo, mais essas duas palavras vão se identificar, significando apenas o futuro, que é incerto e sobre o qual não se pode interferir de forma alguma. Povos com tradições mágicas, como são por natureza os ciganos, entendem isso de uma forma um pouco diferente. Para nós, o destino significa o futuro de uma pessoa, a seqüência de fatos que poderão ou não ocorrer, dependendo de algumas circunstâncias, que podem ser manipuladas através das artes mágicas. Essa manipulação do destino de uma pessoa é que chamamos sorte, ou seja, uma ação ou ações que interferem diretamente no futuro de uma pessoa, isto é, no seu destino. Quando se referem a nossas práticas mágicas, os gadjos costumam dizer que lemos ou que tiramos a sorte, o que não condiz com a verdade. O que fazemos é ler o destino e indicar uma ação, ou simpatia, para provocar a sorte, ou interferência no destino dessa pessoa.  Muitas são as formas de se fazer isso, nas Simpatias Ciganas. Uma das mais usadas é a dos elementos do Baralho do Tarô que, combinados esotericamente com outros elementos, produzem um resultado fantástico e permanente.

     PARA SIMPATIAS COM ELEMENTOS DO TARÔ

     Antes de apresentarmos as seculares Simpatias com Elementos do Tarô, é preciso que cada um tenha as noções básicas de como disponibilizar esses elementos. Antes de mais nada, os elementos do Tarô são quatro: Taças, Pentáculos ou Ouros, Cetro ou Paus e Espada.  Cada família pode ter seus Elementos em comum, não havendo necessidade de que cada membro tenha os seus isoladamente. O que é importante é que eles não sejam usados com nenhuma outra finalidade e, quando não estiverem em uso, devem ficar guardados numa caixa de madeira ou numa gaveta.  Modernamente são usadas três taças de cristal iguais, sem rachaduras, trincados ou defeitos; três moedas de qualquer metal, exceto alumínio, novas, sem riscos ou defeitos, que podem ser conseguidas direto na tesouraria de um Banco e que são classificadas como Flor de Cunho, porque não circularam; uma faca, punhal ou espada em tamanho real, não importa, desde que a lâmina jamais tenha conhecido sangue de homem ou de animal de qualquer espécie; um pedaço de madeira, cortado direto de um galho seco de pouca espessura, com a casca e eventuais ramificações podadas, no formato de um porrete, para ser mais específico. Esse pedaço de madeira deverá ser do mesmo tamanho do objeto que for usado para representar Espadas, ou seja, a faca, punhal ou espada em tamanho real.  A única providência a ser tomada antes de usar esses elementos é limpá-los com um pano vermelho ligeiramente úmido, removendo a poeira e polindo-os em seguida para que não fiquem manchas nem embaçamento no vidro e no metal. Pronto, você já pode começar a fazer suas simpatias, prestando muita atenção às instruções de cada uma. 

     PARA SER AMBICIOSO(A)

     A ambição, desde que não descambe para a cobiça, é um poderoso fator de motivação, impulsionando as pessoas na direção de seus objetivos. Os ciganos prezam muito isso, como prezam as qualidades positivas nas pessoas.    As conquistas materiais, para nós, são os alicerces de uma vida tranqüila e sem preocupações, maneira única de aproveitá-la fazendo aquilo que mais gostamos, cantar, dançar e festejar com boa comida e boa bebida.  Isso é incutido nas crianças desde cedo, com um ritual feito a cada aniversário, a partir do primeiro ano. Coloca-se uma moeda em cada uma das taças, acrescenta-se água à primeira, leite à segunda e um suco de fruta com mel na terceira. A criança deverá beber um pouco de cada uma das taças, na ordem acima, depois seus pais deverão beber o restante. Lavar as taças e as moedas em água corrente depois do ritual

          PARA SABER IMPOR AUTORIDADE

     Todo cigano, desde a mais tenra idade, é preparado para assumir o papel de chefe de sua família ou de sua tribo, por isso deve aprender desde cedo o valor da autoridade e como impô-la e se fazer respeitado.  Esta é uma prática destinada apenas aos meninos, muito embora, modernamente, isso já seja feito também com as meninas.  Nos sete dias que antecede o sétimo aniversário da criança, seu pai coloca num local previamente preparado, sobre uma toalha branca, a espada à esquerda, o cetro à direita, as taças no alto e as moedas embaixo.  À criança é determinado que grave essa configuração e que, nos sete dias seguintes, cuide para que ela seja mantida. Todos os demais membros da família maiores de sete anos são orientados no sentido de mudarem essa configuração, cada vez que passarem diante dela, obrigando o garoto a se manter vigilante e ativo o tempo todo.  A simpatia se encerra, no dia do aniversário, com uma festa comemorando, onde a criança deverá ser elogiada por seu trabalho

. PARA SER DETERMINADO(A)

A determinação é uma virtude muito importante e considerada entre os ciganos, pois diferencia, para nós, os fracos dos fortes, os líderes dos liderados. Desde cedo as crianças são orientadas para levarem até o fim suas tarefas, bem como para traçarem objetivos definidos e perseguirem-nos com afinco.       Para obter isso, todas as vezes que uma criança recém-nascida regurgita, um pouco desse excesso de leite materno é recolhido num pano vermelho e utilizado para polir a espada da família

     PARA SER SINCERO(A)

A sinceridade é uma virtude que nós, ciganos, prezamos muito, pois de nossa união depende a nossa sobrevivência. Precisamos confiar cegamente uns nos outros, principalmente porque, com freqüência, cruzamos terras estrangeiras onde estamos por nossa conta e risco. Uma simpatia muito antiga manda que, após o sétimo dia de vida da criança, quando cair o coto do cordão umbilical, a mãe deve recolher leite numa das taças e fazer a criança beber sete goles. A taça não deverá ser lavada naquele dia, permanecendo num local próximo da criança.

          PARA EVITAR A INDECISÃO

     Apesar de serem feitas simpatias específicas para que as crianças ciganas cresçam determinadas e seguras de seus objetivos, pode ocorrer de alguma delas, por algum motivo especial, acabe não assimilando a lição. Assim, aos quatorze anos é feita uma confirmação de todas essas virtudes que julgamos essenciais nos membros de nossa raça. Nesse dia, as três taças devem ser servidas com uma mistura de vinho branco, mel e água.  O garoto, seus familiares e convidados que vierem para a festa de aniversário deverão tomar um gole de qualquer uma das taças, até que elas se esgotem. Quando isso acontecer, o menino deverá lavar pessoalmente essas taças

     PARA TER FÉ

     Nossos costumes englobam o conhecimento de todas as religiões e, por isso, damos plena liberdade para os membros de nossa raça fazerem sua escolha. O que defendemos é a fé e crença num Deus único, que julgamos ser a base das mais sólidas e completas religiões do mundo.  Para estimular essa fé, fazemos um ritual que se poderia até chamar de batismo, quando a criança completa seu sétimo dia de vida. Até esse dia seu nome já deverá ter sido escolhido. A criança é segura pela mãe e o pai, sustentando a espada familiar pela lâmina, aplicará suavemente o punho dela, onde se forma a cruz, na testa da criança, dizendo o nome dela por três vezes seguida. 

     PARA SER COMPREENSIVO(A)

A compreensão é uma virtude muito em falta nos nossos dias. A humanidade anda muito intransigente consigo mesmo e isso tem sido marcado por guerras incoerentes, onde a intolerância em todos os sentidos exibe sua face mais macabra.       Incentivamos a compreensão e, para marcar isso em nossos filhos, além dos conselhos constantes, jamais permitimos que uma criança toque o punho ou a lâmina da espada, a não ser quando estiver para completar seus sete anos. 

PARA SER FELIZ

     A felicidade é um sonho. Já disse alguém que ela não existe. O que existe são momentos felizes, pois tudo na vida vai se alternando em ciclos que se repetem com certa constância. Tudo é discutível e tudo é aceitável. Mesmo que o que exista sejam apenas momentos felizes, por que não torná-los constantes? Esse é o objetivo da simpatia que recomenda que nos primeiros sete dias de vida da criança, as três moedas sejam deixadas sob seu travesseiro, sempre que ela adormecer.

     PARA NÃO TER DESAPONTAMENTOS

     Por mais perfeito que alguém tente ser, é preciso que esteja consciente para isso, não tentando cobrar das outras pessoas a mesma perfeição. Isso evitaria, com certeza, muitos desapontamentos, porque temos que admitir que somos seres imperfeitos.     Por outro lado, somos seres sensíveis e os desapontamentos provocam sofrimentos que devem ser evitados. Para isso, quando guardam seus Elementos de Tarô, os ciganos jamais colocam a espada por cima dos outros objetos. Normalmente ela é a primeira a ser posta, de forma transversal, com o cetro cruzado por cima dela. 

     PARA SUPERAR OBSTÁCULOS

A vida é cheia de altos e baixos, além de disputas, vitórias e derrotas, batalhas constantes, momentos de felicidade e de tristeza. Da mesma forma como existem as facilidades, os obstáculos também vão surgir.  O que não admitimos é que as pessoas fraquejem diante do primeiro obstáculo ou se sintam inseguras diante de cada problema a ser enfrentado.   Essa coragem precisa ser desenvolvida nas pessoas. A partir do momento em que um cigano passa a ocupar um lugar ativo no meio da comunidade, ele deve receber seus próprios elementos, dados pelos pais, para que possa por si só encontrar neles suas respostas.  Normalmente isso acontece quando o garoto completa quatorze anos.

BRUXO REGINALDO O REI DO VODU E MÃE MARTA
  É especialista em amarrações amorosas certezas do passado verdades do presente segurança para o futuro o domínio cigano no equilíbrio espiritual vidência através da cartomancia dês- vende os mistérios da vida com a ajuda poderosa da cigana Esmeralda rainha das almas através do fascínio do baralho cigano e os orixás Mãe marta de Oba atende de segunda a sábado se você precisar de uma orientação espiritual nos - telefone
         011. 5513-6064 ou 011.3492-0169

PAGINA INICIAL

PRÓXIMA  VIAGENS