O AZAR

     PARA O AZAR NÃO CRESCER

 Quando o azar vem, ele vem em ondas, como a maré. Ficamos à mercê dele, a menos que tomemos uma providência imediata. Tanto que os antigos dizem que "o azar nunca vem sozinho" e todos nós temos pelo menos uma experiência para contar a respeito de como essa afirmação é verdade.

 Se perceber que o azar está perseguindo-o, faça um jogo, apostando uma moeda no número correspondente ao seu dia de nascimento. 

 Após conferir (há registro de pessoas que ganharam, interrompendo de imediato a maré de azar), dobre o papel três vezes, depois, com uma colher de pau, faça um buraco na terra, em qualquer lugar, pode ser até num vaso, e enterre aquele pedaço de papel, pondo uma pedra por cima.

     Procure fazer esta simpatia sempre numa segunda-feira.


 

     PARA SE LIVRAR DO SEU AZAR

 A inveja é um sentimento negativo que atrai outros sentimentos negativos, num círculo-vicioso pernicioso e perigoso Se você se sente com azar e inferior por causa disso, enquanto uma outra pessoa parece estar com sorte até demais, antes de mais nada, não a inveje..

Fuja disso, compartilhando da sorte daquela outra pessoa, usando uma simpatia muito conhecida. Antes de mais nada, se a outra pessoa conhecer a simpatia, vai se negar a repartir a sorte com você, mas não custa tentar.

 Pegue uma nota qualquer e peça para essa pessoa trocar para você. De uma de dez, ela volta duas de cinco, um dê uma de cinco e ela volta cinco de um, não importa.

 O que é preciso que aconteça é que a troca seja feita. Se por acaso a pessoa lhe der dinheiro a mais, ponha a mão na consciência e devolva, porque você está tirando dela toda a sorte e deixando-a sem nada, já com um pouco de azar. Não seja egoísta. Sorte demais atrapalha.


 

     PARA QUEBRAR UMA CORRENTE DE AZAR

 Depois que o azar se instala, segundo os antigos, ele fica numa corrente de sete elos, até que sete coisas desagradáveis aconteçam. Por esse motivo, é sempre bom prevenir-se, se percebemos, de repente, que as coisas já estão acontecendo e não há mais como evitá-las, a não ser esperar os sete azares.

 Evite isso fazendo a seguinte simpatia. No dia treze de um mês qualquer, compre um vaso branco e coloque sete pedras de rio no fundo. Acrescente uma camada de terra preparada para o cultivo de plantas. Em seguida acrescente sete dentes de alho, todos deitados, formando um círculo, pondo mais uma camada de terra. Em seguida, sete moedas do menor valor que encontrar, também formando um círculo, terminando de encher o vaso.

 Plante vinte e uma sementes da planta de sua preferência, deixando-o sempre do lado direito de dentro da porta de entrada de sua casa ou estabelecimento comercial. Observe atentamente as sementes brotarem. Quando as plantinhas já estiverem com no mínimo três folhas, retire as mais fracas, deixando as sete mais fortes, formando, na medida do possível, um círculo dentro do vaso. 

Observação: Em determinada época do ano, pode acontecer de todas as plantas morrerem. Se isso acontecer, apesar de seus cuidados, jogue todo o conteúdo no vaso na correnteza de um rio, lavando nela o vaso e refazendo a simpatia.


 

 PARA AZAR EM GERAL

 As vezes percebemos que as coisas não andam bem, seja em nossa casa ou no trabalho. Tudo o que fazemos dá errado e isto pode desesperar qualquer cristão. Se está ocorrendo com você, faça o seguinte:

 No dia treze de qualquer mês, compre um vaso de cerâmica branco, plantando ali três mudas de rosa, formando um triângulo. As mudas deverão ser de rosa branca, vermelha e cor-de-rosa. Cultive com carinho, mantendo o vaso do lado direito, na parte de dentro, caso seja em seu escritório ou comércio, e do lado esquerdo, caso seja em sua casa. 

 Se o seu azar envolver problemas de dinheiro, coloque no fundo do vaso sete moedas do mesmo valor. Se envolver problemas de saúde, coloque sete dentes de alho inteiros, com casca e tudo.


 

     PARA AZAR DE MOMENTO

 Numa discussão com outra pessoa ou num momento de sucesso de nossa parte, percebemos ou pressentimos quando alguém, com raiva ou com inveja, lança sobre nós suas forças malignas.

 Às vezes isso é tão forte que chega a provocar em nós imediatamente um mal-estar. Quando isso acontecer com você, previna-se fazendo uma simpatia para sua defesa contra esse tipo de azar.

 Assim que retornar a sua casa, pregue um prego do lado de fora, no portão, na parede ou na porta, entortando-o depois com a cabeça para baixo. 

     Deixe-o ali por sete dias, depois jogue-o no lixo sem maiores preocupações.


 

     PARA MARÉ DE AZAR 

 Se você está atravessando uma maré de azar, quando nadas dá certo para você, não perca mais tempo. O azar é uma planta daninha que, ao encontrar terreno fértil, cresce e se espalha, com raízes profundas e poderosas, destruindo tudo de bom que existe ao redor. Não se deixe contaminar por ele e recupere sua sorte, usando esta poderosasimpatia, conhecida há séculos dos mais antigos. É a Simpatia das Três Igrejas.

 Numa segunda-feira, vá a uma igreja e reze um Pai Nosso e uma Ave Maria. Acenda uma ela no altar e deixe-a queimando, fazendo um pedido aos santos que com a vela que arde, eles queimem o seu azar.

 Em seguida, vá a outra igreja e repita tudo, só que rezando dois Pai Nosso e duas Ave Maria, acendendo duas velas.

     Para terminar, vá a uma terceira igreja, repita o ritual, rezando três Pai Nosso e três Ave Maria, acendendo três velas.

 Esta simpatia é uma simplificação da poderosíssima Simpatia das Sete Igrejas, realizada em sete igrejas diferentes.


 

     PARA AZAR VINDO DO MAL 

 A Simpatia das Nove Rosas Brancas é muito poderosa e deve ser sempre lembrada, pois afasta todo e qualquer malefício feito por uma outra pessoa contra você. Se você, um parente ou um amigo tiver sua vida azarada por alguém e você quiser resolver isso, toma as seguintes providências para fazer a simpatia: 

Compre nove metros de fita branca, nove rosas brancas e nove velas brancas. Numa reta de estrada, fora da cidade, às seis horas da manhã de uma segunda-feira, estenda a fita branca à margem da estrada. 

 A cada metro, coloque uma rosa branca sobre a fita e uma vela acesa ao lado, de forma que a vela, ao se queimar, não possa atingir nem a fita nem a rosa.

 Quando as velas se queimarem, recolha tudo, inclusive e principalmente placas de cera, coloque dentro de um saquinho de papel e jogue em uma correnteza ou no mar. Lave as mãos nessa mesma água e deixe-as secarem naturalmente.

     A simpatia deve ser iniciada às seis horas e encerrada antes das nove horas da manhã.

     PARA LIMPAR SEUS CAMINHOS DO AZAR

 Antes de realizar qualquer simpatia para a sorte, é importante realizar uma para despachar o azar. Somente assim os caminhos ficam limpos e aplainados, prontos para receber a visita da sorte.

 Para despachar o azar, portanto, proceda da seguinte forma. Pegue uma casca velha de árvore e nela coloque uma roupa velha sua ou um par de sapatos velhos. Sobre isso, espalhe sal grosso, pimenta ardida ou pimenta-do-reino em grãos, vinagre e três folhas de urtiga.

Leve até uma correnteza e solte essa casca, como se fosse um barquinho, a favor da correnteza, para que ela se afaste de você rapidamente. Ao sair da água, enxugue bem os tornozelos e os pés, antes de calçar seus sapatos. 


 

     PARA LIVRAR-SE DO AZAR 

 Uma das formas de ficar livre do seu azar é transferí-lo, não para uma outra pessoa, mas para um animal, por exemplo, onde ele não incomodará. Isso é feito desde a antigüidade e o símbolo clássico dessa prática é a do bode expiatório, narrada na Bíblia.

 É importante evitar fazer a transferência para uma pessoa, pois cedo ou tarde você terá de pagar por isso, vendo o azar voltar duplicado contra alguém que você ama. 

 Para transferir seu azar, fique debaixo do chuveiro, com os pés numa bacia. Deixe a água cair sobre seu corpo, enquanto derrama em sua cabeça um copo de vinagre com sal grosso. Pegue essa bacia em seguida e leve-a até um chiqueiro, jogando-a no cocho dos porcos. Se tiver gado por perto, pode fazer o mesmo, desde que não haja uma vaca que esteja produzindo leite no meio.

  Um dos animais mais acessíveis para receber o azar são as galinhas. Não se incomode quanto ao azar que elas receberão, pois a água será bebida por todas elas, repartindo esse azar em inúmeros pedaços inofensivos. Se uma delas sozinha beber tudo, aí sim a pobrezinha terá problemas.


 

     PARA DESMANCHAR O AZAR 

 Esta é uma das maneiras mais efetivas de acabar com o azar, pois ele se desmancha aos poucos, em parcelas inofensivas, sem prejudicar ninguém. Para fazê-la, pegue uma barra de sabão de coco e um pedaço de tecido de uma roupa velha sua.

 Com uma faca de ponta, dê à barra de sabão os contornos de um corpo humano. Com

o tecido, faça uma roupa para esse bonequinho que o(a) representará. Tome um banho de chuveiro, ensaboando bem o alto da cabeça com esse sabão e deixando a espuma escorrer por todo o seu corpo.

 Quando terminar o banho, enxágüe-se derramando três copos de água com sal grosso no alto da cabeça. Deixe a água do chuveiro cair sobre você por mais algum tempo, depois enxugue-se numa toalha vermelha. Pegue o que restou do sabão e atire-o numa correnteza de rio ou no mar.


 

     PARA FECHAR SEUS CAMINHOS PARA O AZAR

 Nesta simpatia, o objetivo é fechar seus caminhos para o azar, estabelecendo um escudo de proteção ao seu redor. Para isso você terá de realizar um pequeno ritual à meia-noite de uma sexta-feira de Lua Cheia. 

 Trace um círculo no chão, usando sal grosso. Coloque nove velas brancas, acompanhando o círculo. Entre no círculo e, agachado(a), vá acendendo as velas. Use um fósforo para cada uma. Quando todas estiverem acesas, fique em pé e gire no sentido anti-horário. Repita treze vezes"

"Daqui não virá o azar,
Desse lado não vai me pegar."

 Quando terminar, vá arrastando os pés até a marca de sal grosso. Incline-se e abra uma passagem para seus pés, afastando o sal. Passe, sempre arrastando os pés. Volte a fechar o círculo com o sal. Deixe as velas queimando ali e vá tomar um banho de corpo inteiro, usando salmoura e folhas de arruda. 

Observação: O local para realizar uma simpatia como essa deve ser criteriosamente escolhido, de forma a não provocar acidentes. 


 

     PARA EXORCIZAR O AZAR

 Quem dá uma martelada no dedo fica tão furioso que chuta um móvel pela frente, machucando também o pé. Corre o risco de cair sobre um móvel pequeno, quebrá-lo e se machucar em outra parte do corpo. Se continuar enraivecido, com certeza essa seqüência continuará.

 Deixar a cólera assumir o controle de uma situação inesperada, onde o azar marcou presença, é simplesmente convidar mais elementos negativos para vir reforçar o acontecido. O que é preciso fazer, diante do azar, é simplesmente exorcizá-lo, através do elemento que tem o domínio sobre ele: o fogo. Para isso, sempre que lhe acontecer um fato azarado, arranque três fios de cabelo e corte as unhas dos dedões das mãos e dos pés.

 Coloque tudo isso dentro de um envelope e queime-o na chama de uma vela, acesa sobre a terra, num local fora de sua casa, onde não haja perigo de qualquer acidente.


 

     PARA DAR A VOLTA POR CIMA DO AZAR

 Algumas pessoas têm uma certa tendência ao pessimismo, próprio dos astros que influenciam sua vida. Diante de um azar, costumam se abater e achar que chegaram ao fundo do poço.

 Isso acontece porque a reação das pessoas diante de uma manifestação de azar tem muito a ver com o signo a que ela pertence. Algumas reagem com violência, outras com calma, outras como se não fossem com elas e, finalmente, como se aquilo fosse o fim do mundo.

 Se você é assim, não permita que essa melancolia pessimista tome conta de você. Quando sentir que o azar lhe pregou uma boa peça, reaja da seguinte forma:

Pegue um copo de água benta, coloque dentro de uma tigela de barro ou de louça, depois acrescente terra peneirada, formando uma lama bem pastosa. 

Fique abrindo e fechando as mãos com força no interior da vasilha por até sete minutos, depois jogue tudo em água corrente. 

Observação: Folhas de arruda e de alecrim, segundo os registros, têm o poder de afastar todas as influências malignas, por isso podem ser acrescentadas na lama, no momento de amassar.


 

     PARA NÃO DAR SOPA PARA O AZAR

 As pessoas de temperamento sangüíneo são temerárias e não hesitam diante dos desafios nem dos perigos. Podem ser, por isso, presas fáceis das forças negativas, pois enfrentar de peito aberto uma onda de azar, por exemplo, pode ser a melhor maneira de ser afogado por ela.

 Ao invés de agir assim, é preciso prudência para analisar com tranqüilidade a situação e decidir a melhor maneira de agir. Assim sendo, se você perceber que o azar se manifesta com freqüência em sua vida, expulse-o com a seguinte simpatia:

Pegue uma panela velha de ferro, coloque dentro penas do rabo de uma galinha preta, sal grosso, vinagre, um copo de água benta e cinzas de uma casa queimada. 

 Deixe no fogo até torrar e secar. Raspe com uma colher de pau, misture com grãos de pimenta-do-reino e soque com um pilão de madeira até reduzir a um pó fino. Ao meio-dia em ponto, com o corpo voltado para a nascente do sol, jogue o pó para o alto. 

PRÁTICAS DE PROTEÇÃO

 O azar é um tipo de energia gerada pelas más intenções que povoam o universo e a melhor maneira de evitá-lo é não alimentar a maldade no coração. Como somente os Iluminados têm a capacidade de não abrigar sentimentos nocivos em seus corações, os mortais comuns precisam encontrar formas de se livrar disso, quase que por uma necessidade de sobrevivência. 

 Existem varias práticas capazes de proteger os que buscam o caminho da perfeição, disponíveis no vasto repertório das simpatias. Essas práticas nada mais são que uma espécie de purificação e de iluminação, capazes de clarear o espírito e permitir que apenas energias positivas se aproximem.

 Hoje já não vivemos mais os tempos da Inquisição e até mesmo o Estado, através das leis, garante a liberdade de culto. Apesar disso, é sempre aconselhável que cada um seja

o mais discreto possível ao realizar suas simpatias, principalmente para não provocar a curiosidade e negatividade das pessoas incrédulas.

 Enquanto estiver realizando as simpatias, mentalize o que deseja alcançar e procure concentrar suas forças nas vibrações do Amor, pois esta é a energia mais pura que existe, rege a vida em todo o universo e é através dela que se torna possível alcançar todas as graças do mundo.

PARA LIVRAR-SE DO CAIPORA

 O caipora é um ente fantástico, oriundo da mitologia tupi, representado, segundo as regiões, com a forma de uma mulher unípede, que anda aos saltos, como uma criança de cabeça grande ou como um caboclinho encantado. Também é descrito em algumas regiões como um homem agigantado, montado num porco-do-mato, além de diversas outras formas.

 Eles são os atrapalhos da vida, que gostam de nos pegar de surpresas e pregar peças, roubando-nos a boa sorte.

 É justamente por isso que caiporismo significa má sorte ou infelicidade, presente em acontecimentos fortuitos ou em tudo que se intenta. Esta simpatia aplaca a ira dos caiporas e afasta, com isso, o azar da vida de qualquer um.

 Compre duzentos gramas de fumo de corda, corte um pedacinho do tamanho da unha do seu polegar direito enterre o resto próximo de uma cachoeira ou de um rio.

 Guarde o naco de fumo embrulhado em uma palha de milho, dentro de um vaso de flores. Nunca mais o desenterre. Toda vez que perceber a presença do azar diga as seguintes palavras:

"Menino caipora, menino vá embora. 
Num bule nessa casa, pegue o pito e caia fora.
Menino cai fora, menino vai embora.
Vai que vai, que vai agora"


 

     PARA FECHAR AS PORTAS AO AZAR

Contam os antigos que numa noite de lua uma bela jovem, mesmo em desobediência ao pai, saiu para cavalgar pelas colinas da Romênia. A jovem pagaria caro pela inconseqüência, caso não fosse salva por um objeto mágico.

Acontece que quatro maléficos espíritos, inimigos de todas as criaturas humanas, a esperavam numa tocaia. Essas entidades vagavam pela Terra espalhando a má sorte, a tristeza, a morte e a doença sobre aqueles que encontravam pela frente e, não raras vezes, pelas costas.

 O espirito da má sorte foi o primeiro a atacar. A sorte foi que o cavalo imediatamente percebeu o perigo e eriçou o pêlo castanho. A jovem também pressentiu o que se passava e açoitou o animal, que disparou rumo à salvação.

 A má sorte a perseguiu, porém, e estava cada vez mais próxima. Seus olhos cresciam sobre a futura vítima. Já estava para dominá-la quando, de repente, o cavalo parou e, num salto, ergueu uma das patas traseiras, na qual balançava uma ferradura que se desprendera do casco. O objeto voou pelos ares e num golpe violento atingiu a testa da má sorte que caiu desfalecida.

 A jovem apanhou a ferradura e voltou correndo para casa, onde todos a esperavam ansiosamente. Contou o ocorrido e pendurou a ferradura na porta de entrada de seu quarto.

 Os outros espíritos maléficos certamente pensaram em vingar o companheiro, mas aquele sinal era para eles uma advertência e uma ameaça, uma vez que o quadrúpede ainda tinha mais três ferraduras no casco. A notícia correu pelas redondezas e as pessoas passaram a pendurar uma ferradura na porta de casa para se protegerem de todo mal, especialmente do azar. 

 É por isso que a ferradura de cavalo, especialmente se feita de aço e com sete furos, é considerada um dos objetos mais poderosos e populares que existem na luta contra a má sorte.


 

     PARA AFASTAR O AZAR NO TRÂNSITO

 Quem dirige sabe que não basta ser bom no volante. Faz-se necessária muita prudência e principalmente atenção aos demais carros que circulam pelas ruas, pois nunca se sabe o que nos aguarda na próxima esquina. 

     Para evitar acidentes no trânsito, busque a proteção extra da seguinte simpatia. 

 Providencie treze fitas finas de cetim, nas seguintes cores: amarelo, azul-celeste, azul-marinho, carmim, rosa, verde-musgo, verde-claro, alaranjado, marrom, branco, bege, lilás e dourado. Una as pontas com treze pontinhos, utilizando linha preta. 

 Feito isso deixe as fitas no meio de uma bíblia, durante nove dias, na página que contém o salmo 22. Pendure no retrovisor do carro. Ao fazer isso, reze um Pai Nosso e uma Ave Maria.


 

     PARA AFASTAR O AZAR EM FESTAS

 A energia do azar adora entrar de bicão nas festas, pois muitas pessoas se encontram reunidas e, distraídas, nem percebem o ataque do infortúnio. 

 Quando você der uma festa em sua casa ou mesmo no caso de ser apenas um convidado, providencie para que este arranjo floral também esteja presente no recinto.

 Em um vaso com água benta, coloque um buquê de flores do campo e doze galhos de alecrim. Deixe-o em um local onde ninguém mexa nele e ao lado queime um incenso de sândalo.

 Como o arranjo absorve todas as energias negativas do ambiente e das pessoas, evitando assim brigas e outros acontecimentos desagradáveis, ao final da festa estará muito carregado e não deve ser usado novamente. 

 Jogue-o num rio ou no mar ou, na ausência desses elementos, enterre-o num terreno vazio ou queime-o longe de sua casa.


 

     PARA PROTEGER AS CRIANÇAS

 Crianças são puras e inocentes e muitos as chamam de anjinhos, mas o azar não perdoa nem mesmo a elas. Para manter um pequenino protegido da infelicidade durante toda sua infância, faça esta simpatia.

 Numa sexta-feira treze, exatamente ao meio-dia, corte treze fios de cabelo da criança na raiz, embrulhe-os em um pano preto molhado em água benta e deixe ao sol até que seque.

 Em seguida acenda uma vela azul celeste e deixe-a queimar em um pires branco ao lado do embrulho. Depois que a vela queimar inteira, apanhe o embrulho e enterre-o no pé de uma roseira florida, quando terminar ajoelhe-se e diga em voz alta:

Nosso Senhor Jesus Cristo, vós dissestes: "Vinde a mim as criancinhas pois delas é o reino dos céus". Protegei meu filho(a) para que o azar não roube as felicidades de sua infância.


 

     PARA AFASTAR O AZAR DO CARRO

 Este amuleto é bastante conhecido e seu uso generalizado devido a sua grande eficácia. A pessoa interessada em afastar o azar de seu automóvel, pode trazê-lo pendurado no retrovisor ou guardado dentro do porta-luvas. 

O cuidado recomendado é que ele deve ser colocado dentro de um saquinho de couro para que ninguém saiba do que se trata e, principalmente, para que jamais seja tocado por outra pessoa que não o seu possuidor, pois tal acontecimento enfraquece seu poder. 

 Trata-se de uma figa de madeira escura, que traz consigo forças poderosas, capazes de anular qualquer maldade e de trazer boa sorte. Antes de pô-la no saquinho de couro e lacrar, esfregue-a no alto de sua testa, em sua nuca e à altura do seu coração.

Observação: Se uma outra pessoa dirige o mesmo carro, a figa deve ser esfregada nela também. Evite emprestar seu veículo, principalmente para viagens longas. Se tiver que fazer isso, providencie um amuleto semelhante para o novo motorista.


 

     PARA NÃO DAR AZAR COM PARENTES

 Há um dito popular um tanto pessimista e exagerado que diz:: "Parente é serpente". É claro que isso significa que seja totalmente verdade, mas, em todos os casos, é bom se manter protegido.

 São freqüentes os casos de sogras que, insatisfeitas com o matrimônio do filho, fazem de tudo para prejudicar a nora e até mesmo os próprios netos. Assim como de familiares invejosos que não suportam o sucesso de algum primo ou sobrinho. Para qualquer que seja o caso, a simpatia é valida.

 Escreva o nome de todos os membros de sua família sobre um pedaço de madeira circular. Em cima e no centro acenda uma vela preta e outra branca. Em volta da madeira, na borda, faça um rastilho com pólvora e queime, tomando os devidos cuidados para não se ferir ou queimar.

     Ao fazer isso, diga três vezes as seguintes palavras:

"Assim estarei protegido da língua ferina e da maldade que qualquer parente meu possa. Em nome de Deus Pai Todo Poderoso. Amém."

 Depois que as velas se queimarem, coloque essa peça de madeira em um rio para ser levado pela correnteza.


 

     PARA AFASTAR O AZAR DA SUA FAMÍLIA

 A família é o maior bem que se pode ter, por isso merece toda atenção e todo o carinho. Nunca é demais fazer uma simpatia para atrair a boa sorte para estes entes tão queridos.

 Separe uma peça de roupa íntima branca de cada um de seus familiares. Lave-as em separado e de modo normal, mas enxágüe-as todas na mesma água, acrescentando ali uma colher de sal grosso. Deixe ao sol para secar. 

 Depois de secas, borde em cada uma as iniciais do dono da peça e uma estrela de cinco pontas. Nas peças pertencentes aos homens borde em azul e nas das mulheres, em amarelo-ouro.


 

     PARA TER BOA SORTE COM OS VIZINHOS

 Bons vizinhos são uma dadiva. Alguns até se tornam íntimos e é como se fizessem parte da família. Mas, em compensação, maus vizinhos podem transformar sua vida num inferno.

 Para se dar bem com os seus, evitando assim muitos problemas desnecessários e desgastantes, faça esta simpatia.

 Preparar uma muda de cada uma das seguintes ervas: manjericão, louro, hortelã e arruda. A primeira deve ser plantada em um vaso alaranjado, a segunda em um azul, a terceira em um vaso branco e a quarta em um verde.

Cultive-as pessoalmente, tomando todos os cuidados necessários para que cresçam e se transformem em lindas plantas. Quando estiverem bem fortes, presenteie seus vizinhos com elas. Antes de entregá-los, porém, acenda uma vela de sete dias e reze um terço, só distribuindo as plantas no dia que a vela terminar de queimar.

 Distribua os vasos da seguinte maneira: o de manjericão para seu vizinhos da direita; o de louro para o da esquerda e o de hortelã para o da frente. O de arruda deve ficar com você.


 

     PARA ESPANTAR O AZAR

Quando perceber que nuvens negras estão rondando seu quintal, aja antes que ela descarregue os fluídos negativos. Nuvens negras é um termo figurativo que significa presságios do infortúnio.

 Faça uso de um dos símbolos mais poderosos que existem na luta contra o mal, a Santa Cruz.

 Confeccionar com as próprias mãos uma pequena cruz, utilizando dois galhos de árvore atados por uma fita de cetim branca. Depois de pronta, segure-a com as duas mãos e reze um Pai-nosso e um Credo em voz alta. Pendure-a na porta do quarto, no lado de dentro, para espantar o azar da sua casa.


 

     PARA SUPERAR OS REVESES DA VIDA

 Muitas vezes o azar nos pega de jeito e é como se uma avalanche de infortúnios caísse sobre nossos ombros. Em épocas assim é muito importante estar munido de uma boa simpatia que corte a onda de má sorte já pela raiz.

 Pegue vinte e uma sementes de colorau ou urucum e amasse-as bem com um pilão de madeira. Enquanto faz isso vá repetindo bem baixinho a seguinte frase:

"Pau de pilão que maceta semente, esmaga o azar que judia da gente."

 Feito isso, misture vinte e uma gotas de água benta formando uma pasta, com a qual faça o sinal da cruz na nuca, na sola dos pés e na palma das mãos. Enquanto desenha a cruz, diga:

"Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos Deus Nosso Senhor dos nossos inimigos."

     O que restar da mistura deve ser despachado em água corrente.


 

     PARA AFASTAR A MÁ SORTE DO LAR

 De tempos em tempos ou sempre que perceber que o ambiente está carregado, é aconselhável promover uma defumação completa na sua residência. A fumaça das ervas, assim como de flores, madeira ou resinas odoríferas purifica o ambiente eliminando os maus fluídos do local.

 A defumação é uma prática constante nos rituais de todos os tempos, proporcionando o despertar psíquico do homem através do sentido olfativo, condicionando sua mente à limpeza ou à atração de fluídos positivos, contidos na ação vibratória das essências quando queimadas.

     Ramatis afirmava: 

 "Todo o potencial que se elabora no seio da planta, durante os meses de sua vivência no solo seivoso da terra, depois é liberto em alguns minutos de defumação, projetando em torno um potencial de forças, que, além de sua manifestação propriamente física, ainda desagregam as miasmas e bacilos astralinos disseminados no ambiente humano... Considerando que a matéria é energia condensada em descida vibratória do mundo oculto, a defumação representa uma operação inversa ou liberação de energias, as quais passam a repercutir novamente nos planos elétricos e astralinos onde se originam."

 O aroma sutil exalado pela queima, ainda evoca reminiscências dum passado bastante remoto, remetendo a mente à experiências ancestrais nos templos iniciáticos do Egito, Grécia, Índia e Caldéia, onde a defumação fazia parte dos rituais.

  Para purificar seu lar e as pessoas que nele habitam, faça uma boa defumação, usando os seguintes materiais, acessíveis para compra em casas de ervas: sândalo ou mirra, alecrim e casca de alho. Queime sobre brasas vivas, numa vasilha de barro, percorrendo todos os cômodos da casa, começando pela sala, passando pelos quartos e finalizando na cozinha. Dali fazer o caminho inverso.

FORTUNA ADVERSA

 A palavra Azar tem alguns sinônimos, como má sorte, fortuna adversa, revés, fatalidade, desgraça, infortúnio, casualidade, acaso e caiporismo. Este último, inclusive, é bastante interessante, pois é bem popular e evoca uma série de outros sinônimos para o azar. Significa infelicidade constante em acontecimentos fortuitos ou em tudo que se intenta, tendo como sinônimos caipora, caiporice, cábula, cafifa, canfinfa, cagüira, galinhaço, inhaca, jetatura, macaca, mofina, pé, pé-frio, peso, tanglomanglo ou tangolomango, urucubaca.

Como se vê, muda-se o nome, mas, no fundo, tudo é a mesma coisa. A adversidade em todos os sentidos, impedindo a pessoa de progredir ou de realizar seus menores projetos. Isso gera uma frustração terrível, que deixa a pessoa negativa em sua perspectiva de vida. O incrível é que essa negatividade atrai mais negatividade, num círculo-vicioso que só termina quando a vítima está no fundo do poço.

 Como sair disso? Como se livrar desse mal de muitos nomes? A defesa está na fé, na perseverança, no pensamento positivo, na oração sincera, na crença nos poderes de seu Anjo da Guarda, de seu Santo Protetor e de outras entidades positivas em que deposite suas esperanças.

 O importante é reagir e fugir do círculo-vicioso. E você pode começar, usando uma destas simpatias a seguir.


 

     PARA AFASTAR O AZAR

 Não se pode falar em fugir do azar sem se evocar a proteção do Anjo da Guarda. Sem ele, todos estão vulneráveis ao mal e ao azar. Contar com essa proteção e caminhar para a luz, onde os caminhos são limpos e claros. 

 Para isso, faça o seguinte: pegue um copo de água mineral, coloque-o ao lado de um pires branco, com terra seca dentro. No centro do pires acenda uma vela, orando ao Anjo da Guarda para que queime o azar, trazendo-lhe luz e sorte. 

 Quando a vela se apagar, jogue seu conteúdo, assim como a água do copo, em água corrente.


 

     PARA AZAR DE ESPELHO QUEBRADO

 Todos sabem que quebrar um espelho dá azar. Da mesma forma, dá azar usar um espelho quebrado, olhando-se freqüentemente nele. A imagem fragmentada que ele reflete acaba por separar a imagem real, permitindo que o azar se infiltre através dessas rachaduras.

 Para se ver livre desse problema, se quebrar um espelho, junte os cacos e enterre-os com a face voltada para baixo. Sobre os pedaços, antes de cobrir com terra, espalhe uma camada de sal grosso e folhas de arruda.


 

     PARA AZAR NOS ESTUDOS

 Quantas vezes você se preparou para uma prova e a matéria que caiu era justamente aquela que você não tinha estudado? Isso é o que se pode chamar de um tremendo azar mesmo.

     Para evitar isso, uma simpatia para ajudá-lo(a) a atrair a sorte.

 Num pires com sete pedrinhas redondas, acenda uma vela azul, na véspera do seu exame ou de sua prova. Quando a vela terminar de queimar, retire tudo que estiver dentro do pires, embrulhe num papel branco, sem pautas, levando consigo no dia seguinte. 

     Ao terminar a prova ou exame, jogue em água corrente ou abandone num jardim. 


 

     PARA NÃO TER AZAR

 Assuntos arriscados, de um modo geral, pendem para o azar e apenas um tênue fio os prende à sorte. Qualquer vacilo e esse fio se rompe e o azar está feito.

     Sempre que se envolver em um assunto arriscado, previna-se de forma a não ter o azar como companheiro mais certo. Antes de mais nada, faça a seguinte simpatia.

Enrole um carretel de linha preta num pepino pequeno, arrematando com sete nós cegos. Leve consigo quando for resolver esse assunto, depois abandone-o numa encruzilhada.


 

     PARA FUGIR DO CÍRCULO-VICIOSO DO AZAR

Se o azar lhe trouxe algum problema, não se aborreça nem se irrite. Qualquer reação negativa atrairá mais azar ainda. O que você precisa fazer é fugir do desejo de maldizer e blasfemar e simplesmente exorcizar esse azar. 

 Para isso, sempre que sofrer um golpe do azar, tome um banho rapidamente, enxaguando-se com salmoura do pescoço para baixo. Enxugue-se com uma toalha branca. Quando estiver com o corpo enxuto, procure na toalha e no piso do banheiro fios de seus cabelos que tenham caído. 

 Queime-os na chama de uma vela vermelha, que deverá ser ofertada ao seu Anjo da Guarda.


 

     PARA FRUSTRAR O AZAR

 Baixou o azar e você perdeu um objeto de estimação. Maldições, pragas, gritos, xingamentos e manifestações coléricas apenas atrairão mais azar para sua vida, pois esses sons são como um convite para uma festa, ecoando entre as entidades malignas, que adoram esse tipo de coisa.

 Numa situação dessas, reaja de outra forma, recorrendo a uma simpatia para se ver livre de novos azares. 

 Pegue uma folha de papel branca, escreva no centro dela o que o aborrece, depois acenda uma vela branca e mantenha essa folha de papel acima da chama, sem deixar que ele queime.

 Gradativamente o papel irá ficando amarelo, até que aquilo que foi escrito seja apagado. Resista à tentação de deixar que o papel pegue fogo. Quando estiver calmo(a) de novo, dobre o papel duas vezes s e deixe-o num gramado ou num jardim. Se preferir, pode picá-lo em pedaços bem pequenos e jogá-los na água. 


 

     PARA BRIGAR COM O AZAR

 Se você passa por uma maré de azar, não adianta brigar contra sua sorte. Na verdade, você precisa se reconciliar com ela e brigar com o seu azar, expulsando-o de perto de você.

  A melhor maneira de fazer isso é através da luz. Para isso, use uma simpatia muito fácil e poderosa.

 Pegue sete velas, fixe-os numa vasilha com terra e sal grosso, formando um círculo. Acenda-as no sentido horário e deixe-as queimar no centro de seu quarto, mantendo a porta e janela fechadas. Fique fora, enquanto isso. Quando terminarem de queimar, retorne e abra o quarto. 


 

     PARA REAGIR AO AZAR

 A reação das pessoas diante de uma manifestação de azar tem muito a ver com o signo a que ela pertence. Algumas reagem com violência, outras com calma, outras como se não fossem com elas e, finalmente, como se aquilo fosse o fim do mundo. 

 Algumas pessoas têm uma certa tendência ao pessimismo, próprio dos astros que influenciam sua vida. Diante de um azar, costumam se abater e achar que chegaram ao fundo do poço.

 Se você é assim, não permita que essa melancolia pessimista tome conta de você. Quando sentir que o azar lhe pregou uma boa peça, reaja da seguinte forma:

Pegue um copo de água benta, coloque dentro de uma tigela de barro ou de louça, depois acrescente terra peneirada, formando uma lama bem pastosa. 

Fique abrindo e fechando as mãos com força no interior da vasilha por até sete minutos, depois jogue tudo em água corrente. 


 

     PARA UM GOLPE DE AZAR

Todos estamos sujeitos a enfrentar, de uma hora para outra, um golpe de azar. Alguns podem ser evitados, mas outros, não. As pessoas que costumam reagir irracionalmente diante de um golpe de azar, abrindo caminho para novos azares. 

 Nessas situações, o melhor a fazer é parar, esfriar a cabeça e fazer uma simpatia para sair dessa.

 Pegue um ovo de galinha de granja, escreva nele uma palavra que resuma o azar enfrentado, cave um buraco com um palmo de profundidade, num canto de muro ou de cerca, enterrando ali esse ovo. Não jogar água em hipótese alguma. 


 

     PARA DESPACHAR O AZAR

 No caso de uma onda de azar cair sobre sua vida, livre-se dela de uma forma muito simples, com a seguinte simpatia.

 Escreva em sete folhas de papel o azar enfrentado, depois faça sete barquinhos de papel com eles. Despache-os numa correnteza de rio ou no mar.

     PARA NÃO SE CONTAMINAR PELO AZAR

 Não se deixe contaminar pelo azar. Simplesmente lave-o de seu corpo, usando uma simpatia simples e muito conhecida de todos.

  Ferva três litros de água com três raminhos de arruda, três de alecrim e um punhado de sua mão direita de sal grosso. Espere amornar. Tome um banho de corpo inteiro, depois jogue essa água do pescoço para baixo, de forma que escorra pelo peito e pelas costas.


 

     PARA NÃO DAR SOPA PARA O AZAR

 É preciso um pouco de visão e esperteza para se ficar distante do azar, evitando que ele chegue muito perto. Evitar isso sempre foi um problema para todo mundo, exceto para aqueles que conhecem a simpatia certa. 

 Esta é ideal para esse tipo de coisa. Pegue uma panela velha e descartável, preparando com ela uma sopa rala, pondo pedras e raízes no lugar dos legumes. Salgue com sal grosso, deixando bem forte. Para arrematar, espalhe folhas de arruda na superfície do líquido. Leve a panela para um beco sem saída e deixe-a lá, destampada. 


 

     PARA ESPANTAR O AZAR 

 Quer dar um susto no azar e mantê-lo sempre longe de você? Recorra, então, a uma simpatia muito interessante.

 Pegue sete palitos de fósforo e corte-lhes as cabeças, espetando-as de cima para baixo, a uma distância igual, numa vela branca. 

 Acenda-a num pires, numa sexta-feira, assim que o sol nascer, pondo-a perto de uma janela. Ofereça-a ao seu Anjo da Guarda para que lhe dê proteção contra o azar. Deixe-a queimar, depois despache tudo que restou em água corrente. 


 

PARA DESTRUIR O AZAR

 Se você está atravessando uma maré de azar, quando nadas dá certo para você, não perca mais tempo. O azar é uma planta daninha que, ao encontrar terreno fértil, cresce e se espalha, com raízes profundas e poderosas, destruindo tudo que existe ao redor. 

     Não se deixe contaminar por ele e recupere sua sorte, usando esta poderosa simpatia.

 Numa segunda-feira, vá a uma igreja e reze um Pai Nosso e uma Ave Maria. Acenda uma vela no altar e deixe-a queimando, fazendo um pedido aos santos que queimem o seu azar.

     Repita isso por sete dias seguidos, sempre no mesmo horário, iniciando num sábado. 


 

     PARA DRIBLAR O AZAR

 O fantasma do azar persegue a todos diariamente. Além dos cuidados normais que a vida impõe às pessoas, é preciso acrescentar também esse, de ficarem atentas para driblar o azar, quando necessário. 

Para isso, nada como uma boa simpatia. Esta é ideal. Pegue três pimentas ardidas, seque-as na sombra, depois triture-as, reduzindo a pó. Desmanche um cigarro comum e misture o pó de pimenta com o fumo, depois monte novamente o cigarro.

Numa sexta-feira, à meia-noite, vá a uma encruzilhada e acenda com cuidado esse cigarro, deixando-o aceso ao lado de uma garrafa de cachaça aberta. 

     Para Dar Azar a UM INIMIGO

 É melhor não ter um inimigo, mas se tivê-lo, é melhor neutralizá-lo logo, sem precisar recorrer a nenhuma ação drástica. Basta lhe mandar uma maré de azar das grandes. Enquanto ele estiver preocupado em sair dela, com certeza não irá incomodar você.

 Para isso, nada como uma simpatia especial. Esta é uma das mais fortes para isso, embora um tanto difícil de ser realizada.

 Consiga uma camisa de mangas compridas usada de seu inimigo. Junte as mangas e dê um nó cego, apertando com força. Sobre o nó, enrole um carretel de linha preta, arrematando com sete nós.

     Enterre junto às raízes de uma árvore seca.


 

     PARA SE DEFENDER DO AZAR

 O azar tem muitas origens. Não pense que ele é gratuito, que tudo não passa de coincidência. Na verdade, o azar é a manifestação de tudo que é negativo que você tenha atraído para si ou que alguém despachou contra você. 

 Alguns objetos, em sua casa, têm o poder de atrair ou canalizar todo esse azar. Outros, por especificações de sua construção, formato ou material de que é feito, têm o poder inverso, isto é, recebem as energias negativas e as despacham de volta para quem as remeteu ou para o éter, desfazendo-as.

Esta simpatia é uma das mais antigas e deve ser observada com muita atenção. Jamais deixe, em sua casa, varas de pesca em pé, apoiadas contra paredes ou outras partes de sua casa. Se tiver de guardá-las dentro de casa, mantenha-as sempre em posição horizontal ou deitadas, de preferência suspensas no ar. 

 Faça um suporte de madeira junto a uma parede. Jamais use pendurá-las em pregos fixos numa parede.


 

     PARA SUPERAR UMA MARÉ DE AZAR

 A maré de azar se abate sem que se espere e pode ter muitas origens. Até você descobrir o que a está causando, ela pode ter-lhe provocado danos ou prejuízos que poderiam ser evitados.

 O melhor a fazer é usar uma simpatia que corte na hora esse mal. Para isso nada melhor que rezar a oração abaixo sete vezes seguidas, diante de sete velas brancas acesas.

 " Aflita se viu a Virgem Maria aos pés da cruz. Aflito(a) me vejo eu, pela sorte que me fugiu. Confio em Deus com todas as minhas forças, por isso peço a Vós, minha Santa, que interceda por mim, ilumine meu caminho e remova os obstáculos de minha caminhada."

     Rezar um Pai Nosso e três Ave Maria para terminar.


 

PARA TIRAR O AZAR

 Esta simpatia, para tirar o azar, é uma das mais eficiente e deu origem a tantas variações que hoje é impossível definir qual delas era a simpatia original.

     Se você está passando por uma maré de azar, faça a seguinte simpatia: 

 Numa sexta-feira, após as nove horas da noite, ferva cinco litros de água com folhas de levante, manjericão e alecrim. Deixe amornar. Tome um banho de corpo inteiro, depois jogue essa água do pescoço para baixo. Enxugue-se numa toalha branca.


 

     PARA PURIFICAR-SE DO AZAR

Se você acaba de sair de uma maré de azar, é preciso prevenir de maneira eficaz, para não voltar a cair na mesma armadilha. Para isso, nada como fazer o seguinte:

 Durante sete dias seguidos, sempre que tomar banho, enxágüe-se com um pouco de salmoura morna, deixando-a secar na pele, sem usar a toalha. 

ORIXÁS

 Os Orixás são entidades da natureza que, quando invocados pelos homens, têm o poder de ajudar aqui na Terra. Eles estão presentes nos terreiros que tenham uma Mãe de Santo séria e honesta.

     Os Orixás são a pura energia de Deus, energia divina que promove o bem para todos, a prosperidade, a alegria, o amor, a paz e a harmonia.

A Babalorixá, ou Mãe de Santo, possui o poder e a sabedoria necessária para chamar os Orixás e, sob sua guarda, os filhos de santo na Umbanda podem até incorporar.

 Para uma pessoa totalmente leiga, o assunto pode parecer um tanto complexo, mas nada as impede de fazer suas oferendas a esses seres divinos e receber os seus bons fluídos e sua ajuda.

Os Orixás estão sempre atentos e basta chamá-los de forma correta para contar com suas presenças. Quem quiser se desenvolver mais profundamente nesta linha, deve procurar um bom terreiro e tomar todas as informações necessárias. 

 Por outro lado, quem quiser trilhar o caminho do bem e espantar o azar, basta seguir atentamente os segredos de magia contidos nas simpatias a seguir, usadas especialmente para exorcizar o azar e atrair bons fluídos e sorte para todos. Faça-as com fé e pureza de coração e vai se surpreender com os resultados.


 

     PARA PÔR UM TERMO NO AZAR

 Dê um ponto final na onda de azar, quando ela perturbar. Faça esta simpatia com a confiança de que o azar se pode expulsar, vestindo de roupa branca e à beira do mar ou de uma correnteza de rio.

 Leve até a beira da água treze folhas de arruda, segure-as bem em sua mão e molhe-as, espargindo água sobre seu próprio corpo. Após isso, jogue as folhas na água para despachar o azar.


 

     PARA O FIM DO AZAR

 O fim do azar bem pode estar no número treze, bastando para isso saber como agir e convocar as forças divinas para intervirem. Esta simpatia ensina como.

 Pegue treze grãos de sal grosso e coloque-os num copo com água, tampando com um pires branco. Deixe por treze horas.

Depois disso, jogue essa água numa encruzilhada bem longe da sua casa e quebre lá o copo, ofertando tudo ao Caboclo das Encruzilhadas. Deixe tudo no local e saia sem olhar para trás.


 

     PARA QUEM DISTRIBUIU O AZAR

 Aqui se faz, aqui se paga, pois é dando que se recebe. Cada um colhe o que planta e quem planta vento colhe tempestade. Não adianta querer enganar, porque mais hora ou menos hora, o feitiço sempre acaba se virando contra o feiticeiro. Tudo isso são mais do que chavões, são pitadas da sabedoria popular.

 Para afastar a tentação de cometer uma má ação, saiba com agir e afastar o mal do seu caminho e do seu coração.

 Pegue uma fita verde de Nosso Senhor do Bonfim e peça para uma pessoa de quem você gosta amarrá-la no seu pulso, esquerdo, dando sete nós. Ofereça cada nó a seu Orixá. 

     Após isso, não tire a fita. Deixe que ela caia sozinha.


 

     PARA ACIDENTES DA FORTUNA

 Espante a possibilidade de deparar-se em sua vida com acidentes da fortuna, situações inesperadas e problemas repentinos, tomando o seguinte banho. 

 Numa noite de Lua Nova, ponha sete litros de água para ferver. Quando levantar fervura, coloque dentro de um balde ou de uma bacia, adicione sete folhas de guiné, tampe com uma toalha branca e deixe abafar por quinze minutos.

 Tome um banho normal e jogue esta água no corpo, do pescoço para baixo e se enxugue-se numa toalha branca. Quando for se trocar, acenda no seu quarto duas velas cor-de-rosa, oferecendo-a para a Dama do Luar.


 

     PARA UM BANHO CONTRA O AZAR

 Diz a sabedoria popular que o azar é pegajoso e que se gruda às pessoas. Para livrar-se dele, só mesmo esfregando-se contra um muro de cemitério ou fazendo um banho adequado, como este.

 Ferva sete litros de água, acrescente sete folhas de angélica, tampe e deixe abafar. Depois de um banho normal, jogue essa no corpo, do pescoço para baixo.

 Este banho deve ser feito em noite de Lua Cheia, com uma vela vermelha acesa no banheiro e a luz apagada. Deixe também uma rosa branca dentro de um copo de água ao lado da vela, oferecida a Iemanjá.

 Terminado o banho, enxugue-se com uma toalha vermelha e despache os restos da simpatia no ralo, ligando o chuveiro e lavando todo o piso com uma vassoura comum.


 

     PARA ESPANTAR O AZAR DA VIDA DOS FILHOS

Proteja seus filhos pela vida a fora, preparando-os para jamais serem atacados pelo azar nem sofrerem infortúnios de qualquer natureza. Para isso, no aniversário de sete anos de cada um, faça o seguinte.

 Na véspera do dia do aniversário, coloque um rubi dentro de uma jarra com um litro de água mineral. Tampe com um lenço vermelho e deixe assim até a manhã seguinte, ao lado de uma flor vermelha, dentro de um copo com água pura. Acenda uma vela para São Jorge Guerreiro, pedindo proteção para a criança.

 No outro dia pela manhã, a criança deverá tomar, em jejum, o copo de água e usar a água da jarra para lavar o rosto e a nuca. A flor deverá ser levada pela criança até um terreiro e colocada aos pés da imagem do Santo Guerreiro.


 

PARA A MÁ SORTE

 Adversidade é má sorte e para acabar com ela, numa noite de Lua Cheia, prepare e tome o seguinte banho.

 Em sete litros de água fervida, acrescente sete folhas de capim-santo, tampe e deixe descansar por quinze minutos.

Tome um banho normal e depois jogue essa água por cima do seu corpo, do pescoço para baixo. Enquanto a água escorre pelo s eu corpo, diga o seguinte:

"Iemanjá é Rainha do Mar,
Soberana das águas e do coração,
Nossa Senhora Conceição
Minha má sorte vai afastar."

Depois do banho, no seu quarto, acenda uma vela azul-celeste para Iemanjá. As folhas de capim-santo, depois do banho devem ser despachadas em água corrente. 


 

     PARA PREVENIR CONTRA AS FATALIDADES

 As fatalidades acontecem em momentos de extremo azar e é preciso estar protegido contra elas. A única maneira de fazer isso é através da prevenção, com a ajuda poderosa de Iemanjá.

     Na terceira noite de Lua Cheia do ano, prepare e tome o seguinte banho. 

 Em um litro de água fervida, acrescente um galho grande de guiné-pipiu, tampe e deixe descansar por quinze minutos.

 Tome um banho normal e depois jogue essa água no seu corpo, sem molhar a cabeça.

Sem enxugar-se, acenda uma vela branca e diga a seguinte oração. 

Iemanjá, Rainha do Mar e das águas,
Proeteja-me da má sorte
Auxilie-me nas dificuldades
Livrando-me das fatalidades
E afastando-me da morte.

     Despache o que sobrar do banho em água corrente. 


 

     PARA ESPANTAR A MÁ SORTE

 Em corpo limpo e sem maldade, a má sorte e o azar não se instalam. Quando tiver Lua Crescente no céu, é noite de fazer um banho que atrai a proteção de Oxum, mãe da água doce. Então, em noite assim, você deve fazer este banho.

 Coloque um galho da erva chamada vassourinha em três litros de água fervente, tire do fogo, tampe para abafar durante quinze minutos. Depois da chuveirada habitual de cada dia, jogue do pescoço para baixo o preparado:

 Feito isso, enxugue-se com uma toalha amarela, acenda uma vela da mesma cor e o que sobrou do banho despache em água corrente. 


 

     AJUDA NA CURA DE QUALQUER DOENÇA

 Oxóssi é São Sebastião, rei das matas e dos caboclos. Jovial, honesto e desinteressado, é senhor das ervas medicinais e muito poderoso no que diz respeito à magia das plantas.

É também conhecido como desbravador das almas no aspecto espiritual. Sua força se mostra na manifestação dos caboclos e de suas falanges, que encorajam os filhos de Oxóssi numa vibração de bastante firmeza.

 Este banho atrai a energia desse orixá e é bom de ser tomado durante a Lua Cheia. Depois do seu banho normal, proceda da seguinte maneira:

 Despeje por cima do seu corpo, do pescoço para baixo, um preparado amornado, feito com dois pedaços de cipó cruz, dentro de dois litros de água fervente. 

 Antes de jogar a água no corpo, deixar descansar na vasilha, coberta com um lenço verde, por cinco horas.

 Depois de terminado o banho, acenda uma vela verde no seu quarto e despache os restos das ervas em água corrente.


 

     PARA ACABAR COM O AZAR

 Ogum, no sincretismo, eqüivale a São Jorge e é um bravo e valente guerreiro, que acaba com todo o mal, atrai a sorte e afasta o azar daqueles que a ele recorrem.

 Este é um banho para Ogum e deve ser tomado em noite de Lua Cheia, logo após um banho comum. Quando estiver tomando o banho de Ogum, mentalize o que quer que o Orixá faça para você. Preste atenção que o banho é o seguinte:

 Coloque sete litros de água para ferver e, quando isso acontecer, acrescente dentro na vasilha três cravo-da-índia, tampe e deixe abafando por treze minutos. Espere amornar e, após seu banho normal, despeje a água no seu corpo, do pescoço para baixo. 

     Terminado o banho, enxugue-se e acenda uma vela vermelha para o orixá.


 

     PARA MANTER O AZAR AFASTADO

 Xangô é um Orixá muito poderoso, senhor dos trovões, e eqüivale a São Pedro no sincretismo cristão. Quem pede a ele é sempre bem atendido.

 Existem muitos banhos para Xangô. Este deve ser preparado em noite de Lua Crescente e tomado no outro dia pela manhã. Veja como proceder para obter os benefícios.

 Numa vasilha com três litros de água, coloque sete folhas de samambaia, de preferência colhida na mata. Tampe com um lenço branco e deixe posar debaixo de sua cama.

 Nesta noite, tome um banho antes de dormir e se abstenha de sexo, assim como de bebidas de álcool e outras drogas. No outro dia, ao acordar, tome outro banho e despeje a água da vasilha sobre o seu corpo, do pescoço para baixo.

     Depois do banho, acenda uma vela verde para o orixá.


 

     PARA MUITO AZAR

 Nanã é cobra d’água, vive seis meses na água salgada do mar e seis meses nas águas doces dos rios. É Orixá poderoso e muita sorte pode trazer a quem recorre a ele.

 Os banhos de Nanã são bons tomados em Lua Minguante. Para isso, proceda da seguinte maneira:

 Pela manhã, numa vasilha com um litro de água, coloque uma xícara de carobinha, tampe com um véu branco e deixe descansar um dia inteiro, dentro do seu quarto. Quando anoitecer, tome um banho normal e jogue essa água em seu corpo, do pescoço para baixo.

     Assim que terminar o banho, acenda um incenso de alfazema no seu quarto. 


 

     PARA AFASTAR AZAR DO CASAMENTO

 Este é um banho para Obaluaiê e deve ser tomado preferencialmente durante a Lua Cheia, para afastar azar e atrair sorte no casamento. Proceda da seguinte maneira.

Coloque sete galhos de arruda em água fervente e tampe para abafar durante meia hora. Depois de tomar um banho normal, despeje esse preparado do pescoço para baixo,

 Enxugue-se com uma toalha branca e vá para o seu quarto acender um incenso de rosas.

     PARA AZAR COM DINHEIRO

Exu é orixá mensageiro por demais poderoso, Senhor das demandas. Ninguém entre nem sai do terreiro sem pedir permissão para esse porteiro.

Quem pensa que Exu é o diabo, está enganado. É antes um ser encantado, que derruba e acaba com tudo quanto é mal. Como ninguém é perfeito e tem sempre algum defeito, então dos Exu se costuma ter muito medo.

 Exu afasta qualquer azar, por maior que seja. É só fazer este banho direitinho que ele vem ajudar.

Coloque uma colher de arruda moída em um litro de água e deixe tampado com um pano vermelho durante uma hora. Depois de seu banho normal, jogue esse preparado no seu corpo, mas apenas do pescoço para baixo.

 Depois do banho, reze um Pai Nosso e uma Ave Maria no seu quarto. Saia, após, levando consigo uma vela preta e outra vermelha e vá até uma encruzilhada. Acenda lá as velas e saia sem olhar para trás.


 

     PRA O AZAR SE AFASTAR

 Oxalá é o Senhor dos Orixás e no sincretismo eqüivale a Jesus Cristo. Ele cuida com amor de todos os seus filhos e de nenhum quer o mal, por isso ensina este banho, para afastar o azar de sua vida.

 Ponha sete litros de água para ferver, coloque essa água numa bacia ou banheira e acrescente sete folhas de cada uma destas ervas: manjericão, alecrim, louro, jurema, manjerona, cidreira e hortelã.

 Tome um banho de imersão e, depois do banho, enxugue-se numa toalha branca e vista roupas também brancas. Acenda no seu quarto uma vela e reze um Pai Nosso. O melhor dia para este banho é na sexta-feira.

 Não dê lado para o azar. Feche todas as entradas e corte todas as possibilidades da má sorte apanhar você. Faça esta simpatia todos os meses, na primeira noite de lua nova, após as nove horas da noite.

 Na porta da cozinha da sua casa, do lado de fora, acenda uma vela branca e na porta da sala, uma azul. Em todas as janelas, coloque um galhinho de arruda. Enquanto faz isso repita mentalmente:

"É melhor prevenir do que remediar. É minha grande amiga a sorte, para longe daqui o azar."

 Logo após, vista uma roupa preta e saia para a rua. Dê três voltas no quarteirão de sua casa, rezando uma Ave-maria atrás da outra durante o caminho. Quando retornar ao lar, queime mais uma vela azul ao lado da cabeceira de sua cama e ofereça-a ao Anjo da Guarda.

 No outro dia pela manhã, despachar em água corrente todos os galhinhos de arruda usados e os restos das velas também. 

ARTIFÍCIOS

 Muitos têm sido os artifícios empregados pelos homens para afastar de si e dos seus essa praga chamada azar. Talismãs foram desenvolvidos ao longo dos séculos, utilizando conhecimentos esotéricos reservados apenas aos iniciados. Orações foram criadas e difundidas, com o objetivo de afastar todos os malefícios que preparavam o caminho para a entrada ou chegada do azar.

Sempre que alguém se sentisse ameaçado por uma onda de azar, recorria a um talismã ou consultava um mago para lhe prepara ruma poção mágica ou fazer-lhe uma oração que solucionasse o problema. 

 Os breves foram muito difundidos, muitos deles contendo orações específicas, muitas delas ainda hoje desconhecidas, pois uma das regras que precisavam ser seguidas fielmente era a de nunca abrir um breve e verificar s eu conteúdo. 

 A descoberta da imprensa ocorreu num período em que as artes mágicas haviam sido banidas e transformadas em crime contra a religião, merecendo as mais severas punições. Com o advento da Era Moderna, as publicações foram gradativamente avançando sobre segredos antes jamais revelados. 

     Tornou-se possível, então, o acesso a esses segredos. 


 

     PARA NÃO RECEBER O AZAR

Normalmente entre vizinhos que se relacionam bem, acaba-se criando um relacionamento providencial e camarada, onde um sempre recorre ao outro no caso de uma emergência. Quem tem a felicidade de ter vizinhos sabe o quanto é importante manter esse relacionamento em alto nível. Por isso, não raro quando alguém faz um prato especial, acaba levando um pouco para o outro. 

 Essas práticas entre vizinhos são simpáticas, mas podem desestabilizar, ainda que involuntariamente, a paz e a harmonia de uma casa. Por isso, desde a mais remota antigüidade, a sabedoria popular recomenda que sempre que você receber de um vizinho um prato com algum tipo de comida, deve devolvê-lo da mesma forma, isto é, com algum tipo de comida também. Se devolver o prato vazio, pode ter certeza de que o azar ficará em sua casa.


 

     PARA AZARAR A VIDA DE ALGUÉM 

 Nem tudo pode ser como se quer e, às vezes, somos mesmo forçados a adotar uma atitude drástica contra uma pessoa, seja lá por qual motivo. Há muitas maneiras de azarar a vida dela. É preciso ter consciência que todo mal que causamos, cedo ou tarde acaba retornando.

 Assim, só use este tipo de simpatia em último caso, quando for absolutamente impossível sustentar uma situação. 

 Numa noite de sexta-feira, numa encruzilhada, à meia-noite em ponto, leve uma fita preta de um metro, onde tenha escrito por quarenta e nove vezes o primeiro nome da pessoa cuja vida você quer ou precisa azarar.

Coloque esta fita preta no chão, formando um círculo. As pontas devem ser presas no chão com pregos de aço. No centro do círculo, acenda sete velas pretas formando um círculo. No centro do círculo de velas, coloque uma foto dessa pessoa, depois urine em cima dela. Afaste-se o mais depressa possível sem olhar para trás. 

Observação: Ao chegar em sua casa, lave as pernas do joelho para baixo, usando água e sal grosso, secando com uma toalha vermelha.


 

     PARA MANTER O AZAR À DISTÂNCIA

     Depois que o azar se instala, as coisas se precipitam e os problemas vão se sucedendo num ritmo angustiante. Por isso é sempre bom prevenir-se, antes mesmo de perceber que as coisas já estão acontecendo. 

 Evite isso fazendo a seguinte simpatia. Compre um vaso branco e coloque sete pedras de rio no fundo. Acrescente uma camada de terra preparada para o cultivo de plantas. Em seguida acrescente sete dentes de alho, todos deitados, formando um círculo, pondo mais uma camada de terra. Em seguida, sete moedas do menor valor que encontrar, também formando um círculo, terminando de encher o vaso. 

 Plante vinte e uma sementes da planta de sua preferência, deixando-o sempre do lado direito de dentro da porta de entrada de sua casa ou estabelecimento comercial. 

Observe atentamente as sementes brotarem. Quando as plantinhas já estiverem com no mínimo três folhas, retire as mais fracas, deixando as sete mais fortes, formando, na medida do possível, um círculo dentro do vaso. 


 

     PARA QUEIMAR O AZAR

 Se você está vivendo um momento de azar e nada está dando certo para você, não perca mais tempo. O azar é um ramo da inveja, que ao encontrar fraqueza, cresce e se espalha no coração dos fracos e indefesos.

Não fique nessa situação. Faça logo a seguinte simpatia. Numa segunda-feira, assim que o sol surgir, vá a uma igreja e reze um Pai Nosso e uma Ave Maria. Acenda uma vela no altar e deixe-a queimando até a sua metade. Apague-a e leve-a rapidamente a um cemitério, acendendo-a no cruzeiro. 

 Reze um Pai Nosso e sete Ave Maria, ofertando-as às Almas Benditas, para que levem consigo todo o azar que o persegue. Saia sem olhar para trás.


 

     PARA O AZAR NÃO CHEGAR 

 Ficar esperando que o azar se aproxime e se instale em sua vida é uma temeridade. Sabendo que se você facilitar ele chega, o mais ponderado é manter-se prevenido.

 Para isso, nada como uma simpatia muito simples, que manterá essa praga longe de você por noventa dias.

 No dia primeiro do mês, antes da meia-noite, pegue uma espada-de-são-jorge, vá até o quintal de sua casa ou fique na janela de seu apartamento, apontando-a para o céu. Repita três vezes:

"Eu farei todas as minhas tarefas, acredito na minha sorte em todos os dias na minha vida

e não duvidarei mais de mim mesmo." 

 Acenda uma vela branca e reze um Pai Nosso e três Ave Maria. Repita três meses depois.


 

     PARA EVITAR AZAR NA FAMÍLIA

  Para a proteção geral da família contra o azar, várias são as simpatias, mas, para evitar

o tipo de problema mandado, isto é, feito por uma pessoa com a intenção deliberada de prejudicar as outras, esteja você prevenido. 

     Não basta apenas evitar essa gente, mas proteger-se. Faça o seguinte. 

 Numa noite de lua crescente, na primeira sexta-feira do mês, vista uma peça de roupa preta pelo avesso quando for dormir. No dia seguinte, coloque esta roupa no lado correto, pendurado no sol, até o meio-dia.

     Após esse tempo, lave e seque normalmente. 


 

     PARA EVITAR SEU DIA DE AZAR

 Os magos da Babilônia acreditavam que os dias de sorte de qualquer pessoa são o dia do seu nascimento, acrescentado do número nove e que os dias de azar são os que resultam da soma do dia do nascimento mais sete. 

Exemplos: para quem nasceu num dia 10, os números de sorte são o 19 e o 28. Já seus dias de azar são o 17, o 24 e o 31. 


 

     PARA AFASTAR O AZAR

     Antigas práticas persistem até hoje, sem que se saiba sua origem nem se encontre uma justificativa. São assim feitas e quem ousa desafiá-las acaba se dando mal. Muitos de nós, hoje em dia, podemos inconscientemente não praticá-las e, por isso, amargamos a permanência do azar junto de nós.

 Assim, para o azar não ficar junto de você, sempre que for se sentar à mesa, escolha o assento, depois dê uma volta na mesa, indo pela direita, até chegar à cadeira escolhida.


 

     PARA CONTROLAR O AZAR

 Certas práticas antigas já não são mais observadas, causando problemas com o azar, que se torna incontrolável. Antigamente, a sabedoria popular recomendava que os pais não levassem uma criança pagã (ainda não batizada), para visitar outra casa onde existiam crianças já batizadas.

 Segundo se explica, a criança pagã é um receptáculo de toda sorte de maus fluídos e azares que são transmitidos às outras crianças, contaminando-as. Para se livrarem desse mal, somente recebendo a unção do óleo bento no batismo.

     PARA EVITAR FEITIÇO DE AZAR

  O quartzo está entre as pedras que mais facilmente podem ser impregnada com feitiços e malefícios de toda sorte e que também tem uma luminosidade que pode atrair e confundir.

 Segundo os magos antigos, essa pedra contém um espírito negativo, que expulsa a sorte e atrai o azar de maneira fulminante, bastando tocá-la. Assim, mesmo que você não perceba, uma pessoa pode passar-lhe um feitiço a qualquer momento.

 Para evitar todo o malefício de uma pedra enfeitiçada, fique atento(a) a esses três sintomas: dor de cabeça, dor nos ombros e dor nos pés. Se eles surgirem inesperadamente, sem que você tenha caminhado ou se cansado por alguma razão, corra para o chuveiro e coloque um punhado de sal grosso na cabeça.

 Ligue a água e deixe que ela escorra por todo o seu corpo até se dissolver ou remover totalmente o sal.

 Além disso tome cuidado com presentes recebidos, principalmente anéis, pingentes e brincos. Muitas vezes a pedra maléfica é presenteada inocentemente e isso em nada ameniza seu poder de atrair e conservar o azar. 


 

     PARA AZAR DE BRUXARIA

 A prática da bruxaria continua mais viva do que nunca, tendo ressurgido a partir do começo deste século, em diversos países da Europa. Bruxos e bruxas atuais estão divididos entre os que praticam a Magia Branca e a Magia Negra. 

 Como nunca se sabe de onde virá o ataque, é bom se prevenir contra esse tipo de azar, usando constantemente uma jóia com uma safira estrela engastada.

A safira estrela tem esse nome porque, posta junto de uma fonte de luz, forma em seu interior uma estrela com seis pontas.


 

     PARA EXPULSAR O AZAR

     O azar é como uma planta cheia de garras, que se enrosca em suas roupas e você só a percebe quando ela começa a machucar. Plantas assim espalham-se pelo vento com extrema facilidade, brotando em qualquer terra, por mais árida que seja, tornando-se uma praga em pouco tempo.

 Com o azar acontece a mesma coisa e você precisa apenas saber como não deixar que ele infeste sua vida.

 Para evitar isso, instale no interior de sua casa um pequeno sino de metal e, pelo menos duas vezes ao dia, ao sair o sol e ao entardecer, agite-o, fazendo-o soar delicadamente por algum tempo.


 

     PARA DESPACHAR O AZAR

 Os magos antigos recomendavam que antes de se fazer uma simpatia para atrair a sorte, é preciso fazer uma para despachar o azar. Somente assim os caminhos ficavam limpos e abertos, prontos para receber a visita da sorte.

 Para despachar o azar, faça o seguinte. Pegue uma casca de árvore e coloque nela uma roupa sua. Deite-a na terra e sobre ela espalhe sal grosso, pimenta-do-reino em grãos, vinagre e três folhas de urtiga. 

 Deixe ao sol por algum tempo e, no momento em que o sol estiver se ponto, jogue essa casca numa correnteza de rio, como se fosse um barquinho, a favor da correnteza, para que ela se afaste de você rapidamente. 


 

     PARA ESPANTAR O AZAR

 Existem diversas formas de você ficar livre do azar. Você pode despachá-lo para longe de você, espantá-lo, transferí-lo para outra pessoa, animal ou lugar, desmanchá-lo e outras.

De qualquer maneira, antes de fazer qualquer simpatia para a sorte, livre-se do azar. É como tomar um banho para pôr uma roupa limpa. 

 Para espantar o azar, pegue sal grosso e fique diante da porta da frente de sua casa. Jogue três punhados de sal para trás, um por sobre o ombro direito, outro por sobre o ombro esquerdo e o último por debaixo das pernas. 

 Assim que fizer isso, atravesse a porta e vire-se para fora. Jogue mais três punhados de sal, reze um Pai Nosso e uma Ave Maria.

     Feche a porta em seguida e faça três cruzes nela com a mão esquerda. 


 

     PARA REPASSAR SEU AZAR

 Uma das formas de ficar livre do seu azar é transferí-lo para um animal, onde ele não incomodará. Isso pode parecer difícil ou mesmo impossível, mas é mais fácil do que possa imaginar.

 Fique debaixo do chuveiro, com os pés numa bacia. Deixe a água cair sobre seu corpo, enquanto derrama em sua cabeça um copo de vinagre com sal grosso. 

     Pegue a bacia em seguida e leve-a até um chiqueiro, jogando a água no bebedouro dos porcos. Se quiser, pode colocar essa água no bebedouro dos frangos ou das galinhas.


 

     PARA DESMANCHAR O AZAR

 Esta é uma das maneiras mais efetivas de acabar com o azar, pois ele se desmancha aos poucos, em parcelas inofensivas, sem prejudicar ninguém. Para fazê-la, pegue uma barra de sabão e um pedaço de tecido de uma roupa sua.

 Com uma faca de ponta, dê à barra de sabão os contornos de um corpo humano. Com

o tecido, faça uma roupa para esse bonequinho que o(a) representará. Tome um banho de chuveiro, ensaboando bem o alto da cabeça e deixando a espuma escorrer pelo corpo. 

 Quando terminar o banho, enxágüe-se derramando três copos de água com sal grosso no alto da cabeça. Deixe a água do chuveiro cair sobre você por mais algum tempo, depois enxugue-se numa toalha vermelha. Pegue o que restou do sabão e atire-o numa correnteza de rio ou no mar.

     PARA AFASTAR O AZAR

O mal é como um vírus oportunista, esperando um momento de fraqueza para nos atacar. Pode vir das mais diversas fontes e é sempre inesperado. Em algumas ocasiões, percebemos sintomas, como uma mancha na roupa, uma borboleta preta que entra no quarto, aquele calafrio sem explicação, a queda de pressão sem razão e muitas outras manifestações.

 Às vezes ele vem e se instala como um vírus mesmo, alojando-se muito bem, antes de começar a mostrar seus efeitos. É do tipo pior, porque quando você dá por si, está todo contaminado e inclusive contaminando tudo ao seu redor.

 Não permita jamais que as coisas cheguem nesse ponto. Pelo menos uma vez por ano, faça o seguinte ritual, num local tranqüilo de sua casa, numa sexta-feira após as nove horas da noite, mas antes da meia-noite.

 Forre um móvel de madeira com uma toalha ou lenço azul ou violeta, coloque o castiçal com uma vela branca e acenda. Reze um Pai Nosso e três Ave Maria em seguida. Após a vela queimar, lave o pires e deixe-o de boca para baixo. Jogue a água do copo em água corrente.

VENENO LENTO

 O azar pode estar a sua espera em cada esquina. Pode vir num sorriso, numa gargalhada ou num olhar rancoroso. Pode estar no chão, nas paredes, flutuando no ar ou grudado a um aperto de mão. Pode estar numa cédula de dinheiro, numa moeda ou num corrimão de escada. Pode atingí-lo(a) de frente ou vir pelas costas. Pode ser um tiro direto ou um veneno lento. Pode vir em ondas ou marés, mas pode se abater de uma vez só, numa dose cavalar e terrível. Jamais marca hora para aparecer e, quando chega, se instala como um câncer, alastrando-se e contaminando tudo que está ao seu redor. É muito forte quando se apega a qualquer um. É muito frágil, quando se sabe como combatê-lo.

 Com o azar, o importante é estar alerta prevenindo-se contra ele, com as simpatias mais eficientes a sua disposição. Se isso não foi possível ser feito e ele chegou, o remédio e combatê-lo da forma mais eficaz.

     Ao longo do tempo, a humanidade desenvolveu formas de combater esse mal e ele, por seu turno, parece atualizar-se como um vírus resistente, exigindo que as simpatias sejam mais fortes. 

 Dizem os magos que o azar é fruto das artimanhas do demônio e que mal se descobre uma simpatia contra ele, já ele inventa uma forma de se livrar dela. Seja como for, vamos nos prevenir, então.


 

     PARA NÃO PERDER COISAS

 Uma das primeiras manifestações de uma maré de azar é começar a perder coisas, muitas vezes guardando-as e se esquecendo de onde guardou.

 Começa com pequenas coisas e, de repente, pára, para vir, logo em seguida, muito mais forte, manifestando-se de diversas outras formas. 

 Esse sintoma inicial já é o suficiente para fazer com que você procure logo se proteger, contra-atacando imediatamente essa maré de azar com a seguinte simpatia:

 Pegue uma folha de papel e desenhe nela os contornos de sua mão direita aberta. Recorte os contornos em seguida e cole esse papel, com a silhueta de sua mão direita, na parte de trás de um Sagrado Coração de Maria ou Sagrado Coração de Jesus.

 Preste atenção na hora de colar o papel atrás do quadro, de forma que o polegar fique voltado para a direita e os outros dedos apontados para cima. 

     Depois de sete dias, cole um outro papel por cima daquele, cobrindo-o totalmente. 


 

     PARA AJUDA CONTRA O AZAR

Considerando-se que o azar pode muito bem ser uma manifestação do demônio, provocando-o(a) e fazendo com que você se enraiveça ou perca a calma e a fé, os estudiosos dizem que nada há de melhor contra o azar que contar com a poderosa ajuda de um Anjo Mensageiro.

 Como se sabe, os Anjos Mensageiros são em número de setenta e dois, mas alguns deles são especialistas em combater o azar, por isso podem ser invocados por qualquer um que queira se proteger. 

Para invocar o auxílio de um Anjo Mensageiro, antes de mais nada é necessário que você tenha um local tranqüilo em sua casa, com um tampo de madeira. 

 Forre a madeira com uma toalha branca e sobre ela coloque um pires branco com uma vela branca, um copo de água e um outro pires com terra dentro.

     Às vinte e duas horas, acenda a vela e invoque o seu Anjo, pedindo-lhe que o(a) proteja contra o azar. Faça isso de uma forma natural, como se conversasse com ele. 

 Lembre-se que, uma vez escolhido o seu Anjo para ajudá-lo(a) a combater o azar, nenhum outro Anjo pode ser chamado para desempenhar o mesmo papel. Procure fazer tudo isso com fé e coração limpo.

     Para lidar com o azar, peça o auxílio de um dos seguintes Anjos:

     VEHUIAH: gosta de solucionar situações realmente complicadas.

     LELAHEL: protege em todos os sentidos.

     MEBAHEL: não tolera nenhum tipo de injustiça.

     NELCHAEL: ajuda em situações obscuras.

     MEHIEL: ampara em todas as situações. 

     PARA TIRAR O AZAR DE ALGUÉM

Tem pessoas que não acreditam nas Simpatias Populares e, quando são alvos do azar, sofrem mais do que deveriam. Nesses momentos, pessoas que acreditam e têm fé, querem ajudar quem sofre e, por isso, lançam mão de simpatias que podem fazer isso.

 No caso do azar em particular, quando uma pessoa de suas relações estiver sendo atacada por ele, proceda da seguinte forma:

 Consiga um par de sapatos da pessoa que está sendo azarada. À noite, esfregue uma escova de cerdas naturais ou cerdas de aço nas solas dos sapatos, depois espalhe uma camada de sal grosso na terra e coloque os sapatos sobre ela.

 Dentro dos sapatos, coloque três galhinhos de alecrim, três de arruda e três de comigo-ninguém-pode. Deixe ali por toda uma noite, até o momento do sol nascer.

 Quando isso estiver ocorrendo, virar os sapatos com as solas para o céu, ainda em cima da camada de sal grosso. Deixar ali até que o sol tenha saído por completo no horizonte.

     Limpar os sapatos e devolver à pessoa, pedindo-lhe que os use naquele mesmo dia.

     PARA AMIGO(A) AZARADO(A)

 É interessante realmente observar como algumas pessoas são azaradas por natureza. Por onde passam, deixam um rastro de pequenos azares que se grudam às outras pessoas como carrapichos.

 Com certeza você tem um amigo ou uma amiga desse tipo. Acidentes, doenças, problemas de toda sorte, parece que tudo acontece com ela. 

Caso queira ajudar essa pessoa, no dia do aniversário dela, dê-lhe como presente um pingente para ser usado ao pescoço, tendo num dos lados uma moeda de cobre e no outro, uma de prata, ambas do mesmo tamanho.

 Recomende-lhe que a use pelo menos nos primeiros três dias de cada mês. O ideal é usar esse pingente nos sete primeiros dias.

Observação: Antes de dar o pingente de presente, lave-o em água corrente, esfregando um pouco de sal grosso e deixando secar ao sol depois.


 

     PARA NÃO TER AZAR NO NOVO ANO

 Esta é uma simpatia sempre útil, pois pode afastar o azar de sua vida durante todo o ano. Para realizá-la com sucesso, no entanto, além de muita fé é necessário que você prepare um pequeno ritual no último dia do ano. 

 Nesse dia, você deverá vestir roupas novas e brancas e pôr três pedrinhas de sal grosso em cada um dos bolsos de sua roupa. Depois das vinte e duas horas e até a meia noite você nada beberá. 

 À meia noite em ponto, encha um copo com água e retire uma pedrinha de sal de cada um de seus bolsos, pondo-a no copo. Beba um golinho dessa água, depois atire o restante, pouco a pouco, através de cada uma das janelas de sua casa. 

 Vá à porta dos fundos de sua casa e dali vá tirando uma pedrinha de sal grosso de cada um dos bolsos e atirando-a com força para longe. Diga o seguinte a cada uma que jogar:

"Quando este sal eu jogar Com ele irá meu azar."

 Feito isso, vá até a porta da frente e retire de cada bolso a última pedrinha de sal, jogando-a com força para frente e repetindo a cada uma o seguinte:

"Quando este sal acabar, Minha sorte irá entrar. "

Terminado isso, pode comemorar à vontade a passagem do ano e a chegada de um novo tempo, cheio de sorte e felicidade para você. Nesse momento, reflita um pouco sobre os menos favorecidos pela sorte e veja o que pode fazer por eles.


 

     PARA MANTER O AZAR AFASTADO

 Neste exato momento você pode estar dando graças porque o azar tem se mantido afastado de você. Na verdade ele pode estar preparando uma boa para você. 

 Aproveitando que ele está longe, faça uma simpatia para mandá-lo mais longe ainda, de forma que ele demora bastante para voltar. 

 Para fazer isso, use uma simpatia feita normalmente com ciganos ou com emigrantes eviajantes. É muito simples e muito eficaz para manter o azar longe de você, de sua casa e dos seus.

 Pegue três grãos de milho, passe-o pelo sovaco direito, depois pelo sovaco esquerdo, coloque-os dentro de um saquinho de papel amarelo, feche bem, depois trate de colocar na mala de uma pessoa que vai viajar para longe. 

     Se não for possível, coloque num dos bolsos ou na bolsa dela.

Observação: Uma variação desta mesma simpatia manda que você peça para alguém que vá viajar levar o saquinho e jogá-lo no ponto mais distante da viagem. 


 

     PARA DESFAZER O AZAR

 Um conceito interessante afirma que o azar é como uma bolha transparente que envolve a pessoa e vai sufocando-a pouco a pouco, tolhendo seus movimentos e levando-a a se isolar completamente dentro dessa bolha.

 Para isso, as feiticeiras antigas tinham seus truques, muitos dos quais retirados das Simpatias Populares ou a elas incorporados. Para elas, o instrumento mágico por excelência era a vassoura e contra essa espécie de azar em particular recomendavam o seguinte:

 Ir para um local que esteja sujo, com restos de lixo, fixar em pé e varrer ao redor, deixando um círculo de sujeira no local onde ela está. Em seguida, sair desse círculo, jogar três punhados de sal grosso sobre ele e despejar um balde de água, desmanchando todo

o círculo com a vassoura.

     Lavar a vassoura em seguida e deixá-la secando com as cerdas voltadas para baixo. 


 

     PARA MANTER DISTÂNCIA DO AZAR

 Como você corre o risco de cruzar com o azar em cada esquina, precisa se manter atento(a) para não trombar com ele ou para não tê-lo se agarrando em você.

 Há diversas simpatias para esse fim, mas esta é uma das mais eficazes e simples. Pegue as cascas de três dentes de alho, três raminhos de arruda, três pedrinhas de sal grosso e um pequeno prego ou agulha de aço, embrulhe num papel vermelho e leve sempre consigo quando sair de casa. 

 Você pode usar esse amuleto até que ele comece a se desmanchar. Quando isso acontecer, atire-o em água corrente e faça um outro imediatamente.


 

     PARA AFASTAR OS AZARADOS DE SUA VIDA

 Tem gente que é azarada e tem gente que é mais azarada ainda, pois tem o azar de atrair os azarados para junto dela. Isso acontece aos poucos. Primeiro vem um azarado e se encosta. Se você não tomar providência, surge um outro e, quando menos você esperar, estará cercado(a) por todos os lados de pessoas azaradas e sua vida terá se transformado num inferno.

 Para afastar esses azarados de sua vida, pegue uma cumbuquinha de barro, coloque dentro dela retalhos de tecido de algodão, seda ou linho, ramos secos de arruda, alecrim e comigo-ninguém-pode, um pouco de serragem molhada com óleo comum de cozinha e, por último, coloque uma agulha de costura. 

 Ateie fogo ao interior da cumbuca, deixando-a ao sol, enquanto queima. Deixe queimar até que o fogo se apague totalmente e a cumbuca esfrie. 

 Coloque-a cuidadosamente sob uma torneira ou em água corrente, de forma que a água vá entrando e removendo tudo no interior da cumbuca, até que fique ali apenas a agulha.

Quando isso acontecer, retire-a e enxugue-a num lenço vermelho aberto, dobrando-o depois com a agulha dentro. Pelo menos uma vez por dia, coloque esse lenço num dos bolsos e dê uma volta completa ao redor de uma mesa de quatro pernas. 

Observação: Antigamente recomendava-se que se pusesse o lenço no bolso, saísse de casa pela porta dos fundos e entrasse de novo pela porta da frente, saindo direto pelos fundos.

     Feito isso, retirava-se o lenço e voltava a se entrar na casa pela porta dos fundos. 


 

     PARA DESPACHAR O AZAR

 Em relação ao azar, nada melhor que fazer com que ele fique o mais distante possível de você, pois é o tipo de companhia que jamais lhe fará bem algum.

     Muitas são as formas de se livrar dele, mas esta é uma das mais curiosas. 

 Pegue um envelope e enderece-o a uma pessoa que você acha que tem muita sorte.

Antes de fechá-lo, faça o seguinte: assopre      uma vez e diga em voz baixa, num sussurro:

"Todo azar que eu puder ter Para você vou remeter."

     Assopre uma segunda vez e diga, da mesma forma que na vez anterior, o seguinte:

"Sua sorte há de aumentar E engolir o meu azar."

     Assopre pela terceira e última vez e, como nas vezes anteriores, diga: 

"Meu azar hoje acabou E a sua sorte aumentou."

     Fechar o envelope e despachá-la pelo correio sem anotar o remetente.


 

     PARA AZAR COM VEÍCULO

 Você comprou um carro e até agora ele só lhe tem trazido problemas? Não tenha dúvidas, venda-o imediatamente e aceite o prejuízo tranqüilamente, pois poderia ser pior.

 Você vai comprar um carro novo? Até pensou em usar uma placa com as iniciais do seu nome e o seu ano de nascimento? Não faça isso. 

Um carro nessas condições teria que ser seu para o resto de sua vida, pois ao passá-lo para uma outra pessoa o carro levará uma carga negativa muito grande, pois não haverá afinidade nenhuma com a outra pessoa.

 Sua ligação com o veículo, ao usar a inicial e um número ligado a sua própria Numerologia, fará com que ele rejeite toda e qualquer outra pessoa que venha a ser proprietária dele.

 Da mesma forma, ao comprar um carro usado procure ver a relação que há entre as letras da placa e o nome do primeiro comprador. Se houver coincidência, simplesmente desista, por melhor que lhe possa parecer o negócio.


 

     PARA AZAR NOS ESTUDOS

 Todos nós conhecemos aquele colega gazeteiro, que passou o período todo na flauta, faltando às aulas, copiando matéria e entrando de favor nos trabalhos. 

 Enquanto ele se divertia, todo mundo se matava de estudar e, no fim do ano, lá está ele, na relação dos aprovados. Tinha que ter muita sorte mesmo.

Outros, por exemplo, tentam fazer tudo direitinho e acabam passando os maiores apertos para conseguir chegar ao fim do curso, seja por problema de notas, perseguição de professores e outras coisas do gênero, que indicam a presença de um azar muito grande na vida dessa pessoa.

 Se for esse o seu caso, examine agora mesmo seu material de estudos, tomando as seguintes providências:

 A) lápis sem ponta: se tiver condições de uso, apontar e manter sempre apontado. Se não tiver, jogar no lixo.

 B) canetas quebradas: se tiver conserto, mande consertar hoje mesmo. Se não tiver, lixo.

 C) cadernos e livros com orelhas (dobras nos cantos das folhas): desdobre e passe

com ferro quente para que se mantenham assim.

     D) livros, cadernos ou algum outro material emprestado: devolva imediatamente. 

     E) Estojos ou embalagens de metal: livre-se delas. 

     F) Qualquer outro material quebrado ou imprestável: lixo.

Além dessas providências, faça um balanço a respeito de seu material e tente se lembrar se há algum deles que vem sendo emprestado sempre a uma mesma pessoa.

 Se isso estiver acontecendo e for possível, dê-o de presente para ela. Se não for, evite emprestar. Se for algo que possa ser lavado com água corrente e sal grosso, faça isso a cada vez que esse objeto for devolvido. 


 

     PARA AZAR NAS PROVAS

 Apesar de estudar muito, tem gente que não consegue se sair bem nas provas. Antes dela se iniciar, sentem-se seguros e cheios de conhecimento. 

 Quando dão suas respostas, não há meios de errar, mas isso acontece. Invertem a marcação da resposta e pronto: está criado o problema. 

 A situação é tão ridícula que não há outra explicação senão dizer que foi um tremendo azar ter marcado a prova errada. Nisso estão com a razão, porque o azar é perito nesse tipo de coisa.

 Para que ele não faça isso, a melhor providência e torcer a orelha dele. Isso é feito quando você apanha a sua prova e, antes de ler ou fazer qualquer outra coisa, dobre para trás os quatro cantos da folha ou das folhas da prova.


 

     PARA AZAR NO SEU LAR

 Muitas vezes o azar não consegue chegar a uma pessoa, porque ela está bem protegida, mas ele age de uma outra forma, atacando-a indiretamente, isto é, atingindo seus entes queridos.

 Para quem é pai, por exemplo, ver o azar do filho na escola, com a namorada, no jogo de futebol ou em qualquer outra atividade é mais doloroso do que se fosse com ele mesmo.

 Assim, para um ataque indireto do azar em seu lar, nada melhor que uma resposta direta a ele. 

 Para isso, pegue um espelho e lave sua superfície com água corrente, esfregando sal grosso. Deixe secar ao sol, depois dê um polimento usando um pano branco. 

 Posicione-o sob um móvel de madeira, na sua sala, de forma que ele reflita a porta da rua. Mantenha-o ali e não deixe que ninguém o tire do lugar. 

Após sete dias, pode tirar e guardá-lo com a superfície para baixo numa gaveta de madeira, tendo o cuidado de lavá-lo de novo em água corrente com sal grosso e deixá-lo secar ao sol.

     Usar todos os meses, nos sete primeiros dias, mantendo-o guardado nos demais dias. 


 

     PARA MARÉ DE AZAR

 Quando ela começa a acontecer, é uma tragédia, porque as coisas se encadeiam de uma tal forma que quanto mais você se debate, mais a coisa se complica.

 O interessante é a maneira como o azar se reproduz ou atrai mais azar ainda, quanto mais você esperneia ou protesta contra ele.

Segundo os magos, é justamente esse sinal de sua fraqueza que faz com que ele aumente sobre você, como um animal ferido dentro de um tanque cheio de piranhas.

Conforme eles ensinam e consta em diversas simpatias populares, a solução para tudo é simplesmente relaxar e afrouxar o cinto. O interessante é que isso deve ser tomado literalmente.

 Diminua seu cinto, afrouxe os cadarços do sapato, diminua a pressão em seu sutiã, troque suas peças íntimas por outras mais largas e passe a usar roupas mais folgadas, principalmente meias e calçados.

 Faça isso por sete dias em seguida, depois volte aos seus antigos hábitos. Verá como nesses sete dias sua maré de azar irá embora. 


 

     PARA NÃO AZARAR UMA VIAGEM

 Muitas vezes você planeja por um longo tempo uma viagem importante em sua vida e vai economizando aos poucos, até poder concretizar seu sonho.

 Quando tudo parece perfeito, começam a surgir pequenos problemas que vão se avolumando, transformando seu sonho num pesadelo. 

 Por que acontece isso? Simplesmente porque as pessoas ficam sabendo e a inveja é uma das maneiras mais simples de azarar alguém e seus projetos.

 Como nem sempre é possível manter segredo, quando decidir fazer essa viagem, escreva numa folha de papel o seu roteiro de viagem e no verso dessa folha copie o Salmo

23.

MARÉS

 Dizia um mago muito sábio que para cada golpe de sorte existem mil marés de azar. Assim fica fácil entender porque poucos têm sorte e tantos têm azar. 

 Se a sorte é uma plantinha frágil, que um olhar de cobiça pode destruir, o azar é uma erva daninha que cresce em qualquer tipo de terreno e se reproduz rapidamente. 

 Temos que conviver com essa realidade, agindo de duas maneiras distintas. A primeira é fazer todo o possível para tornar viável a presença da sorte. A segunda é providenciar tudo ao nosso alcance para mantermos o azar afastado. 

 As Simpatias para a Sorte registram um número incrível de receitas para espantar o azar, das mais simples às mais complexas, todas, porém, com a intenção de aumentar as chances de todos nós de não convivermos com essa praga.

Há pessoas que se defendem, mantendo o azar afastado. Outras, imprudentes, não apenas o desafiam como criam todas as condições para sua presença. 

 Precaução e caldo de galinha nunca mataram ninguém, segundo o provérbio popular. Assim sendo, por que não tentar aquela simpatia que poderá resolver o seu problema, afastando para sempre o azar de sua vida?

     Afinal, você só tem a perder o azar mesmo!


 

PARA SE FORTALECER CONTRA O AZAR

 Dizem que as forças negativas "firmam ponto" sobre as pessoas, quando estas estão adormecidas. Nesse momento de extrema fragilidade, podem contar apenas com a proteção do Anjo da Guarda, mas se ele for um Anjo Mensageiro, vai ter que ir prestar contas do seu trabalho ao Criador. Nesse milésimo de segundo em que ele se afastar, pronto: o azar virá na forma de um mau espírito ou de uma alma penada. 

 É importante se defender, prevenindo-se contra toda as ameaças do mal e do azar. Esta é uma das maneiras mais fáceis de fazer isso.

 No primeiro dia de cada mês, quando for dormir, coloque um copo de água no chão, no pé da cama. Dentro do copo coloque uma tesoura aberta, um punhado de sal grosso e uma vela branca apagada.

 No dia seguinte, pela manhã, depois que o sol surgir, acenda a vela, ofertando-a ao Anjo da Guarda para que se mantenha sempre vigilante. Lave a tesoura em água corrente, seque-a ao sol, depois guarde. Jogue o conteúdo do copo no quintal, ao sol. Lave bem o copo em seguida.


 

PARA MANTER O AZAR DISTANTE

 Há, no repertório das simpatias populares, inúmeras simpatias, todas feitas para fortalecer o espírito e manter tudo que causa o azar afastado. Não se pode dizer que há uma mais forte do que a outra, pois todas são orações e, como tal, dependem apenas da fé de quem as reza.

 Esta é uma das mais conhecidas e deve ser rezada no último dia de cada mês, após às dez horas da noite, para que se consiga manter tudo que se relaciona ao azar afastado de você e de sua vida.

     Acenda três velas brancas num mesmo pires e reze a Oração Contra o Azar:

"Tenho Cristo vigiando desde a rua, 
Tenho Cristo vigiando aqui na casa.
Tenho Cristo vigiando no meu quarto
Tenho Cristo vigiando no meu peito.
Azar, azarado e azarentos
Contra mim não terão nenhum efeito.

     Fazer o sinal da cruz e rezar um Pai Nosso e três Ave Maria. 


 

PARA DESVIAR O AZAR

Passeando pela rua, encontrando-se com conhecidos, entrando na sua casa, saindo à rua, indo para o trabalho, a qualquer momento você pode sentir aquele arrepio inesperado que o faz olhar de lado, como se uma brisa fria tivesse passado pelo seu corpo.

 Segundo os sábios, são as lanças do azar penetrando seu corpo. Contra elas é preciso utilizar rapidamente um escudo dos mais potentes para desviar esses raios maléficos para a terra, que os absorverá e anulará.

     Para isso, reze rapidamente a seguinte oração:

"O leite de Maria não posso tomar,
O sangue de Jesus não posso beber
Se o leite de Maria não posso tomar
E o sangue de Jesus não posso beber,
Má-sorte, mau-olhado e o azar
Comigo não vão de ficar.


 

PARA ABRIR CAMINHOS

 O azar quando bate, fecha todos os caminhos e leva a pessoa ao desespero, pois nenhuma alternativa lhe resta. Uma a uma elas vão sendo destruídas por essa praga que pode se manifestar de diversas formas e vir por diversas causas.

 De todas elas, a mais cruel é aquela mandada por uma outra pessoa. É como se ela pusesse uma cerca ao seu redor, impedindo-o(a) de escapar do tormento que se segue, pois a pessoa vê tudo de valor e de bom que tem ir se esfumaçando.

 Ao menor sinal de uma maré dessas, faça o seguinte. Logo que amanhecer uma sexta-feira, pegue uma panela de ferro com água, coloque um quilo de milho branco nela e leve-a ao fogo. Junte um galho de arruda, um de alecrim, um punhado de sal grosso e de pimenta-do-reino moída.

Quando ferver, espere amornar. Pegue todos os seus calçados e, com a ajuda de uma bucha vegetal, lave as solas deles com essa água, esfregando bem. Deixe-os secar com a sola voltada para o sol. Jogue depois o conteúdo da panela num local onde se criem galinhas.


 

PARA DESAMARRAR O AZAR

Quando alguém lhe faz um trabalho de amarração, a primeira coisa que pretende afetar é seus bens e sua situação financeira. Uma onda de azar jamais vista poderá se abater sobre você. 

 O problema é que, quando alguém faz um trabalho desses, você só descobre isso quando o mal já está feito e o azar já se alojou em sua vida.

 Se você estiver atento, porém, alguns sinais podem ser observados, denunciando o azar em sua vida. Quando o lençol de sua cama amanhece com as pontas enroladas, quando o travesseiro se mantém frio durante toda a noite, quando vasilhas com água examinadas por você contém um limbo escuro, quando os cadarços de seus sapatos, ao invés de se desatarem facilmente, acabam dando nós e muitas outras pequenas pistas. Na realidade, são uma seqüência de pequenos azares ou problemas que vão surgindo sem parar.

 Se aconteceu isso, pegue uma peça velha de roupa sua, dê um nó no meio dela e jogue-a numa fogueira feita só com madeira e acesa sem o uso de combustível, mas com gravetos e fósforos.

     Quando a roupa estiver queimando, leia esta oração em voz alta:

"Pelas sete chagas de Cristo,
Pelas sete portas do céu,
Pelas sete força do fogo,
Pelos sete apelos do réu,
Para o que foi amarrado,
Seja agora desatado,
E o autor dessa maldade
Seja agora condenado
A ser o réu recusado
Nas sete portas do céu."

Observação: Recomendavam os sábios antigos que a cada seis meses você fizesse uma limpeza no seu armário. Todas as roupas e sapatos que não fossem mais ser usados deveriam ser doados à caridade, exceto uma peça de roupa, com a qual se deveria fazer esta simpatia, a despeito de ter ou não sentido manifestações do azar.


 

PARA ANULAR O AZAR DE UM DESPACHO

 Se você nunca acordou pela manhã com os restos de um despacho ainda queimando diante de sua casa, reze aos seus guias para que isso nunca lhe aconteça. Além de ser desagradável e de provocar uma sensação estranha, você começa logo a sentir os efeitos azarentos desse tipo de maldade.

     Quando alguém se dispõe a mexer com os planos inferiores para ofender você, atacá-lo

(a) ou a sua família, a resposta tem que ser na mesma medida. "Olho por olho", mandam os planos espirituais.

Ao encontrar um presente desses diante de sua casa, pegue imediatamente um espelho pequeno, passe sal grosso nos dois lados dele, depois atire-o no centro do despacho, com o espelho voltado para baixo. Urine em cima ou derrame urina colhida numa vasilha. Diga três vezes:

"Como veio vai de volta, 
Feito praga de urubu.
O que tu mandou pra mim,
Mando de volta pra tu. "


 

PARA AFASTAR UM AZARADO

 Não se trata aqui de negar solidariedade a uma pessoa necessitada. Trata de proteger-se e de proteger sua casa. Um azarado carrega uma doença semelhante à peste e pode contagiar tudo a sua passagem. Por uma questão de legítima defesa, você tem o direito de se defender. 

  Para tanto, assim que a pessoa sair de sua casa, pegue marinha de trigo e sal refinado, misture e jogue por onde ele passou e no lugar onde ele se sentou. Varra em seguida com uma vassoura de cerdas naturais. Recolha num saco plástico e jogue no lixo. Passe um pano molhado em salmoura nos lugares ode esparramou a farinha. 


 

PARA NÃO CHOVER NUM CASAMENTO

 Todo mundo sabe que a água é sinal de sorte, por isso quando chove na véspera de um casamento, é um bom sinal, pois significa que o casal está entrando numa nova vida limpos da vida anterior. Um sol radiante iluminando o dia é tudo que precisam para guiá­los nesse novo caminho escolhido.

 Se chover no dia do casamento, no entanto, entendem alguns que é um sinal de que nuvens escuras serão constantes naquela relação, o que é tido como um sinal de azar.

Isso justifica a existência de uma simpatia muito antiga, que manda a noiva, nos sete dias até a véspera do casamento, colocar um ovo de galinha no oco de um pau qualquer.É preciso que sejam sete ocos diferentes, para que seu casamento seja seco e brilhante e não úmido e escuro.


 

PARA RECUPERAR O QUE PERDEU

 Em muitas situações, você só percebe que o azar o(a) atacou, depois que tem um prejuízo ou perde alguma coisa importante. Dizem que não se deve chorar sobre o leite derramado, mas seguir em frente tentando reverter a situação e recuperar o prejuízo sofrido.

 Uma das formas mais eficientes e rápidas de fazer isso é rasgar ao meio uma cédula de dinheiro e colocá-la numa caixa de esmolas de uma igreja. 

 Correr atrás do prejuízo em seguida. Quando recuperá-lo, depositar a outra metade da cédula na caixa de esmolas.


 

PARA ESCAPAR DE ASSALTOS

 Parece que quanto mais simpatias para proteção contra o azar de sofrer um assalto existe, mais surgem simpatias para os assaltantes conseguirem assaltar. 

  É tudo, na verdade, um jogo de probabilidade. Você tem que passar justo naquele local, naquele momento em que o assaltante está lá, esperando alguém para roubar. Muita gente poderia ter sido assaltada, mas coube exatamente a você o azar. 

 Para se defender dele, faça o seguinte. Vá à primeira missa de uma igreja, num domingo pela manhã. Leve seu relógio. Quando a missa começar, adiante ou atrase o relógio três minutos. Acenda três velas ao seu Anjo da Guarda. 

 Tenha sempre em mente que o seu relógio está adiantado ou atrasado três minutos, para não ter um novo azar, agora o de perder um compromisso.


 

PARA NÃO SE MACHUCAR

 Há períodos da vida em que os acidentes acontecem com você de uma forma impressionante. Um após outro eles vão se sucedendo, sem maiores explicações, apesar de todo o cuidado que você venha a tomar. 

 Com certeza algum espírito ruim, um trabalho, um mau-olhado ou coisas desse tipo estão grudadas em você. Redobrar os cuidados não vai adiantar. O que você tem que fazer e tirar de você esse mal.

 Para isso, prepare duas vasilha. A primeira, de alumínio, com água morna, mel, ramos de alecrim, canela em pó e cravo moído. A segunda, de ferro, com água fria, sal grosso, pimenta-do-reino, vinagre e arruda. Leve-as para o banheiro e fique nu(a) por instantes.

 Derrame um pouco da água fria em suas costas, depois faça o mesmo com a água morna. Coloque depois o pé direito na água morna e o esquerdo na água fria. Repita três vezes:

"Na água quente está melhor!"

 Retire o pé e tombe essa vasilha. Imediatamente pegue a água fria e despeje nos ombros, nas costas e no peito. Deixe as duas vasilhas de boca para baixo, enquanto liga o chuveiro e toma um banho completo. 


 

PARA AZAR COM OS CABELOS

 De repente é aquela tragédia. Alguém errou e seu cabelo ficou horrível. Pode acontecer tanto num salão de beleza, como usando uma nova tintura. Há casos de mulheres que quase ficaram carecas, apesar de terem utilizado produto de primeira linha. 

 Dar azar nesse tipo de coisa é constrangedor, por isso é melhor se prevenir com uma simpatia muito simples.

Tenha sempre em casa uma vasilha com areia fina, tirada da correnteza de um rio. Quando for lavar os cabelos, coloque água nessa vasilha e espere assentar. Tire de volta a água, usando uma concha e muito cuidado para não turvar. Use-a na última enxaguada, antes de secar os cabelos.


 

PARA AZAR COM OS DENTES

 O azar se manifesta das formas mais inesperadas, até quando você quebra um dente, encontrando um osso no meio do seu suculento filé. É o tipo de coisa que ninguém jamais espera acontecer e que todo mundo dirá que foi azar. 

 Quem tem os dentes fortes não precisa ter tanta preocupação. Quem não os tem muito resistentes, pode se prevenir com esta simpatia. 

 Reserve sempre cascas de ovo. Ferva-as o suficiente para esterilizar, seque, triture e misture a sua pasta de dentes. Use para escovar seus dentes pela manhã e antes de dormir.


 

PARA NÃO PERDER COISAS

Quando você perde alguma coisa, inicia-se um transtorno, pois é difícil para qualquer um aceitar a idéia de que perdeu algo. É o cúmulo do desperdício e da falta de atenção para alguns, só que todos estamos sujeitos a isso.

 O problema começa quando se perde mais de uma coisa num curto espaço e tempo. Isso significa que existe alguma coisa errada. E se existe, é preciso se prevenir logo contra isso.

Para tanto, compra ou consiga de alguma forma um elo de corrente, desses grandes. Lave-o em água corrente, esfregando sal grosso, depois deixe-o secar ao sol.

Pegue sete fitas vermelhas pequenas e amarre-as ao redor do elo da corrente, arrematando todas com nós cegos. Leve consigo por sete dias, depois jogue num jardim, no mar ou na correnteza de um rio.

ANJO DA GUARDA

 Não há quem não conhece os poderes das orações. Isso é ensinado desde a mais tenra idade, quando a Oração do Anjo da Guarda, nas noites escuras de pesadelo, leva a tranqüilidade e devolve o sono às crianças assustadas. 

 As contrições, as penitências, as promessas, todas envolvendo o poder da prece para levar ao crente o alívio para um mal seu, de um ente querido, de um amigo e até mesmo de um desconhecido.

 Rezas existem de toda forma. Na antigüidade, as orações eram feitas através da leitura e devoção aos Salmos, que se enquadram em todas as situações humanas, existindo até um ramo das Simpatias Populares que se dedica inteiramente a eles. 

 Posteriormente, criaram-se as formas fixas de oração, como o Rosário de Maria, onde os Mistérios intercalam a repetição sistemática do Pai Nosso, da Ave Maria e do Glória ao Pai.

 Modernamente, as orações se tornaram coloquiais, com as pessoas falando diretamente a Deus ou a seus intercessores, como os Anjos, a Virgem Maria, Jesus Cristo e os Santos.

 Sempre presente, no entanto, desde os tempos mais remotos, estão as chamadas Rezas Bravas, destinadas a afastar forças negativas e poderosas. De grande eficiência, quando feitas com fé, essas rezas são um excelente meio de combater o azar. 

PARA AFASTAR O AZAR DE SEU CAMINHO

 Santa Ana, a mãe de Maria, era estéril, esposa de São Joaquim. Desejava ser mãe e tanto rezou e pediu a Deus que Este, finalmente, a atendeu. Ela e o marido eram ricos, mas não hesitavam em prestar assistência a todos os pobres que os procuravam.

Novenas e promessas feitas a ela e através dela são utilizadas por mulheres estéreis de todo o mundo, que desejam ser mães. Além disso, presta auxílio também a todos os abandonados pela sorte e desencaminhados pelo azar. 

 Para obter sua intercessão, iniciar uma novena em 26 de julho, acendendo diariamente sete velas cor-de-rosa, rezando a seguinte oração com bastante fé:

ORAÇÃO DE SANTA ANA

Santa Mãe da Virgem Santa, sete vezes poderosa, 
sete vezes salvadora dos desencaminhados da sorte e prisioneiros do azar.
Tu que conheces os sete caminhos que levam ao céu, 
pelas sete graças de Maria, conduza-me por essas trilhas escuras a salvo das tentações,
das forças malignas, do mau-olhado, da inveja, do ciúme, das maldades e da cobiça, para
que por sete vezes eu possa louvar sua Santa Maternidade. 
Sete anjos vi no céu,
sete espadas em suas mãos;
cada espada era uma luz,
clareando todo o chão; 
suas asas agitando,
expulsavam todo o azar,
para com toda sua graça,
a Santa pudesse passar, 
ajudando todo aquele, 
que a fosse procurar,
retirando de sua vida,
toda praga do azar.

 Rezar um Pai Nosso, sete Ave Maria e um Glória ao Pai no final. Deixar as velas queimando até o fim.

Observações: Na iminência de um grande golpe de azar em sua vida, fazer a novena qualquer dia, iniciando-a, porém, às 9:00 horas da manhã e prolongando-a durante as horas seguintes, repetindo-a quando a última das sete velas acesas anteriormente se apagar.


 

PARA AZAR INESPERADO

 Coisas que deveriam estar correndo tranqüilamente, de repente começam a dar errado, como se uma maré de azar estivesse chegando em sua vida. 

 Possivelmente pode estar acontecendo isso. Quando isso é percebido logo no início, nada melhor que a Oração de Santo Antão para solucionar a questão.

 Esse santo, que viveu no Egito, perdeu os pais ainda na sua juventude. Desgostoso, distribuiu todos os seus bens e exilou-se no deserto, onde passou o resto de seus 105 anos de vida.

  Travou batalhas memoráveis contra e os azares da vida, vencendo-as todas com sua fé e sua determinação.

 Para usar sua oração poderosa, pegar um galhinho de arruda e bater na parte do corpo indicada no decorrer da oração, enquanto a repete, conforme recomendado:

ORAÇÃO DE SANTO ANTÃO

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém. 
Santo Antão, se era azar vindo deste lado, desvie para baixo (bater o raminho de arruda
no lado direito do corpo).
Santo Antão, se era mau-olhado vindo deste lado, desvie para cima (bater o raminho no
lado esquerdo do corpo).
Santo Antão, se era cobiça vindo de cima, desvie para o lado direito (bater o raminho na
cabeça.)
Santo Antão, se era inveja ou ciúme vindo de baixo, desvie para o lado esquerdo (bater o
raminho no lado esquerdo do corpo).
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém.

 Repetir três vezes seguidas a oração, fazendo os gestos recomendados, depois jogar o raminho de arruda no fogo. Acender três velas brancas, depois rezar um Pai Nosso, três Ave Maria e um Glória ao Pai.


 

PARA DESAMARRAR A VIDA E OS NEGÓCIOS

 Quando se percebe, o azar espalhou seus tentáculos e simplesmente imobilizou toda a sua ação, amarrando sua vida, seus negócios, seus amores, suas amizades, tudo, enfim. 

 Há muitas simpatias para fazer com que tudo se normalize, mas uma das mais fortes sempre utilizadas é a chamada Responso de Santo Antônio, santo que foi discípulo de São Francisco de Assis. Até hoje, em muitas localidades de Portugal e da Itália, as pessoas praticam o responso no dia 13 de junho como forma de se prevenirem contra azares vindos, a caminho ou para chegar ainda. `

 Antes de iniciar esta reza brava, disponha nove velas em fila, intercalando brancas comvermelhas e verdes, nessa ordem. À medida que aparecer o sinal (+) na reza, acender uma das velas.

RESPONSO DE SANTO ANTÔNIO

Se saída tu desejas
Procure-as em Santo Antônio (+)
Verás fugir o demônio
E os azares infernais.
Recupera-se o perdido,
Rompe-se a dura prisão;
No lugar do furacão (+)
Há o Paraíso Perdido.
Todos os males humanos
se moderam, se retiram,
cobertos por doces panos.
Pela sua intercessão(+)
Foge o azar e a morte
Deixando apenas a sorte
Tornando o enfermo são.
Olha este vida, meu Santo,(+)
Corroída pelo azar,

Venha logo me ajudar,(+)
Devolvendo todo o encanto
Para que eu possa esquecer(+)
A Jesus Cristo amar(+)
A Deus homenagear(+)
E a ti sempre enaltecer.(+)

 Rezar um Pai Nosso, três Ave Maria e um Glória ao Pai. Terminar dizendo: Rogai por nós, Bem aventurado Santo Antônio, para que possamos ser dignos das promessas de Cristo, amém.


 

PARA AZAR NO AMOR

 Quando duas pessoas se amam, tudo tem que caminhar naturalmente na direção de um relacionamento satisfatório, sem maiores problemas. 

 Infelizmente, há pessoas que não conseguem aceitar a felicidade alheia, nem a própria felicidade, pois vivem uma vida miserável e mesquinha, espalhando a inveja e o mau-olhado ao seu redor, causando intrigas e separações que terminam em lágrimas e sofrimentos.

  Para ficar livre desse tipo de pessoa, é importante fazer, toda véspera de Santo Antônio Casamenteiro, a sua oração para afastar os azares do amor. 

 Esta oração deve ser feita diante de uma fogueira acesa, onde se vai atirando botões de rosa vermelha, oferecendo-as a esse santo tão atento aos problemas do amor e dos sentimentos.


 

ORAÇÃO DE SANTO ANTÔNIO CASAMENTEIRO

(Sinal da cruz)
Meu bondoso Santo Antônio Casamenteiro, com sua força bendita e sua compreensão
infinita, ajuda-me nessa tarefa de afastar o azar do meu amor, para que a felicidade seja o
presente sagrado vindo do coração de Cristo, por seu intermédio.
Com o cordão de prata que trazes na cintura, amarra as mãos, as bocas e os pés de toda
pessoa maledicente, invejosa, ciumenta e cobiçosa para que fiquem longe de minha vida e
da pessoa que amo.
Esteja atento a meus sentimentos para que não sejam transformados em sofrimento por
maldade alheia e guia-me no caminho da bondade, do amor e da glória de Deus, através
de seu filho Jesus Cristo e do Espírito Santo. 
Sete anos sem piedade
Sejam dados sem temor
A quem por pura maldade
Fizer mal ao meu amor.
Pela sua força de santo
Remova do meu caminho
Todo aquele que de espinho
Quiser fazer meu encanto.

 Rezar três Pai Nosso e três Ave Maria. Jogar no mínimo sete botões de rosa na fogueira.

Observação: Alguns registros mencionam um fato curioso que pode acontecer durante essa simpatia. Ao atirar o sétimo botão de rosa na fogueira, pode ser que na chama ou na fumaça surja um rosto. Se coincidir com o da pessoa que você ama, sinal que tudo dará certo para vocês. Se surgir um outro rosto, até mesmo desconhecido para você, é sinal de que seu destino não está preso ao seu amor atual. 


 

PARA AFASTAR O AZAR DE VIAGENS

 É muito conhecida a história de São Cristóvão, um gigante que prestava serviços a seus semelhantes, levando nas costas pessoas que queriam atravessar um rio. 

 Certa vez carregou ninguém menos que o Menino Jesus. Após isso ele se converteu e passou a pregar as palavras de Cristo, sendo martirizado por isso. 

Hoje é, inclusive, o padroeiro dos motoristas, mas antigamente a ele recorriam todas as pessoas que iniciavam uma viagem, uma vez que, naquela época, toda viagem era uma aventura perigosa.

     Sua oração deve ser feita no momento da partida. 

ORAÇÃO DE SÃO CRISTÓVÃO

Bendito São Cristóvão, que atravessou a furiosa correnteza do rio com toda firmeza e
proteção porque levava nos ombros o Menino Deus, acompanha-me em minha viagem,
para fortalecer meu coração e eu tenha a sorte de chegar ao meu destino e nenhum azar
me interrompa.
Contigo enfrentarei todas as correntezas que tiver de enfrentar e todos os perigos que
venham de homens, de forças negativas ou de espíritos malignos.
São Cristóvão, rogai por mim!

 Fazer o sinal da cruz e rezar um Pai Nosso em seguida. Não se esquecer de, ao final da viagem, agradecer o santo por tudo ter corrido bem.


 

PARA FECHAR AS PORTAS AO AZAR

 O mês de Junho é um mês muito importante para os crentes, pois nele se prestam homenagens a três santos de muita devoção: Santo Antônio, São João e São Pedro, todos muito preocupados em tornar a vida dos homens mais amena.

 Conhecido como o guardião das portas do céu, São Pedro também é um poderoso auxiliar nas coisas ligadas à sorte, pois com as três chaves em suas mãos ele barra o acesso a qualquer mal que nos queira atingir.

 No dia 28 de junho, à meia-noite, diante de uma fogueira, faça a oração a seguir para que ao longo do ano nenhuma maldade, azar ou perseguição apareçam em sua vida.

 Enquanto reza, vá atirando, uma a uma, nove pedras de rio, redondas e lisas, na fogueira.


 

REZA BRAVA DE SÃO PEDRO CONTRA O AZAR

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Meu querido São Pedro, príncipe dos apóstolos, vosso nome era Simão, mudado para
Pedro pelo próprio Cristo, para que fosses a pedra sobre a qual Ele construiria seu templo,
fazendo-o guardião.

Para isso Ele lhe entregou as três chaves dos segredos do céu e da terra, dizendo que o

que aqui na Terra fosse ligado, também o estaria no céu.
São Pedro, a primeira chave é de aço, abre as portas da bondade e fecha as portas da
maldade (atirar na fogueira a primeira pedra). 
A segunda chave é de prata, abre as portas da confiança e fecha as portas do ciúme
(segunda pedra).
A terceira pedra é de ouro, abre as portas da sorte e fecha as portas do azar (terceira
pedra).
Com a primeira chave abre as portas da felicidade e fecha as portas da intriga (quarta
pedra).
Com a segunda chave abre as portas alegria e fecha as portas da tristeza (quinta pedra).
Com a terceira chave abre as portas do amor e fecha as portas de todo ódio (sexta pedra).
Na primeira chave guarde meu coração (sétima pedra). 
Na segunda chave guarde minha sorte (oitava pedra).
Na terceira chave guarde a minha vida (noa pedra).

Observação: No dia seguinte, quando a fogueira esfriar, as pedras poderão ser retiradas e transformadas em poderosos talismãs contra o azar. Fique com uma e dê as outras oito a pessoas que você queira bem. Repetir esta simpatia todos os anos, da mesma forma.


 

PARA BENZER UM AZAR

 Essa prática é interessante, porque demonstra a aceitação do homem aos desígnios de Deus, sua fé e confiança num destino melhor e é um sinal evidente do aprendizado que cada erro, mesmo aqueles provocados pelo azar, pode nos fortalecer para impedir que sejamos tão facilmente atingidos novamente. 

 Sempre que alguma coisa inesperada lhe acontecer, vire-se na direção dos quatro pontos cardeais, faça o sinal da cruz e repita baixinho a seguinte reza:

ORAÇÃO DA ACEITAÇÃO

Obrigado, Senhor, pelo que me destes ontem, pelo que me dás hoje e pelo que me darás amanhã. Tudo seja feito para glória de seu Santo Nome, de Seu Filho Jesus Cristo e do Espirito Santo, Amém.

REZAS E ORAÇÕES

 O azar pode vir sozinho, acompanhado por algumas complicações, em ondas, em marés, mas nunca vem de forma definitiva, pois interiormente forças positivas que nunca se entregam estarão em constante luta contra esse mal. 

 É mais ou menos o trabalho que os anticorpos desenvolvem em nosso organismo, combatendo as agressões para nos livrar das doenças. Da mesma forma nosso espírito dispõe de recursos para enfrentar esse mal.

  Como tudo que não presta prolifera com mais facilidade, se você não fizer alguma coisa para ajudar, com certeza acabará sucumbindo diante de tanta malignidade que se grudará a você.

 As orações e as rezas sempre foram um bom meio de se livrar disso, fortalecendo o espírito. A leitura diária e ordenada dos Salmos, iniciando no primeiro e indo até o último, para retornar depois ao primeiro, é uma prática sempre saudável e recomendada, pois mantém o espírito preparado e iluminado, coisa que os seres das trevas abominam. 

E, finalmente, como um poderoso instrumento de defesa e prevenção, estão sempre as nossas simpatias, não apenas para atrair a sorte mas para combater eficazmente o azar e todas as suas manifestações. Experimente! Você só tem a perder seu azar.


 

PARA ASSUSTAR O AZAR

 Com o azar, ninguém pode ser previsível. É preciso uma certa desordem na forma de fazer as simpatias para assustá-lo, pois de outra forma ele sempre vai se antecipar ao seu próximo passo. Se quer surpreendê-lo, faça a seguinte simpatia. 

 Pegue um prato de barro, coloque-o sobre um suporte de madeira e deixe-o num móvel, em frente da porta de entrada de sua casa. Nesse prato, coloque um chumaço de algodão e sobre ele ponha flores de jasmim secas, raminhos secos de alecrim, arruda e comigo-ninguém-pode. Por cima, coloque uma forquilha pequena e seca, tirada de uma roseira e capim-cidreira verde picado em pedaços. 

 Coloque um pouco de óleo de oliva no algodão e deixe uma caixa de fósforos ao lado. Abra a porta da frente de sua casa e fique entrando e saindo por até sete vezes. Numa dessas, quando lhe der vontade e antes de completar a sétima vez, risque um fósforo e ateie fogo ao algodão.

Imediatamente volte e feche a porta. Deixe o conteúdo do prato queimar até apagar. Lave em água corrente depois.

PARA PERSEGUIÇÕES DO AZAR

 Uma situação que pode surgir na vida de qualquer um e é terrível é quando o azar resolve perseguí-lo. Ele começa a atacá-lo num local determinado, como seu lar, a escola, seu trabalho ou na rua mesmo, depois começa a perseguí-lo por todos os lados, contaminando sua vida.

     Em nenhum lugar você estará a salvo dele, a menos que faça a simpatia correta. 

 Para isso, obtenha um rosário velho, solte todas as suas contas e vá até uma igreja. Molhe-as com água benta e vá, em seguida, a um cemitério. 

Começando diante do portão, vá jogando as contas do rosário, enquanto caminha na direção de sua casa. A cada conta que jogar, repita baixinho:

"Sai, azar, do meu calcanhar!"


 

PARA LAVAR O AZAR DE SEU NOVO CARRO

 Um carro, pela carga emocional que ele pode representar nos sonhos e na vida de qualquer pessoa, acaba assimilando sorte ou azar, conforme foi a sua relação com o proprietário. No caso de carros novos, até o humor dos empregados que trabalharam na sua montagem pode determinar seu grau de sorte ou de azar. 

Quando você compra um carro, compra também as emoções e experiências das pessoas que passaram por ele. Quando você compra um, deve cuidar para que as boas emoções permaneçam e as más sejam lavadas.

     Assim que trocar um comprar um novo carro, faça a seguinte simpatia:

Faça uma fogueira com quatro pedaços de eucalipto, acendendo-os com gravetos. Faça com que se queimem até o fim. Quando a cinza esfriar, peneire-a e jogue-a por cima de todo o seu carro. Deixe-o passar a noite coberto com as cinzas. Na manhã seguinte, pegue um litro de água benta e trace com ele uma cruz no capô, no topo da cabina e no porta-malas, se tiver.

     Só então leve-o para uma lavagem completa, por dentro e por fora. 


 

PARA NÃO MUDAR PARA O AZAR

Quando você se muda para uma nova casa, deve estar consciente que deixa para trás muita coisa e que também vai encontrar muita coisa na nova casa, que tanto pode ser a sorte, como pode ser o azar. 

 O que você deixa para trás e problema da família que for se mudar para a aquele local. O que você precisa fazer é se prevenir para que o azar não o(a) espere na nova casa. 

 Para isso, faça o seguinte: para cada porta e janela da casa, compre uma vela vermelha. Antes de colocar qualquer mudança lá dentro e depois de tê-la limpado e lavado, acenda as velas debaixo das janelas e ao lado das portas. 

     Para casa uma que acender, diga a seguinte intenção:

Corrente de ar,

Corrente de luz,

Carregue o azar

Pra longe da cruz.

  Faça o sinal-da-cruz e, quando terminar de acender as velas, espere até que todas elas tenham se queimado, antes de começar a trazer móveis para dentro. 

 Observação: Se você tiver passarinho de gaiola ou flores de estimação, traga-os para a casa antes de mais nada, sondando suas reações. Os pássaros ficam agitados na presença de malefícios e as plantas murcham de um dia para o outro. 


 

PARA SE LIVRAR DO AZAR

     Existem mil e uma formas de se livrar do azar, mas uma coisa tem que ser considerada: não há como impedir que ele ataque outra pessoa, da mesma forma que, quando uma pessoa se livra dele, nada impede que o azar ataque você. 

 Como dizem os antigos, este é um jogo onde quem pode mais chora menos e não tem como escapar disso. É a tal da "lei do cão". 

 Assim, sabendo que seu azar vai acabar passando para uma outra pessoa de qualquer jeito, economize o trabalho, fazendo o seguinte;

 Se você tem alguém de quem não gosta, por sete dias passe diante da casa dele(a) e deixe cair um cravo-de-defunto ainda em botão, murmurando:

"Sai de mim, seu azar,
E com fulano(a) que agora
Você irá ficar."


 

PARA PRENDER O AZAR

 O segredo do se ganhar do azar não é evitá-lo, porque ele continuará tentando, até conseguir entrar em suas defesas. Muito menos é expulsá-lo, pois ele irá para outra pessoa ou, eventualmente, acabará voltando, pois já conhece o caminho. 

 Para se ver livre dele, a melhor coisa é prendê-lo e mantê-lo sob suas vistas. Para isso, basta usar uma simpatia muito forte e eficaz.

 Numa manhã de sexta-feira, pegue um prato de barro, coloque um pouco de mel no fundo e deixe-o num local onde possa juntar bastante moscas. Quando tiver uma porção delas sobre o mel, cubra com um pano, depois espalhe um pouco de álcool nele, para atordoar as moscas.

 Quando elas não puderem mais voar, tire o pano e coloque uma camada de sal grosso no prato, cobrindo as moscas por inteiro. No centro do prato, acenda uma vela e diga três vezes a seguinte intenção:

Daqui não há de voar,
Para sempre há de ficar.
Não vai mais me atormentar
Eu te prendi, meu azar!

 Mantenha esse prato sempre num local onde ninguém mexa, mas você possa ver diariamente. Toda sexta-feira, quando sair o sol, acenda um vela no centro do prato. 

Observação: Uma variação desta simpatia manda que se coloque um espelho, com a face voltada para baixo, sobre o prato, enterrando-o num canto de muro ou de cerca. 


 

PARA O AZAR PERDER O RUMO

 Quando você se livra do azar, ele corre à procura de uma outra pessoa ou, então, acaba voltando diretamente para você, após algum tempo. O que se deve fazer é desorientá-lo tanto que ele acabe se perdendo e se anulando.

 Para isso, exige-se que a simpatia utilize os quatro elementos, que são o ar, o fogo, a água e a terra. Uma das mais interessantes de todas, nesse sentido, é a seguinte:

Pegue uma garrafa vazia, coloque um terço de seu conteúdo de terra e um terço de água. O terço que sobra é o ar que ficará junto com os outros elementos.

 Para fechar, coloque na boca da garrafa uma vela que seja o suficiente para tampá-la. À noite, de preferência na Lua Cheia, leve 

 a garrafa para cima de uma pedra, próximo do mar ou de um rio. Acenda a vela e deixe queimar até a metade mais ou menos, depois jogue-a dentro da água, dizendo três vezes a seguinte intenção:

Água que vem da fonte,

Rio que vai para o mar,

Levando tudo consigo,

Levem também meu azar!


 

PARA ONDA DE AZAR

 Uma onda de azar é uma seqüência de pequenos azares, só que localizados, acontecendo num só setor de sua vida, como os estudos, a família, o namoro, o trabalho ou outra coisa nesse sentido. Quando começa, vai levando de roldão tudo pela frente e o problema é quando ela não é combatida e acaba crescendo demais, virando uma maré, contaminando toda a sua vida.

     Antes que o mal cresça, corte-lhe a cabeça da seguinte forma:

     Com uma faca de ponta, risque no chão ou na calçada que vai da porta da sua casa até a rua, um sol radiante. Quando você passar por ele, passe esfregando as solas dos sapatos por cima.


 

PARA O AZAR NÃO SE ESTABELECER NA SUA CASA

 Certos animais são ainda considerados tão misteriosos como o eram na antigüidade. Um deles é o gato, idolatrado no Antigo Egito por seus poderes e suas influências. É considerado um dos animais mais independentes e não há como subjugá-los. Por isso é um dos preferidos para mandar malfeitos, feitiços, catiças e outras formas de azar. 

 Quando aparecer em sua casa um gatinho, não o alimente dentro dos limites de sua propriedade. Se ficar com pena e quiser dar-lhe comida, leve-o para longe de sua casa e dê-lhe a comida então. Não deixe que ele o(a) siga, quando voltar para casa. 

 Observação: Dizem que os gatos escolhem seus donos e não vice-versa, por isso tome muito cuidado com esses animais. Se gostar deles, escolha um e pague por aquele que escolher. Jamais aceite um como presente, por maior que seja a boa intenção de quem o

(a) presentear.


 

PARA UM ESCUDO CONTRA O AZAR

 Amuletos contra o azar sempre foram utilizados pelo homem, desde a mais remota antigüidade. Em sua elaboração, profundos conhecimentos esotéricos foram utilizados, tornando-os cada vez mais sofisticados e restritos aos iniciados no assunto.

Na sabedoria popular, no entanto, existem inúmeros exemplos de amuletos que sempre foram usados para afastar não apenas o azar, mas todo tipo de malefício contra o ser humano.

     São todos muito simples de fazer, como este escudo para se defender do azar. 

 Basta fazer um breve (saquinho de tecido) azul-celeste e pôr dentro um cavalo-marinho já seco, juntamente com três folhas de arruda. Prender num cordão de algodão ao pescoço e não deixar de usá-lo diariamente, nem que seja por algumas horas apenas. 


 

PARA AZAR COM SEUS AMIGOS

 A figura do amigo-da-onça se tornou popular graças aos traços humorísticos de um personagem, publicado antigamente numa revista de circulação nacional. O termo não era novidade para as pessoas, já que o chamado amigo-da-onça era o nome que se dava àquele amigo que está sempre azarando a vida dos outros. 

 Ter um amigo desses é o mesmo que não ter. Só que eles são tão grudentos como o azar que espalham. Para se livrar deles, faça o seguinte:

 Coloque uma ferradura limpa numa panela de ferro, com um litro de água, leve ao fogo e deixe reduzir para a metade. Deixe esfriar e misture essa água com a bebida preferida do seu amigo azarento, dando para ele beber. 


 

PARA NEUTRALIZAR INIMIGOS

 Uma fonte inesgotável de azar são os inimigos. Se você tiver um, a carga negativa que ele estará constantemente mandando contra você vai lhe dar muito trabalho o tempo todo. As coisas ficam amarradas e nada dá certo.

 O idéia seria se vocês se perdoassem e voltassem às boas, porque esse tipo de sentimento afeta as duas partes, secando-as espiritualmente. 

 Se isso não for possível, no Domingo de Ramos, leve um lenço branco para ser benzido pelo padre. Depois disso, quando você tiver que passar perto dessa pessoa, perto de onde ela trabalha ou de onde ela mora, abra esse lenço e passe com ele aberto, depois dobre-o e guarde-o de novo.


 

PARA AZAR NO SEU JARDIM

 As pessoas que gostam de plantas sabem que esse tipo de sentimento não é gratuito. Isso é feito porque suas almas encontram na terra e no colorido das flores e dos frutos o alívio e a força para enfrentarem sua caminhada neste Planeta. 

 Sem as plantas, elas se sentem sem vida interiormente. Só que isso não as torna, nem a seus jardins, imunes ao azar lançado por invejosos, cobiçosos e toda sorte de espíritos inferiores.

  Quando isso acontece, um jardim inteiro pode se secar ou então não vingar, apesar dos cuidados com ele.

     Para conseguir sucesso, só mesmo apelando para uma simpatia das mais fortes. 

 Pegue o esqueleto da cabeça de um gato, encha-a com esterco de cavalo e enterre-a no local mais visível de seu jardim. Sobre essa cabeça, plante uma roseira vermelha. 

PESSIMISMO

 É interessante e muito instrutivo observar as pessoas pessimistas e o modo comoagem. Para elas, a sorte não existe, mas o azar, sim. É incrível como encontram mil e uma formas de justificar os problemas de suas vidas negativas, jogando toda a culpa no azar. 

 Elas praticamente cultivam o azar dentro de si e colhem o que plantam. Ao pensar negativamente, simplesmente escancaram as portas para tudo que é negativo, que vem se somar àquele azar instalado, tornando seus espíritos e suas mentes em autênticos covis de maledicências e malefícios. 

 Essas pessoas, infelizmente, ainda não perceberam que podem se livrar disso tudo e dar um novo rumo a suas vidas, simplesmente fechando as portas e janelas ao azar e às forças negativas, expulsando as sombras que existem dentro delas e abrindo as passagens para a luz da verdadeira essência da vida. 

 Ninguém nasceu para sofrer ou para viver bem. Todos temos os mesmos dons e a possibilidade de sermos o que desejarmos, desde que acreditemos nisso. 

 Em todos os tempos, a afirmação dessa fé se fez pela crença num Ente Superior e pela prática devotada das simpatias, que incluíam as rezas, as promessas, os terços, as novenas e tantas outras manifestações salutares de fé. Por que não manter isso? 


 

     PARA DERRETER O AZAR

 O azar nunca vem sozinho, pois junto com ele vem tudo que é negativo e maléfico. Vão chegando de mansinho e, quando você menos percebe, estão invadindo seus pensamentos e sua vida, espalhando-se ao seu redor como uma doença contagiosa.  

 Não se deve ficar à mercê desse tipo de coisas. O melhor a fazer é tratar de se livrar disso o mais depressa possível. Assim que você perceber que as coisas andam ruins demais e que o azar está muito próximo de você, faça a seguinte simpatia.

Numa segunda-feira, assim que nascer o sol, faça uma pequena fogueira no seu quintal, cercando-se de toda segurança. Em seguida, pegue um pente de plástico e penteie seus cabelos da testa para a nuca sete vezes, depois nos dois lados, sempre da frente para trás, também sete vezes. 

Quando terminar jogue o pente na fogueira e se certifique de que ele queima totalmente. 


 

     PARA ANULAR SEU AZAR

 Quando o azar ataca, a primeira coisa que ele provoca é a inveja. É um bom sintoma para você perceber se algo negativo está vindo em sua direção. Quando você dá por si, está desejando, invejando ou cobiçando as coisas dos outros, sentindo-se inferior por não ter tudo aquilo também. 

 São esses sentimentos negativos que, muitas vezes, preparam o terreno para a chegada e a instalação do azar, permitindo que ele fique com você por muito tempo, atrapalhando a sua vida.

Quando a inveja começar a incomodá-lo(a), faça a seguinte simpatia para se livrar de tudo isso.

 Logo que o dia amanhecer, saia à rua e encontre três cachorros. Cuspa na cabeça de cada um deles. Faça isso de um modo discreto, por razões óbvias. Depois encontre três gatos e alise o lombo deles.

     PARA QUEBRAR MARÉ DE AZAR

     Quando as coisas começam a sair errado para você, numa seqüência que não pode ser chamada de coincidência, cuide-se porque você está às voltas com uma maré de azar. 

 Você deve ter deixado passar os sintomas iniciais desse mal ou simplesmente o que está indo contra você é forte e rápido demais para ser percebido.

     Se isto está acontecendo, não espere mais. Trate logo de fazer esta simpatia. 

 Se há em sua casa, em qualquer parte que seja, qualquer tipo de calçado com as solas voltadas para cima, vire-os e deixe-os na posição normal. Verifique gavetas e portas de armários entreabertas, fechando-as. Finalmente, procure por roupas guardadas pelo avesso, corrigindo isso. Depois verifique se há sapatos colocados em algum ponto mais alto que a sua cabeça. Se há, abaixe-os.


 

     PARA ENTERRAR O AZAR 

 O azar, como toda praga daninha, é constantemente adubado pela inveja, pelas cobiça e pelo ciúme. Isso lhe dá forças para crescer e se espalhar no coração das pessoas que são puras e inocentes, que não cultivam a malícia nem a maledicência.

São elas os principais alvos desses males. Se você se julgas uma pessoa assim, não nessa situação de fragilidade. Faça a seguinte simpatia:

Numa segunda-feira, vá a um cemitério, levando sete cravos vermelhos. Assista a um sepultamento, de preferência de alguém que você não conheça. Quando forem cobrir o caixão com terra ou fechar o jazigo, coloque dentro o buquê de cravos. 

 Faça uma prece, pedindo paz para quem está sendo sepultado e, ao mesmo tempo, para que ele leve para o além a maré de azar que o(a) ataca. 


 

     PARA SALGAR O AZAR 

 Se você sobe na vida, tem uma casa bonita, saúde, paz e harmonia na família e um bom emprego, com certeza é um alvo em potencial para a inveja, que poderá vir na forma de mau olhado e contaminar tudo que você já conseguiu e construiu.

 Para que isso aconteça, não custa nada prevenir. Isso pode ser feito com uma simpatia muito simples, mas muito forte, usada desde o período da escravidão. 

 Na primeira sexta-feira de um mês ímpar, à meia-noite em ponto, pegue uma vela preta, de sete dias, e mergulhe-a por sete vezes numa vasilha com cachaça e sangue de galinha.

 Num local protegido da casa, fora de seu quarto de dormir, acenda essa vela e repita a seguinte intenção por sete vezes:

"Vai saindo meu azar

Saindo logo daqui
Pra você não tem lugar
Só a sorte mora aqui."

     Durante o dia, deixe uma janela aberta nesse cômodo da casa.


 

     PARA JOGAR LONGE O SEU AZAR

 Algumas simpatias são simples e eficazes, que podem ser usadas no momento em que surge a oportunidade, não carecendo de maiores preparações. 

 Combater o azar, sempre que se tem chance, é uma boa prática e deve ser cultivada porque, como diz o famoso ditado, o que abunda, não prejudica. 

 Quando passar por uma praia ou junto a uma correnteza de rio, faça a seguinte simpatia.

 Abaixe-se e recolha sete pedras na areia da praia ou no leito do rio. Só se levante depois de ter encontrado as sete pedras, não importando o tamanho delas. 

 Em pé, voltado para o mar ou para o rio, atire as pedras, uma a uma, o mais longe que puder, dizendo a cada uma:

"Para longe, vai azar Bem distante há de ficar."


 

     PARA REMOVER O AZAR 

 Uma boa forma de explicar a presença do azar em sua vida é imaginar um tecido finíssimo e transparente de uma cortina, com uma mancha vermelha no meio. Imagine que essa mancha, ao invés de se desbotar e sumir, vai se tornando cada vez mais forte e se espalhando em todas as direções. 

 Após ocupar todo o tecido, ela se espalha para o chão, para o teto, para as paredes, manchando tudo a sua passagem. É isso o que o azar vai fazer, se você não removê-lo imediatamente.

     Para isso, faça a seguinte simpatia. 

 Pegue todos os lenços que existem em sua casa, inclusive os lenços de cabelo, abra-os numa bacia de folha ou num tacho de ferro, coloque água e sal grosso, deixando de molho ao sol por sete minutos. Lave em seguida com água corrente em abundância. 

Observação: O melhor horário para fazer essa simpatia é o do meio-dia. Se o dia estiver nublado ou com previsão de chuva, deixe para fazer em outro dia. 


 

     PARA QUEBRAR O AZAR

Às vezes, quando dá por fé, tudo que faz está dando errado, em todos os sentidos, seja no amor, no trabalho, na família e até na saúde. Isso pode se tornar desesperador, se você não tomar logo uma providência para acabar com isso. 

 Com toda certeza é o azar grudando-se em você e atrapalhando toda a sua vida. Para se livrar dele, faça logo o seguinte.

 Compre um vaso de cerâmica comum, desses sem pintura. Dentro coloque um pente, uma escova de dentes, um par de chinelos velhos e uma peça de roupa usada, tudo que tenha sido de seu uso. Cuspa sete vezes no interior, dizendo:

"Aí é seu lugar, Aí há de ficar."

 Embrulhe tudo com diversas folhas de jornal, colando-as ou prendendo com fita adesiva. Procure, depois, um local onde tenha uma pedra grande. Jogue esse pacote contra ela, deixando tudo ali e se afastando sem olhar para trás. 

     PARA AZAR EM QUESTÕES FINANCEIRAS

Como se não bastasse toda a crise financeira, o azar ainda pode aparecer para lhe atormentar, virando sua vida de pernas para cima e complicando todos os seusrelacionamentos. É incrível como a falta de dinheiro tem o poder de tornar as pessoas incompreensíveis e sensíveis demais para perceber o seu real problema. 

 Quando se o seu azar tiver a ver com problemas de dinheiro, faça a seguinte simpatia para se livrar disso.

     Pegue sete dentes de alho e e plante-os num pequeno canteiro, feito nos fundos de sua casa ou num vaso. Por cima espalhe uma generosa camada de sal grosso. Sobre ela coloque sete moedas de qualquer valor. 

 Deixe ali por sete dias completos, mesmo se a situação melhorar antes disso. Desmanche tudo depois, jogando água por cima. 


 

PARA BARRAR O AZAR

 Há pessoas com extrema sensibilidade que, no momento de uma discussão com uma outra pessoa, é capaz de sentir o ódio e a negatividade emanada em sua direção. A raiva, assim como a inveja e a cobiça, envolve forças malignas que mal podemos imaginar. Isso não nos impede, no entanto, de sofrer suas manifestações. .

 Se você discutiu com alguém e mesmo que não tenha essa sensibilidade, barre a entrada do azar, que vem no vácuo da raiva, fazendo a seguinte simpatia. 

Tome um banho imediato de água fria só que, antes de entrar sob a ducha, coloque um punhado de sal grosso no alto de sua cabeça. Fique sob a água pelo menos três minutos e não mais do que sete.


 

     PARA EXORCIZAR O AZAR 

 Se você está atravessando uma maré de azar, não se deixe contaminar por ela e trate de recuperar logo a sua sorte, antes que os danos sejam irreparáveis. 

 Há diversas maneiras de você fazer isso, mas nenhuma, certamente, será tão eficaz, embora não tão rápida, como a novena das Igrejas, praticada na Europa há alguns séculos.

 No dia escolhido, pela manhã, vá a uma igreja, acenda uma vela no altar, depois reze o Credo sete vezes, pedindo a Deus que afaste o azar de sua vida. 

     Repita isso por nove dias seguidos, mesmo que a sorte mude já nos primeiros dias. 


 

     PARA DEVOLVER O AZAR 

 Muitas vezes, no meio de uma violenta maré de azar, você tem total certeza de quem foi a pessoa responsável por isso. Nesses casos, um tratamento especial pode e deve ser feito, lançando contra essa pessoa o Choque de Retorno, que é a volta à origem do malefício causado.

 Para tanto, pegue um pedaço de espelho, que não tenha sido quebrado por você, coloque dentro de um envelope, lacre-o e subscreva-o para essa pessoa. 

     Enterre-o no pé de uma árvore bem alta e cheia de galhos. 

Observação: Algumas variações recomendam que você amarre uma fita vermelha em cruz no envelope, antes de enterrá-lo. Outras mandas enrolar um carretel de linha preta no envelope, também em cruz. 


 

     PARA LIMPAR O CAMINHO 

 Os magos, bruxos e feiticeiros de todos os tempos sempre deixaram importantes simpatias, principalmente aquelas ligadas a sortilégios de todo tipo. Uma grande preocupação de todos eles foi mais em promover uma limpeza dos caminhos, removendo azares e obstáculos, do que atraindo a sorte. 

 Segundo eles, sem o azar por porte, a sorte se aproxima naturalmente. Seja como for, importantes simpatias vieram desse pensamento, como é o caso desta.

Verifique o trajeto que faz dentro de sua casa, quando vem da rua e vai para o seu quarto. Nesse caminho, especificamente, faça a seguinte limpeza: varra com uma vassoura natural, depois passe um esfregão ou um pano de chão, molhado em salmoura. 

 Pegue, em seguida, um prato de barro, coloque três brasas, serragem de casca de caneleira, capim-cidreira meio seco, alecrim e arruda. Promova uma defumação nesse caminho, indo da porta da rua até o meio do quarto e voltando, repetindo esse trajeto por sete vezes. Repita a simpatia pelo menos uma vez a cada seis meses. 


 

     PARA MANDAR O AZAR PARA OS CONFINS DO MUNDO

O mar, como destino final de todos os rios, tem uma força enorme nas simpatias que o utilizam como local de purificação, onde todas as maldades e malefícios encontram seu fim. 

 Esta simpatia dá bem a medida desse sentimento e deve ser usada quando se sentir que uma maré de azar está próxima ou já chegou.

 Pegue uma folha de papel, escreva seu nome sete vezes, dentro de sete círculos distintos, depois dobre-o, fazendo um barquinho de papel. Solte-o na correnteza de um rio, dizendo três vezes a seguinte intenção:

"Azar que aqui chegou,

Azar que não vai ficar,

Tome logo seu destino,

Nas grandes ondas do mar."


 

     PARA TER SEU BODE EXPIATÓRIO

 O bode expiatório, conforme ensinado na Bíblia, é o melhor exemplo de como transferir se livrar do seu azar, sem prejudicar pessoa alguma. Uma simpatia antiga contém essa sabedoria. Pode não ser muito fácil de ser feita numa cidade grande, mas em locais mais tradicionais isso é perfeitamente possível.

 Sempre que um animal for ser morto, seja um frango, um porco ou um boi, cuspir sete vezes na mão direita e batê-la nas costas do animal, dizendo:

"Chega de azar,
Arrume outro lugar,
Pegue rabicho
No lombo deste bicho."

Observação: Em hipótese alguma o sangue desse animal poderá ser aproveitado em qualquer tipo de alimento.

INFORTÚNIO

 A impressão que se tem é que o Azar é muito mais freqüente e poderoso do que a Sorte, mas a realidade é que, quando acontece uma onda de infortúnio em nossas vidas, imediatamente nos esquecemos do longo período de sorte que acabamos de passar. 

 Dando maior ou menor valor a isso, só não há como deixar de crer na existência desses momentos em que tudo dá errado e em que nossa sorte parece nos abandonar. Alguns estudiosos, há algum tempo, encontraram até uma explicação científica para isso, vendo no Biorritmo esse ciclo contínuo entre sorte e azar, que se alternam em nossas existências.

 Acreditando nisso, nada haveria a ser feito para se atrair a Sorte nem para expulsar o Azar, simplesmente porque essas idas e vindas fariam parte de um ciclo constante. 

 As Simpatias Populares, no entanto, reflexo da sabedoria popular, jamais entenderam dessa forma e oferecem inúmeras alternativas para evitar que se tenham problemas nessa área, atraindo e mantendo a Sorte, da mesma forma que expulsa e mantém afastado o Azar.

Isso pode ser observado nas diversas simpatias que tratam do assunto. Como nesses assuntos o importante é se manter prevenido, por que não fazer isso?

PARA VACINAR CONTRA O AZAR

 Os primeiros anos de uma criança são feitos de acontecimentos que toda a família lembra para sempre. Para a criança, inicia-se um tempo de aventuras e de descobertas, que irão prender sua atenção e torná-la inquieta e curiosa. 

 É o tempo em que se define a sua personalidade e em que seu caráter é moldado para

o futuro. Tudo o que ela será quando crescer, é iniciado nesse período, inclusive seu relacionamento com a sorte ou o azar. 

A sabedoria popular recomenda que se faça uma simpatia preventiva, fazendo com que a criança seja vacinada contra o azar. É muito simples. 

 Logo que a criança começar a andar, enterrar uma asa de frango, com pena e tudo, no meio do quintal de sua casa. Por sete sextas-feiras seguidas, logo que a criança acordar e ainda em jejum, segurar os bracinhos dela erguidos para o alto e fazê-la dar sete voltas ao redor desse local. Repetir a seguinte intenção a cada volta:

"Te espanto de mim,
Te deixo enterrado
Azar tenha fim
Sem ter começado."


 

     PARA FORTALECER CONTRA O AZAR

 Para viver tranqüilamente, todo mundo precisa, antes de mais nada, de um pouco de sorte na vida. Sorte em todos os sentidos, de forma que possa ter prazeres e encontrar satisfação por acordar a cada novo dia. 

 Quando o Azar se abate sobre uma pessoa, é porque houve uma brecha ou uma fraqueza em suas atitudes ou em seu comportamento. Se você viver sua vida com retidão e fé, dificilmente será perturbado(a) por coisas desse tipo.

Uma simpatia popular pode ajudar, fortalecendo suas defesas espirituais. Há muitas delas, específicas para esse tipo de problema, mas esta é uma das mais fáceis. 

 Numa sexta-feira de Lua Crescente, logo após escurecer, saia de casa e faça sete visitas a sete casas diferentes. Em cada uma delas, procure se sentar numa cadeira de madeira.

 Quando fizer isso, bata no fundo dessa cadeira com os nós dos dedos da mão direita, enquanto repete mentalmente a seguinte oração:

"Senhor, Deus do Universo e Pai de Bondade, tu que acompanhas e guias minha vida e meu destino, faça com que a sorte de todas as pessoas que se sentaram e ainda se sentarão nesta cadeira seja repartida comigo, fortalecendo-me espiritualmente para combater o Azar, filho do Demônio e fruto da maldade. Amém!"


 

     PARA EXPULSAR O AZAR DE SUA CASA

 É desnecessário, acreditamos, comentar a respeito dos problemas que podem surgir numa casa, quando o azar nela se instala, aproveitando um momento de fraqueza ou de desarmonia na família. O que é importante lembrar é que isso pode ser evitado por uma simpatia adequada, mesmo nos momentos de maior tensão entre os moradores da residência.

 Basta que uma delas tenha a fé e se lembre de fazer a seguinte simpatia, ao menor sinal de azar na casa. 

 Pegue uma folha de papel branca e nela escreva o nome de todos os membros da família que habitam a moradia. Envolva uma vela branca com essa folha, depois enrole um carretel de linha branca inteiro por cima. Reze um Pai Nosso e três Ave Maria, depois unte a linha e a folha com óleo de oliva, fixe-a num prato com terra e acenda-a, deixando-a queimar próximo de uma janela. 

     Quando a vela terminar de queimar, jogue todo o conteúdo do prato em água corrente. 


 

     PARA JOVEM AZARADO

 Se o seu filho não foi vacinado contra o Azar na infância e, agora na adolescência, tem tido azar nos estudos, com os amigos, com o namoro ou com o trabalho, ajude-o com uma simpatia que vai livrá-lo disso e tornar sua vida mais prazerosa. 

 Pegue um saquinho de tecido vermelho e coloque dentro um chumaço de pêlos da cauda de um gato, da cauda de um cachorro e da cauda de um cavalo. Junte também penas das asas de um pombo, depois costure o saquinho. 

Sem dizer nada ao(à) jovem, coloque o saquinho dentro do seu travesseiro, numa sexta-feira. Deixe ali por sete dias seguidos, retirando-o e queimando-o sem abri-lo. 

Observação: algumas pessoas não resistem à tentação de observar como ficou o conteúdo do saquinho e acabam abrindo-o, recebendo para si toda a carga negativa de azar que se abatia sobre o jovem. Para evitar que façam isso, o conteúdo do saquinho estará intacto, se a simpatia não surtiu efeito, ou os pêlos e as penas estarão entrelaçados, formando bolas muitas vezes. 


 

     PARA AFASTAR O AZAR DE SEU CARRO

 Quando bate uma onda de azar em sua vida, ela pode se refletir naquilo que você mais preza ou de que você mais precisa. Se para o seu trabalho você precisa do seu carro ou tem um xodó todo especial por ele, de repente podem começar a acontecer problemas e defeitos um atrás do outro, sem que haja uma razão.

Quando isso acontece, não há outra coisa a fazer, a não ser uma simpatia antiga e simples, mas sempre muito eficiente.

 Lave seu carro num rio ou numa cachoeira, usando sabão neutro e pano de fibras naturais, como o linho e o rami, para limpá-lo e secá-lo. Nesse dia, não o encere, mas deixe-o ao sol e depois faça um polimento com estopa de algodão.


 

     PARA DEFENDER UMA CRIANÇA DO AZAR

 A sorte e o futuro são coisas imprevisíveis e difíceis de serem controladas. Mesmo assim, todos os pais sonham para seus filhos um futuro onde todas as suas necessidades materiais sejam satisfeitas, nada lhes falte e o azar não venha para atrapalhar. 

 Apenas sonhar pode ser muito pouco. É preciso fazer alguma coisa mais efetiva, como uma simpatia que defenderá a criança do azar por toda a sua vida.

 Para isso, após a queda do umbigo da criança, basta que seja tirada uma fotografia dela, de corpo inteiro. Essa foto será colocada entre uma foto do pai e outra da mãe, depois amarrada com um carretel de linha vermelha e enterrada, juntamente com o coto umbilical, num canto de muro ou de cerca do local onde moram.


 

     PARA AZAR COM DOENÇA DE CRIANÇA

 Quando uma criança adoece, a vida dos pais fica muito mais complicada, pois se preocupam com isso e não têm sossego enquanto a criança não se recuperar. Olhar uma criança abatida numa cama é uma visão que corta o coração de qualquer um.

 A doença de um filho, pode ser em decorrência do azar de seus pais, que ataca onde lhes causa mais danos. Muita coisa pode fazer com que isso aconteça, mas, em todos os casos, o mais importante é resolver logo o problema da criança. 

 Para isso, enquanto segue as orientações do seu médico, faça o seguinte: pegue todas as roupas da criança, inclusive a que ela está vestindo, e vire do avesso. 

 Pegue também os sapatos, tênis, sandálias e chinelos e leve para fora de casa. Deixe-os ao sol por meia hora, depois recolha-os e encoste-os do lado de fora da parede da casa. Só os retire quando a criança começar a se recuperar. 


 

     PARA TORNAR O AZAR PASSAGEIRO

 Existem diversas simpatias, todas eficientes para afastar o azar, que pode ser sintoma de uma porção de coisas, que não vêm ao caso, pois o importante e se livrar dessa praga.

 Fique atento(a) às coisas desagradáveis que acontecem em série. Quando três delas acontecerem simultaneamente ou num mesmo dia, é hora de fazer a simpatia. 

 Pegue uma agulha com linha vermelha e alinhave-a no tecido de sua roupa, à altura do coração, sete vezes. Não dê nó na linha, para que ela passe livremente.

     Repita a seguinte intenção, também por sete vezes, enquanto faz isso:

"Preso está, 

preso ficará,

Furado está,

costurado ficará."

     Pegue um dente de alho grande, com casca e tudo, e vá costurando-o, deixando a linha presa nele. Repita a intenção por sete vezes, enquanto faz isso. Quando terminar, não corte a linha nem retire a agulha. Jogue tudo numa fogueira, voltando a repetir a intenção por mais sete vezes.

     PARA PERSEGUIÇÕES

 Um dos piores azares que pode acontecer na vida de alguém é ter uma pessoa em seus calcanhares, perseguindo-a injustamente. Alguns afirmam que isso se trata de um carma que você precisa resgatar. Outros afirmam que o carma é do perseguidor, que deseja que você o livre dele. 

 A segunda hipótese parece ter mais respaldo nas Simpatias Populares, pois há diversas delas especialmente indicadas para expulsar esse tipo de azar. 

 Se você passa por isso, resolva o assunto de uma vez por todas, fazendo o seguinte: pegue uma folha de papel e nos quatro cantos dela escreva o nome dessa pessoa. Coloque no centro um pedaço de fumo de corda, depois embrulhe-o. Amarre uma fita vermelha e vá até uma encruzilhada. Deixe esse pacote ali dizendo o seguinte:

"Esta será a paga de quem fizer o trabalho
tirando da minha cola, sem direito a uma esmola
essa pessoa safada, para sempre azarada
por ser do jeito que é, sem piedade e sem fé."

     Afaste-se sem olhar para trás. 


 

     PARA AZAR COM VIZINHO

Se o seu vizinho é do tipo encrenqueiro, do tipo pidão, daqueles que sofrem do ouvido e gostam de ouvir música a todo volume ou tem qualquer outro defeito que o torna um azar para você e sua família, não se irrite nem arrume encrenca por isso. 

 Simplesmente recorra a uma simpatia que o livrará do problema em breve. Para isso, pegue um ovo que esteja sendo chocado por uma galinha preta. Escreva na casca dele sete vezes o nome desse vizinho, depois enterre-o em pé, com a parte mais larga para baixo, na divisa das duas casas. 


 

     PARA AZAR COM INTRIGAS

 Dizem que há pessoas que pensam com a língua e não conseguem mantê-la quieta ou sob controle. Estão sempre se metendo na vida das outras e é fácil imaginar os transtornos que acabam provocando, azarando a vida alheia. 

 Dentre as muitas simpatias para lidar com essa gente, existe uma bem curiosa e, segundo muitos, muito eficaz:

 Pegue o bico de uma galinha morta, coloque dentro um pedacinho de papel com o nome dessa pessoa, lambuze com mel e deixe no buraco de um formigueiro. 


 

     PARA TER UM TALISMÃ CONTRA O AZAR

 A história das ciências ocultas registra a existência de inúmeros talismãs, criados ao longo dos tempos, para proteger o homem de influências negativas, entre elas o Azar. 

 Há desde os mais simples até os mais complicados, que demandam a realização de verdadeiros rituais. Estes não vingaram na prática, porque as simpatias populares sempre deram preferência para tudo aquilo que é mais simples e fácil de ser feito. Assim, para a fazer um talismã eficiente contra o azar em todos os sentidos, você pode escolher uma das seguintes opções:

1. Colar com sêmen humano um espinho de limeira num pequeno espelho, embrulhar com um lenço vermelho ou pôr dentro de um saquinho de tecido da mesma cor, levando-o sempre consigo.

2. Usar em contato com o corpo um elo de corrente, onde tenha prendido uma trança feita com a crina de uma égua prenhe. 

 Usar uma aliança de ouro presa numa corrente ao pescoço onde tenha amarrado uma pulseira feita com fios de cabelo da mulher amada ou do homem amado.

 Num copo de água benta, antes de sair o sol de uma sexta-feira, pingue a cera derretida de uma vela, enquanto reza um Pai Nosso lentamente, pronunciando palavra por palavra. Retire essa cera e coloque-a dentro de um envelope. Leve-o consigo sempre que sair de casa ou esconda-o no interior do seu carro, para afastar o azar no trânsito.

Pegue um espinho de limeira e passe-o sete vezes pelo tecido da primeira roupinha vestida num recém-nascido. Espete-o depois num pedaço de fita vermelha e guarde-o na sua carteira.

 


 

     PARA UM BANHO CONTRA O AZAR

 Há pessoas previdentes, que não costumam dar sopa para o azar, tratando de tomar suas precauções, evitando que o mal se manifeste. Para isso, usam um meio muito simples e prático, que é o banho protetor, feito uma vez por mês. 

 Para isso, escolha o dia do mês para isso, pois o ideal é fazer sempre no mesmo dia. Antes de ir dormir, pegue três litros água e ferva, juntamente com vinte e uma pedrinhas de sal grosso, um galhinho de arruda e outro de alecrim. 

 Quando ferver, tire do fogo e deixe amornar. Tome um banho e enxágüe-se com essa água, jogando-a do pescoço para baixo. Vista uma peça de roupa alaranjada para dormir. 


 

     PARA EVITAR O AZAR NUM PROJETO

Se você está preparando um projeto para ser lançado ou apresentado ao público, prepare-se de todas as formas, afugentando as pessoas invejosas que certamente vão querer azarar seu trabalho e seus esforços. 

 Para isso, não conte a ninguém os detalhes do que está fazendo. Isso é muito importante. A par disso, faça a seguinte simpatia. Pegue uma maçã vermelha, bem madura, e escreva na casca dela o nome do seu projeto, enterrando-a ao pé de uma árvore alta e bem frondosa.

Observação: ao iniciar um projeto, evite contá-lo principalmente a pessoas do sexo oposto.

O RETORNO

Muito embora sempre façamos questão de frisar que todo aquilo que se consegue prejudicando os outros tem um preço muito alto a ser pago, lembramos também constantemente o ditado que diz que cada um sabe "onde lhe aperta o calo". Jamais seremos hipócritas a ponto de negar o que existe. 

 Nem tudo pode ser como a gente quer e, às vezes, somos mesmo forçados a adotar uma atitude drástica contra uma pessoa, seja lá por qual motivo. 

 Há muitas maneiras de azarar a vida dela. É preciso ter consciência (nunca nos cansaremos de repetir isso) do que ocorre quando usamos uma simpatia como esta. 

 Todo o mal que fazemos, cedo ou tarde poderá retornar para nós mesmo, se nossas intenções não forem as mais honestas possíveis. Tudo isso porque apresentaremos uma oração com esse objetivo, mas que deve ser utilizada com absoluto critério. Além dela, diversa outras simpatias são reveladas, todas com o objetivo de livrar sua vida do Azar, seja evitando que ele se aproxime e se instale, seja removendo-o, seja despachando-o de volta para suas origens.

 Acima de tudo, tenha sempre em mente que a melhor defesa contra o azar são as suas defesas espirituais, embasadas principalmente na sua fé e na sua confiança em si mesmo, na sua honestidade e na sua pureza de sentimentos e intenções. 


 

     PARA LEVAR O AZAR PARA O CEMITÉRIO

Quando alguém entra numa maré de azar, se não fizer nada para se proteger, em pouco tempo essa praga, muitas vezes plantada em sua vida por pessoas invejosas, acabará por destruir tudo que você tem de mais precioso.

 Ficar à mercê desse tipo de coisas é uma temeridade. Saia dessa, fazendo a seguinte simpatia:

 Numa segunda-feira, antes das nove da manhã, vá a uma igreja e reze um Pai Nosso e uma Ave Maria. Acenda uma vela no altar e deixe-a queimar até a metade. 

 Apague-a e leve-a até um cemitério, acendendo-a de novo no túmulo de uma criança, localizado do lado esquerdo do portão de entrada. Procure um que seja bem antigo. 

     Saia sem olhar para trás.


 

     PARA TIRAR O AZAR DE SUA CASA

Ninguém está livre do azar, principalmente quando ele resolve atacá-lo em sua própria casa, motivado pelo despeito de alguma pessoa invejosa da vizinhança.

 Como você subiu na vida e agora tem uma casa boa, saúde, uma família unida, amigos e um bom emprego, eles querem agora cobrar o preço de sua maldade e de sua incompetência. 

 Para evitar que essa inveja se transforme na mais perniciosa onda de azar, capaz de contaminar sua casa e desarmonizar você e sua família, trate de fazer logo seguinte simpatia:

Na primeira sexta-feira após você sentir que pequenas coisas estão saindo errado e isso não lhe parece coincidência, pegue um copo branco e novo, coloque três colheres de sal grosso e complete com vinagre.

 Molhe um galho de arruda nessa água e com ele varra toda a frente do portão de entrada de sua casa, bem como os parapeitos dela. Para reforçar, enterre uma cabeça de alho em cada quina exterior da casa, bem rente à parede. 

Observação: Quando terminar de fazer isso, jogue o que sobrar do copo nos cantos do muro ou da cerca.


 

     PARA AFASTAR O AZAR DE SUA VIDA

 Algumas simpatias são tão simples que não existe justificativa para você não fazê-la, já que o objetivo dela é o de prevenir ou de afastar de sua vida o que o(a) incomoda. 

 Esta é uma das mais simples e eficazes, que serve para todos os dias do ano, utilizando as energias positivas que estão contidas na natureza e que podem ajudá-lo(a) a ter mais sorte na vida, principalmente se você esta passando por um período de contratempos e dificuldades e procura uma solução.  

 Numa terça-feira, antes de anoitecer, vá até a correnteza de um rio e escolha uma pedra redonda e pequena. Na verdade, segundo os estudiosos, não é você escolhe essa pedra, mas ela que o escolhe. Para isso, enfie a mão na água, no pé da corredeira, num ponto onde o leito do rio seja arenoso, retirando um punhado de areia e pedras. 

 Aba a mão e vá olhando as pedras que ficarem nela. Quando sua pedra aparecer, você saberá. Carregue-a sempre com você, em seu bolso, ou pendurada como pingente em uma corrente de ouro ou de prata, no pescoço. 

Observação: Esta simpatia não só o(a) livrará do mal, como irá ajudá-lo(a) a ter sorte para conquistar os bens materiais com que você sempre sonhou. 


 

     PARA ESPANTAR O AZAR PERMANENTEMENTE

  Os caipiras costumavam dizer que o azar é como um urubu que pousou na sua carniça. Enquanto não comer tudo, ele não vai embora. Assim, quando você percebe que as coisas estão começando a dar errado em sua vida, pode já ser tarde demais, porque o urubu já farejou a carniça que precisava ter sido enterrada com antecedência ou, então, não ter aparecido ali de forma alguma.

 Uma simpatia antiga muito forte, hoje em desuso nas cidades grandes, ainda é muito usada no interior para prevenir esse tipo de situação, evitando que venha a acontecer.

 No dia treze do mês, pegue um vaso branco e coloque sete penas de urubu no fundo, depois encha com terra preparada para o cultivo. Plante ali sete dentes de alho, já brotados e cultive-os do lado de fora de sua casa, nos fundos. 

Observe atentamente o desenvolvimento das plantas. Quando tiverem altura, replante­as num vaso maior ou numa floreira, mas para cada planta que retirar, plante um novo dente de alho. O segredo está em comer um dente desse alho, quando ele produzir, a cada primeiro dia dos meses ímpares do ano. 

Observação: Não se tem registro de nenhuma outra simpatia que seja tão forte quanto essa, para manter o azar à distância. No entanto, não se surpreenda se o alho não brotar ou não vingar, quando replantado ou se, de um dia para o outro, simplesmente murcharem e secarem. Se isso acontecer, jogue fora esse vaso e prepare imediatamente um outro. 

     PARA SE DEFENDER USANDO O AZAR

Pode parecer contraditório você se defender usando o azar, mas isso é perfeitamente possível, mas, alertamos, só deve ser usado como defesa. Isso implica em ter certeza de que uma pessoa está mesmo prejudicando você, para não correr o risco de cometer uma injustiça e acabar pagando por isso, o que seria um duplo azar.

     Se a pessoa vai lhe prejudicar ou causar um mal irreparável, faça o seguinte:

 Numa noite de sexta-feira, após às 22:00 horas, numa encruzilhada bem longe de sua casa, leve uma fita preta de noventa e nove centímetros de comprimento, onde tenha escrito por nove vezes o nome completo da pessoa que você quer ou precisa azarar.

 Coloque esta fita preta no chão, formando um círculo. As pontas devem ser unidas e presas ao chão com uma agulha grande. No centro do círculo, acenda nove velas pretas formando outro círculo. No centro dele jogue sal grosso, vinagre e pimenta do reino em grãos.

     Afaste-se dali rezando um Pai Nosso. 

Observação: uma variação desta simpatia recomenda que você espere ate que as velas se queimem. O tempo todo fique de costas para o feitiço, rezando o Pai Nosso. Quando todas as velas se apagarem, urine no centro do círculo, jogue nove punhados de terra em cima e afaste-se sem olhar para trás.


 

     PARA NÃO TROCAR SORTE POR AZAR

 É comum, entre amigos, a ajuda mútua, quando um necessita do outro. Pode ser o empréstimo de uma roupa para uma festa ou até um dinheiro no fim do mês. Quando se faz isso, se sabe que, quando precisar, o amigo estará lá para serví-lo. Alguns cuidados básicos devem ser tomados, no entanto, quando se mexe com esse tipo de coisa. 

 Sempre que emprestar alguma coisa a um amigo ou até mesmo a um parente, faça questão que ele lhe devolva da mesma forma como foi emprestado. Se estragar, exija um novo no lugar. Se for uma ferramenta que ele tenha usado, que seja lavada e não retorne com terra ou sujeira decorrente do uso.

 Se você for exigente nos primeiros empréstimos, todos saberão como você age e não terá problema no futuro. 

Observação: segundo os estudiosos, o azar é como uma erva daninha, que pode se espalhar ao seu redor com extrema facilidade. Por isso que, no interior, quando uma amiga visita a outra e retorna com mudas de alguma planta para o seu jardim, antes de mais nada ela lava as raízes, para remover os resíduos de terra, antes de plantá-la novamente. 


 

     PARA ASSUSTAR O AZAR

Há, na literatura universal, o uso de algumas simpatias que se tornaram célebres, muito embora hoje em dia as pessoas mais jovens ou alheias ao assunto desconheçam. 

 Certas práticas e certos elementos da natureza sempre serviram, de forma efetiva e ativa, para afastar o mal, o azar, as pessoas invejosas, o mau-olhado e outras coisas negativas. Esse uso foi tão marcante que acabou sendo levado para os livros.

     Um dos exemplos mais famosos é o do uso do alho para espantar o azar e o mal de um modo geral. Nas histórias de vampiro essa prática foi lembrada, como um reconhecimento a uma prática que sempre funcionou.

 Uma outra prática, também levada para os filmes e histórias de vampiros, recomenda que você crave estacas nos cantos de sua propriedade para livrá-la do azar. Nos livros, as estacas aparecem como a maneira de eliminar definitivamente os vampiros, da mesma forma como eliminam o azar.


 

     PARA EVITAR O AZAR PELA RAIVA

 Perder o controle é perder a harmonia e só isso já é o bastante para desencadear o processo de instalação do azar em sua vida. Isso fica bem evidente se você parar para pensar e se lembrar de algum dia em que perdeu o controle e acabou se machucando ao chutar um móvel ou quebrar alguma coisa.

 Quando o azar vem dessa forma, pode chegar forte que, às vezes, provoca até mal-estar. Quando isso acontecer com você, trate de fazer imediatamente, uma simpatia para sua defesa contra esse tipo de azar.

Segure uma vassoura pelo cabo, usando as duas mãos, erguendo-a acima de sua cabeça. Fique assim enquanto reza um Pai Nosso e sete Ave Maria. Quando terminar, coloque a vassoura com o cabo para baixo apoiada na terra. 


 

     PARA MARÉ DE AZAR

 Os sábios antigos afirmavam que toda maré de azar é coisa mandada. Se você não sabe ainda, a maré de azar vem em ondas contínuas de obstáculos, problemas e atrapalhos que atingem todos os setores de sua vida. 

     Como é algo que pode ser devastador, exige uma providência imediata e drástica.

 Quando você se der conta que é muito azar para uma só pessoa, vá a um cemitério e faça uma peregrinação por ele, acendendo, quarenta velas em quarenta túmulos diferentes. Quando terminar, acenda mais sete ao redor do cruzeiro. A cada vela que acender, repita a seguinte intenção:

Pelo poder que emanar
Da cruz de Nosso Senhor
Fica contigo o azar
Ou devolve ao seu criador.

     Reze um Pai Nosso e três Ave Maria, depois vá para casa. 


 

     PARA SE LIVRAR DO AZAR COM UM BENZIMENTO

 Esta é, também, uma das formas mais simples e fáceis de se livrar do azar. Desde á muito tempo que as rezas, benzimentos e orações tem sido utilizados pelo povo em geral na solução de suas mais prementes necessidades.

 No caso específico do azar, existem inúmeras orações para você livrar a si ou a outra pessoa.

Antes de fazê-lo, no entanto, é preciso alguns cuidados e lembrar sempre que, nesse caso, a fé é o principal elemento e que a oração canaliza essa fé em forma de vibrações, que podem ser levadas pelas asas dos Anjos direto ao Criador. 

 Se você for benzer a si mesmo, terá que benzer seu reflexo, que tanto pode ser sua sombra, como sua imagem no espelho ou seu reflexo na superfície de um lago calmo. Se for benzer uma outra pessoa, basta que ela fique de joelhos e que você coloque sua mão direita no alto da cabeça dela. 

     Esta é uma das orações mais usadas nesse tipo de benzimento. 

"Eu te benzo, filho de Deus, em nome do Pai, do Filho e com as virtudes e os poderes do Espírito Santo. Se for azar o que te atrapalha, desapareça agora. Se for inveja, que se desmanche e suma nas águas do mar. Se for mau-olhado, que retorne a sua origem. Se for por maldade, que seu dono pague o preço. Para louvar a nosso Senhor Jesus Cristo, que você fique livre de todos os males, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém!"

Observação: A pessoa que for benzida deverá acender três velas brancas e rezar três Pai Nosso.


 

     PARA DETER MARÉ DE AZAR

 Acreditamos que todo mundo já saiba exatamente o significado da expressão maré de azar, mas não custa repetir a explicação. É quando as coisas começam a dar errado em todos os sentidos, por mais que se cuide ou se esteja alerta.

 Simplesmente alguma coisa aconteceu e desestabilizou toda a harmonia física e espiritual ao seu redor e o mundo parece agora desabar sobre você, afetando sua família, sua vida amorosa, seu trabalho, suas finanças e infernizando a sua vida como um todo.

 Se sentir que isto está acontecendo, trate de se proteger rapidamente, fazendo o seguinte, no momento em que o sol se põe, numa sexta-feira:

 Pegue um prato de barro, coloque sete brasas vivas em seu interior, açúcar mascavo, ramos secos de arruda e alecrim, juntamente com canela e cravo em pó. 

 Faça uma defumação na sua casa, só que invertida. Feche portas e janelas, deixando apenas a porta da frente aberta. Vá para cada um dos cômodos e de lá vá direto para fora da casa, passando por essa única porta aberta. 

 Retorne e vá para outro cômodo, fazendo o mesmo, até ter visitado todos os cômodos da casa. Deixe o prato no aposento onde a família passa mais tempo reunida. Quando parar de esfumaçar, lave-o em água corrente e só depois disso abra as portas e janelas de novo.


 

     PARA SE LIBERTAR DO AZAR

 Muitas vezes, por pura maldade, as pessoas acabam desejando o azar e a má-sorte para as outras. Mesmo que não haja aparentemente maldade nesse ato, ele é reprovável porque revela um desejo inconsciente de prejudicar.

 Quando isso atinge alguém, a pessoa atingida entrará numa maré de azar repentina e se não souber como se livrar dela com certeza vai pagar um preço bem caro por não estar preparada para enfrentar isso. 

 Esta simpatia deve estar sempre na lembrança, para ser usada em momentos assim. É muito simples e deve ser feita no último dia de cada mês, mesmo que tudo esteja correndo bem em sua vida.

 Nesse dia, após o escurecer, pegue um cordão de algodão e sete nós. Acenda uma vela e nessa chama vá queimando um a um os nós do cordão. A cada um, repita a seguinte intenção:

Queimado está, meu azar, Desfeito está outro nó. Nada mais vai me amarrar Às amarras que são pó.


 

     PARA MANTER O AZAR À DISTÂNCIA

 Quando o azar se instala, dizem que fica pelo menos sete dias e provoca pelo menos sete danos. Nesse tempo, se ele for percebido e se alguma ação for desencadeada para anulá-lo, ele poderá ser afastado. Caso contrário, ficará por outro período de sete dias com mais sete danos.

 A questão, então, não é afastá-lo, pois nesse tempo ele já terá provocado prejuízos. A chave da questão reside no fato de que é preciso mantê-lo afastado todo o tempo, impedindo que ele se aproxime e se instale.

 Para isso, há várias simpatias, mas uma das mais simples e fáceis de serem feitas é esta: 

 Durante sete noites seguidas, antes de dormir, leia em voz alta a seguinte oração. No primeiro dia, leia apenas o primeiro versículo. No segundo dia, o primeiro e o segundo. No terceiro, os três e assim por diante, até o sétimo dia, quando a oração deverá ser rezada por completo.

 Senhor Deus, em ti confio, salva-me de tudo me persegue,

 Para que o mal não me arrebate, despedaçando-me sem que eu tenha defesa. 

 Senhor, que o perverso não me persiga,

 E que eu não pague pelo mal que não cometi,

Nem seja punido sem falta. 

 Porque grande é o teu poder, na terra ou no céu

 E contra ti não há quem possa prevalecer. Amem!

 

SIGNIFICADOS DIFERENTES

 Dizem que a sorte é para quem tem e não para quem quer. Da mesma maneira pode-

se dizer que azar é para quem tem e não para quem não quer. Quando ele chega e se instala, faz parecer que a sorte jamais existiu.

 Para as pessoas, sorte e azar podem ter significados diferentes. Para uns, sorte é ganhar uma rifa. Para outros, sorte é ter paz e harmonia na família. Uma pessoa pode ganhar todas as rifas do mundo, mas se não tiver o amor, o carinho e a atenção dos familiares, de nada lhe servirá tudo isso.

 Para uns, azar é ver seu time perder. Para outros, azar é ver um filho não passar no vestibular. Uns acham que tiveram azar porque jogaram no bicho por causa de um sonho e não ganharam. Em família, contando o sonho, todos riem e se divertem com isso, num ambiente tranqüilo e agradável.

São, portanto, níveis diferentes de entendimento e de percepção. A sorte e o azar se alternam em nossas vidas, às vezes estando presentes ao mesmo tempo, quando temos sorte na vida amorosa e azar na financeira. Ou vice-versa. Aliás, a própria sabedoria popular confirma isso, no ditado que afirma que quem é feliz no jogo, é infeliz no amor. Talvez porque não se possa ter tudo que se quer. A menos que se use a simpatia certa. 


 

     PARA MARÉ DE AZAR

Quando se entra numa maré de azar, nada dá certo e não adianta espernear ou protestar, pois isso parece aumentar ainda mais o azar. É preciso, antes de mais nada, manter a calma o tempo todo, não permitindo que seus efeitos sejam mais danosos do que seria de se esperar.

 Se você perceber que a situação chegou a um ponto insustentável ou mesmo se pequenas coisas ultimamente não andam dando certo, não espere mais tempo. Trate de se proteger com uma simpatia especial para esse fim. 

 Numa sexta-feira, logo pela manhã, pegue três pregos de aço e, com eles na mão direita, vá até uma igreja. Molhe os pregos com água benta, depois seque-os esfregando-os contra a barra de sua calça ou de seu vestido. 

 Vá, em seguida, a um cemitério e enterre esses pregos em três covas diferentes, de modo que formem um triângulo. Em cada uma dessas covas acenda uma vela. Afaste-se sem olhar para trás.


 

     PARA FAZER UM TALISMÃ CONTRA O AZAR

 Hoje, mais do que ontem, o uso de um talismã contra o azar pode ser de grande valia, pois quanto mais gente você tem ao seu redor, mais chances você tem de ser impregnada por essa praga. 

 Os magos sempre estudaram e divulgaram o potencial canalizador de certos materiais na natureza. Alguns refletem, outros absorvem como espuma, outros purificam. 

 O uso do talismã correto pode tornar sua vida mais fácil, pois eliminará os empecilhos e os obstáculos que eventualmente possa surgir em seus caminhos. 

 Para isso, pegue trinta e três contas de lágrimas-de-nossa-senhora, imaculadamente brancas, fazendo um colar com elas, usando uma linha de pescar fina para uní-las. Arremate com um nó, de forma que possa pôr e tirar esse colar, sem precisar de fecho. 

     Pelo menos uma vez por semana, na sexta-feira, quando for dormir, use esse colar. 


 

     PARA ENGANAR O AZAR

 Às vezes é preciso que se use de algumas artimanhas para não deixar que o azar chegue e se instale, acabando com sua sorte, principalmente se tudo anda dando certo em sua vida ultimamente.

 Para isso, num dia específico do mês, escolhido por você, assim que escurecer, pegue uma foto sua e cole-a de frente no tronco de uma árvore. 

 No mês seguinte, nesse mesmo dia, cole outra foto numa pedra. No outro mês, num muro e assim por diante, até completar sete meses, sempre variando de local e jamais colando a foto num mesmo local mais de uma vez. 

     Repetir anualmente. 

Observação: ao invés de colar fotos, nada impede que você tire xerox delas e utilize esse tipo de cópia, desde que de boa qualidade. 


 

     PARA SE LIVRAR DO AZAR

 Sabemos que o azar nunca anda sozinho" e qualquer pessoa consultada terá sempre uma experiência dessas verdadeiras marés de azar, que um dia passaram por suas vidas.

 Se você apenas ficar esperando, com certeza cedo ou tarde acabará enfrentando uma. O melhor a fazer é sempre se prevenir e, para isso, nada melhor que uma simpatia. 

Quando sentir que anda muito azarado(a) ultimamente e que mais de três azares já o

(a) atormentaram, ou se desejar apenas se prevenir contra essa praga, faça o seguinte:

Logo que amanhecer, de preferência numa segunda-feira, pegue duas vela, raspe o fundo delas, de modo que possam ser fixadas inclinadas, cruzando-se, num prato branco. 

 No fundo do prato coloque açúcar ou mel. Deixe queimando do lado de fora de sua casa. Quando terminar, enterre o prato de boca para baixo num canto de muro ou de cerca.


 

PARA TROCAR O AZAR

 Se você está azarado, alguém com certeza não está. Se você for esperto, poderá compartilhar da sorte dela outra, usando uma simpatia muito conhecida.

 Pegue uma nota graúda e peça para a pessoa trocar para você. Se ela não tiver troco, empreste dela uma nota menor, nem que para isso tenha que lhe deixar a nota maior em garantia. O importante é fazer com que ela lhe ceda uma nota. 

     Leve essa nota consigo, dobrada em sua carteira ou bolsa.


 

PARA QUEIMAR O AZAR

Se você passa por um período de azar, quando nada dá certo para você, não perca mais tempo. O azar é uma praga cresce fácil e se espalha com muita rapidez, contaminando não apenas você, mas toda a sua família, amigos e colegas de trabalho. 

 Para não passar por isso, faça a seguinte simpatia: numa segunda-feira, assim que amanhecer, vá a uma padaria e compre um pãozinho comum. Morda as pontas dele, depois coloque dentro uma vela. Acenda-a e deixe-a queimando do lado de fora de sua casa, num local onde ninguém veja ou mexa. 


 

     PARA ONDAS DE AZAR 

  Esta é uma simpatia muito simples e eficaz que serve para quem está passando por um período de contratempos e dificuldades e procura ajuda. 

 Na primeira segunda-feira do mês, logo que amanhecer, vá a um lago, represa ou lagoa. Reúna perto da margem sete pedras de tamanho médio. Tire os sapatos e vá arremessando uma a uma as pedras na água. 

 Assim que arremessar cada uma delas, coloque os dois pés na água, para que ela, vindo em ondas após a queda da pedra, passe por eles. 

     Faça isso com as sete pedras.


 

     PARA QUEBRAR O CICLO DO AZAR 

 Depois que o azar se instala, é mais difícil removê-lo, pois pelo menos três coisas graves ou sete pequenas precisam acontecer, para que ele comece a se enfraquecer e possa ser combatido.

 Esperar isso tudo acontecer pode ser uma temeridade. Se você não se protegeu e o azar chegou inesperadamente, o melhor a fazer é lançar mão de uma simpatia para quebrar esse ciclo imediatamente. Esta é a mais indicada. 

 Às treze horas do dia a sua escolha, coloque sete pedras de rio num prato, acrescente quirera e grãos de arroz em casca, colocando tudo num local alto, ao alcance dos pássaros.

 No final da tarde, sem retirar o prato do local, coloque dentro sete dentes de alho com casca. Na manhã seguinte, embrulhe tudo num jornal, sem olhar o conteúdo do prato, enterrando-o de boca para baixo num canto de muro ou de cerca. 

Observação: uma variação recomenda que se embrulhe o prato com o jornal, levando-

o até o rio de onde foram tiradas as pedras. Ali ele deve ser mergulhado, de boca para baixo e deixado lá.

 Se eventualmente você quiser transferir seu azar para alguém, principalmente se tiver certeza que foi ela quem lhe mandou essa onda de azar, convide-a para comer e sirva-lhe uma refeição nesse prato que, após o uso, deverá ser jogado fora, ainda sujo. 


 

PARA COBRIR O AZAR

 As vezes as coisas não andam bem, principalmente em casa, na escola ou no trabalho. Tudo o que se faz dá errado e isto pode ser angustiante. Se está acontecendo com você, faça o seguinte:

 Ao amanhecer de uma segunda-feira, antes do sol surgir, pegue treze moedas e forme, no chão, um triângulo com elas, tendo como o vértice o nascente. 

No momento em que o sol for surgindo, vá jogando terra sobre as moedas e repetindo por treze vezes a seguinte intenção:

O Sol não vai parar
Mas o azar há de ficar.

 As moedas deverão ficar cobertas ali por treze dias. Toda manhã verifique. Se algumas delas se descobriu, repita a intenção e volte a cobrí-la. Passado os treze dias, recolha as moedas e trate de passá-las para frente o mais depressa possível. Não deixe que fique nenhuma delas em sua casa. 


 

     PARA AZAR QUE VEM DO RESSENTIMENTO 

 Numa briga as pessoas acabam dizendo o que não devem e o ressentimento é natural, mas acaba passando após algum tempo. Quando ele gera ódio, porém, transforma-se numa energia tremendamente negativa, capaz de provocar marés de azar terríveis. 

 Se você brigou com alguém, não espere para saber se o ressentimento vai passar logo ou não. Trate de fazer a seguinte simpatia para se proteger.

  Pegue uma bacia de água morna, coloque sal grosso e mergulhe nela os pés por algum tempo. Deixe secar naturalmente, depois lave de novo em água corrente. 

 Recolha um pouco dessa salmoura numa garrafa. Jogue metade diante do muro ou cerca de sua casa. O restante, dê um jeito de jogar diante da casa da pessoa com quem você brigou.


 

     PARA SE LIVRAR DO AZAR

 Não se deixe contaminar pelo azar e recupere sua sorte rapidamente, tão logo perceba que alguma coisa errada anda acontecendo com você. 

 Descubra os nomes dos santos de cada dia, dos próximos nove dias. Toda manhã, acenda uma vela para o santo do dia. Deixe-a queimar um pouco em sua casa, depois apague-a e leve-a até uma igreja.

Deixe-a queimar até quase chegar ao final, enquanto reza alternadamente um Pai Nosso e uma Ave Maria.

 Leve o toco de vela para casa, acenda-o e deixe-o terminar de queimar. No dia seguinte, faça o mesmo, ofertando-a ao santo do dia, até completar a novena. 


 

     PARA AZAR ENCOMENDADO 

 Se você tiver a sua vida azarada por alguém e descobrir isso, antes de mais nada não faça nenhuma simpatia que tenha qualquer conotação de vingança ou de maldade.

 Se essa pessoa errou, tentando prejudicar você, não desça ao mesmo nível dela, pois pode ser isso exatamente o que ela quis provocar o tempo todo. 

 Ao invés disso, faça uma simpatia que acaba com o azar e faz a pessoa se arrepender do que fez.

 Compre setenta centímetros de fita vermelha e corte em sete pedaços do mesmo tamanho. Pegue uma vela de sete dias e amarre nela os pedaços da fita, arrematando com um nó bem forte.

 Acenda essa vela diante de uma janela, que esteja voltada para onde mora essa pessoa. Atrás da vela, coloque um espelho. Deixe queimar sobre um prato. 


 

     PARA DESPACHAR O AZAR

 Os antigos afirmam que a sorte gosta de trilhar caminhos desobstruídos e, por essa razão, o azar cuida em enchê-los de obstáculos. Se você quer que a sorte lhe favoreça, antes de mais nada prepare os caminhos para que ela venha até você. Para isso, você terá que despachar o azar.

 Uma simpatia vai ajudá-lo(a) nisso. Numa sexta-feira, compre uma vassoura natural nova, lave-a com salmoura e deixe-a secar com a cabeça para cima. 

 Antes do anoitecer, use-a para varrer ao redor de sua casa, principalmente sob as janelas e o caminho que vai do portão até a porta de entrada. 

 Repita por três sextas-feiras seguintes, lavando a vassoura logo de manhã e usando-a antes do anoitecer.


 

     PARA ASSUSTAR O AZAR

 Existem inúmeras simpatias para se expulsar o azar. Algumas bem curiosas, como esta, que consiste em dar um susto no azar, e que era muito usada em algumas partes do interior, durante as festas juninas.

 Se você perceber que o azar anda demais ultimamente, faça uma fogueira com alguns troncos secos e espere até que formem brasas. Quando isso acontecer, jogue sal mineral no meio delas. Quando começar a estalar, grite três vezes:

Sai de mim, azar!


 

     PARA CEDER SEU AZAR

 Esta é uma simpatia interessante e quem já a fez uma vez, repetiu, pois os resultados são garantidos. Trata-se de uma forma de ficar livre do seu azar, cedendo-o para alguém. 

 A maneira de fazer é bem simples. Basta ceder seu lugar a sete pessoas diferentes, seja no ônibus, numa sala de espera, na mesa de refeição, em qualquer parte. 

 Só que isso tudo tem que ser feito num só dia, quando cederá o lugar onde já esteja sentado(a) a sete pessoas, conhecidas ou não. Quando oferecer o lugar, diga:

Pode ficar... (em voz alta)
Com meu lugar e meu azar (em voz baixa).

 PARA DESFAZER O AZAR

Finalmente, esta é também uma das maneiras utilizadas para se livrar do azar, desfazendo-o. Não oferece dificuldade alguma para ser feita. 

 Para isso, logo pela manhã, quando se levantar, pegue um copo de água e faça bochechos e gargarejos com ele, recolhendo-a num copinho plástico ou num outro copo. A cada cuspida dessas, diga o seguinte, por três vezes:

Cuspo de mim meu azar,

Para depois desmanchar.

 Leve ao congelador e deixe até formar gelo. Ao meio-dia, retire essa pedra gelada e leve-a ao sol. Quando ela começar a se derreter, repita três vezes a seguinte intenção:

Aqui deixo meu azar,
Começando a desmanchar.

     Afaste-se e só volte ao local quando tiver certeza de que o gelo se derreteu totalmente.

ANGÚSTIA

  Se você está passando por uma fase de muito azar e dificuldades em sua vida, onde os problemas só estão se agravando e você começa a perder suas forças, e suas esperanças, não se deixe cair em desespero. Antes de tudo, tenha muita fé, pois a solução pode estar muito mais próxima do que você imagine. 

 Os antigos diziam que "não há mal que sempre dure nem bem que nunca acabe." Essa preciosa lição nos ensina que devemos estar sempre preparados para tudo e que a prevenção mais uma vez é a solução para todos os nossos males.

Remediar é sempre mais difícil e traumático. A sabedoria popular sempre soube disso, desenvolvendo, ao longo dos séculos, as mais diversas práticas para se ver livre de todo o mal que possa afetá-la. O azar se encontra no meio desse mal que a todos ameaça.

 Simpatias e mais simpatias foram criadas e utilizadas. Muitas não se mostraram efetivas e foram esquecidas. Outras, no entanto, vêm atravessando os tempos, sempre com resultados positivos, proporcionando alívio a todos que a elas recorreram.

 Assim, se você se encontra hoje angustiado(a) por causa de tanto azar em sua vida, talvez tenha chegado a hora de fazer como o fizeram nossos antepassados e os antepassados deles ao longo do tempo: recorrer a uma boa simpatia. Aqui estão algumas delas.


 

     PARA SEPULTAR SEU AZAR

 Os antigos dizem que "o azar nunca vem sozinho" e todos nós temos pelo menos uma experiência para contar a respeito de como essa afirmação é verdade. Quando o azar vem, ele vem em ondas, como a maré. Ficamos à mercê dele, a menos que tomemos uma providência imediata.

 Se perceber que o azar está perseguindo-o, faça um jogo, apostando uma moeda no número correspondente ao seu dia de nascimento. Após conferir (há registro de pessoas que ganharam, interrompendo de imediato a maré de azar), dobre o papel três vezes, depois, com uma colher de pau, faça um buraco na terra, em qualquer lugar, pode ser até num vaso, e enterre aquele pedaço de papel, pondo uma pedra por cima. 

     Procure fazer esta simpatia sempre numa segunda-feira.


 

     PARA SAIR DO CÍRCULO-VICIOSO DO AZAR

 Se você se sente com azar e inferior por causa disso, enquanto uma outra pessoa parece estar com sorte até demais, antes de mais nada, não a inveje. A inveja é um sentimento negativo que atrai outros sentimentos negativos, num círculo-vicioso pernicioso e perigoso.

Fuja disso, compartilhando da sorte daquela outra pessoa, usando uma simpatia muito conhecida. Antes de mais nada, se a outra pessoa conhecer a simpatia, vai se negar a repartir a sorte com você, mas não custa tentar.

 Pegue uma nota qualquer e peça para essa pessoa trocar para você. De uma de dez, ela volta duas de cinco, um dê uma de cinco e ela volta cinco de um, não importa.

 O que é preciso que aconteça é que a troca seja feita. Se por acaso a pessoa lhe der dinheiro a mais, ponha a mão na consciência e devolva, porque você está tirando dela toda a sorte e deixando-a sem nada, já com um pouco de azar. Não seja egoísta. Sorte demais atrapalha.


 

     PARA AFASTAR DOENÇAS PROVOCADAS PELO AZAR

 Há pessoas que transmitem doenças com a mesma facilidade com que transmitem o azar ou fazem secar uma planta, o leite no peito da mãe ou morrer um filhote de animal em quem puseram o olho. Muitas vezes elas nem sabem que são capazes disso. 

 Outras porém, em sã consciência, transmitem isso, só que nenhuma delas trás uma estrela na testa para diferenciá-las das outras. 

 O melhor é sempre estar prevenido(a) contra esse tipo de pessoa. Use, para isso, a simpatia do ninho da coruja.

Na primeira sexta-feira de agosto, pegue um ninho abandonado de coruja, coloque-o dentro de um saquinho de seda preta, costurada com o máximo de nós possíveis, junto com o nome da pessoa, caso você saiba quem lhe deseja o mal, ou com um papel em branco, caso desconheça e queria apenas se precaver contra esse tipo de gente.

 Enterre isso longe de sua casa, pondo uma pedra por cima. Jamais passe a menos de sete metros deste local novamente.


 

     PARA AJUDA CONTRA O AZAR

  Se você está passando por uma fase de muito azar e dificuldades em sua vida, onde os problemas só estão se agravando e você começa a perder suas forças, não se deixe cair em desespero. 

     Antes de tudo, tenha muita fé e faça a seguinte simpatia:

Na primeira sexta-feira de um mês ímpar (janeiro, março, maio, julho, setembro, novembro), pegue um copo branco e novo, coloque três colheres de sal grosso e encha o restante do copo com vinagre. Em seguida, com um galho de arruda na mão direita, faça o sinal da cruz em todas as portas de sua casa, principalmente a de entrada. Jogue o galho de arruda no fogo em seguida, antes de continuar. Com o copo com vinagre e sal na mão esquerda, vá espargindo com as pontas dos dedos da mão direita o seu conteúdo em todos os cantos da casa. Quando terminar de purificar toda a casa, lave o copo e as mãos em água corrente.


 

     PARA SE LIVRAR DO AZAR

  Esta é uma simpatia muito simples e eficaz que serve para todos os dias do ano porque utiliza as energias positivas que estão contidas nos elementos místicos e que podem ajudá-lo(a) a ter mais sorte na vida. 

 Se você esta passando por um período de contratempos e dificuldades e procura uma solução, siga esta simpatia :

 Na primeira terça-feira de um mês ímpar, antes das dezoito horas, vá a uma correnteza e recolha uma pedra bem redonda e pequena. Carregue-a sempre com você, em seu bolso, ou pendurada como pingente em uma corrente de ouro ou de prata, no pescoço. Esta simpatia irá ajudá-lo(a) a ter muita sorte, conquistar muitos bens materiais e livrá-lo(a) dos azares da vida.


 

     PARA COMBATER O AZAR

 Depois que o azar se instala, segundo os antigos, é preciso muito trabalho, fé e determinação para expulsá-lo. A solução para isso é estar sempre prevenido contra ele, mas, se isso deixou de ser feito e ele já está com você, a solução é usar uma simpatia para combatê-lo eficazmente. 

  Se é o seu caso, faça o seguinte. Compre um vaso de barro, pinte-o de branco, coloque sete pedras de rio no fundo e uma camada de terra preparada para o cultivo de plantas. Em seguida acrescente sete dentes de alho, formando um círculo, pondo mais uma camada de terra. Em seguida, sete moedas do menor valor que encontrar, também formando um círculo, terminando de encher o vaso. 

 Plante uma muda de comigo-ninguém-pode, uma de arruda, uma de espada-de-são­jorge, uma de dinheiro-em-penca e outra de alecrim. Deixe esse vaso do lado de fora de sua casa, à esquerda de quem entra, cuidando dele com muito carinho. Se uma das mudas morrer, substitua-a imediatamente.

Cuidado com as pessoas que criticarem ou demonstrarem que não se sentem bem perto desse vaso.


 

     PARA AZAR NO TRABALHO

Pode ser que, de repente, você perceba que as coisas não andam bem no seu local de trabalho. Normalmente isso ocorre numa porção de pequenas coisas, que vão aumentando de importância, se você não tomar logo uma providência.

 Se o azar se instalar definitivamente no seu trabalho, sua carreira, sua promoção e até mesmo a própria qualidade dele pode ser prejudicada. Para afastar isso, recorra a uma simpatia poderosa.

 Compre vaso de cerâmica, plantando nele três mudas de alecrim, formando um triângulo. Cultive essas mudas com carinho, mantendo-a do lado de dentro de sua casa, próximo de uma janela. Quando sair para o trabalho, passe a palma da mão direita nos galhos das três mudas. Quando retornar, faça o mesmo. 


 

     PARA ENFRENTAR MARÉ DE AZAR

 Sua vida pode virar literalmente de cabeça para baixo, quando uma maré de azar se abate sobre ela, pois seus malefícios se espalham com muita rapidez e acabam atingindo todos os setores de sua vida. Por isso os antigos sempre foram alertaram para isso.

Caso você esteja entrando ou atravessando uma maré de azar, não perca mais tempo. Antes que essa praga se espalhe rapidamente, faça logo uma simpatia para se safar dessa.

 Numa segunda-feira, vá a uma igreja e reze um Pai Nosso e uma Ave Maria. Acenda uma vela vermelha no altar e deixe-a queimando, fazendo um pedido aos santos que com a vela que arde, eles queimem o seu azar.


 

PARA REBATER O AZAR

 Com freqüência acontece de uma pessoa ser atacada por toda espécie de malefícios, provocados por uma outra pessoa, seja por ciúme, inveja ou por pura maldade mesmo. 

 Esse tipo de azar, quando se abate sobre a vida de alguém, é um dos piores, pois pega como erva daninha em terreno adubado. Contra ele, nem sempre as pessoas estão preparadas, pois ninguém espera que algo assim aconteça, principalmente mandado por uma outra pessoa.

 Para se defender disso, só mesmo uma simpatia preventiva. Esta é uma das melhores. Uma vez por ano, de preferência na véspera do seu aniversário, compre nove metros de fita branca, nove rosas brancas e nove velas brancas.

 Numa reta de estrada, fora da cidade, às seis horas da manhã de uma segunda-feira, estenda a fita branca à margem da estrada. A cada metro, coloque uma rosa branca sobre a fita e uma vela acesa ao lado, de forma que a vela, ao se queimar, não possa atingir nem a fita nem a rosa.

 Quando as velas se queimarem, recolha tudo, inclusive e principalmente placas de cera, coloque dentro de um saquinho de papel e jogue em uma correnteza ou no mar. Lave as mãos nessa mesma água e deixe-as secar naturalmente.

     A simpatia deve ser iniciada às seis horas e encerrada antes das nove.


 

PARA AFASTAR O AZAR

O azar é uma doença oportunista, que nos atacas nos momentos de fraqueza ou quando nossas defesas estão baixas. Pode vir das mais diversas fontes e é sempre inesperado. Em algumas ocasiões, percebemos sinais significativos de sua presença, como uma mancha de bolor numa parede, um pássaro morto diante de sua porta ou um gatinho que passa a noite toda miando ao redor de sua casa. Tudo isso é sinal de que ele está vindo para se instalar e realizar seus malefícios. Antes que isso aconteça, no entanto, faça logo uma simpatia para se limpar de tudo isso, ao mesmo tempo em que limpa tudo ao seu redor.

Isole-se num local tranqüilo de sua casa, numa sexta-feira, após as nove horas da noite. Pegue três copos de água e coloque sobre um tampo de mesa de madeira. No centro, acenda uma vela vermelha, num pires. Enquanto a vela estiver queimando, ore ao seu Deus, pedindo proteção.

Quando a vela terminar de queimar, coloque a água dos copos numa vasilha de ferro e leve ao fogo. Deixe ferver. Quando entrar em ebulição, tampe e leve ao local onde você fez a oração. Destampe e deixe o vapor sair. Quando amornar, retorne a água ao fogo e repita o processo, até que toda a água tenha se evaporado. 


 

     PARA DEVOLVER O AZAR

Há algumas simpatias que deveriam ficar secretas e não ser utilizadas em hipótese alguma. No entanto, mesmo considerado a devastadora ação que podem provocar, não há como ignorá-las, principalmente porque nada mais fazem do que desencadear o chamado "choque de retorno".

 Se alguém desejou o seu mal e lhe mandou ma maré de azar como presente, é justo que você apenas devolva a maldade praticada, mas só faça isso que tiver certeza de que isso não pesará em sua consciência em hipótese alguma. 

  Há uma simpatia que, embora não muito divulgada, pode ser usada nesses casos. Para evitar qualquer erro, apenas a faça quando tiver certeza que sabe quem é a pessoa que está desejando o seu mal. Ciente disso, faça o seguinte:

 Acenda uma vela vermelha sobre a superfície de um espelho, próximo de uma janela aberta, voltada para a direção onde mora essa pessoa. Na chama da vela, queime uma foto dessa pessoa, deixando as cinzas caírem sobre o espelho. Quando a vela terminar de queimar, lave tudo em água corrente. Pendure o espelho com a superfície polida voltada para a parede durante sete dias. 


 

     PARA DESPACHAR O AZAR

Os antigos diziam que, antes de fazer qualquer simpatia para chamar a sorte, é preciso fazer uma de preparação, limpando-se de todo e qualquer resquício de azar, inveja, olho-gordo e outras impurezas que mantêm a sorte afastada. 

Na realidade, trata-se de aplainar os caminhos para que a sorte caminhe em sua direção sem tropeços e sem se perder. Para tanto, basta recorrer a uma simpatia específica como esta, feita num final de tarde de um domingo.

 Limpe seus caminhos do azar reunindo folhas e galhos secos que encontrar dentro dos limites do terreno de sua casa. Pode ser de árvores, de vasos, de hortas, de jardins, tudo, enfim. Faça uma fogueira com tudo isso, depois recolha as cinzas, peneire-as e misture com um pouco de água, deixando repousar. 

 Durante sete noites seguidas, antes de se deitar, espalhe um pouco dessa pasta na sola de seus pés. Deixe pelo tempo que demora para rezar antes de dormir, depois lave os pés. Mantenha essa massa sempre úmida. Após sete dias, jogue o que sobrar em água corrente.


 

     PARA LAVAR O AZAR

 Existem diversas formas de você se livrar do azar, mas uma das mais simples e prática é simplesmente lavá-lo de seu corpo. Para isso, existem inúmeras simpatias, mas uma das mais simples e usadas é a do banho de alecrim. 

 Ferva três litros de água numa vasilha de ferro. Quando levantar fervura, coloque dentro alguns galhinhos de alecrim, tampe e retire do fogo. Deixe amornar. Após isso, tome um banho completo e enxágüe-se, jogando essa água no alto de sua cabeça.

     Enxugue-se com uma toalha branca em seguida.


 

     PARA SALGAR O AZAR

 Uma das formas mais comuns e antigas de se livrar do azar era salgá-lo. Para isso, os cavaleiros costumavam por uma peça de roupa entre o lombo do seu cavalo e a sela. Após um dia de cavalgada, a peça ficava impregnada de sal. Seca ao sol, era vestida na hora de dormir. No dia seguinte, era retirada e lavada.

 Hoje em dia se usa uma variação dessa simpatia que consiste em deixar de molho, durante toda a manha, o pijama ou a camisola que usa para dormir. Após o meio-dia, essa roupa deve ser estendida ao sol, sem ser enxaguada. 

 À noite, dormir com ela e, na manhã seguinte, tomar um banho com ela, depois lavá-la normalmente.


 

     PARA ENGANAR SEU AZAR

 Uma das formas de se ver livre do seu azar é enganá-lo. Embora isso pareça fácil, na realidade é um pouco mais complexo do que parece e deve ser feito com seriedade e fé, caso contrário corre-se o risco de aumentar o azar e não se livrar dele. 

     Para enganar seu azar, molhe um pano em água açucarada e esfregue na superfície de um espelho. Fique diante dele, depois, olhando-se nos olhos com firmeza por algum tempo. Repentinamente, atire sobre o espelho um pano preto, cobrindo-o totalmente.

 Leve o espelho para uma janela, vire-o para fora e descubra-o. Use esta simpatia apenas uma vez em sua vida inteira.

 

BRUXO REGINALDO O REI DO VODU E MÃE MARTA
  É especialista em amarrações amorosas certezas do passado verdades do presente segurança para o futuro o domínio cigano no equilíbrio espiritual vidência através da cartomancia dês- vende os mistérios da vida com a ajuda poderosa da cigana Esmeralda rainha das almas através do fascínio do baralho cigano e os orixás Mãe marta de Oba atende de segunda a sábado se você precisar de uma orientação espiritual nos - telefone
        Marta 011. 5513-6064 Reginaldo 011.3492-0169

VEJA MAIS SIMPATIA